Sercopar

2.800 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.800
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.106
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sercopar

  1. 1. 1ª edição do Seminário Nacional de Refeições para a Coletividade da Região Sul foi um grande sucesso Evento aconteceu na Capital do Paraná e teve mais de 300 participantes entre autoridades, profissionais do setor e representantes de empresas da classe Aconteceu na quinta-feira (24) o 1º Seminário Nacional de Refeições para a Coletividade da Região Sul. O evento, promovido pelo SERCOPAR – Sindicato das Empresas de Refeições Coletivas e Alimentação Escolar do Paraná –foi realizado no Hotel Mabu Parque Resort (Cidade Industrial de Curitiba) e teve como tema “Alimentação Saudável: A Evolução do Bem Estar e da Qualidade de Vida dos Primeiros Passos à Melhor Idade”. O Seminário teve apoio do SIERC RS/SC – Sindicato das Empresas de Refeições Coletivas dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e da FENERC – Federação Nacional das Empresas de Refeições Coletivas. Contou ainda com o patrocínio de: Apetit Serviços de Alimentação, Batatão, Banaze, Ecolab, Red Frutas, Grupo Prato Feito, Grupo Veper, Rodriaço, Monteiro & Martins Panificação Industrial, Platinox Equipamentos para Gastronomia, Risa Restaurantes Empresariais, Risotolândia Serviços de Alimentação, Ruliwi, Schulz Alimentos, Teknisa Software, Ultragaz, Villare Gastronomia Empresarial, Araújo Martins Comércio de Melão, Alfredo Filipak (Melancia), Hélio Ribas Machado (Legumes em Geral), Ilson e Ivo Kieskovski (Batatas). Abertura Para a abertura do Seminário a mesa diretiva foi formada por: Carlos Humberto de Souza – Presidente do Sercopar; Carlos Antônio Gusso – Idealizador, fundador e Ex-Presidente do Sercopar; Celso Gusso – Presidente da Associação das Empresas da Cidade Industrial de Curitiba; Rogério da Costa Vieira – Presidente da Fenerc;Joelso Silveira – Vice Presidente do SIER RS/SC; Roberlayne de Oliveira Borges Roballo – Secretária Municipal de Educação, no ato representando o Prefeito de Curitiba Gustavo Fruet; TeovanaSordiRittes, Diretora do Departamento de Administração de Material, no ato representando Dinorah Botto Portugal Nogara – Secretária de Estado da Administração e da Previdência e também o Governador do Estado do Paraná Beto Richa;NeivoBeraldin – Superintendente Regional do Trabalho e Emprego do Paraná e Marco Aurélio Crescente – Presidente da ABERC/ Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas. Após o hino nacional, cantado ao vivo por Tarcisio Selbach, diretor executivo do SIERC RS/SC, as autoridades presentes proferiram seus discursos. Roberlayne de Oliveira Borges Roballo, Secretária de Educação de Curitiba que representou o Prefeito Gustavo Fruet no evento, falou sobre a importância de trabalhar de forma diferenciada a relação entre a criança e o alimento. “É importante a criação de políticas de trabalho para o dia-a-dia das crianças no que se refere à alimentação na escola. Este Seminário vem a somar com nosso trabalho para contribuir com o desenvolvimento de milhares de crianças por meio de uma alimentação saudável. Em nome do Prefeito de Curitiba agradecemos ao Sercopar por esta importante iniciativa”, destaca.
  2. 2. O Presidente da FENERC, Rogério da Costa Vieira, agradeceu a oportunidade de estar em Curitiba e reforçou a importância da parceria entre as entidades do setor para uma contribuição completa e eficaz ao bem estar e saúde dos consumidores de todo o Brasil. “O cenário que vemos hoje é que cada vez mais empresas e escolas, públicas e privadas, têm apostado na terceirização da alimentação para otimizar o desenvolvimento da sociedade. A alimentação é uma tema muito importante e estou muito feliz em estar neste evento que visa discutir novas práticas, estratégicas e políticas de qualidade para o mercado de refeições coletivas”. Carlos Humberto de Souza, Presidente do Sercopar, agradeceu a participação de todos, a confiança dos patrocinadores e entidades envolvidas. “É uma grande alegria promover pela primeira vez este Seminário e já ter certeza que ele será um marco na história do Sindicato. Queremos, além de estar próximos dos nossos associados, oferecer soluções de qualidade às empresas da classe sindical, sempre pensando no bem-estar, na saúde e na felicidade dos consumidores. Trabalhar com alimentação é sempre delicado. É preciso inovar e estar em contato com fornecedores, clientes e parceiros. Por isso promovemos o Seminário Nacional de Refeições para a Coletividade, para promover essa atualização técnica e interação”, diz. Homenagens Um dos momentos especiais do evento, que começou às 8h30 e encerrou às 18h, foi a homenagem feita ao idealizador, fundador e ex-presidente do SERCOPAR, Carlos Antonio Gusso. O empresário recebeu uma placa de homenagem em nome do Sercopar, que foi entregue pelo Presidente da Fenerc. Entre algumas das vantagens que Gusso trouxe à classe se destacam a redução do ICMS no Paraná e a evolução da relação patrão empregado, essa devido ao seu esforço e empenho em estreitar a relação do Sindicato Patronal com os Sindicatos das Classes Trabalhadoras. Palestras A primeira palestra do dia foi ministrada por Enzo Donna, sócio diretor da ECD Consultoria em Food Service. Ele, que tem o maior banco de informações sobre este mercado,falou sobre o “Desafio para os Empresários da Alimentação”. Há 26 anos no mercado, Donna é personalidade presente quando o assunto é apresentar soluções, informações e diagnóstico para a complexa gestão que envolve o segmento de Food Service. Na avaliação do palestrante, a refeição dentro da maioria das empresas ainda está na coluna de gastos=despesas e não na coluna de benefícios=investimentos. Em determinado público laboral, alimentação é fundamental para manter o clima organizacional e isto naturalmente impacta diretamente na produtividade. “Eu pessoalmente não conheço muitos contratos onde os indicadores de produtividade estejam atrelados a remuneração dos serviços de alimentação, estabelecer mais intensamente a relação entre nutriçãox alimentação saudável x produtividade seria naturalmente uma inovação, sem dúvida” Logo após, os participantes do Seminário acompanharama palestra sobre “Perfil Atual e Perspectivas do Estado Nutricional da População Brasileira” com a Dra. Sandra Maria Chemin Seabra da Silva. Ela é nutricionista e mestre em ciências dos alimentos pela Universidade de São Paulo. Para ela, a alimentação e a nutrição são requisitos básicos para a manutenção, promoção e proteção da saúde, possibilitando a afirmação do potencial de crescimento e desenvolvimento humano com qualidade de vida e cidadania. “Nos últimos 15 anoso padrão alimentar mudou, mostrando uma tendência acentuada da redução do consumo de arroz e feijão e aumento excessivo de açúcares e gorduras saturadas em virtude do aumento do consumo de alimentos processados e fora do lar. Essa mudança de perfil é decorrente de diversos fatores e impacta diretamente no modo de adoecer e morrer da população. Por isso, é fundamental que os serviços e as políticas públicas respondam a estas transformações e à complexidade de suas manifestações na saúde da população”, finalizou. A terceira palestra do dia foi com a nutricionista Dra. Valéria Paschoal, mestre na área de nutrição e pediatria pela Unifesp, editora científica da Revista Brasileira de Nutrição Funcional e membro da VP Consultoria Nutricional. O tema “Alimentação Saudável: Experiências de atuação profissional desde a infância a melhor idade / Oportunidades para a área
  3. 3. de alimentação”, levantou novas discussões sobre o assunto para os setores público e privado. “Hoje falamos muito em Core foodplan, uma nova proposta de plano alimentar equilibrado e colorido com o fornecimento de vitaminas, minerais e fitoquímicos que exercem diversos efeitos benéficos no organismo. A proposta tem como objetivo a redução da quantidade consumida por refeição com aumento do fracionamento das mesmas, que devem ter início do café da manhã e a partir daí ser praticada a cada três horas”, explicou. Valéria respondeu a algumas perguntas, dando dicas e trazendo soluções inovadoras ao setor. Leonardo Araújo, da Fundação Dom Cabral, é mestre em administração pela PUCMINAS, especialista em marketing, professor, palestrante e autor de livros de sucesso. No Seminário de Refeições para a Coletividade, organizado pelo Sercopar, falou sobre “Proatividade de Mercado: como antecipar mudanças no setor de alimentação”. Segundo ele, a maioria das empresas atua de forma reativaem relação ao mercado. Elas limitam-se apenas a responder às demandas dos consumidores, aos movimentos da concorrência, à dinâmica do setor em que competem, enfim, a todas as mudanças que bombardeiam o mercado diuturnamente. “Hoje, uma empresa não pode mais se dar ao luxo de ser apenas reativa, entendendo que conseguirá se sobressair das demais apenas respondendo ao mercado. É preciso que a empresa atue dentro de uma lógica proativa de negócio, ou seja, uma postura estratégica voltada não só a responder às contingências – e exigências – do mercado. É preciso que a empresa seja proativa em relação ao mercado”, diz Araújo. A última palestra ficou com Jô Furlan, médico, escritor, conferencista internacional e pesquisador na área de neurociência do comportamento. Furlan é especializado em palestras motivacionais e autor do Best Seller Inteligência do Sucesso. O tema da palestra, que prendeu a atenção dos participantes do evento, foi “Saúde e Qualidade de Vida. “Vejo com frequência nas empresas um discurso muito diferente da prática. Os programas de qualidade de vida estão muito mais relacionados a técnicas de relaxamento, espaços alternativos e academias do que de fato a processos comportamentais que permitam as pessoas em geral obter os resultados almejados por esses programas”, disse. Furlan interagiu com os participantes do evento e encerrou a primeira edição do evento com chave de ouro. Segundo o Sercopar, muito em breve a data e o local da edição de 2014 do evento serão divulgadas. “Já estamos conversando sobre o próximo evento, que também será na região sul do Brasil. O sucesso deste Seminário motivou ainda mais nossos patrocinadores e parceiros para uma nova edição de excelentes resultados”, comemora o Presidente do Sindicato Carlos Humberto de Souza. Site: www.sercopar.com.br Mais informações para a imprensa: Pontuale Comunicação & Marketing: www.pontualecomunicacao.com.br Jornalista Caroline Michel: caroline@pontualecomunicacao.com.br Skype: carolpontualecomunicacao Telefone: (041) 9653.9507

×