Adjuvância no câncer gástrico – RQT vs QT                    Frederico Perego Costa, MD       Medical Oncologist, Centro d...
Padrões de Falência pós Cirurgia National Câncer Data Base ( 50 mil pctes)  IA    >> SV10a = 65%  IB-IV >> SV10a = 3- 40%...
Padrões de Falência pós       Cirurgia
Padrões de Falência pós       Cirurgia
INT 0116                     n = 556 pctesMcDonald NEJM 2001
INT 0116: Elegibilidade adenoca de estômago e JGE ressecção completa, margem neg. IB-IV, desde que M0 (AJCC 1988),   ob...
Campos da Radioterapia
Limitar a toxicidade/ DVH Fígado: 60%vol < 30Gy Rim: pelo menos 1 rim c/ 75%vol < 20Gy Coração: 30%vol < 40Gy
INT 0116: Aderência ao tto
INT 0116                               SobrevidaSobrevida Global     p = 0.005                 p < 0.001                  ...
Críticas Ressecção D1 vs D2. Apenas 10%  realizaram D2.D1 em 36% e D0 (inadequado)  em 54%.( ~SV/NS) 35% de portals inad...
Potencialização da RT + QT                 Novas combinaçõesSchwartz J Clin Oncol 2009
Potencialização da RT + QT               Novas combinaçõesSchawrtz JCO 2009
RT + QT em adjuvância            Intolerância ao tratamento                                                  Chemoradiatio...
RT + QT em adjuvância              Intolerância ao tratamento                                 INT0116   FLP   FLPP  Pacien...
Meta-analises de estudos     randomizados sobre quimioterapia                adjuvanteHermans OR 0.88 (95% CI, 0.78 to 1.0...
Meta-analises de estudos     randomizados sobre quimioterapia                adjuvanteAsia       5 estudos HR 0.74, 95% (C...
Tratamento adjuvante com S-1              SobrevidaSakuramoto NEJM 2007
Tratamento adjuvante com S-1Sakuramoto NEJM 2007
Tratamento adjuvante com S-1            Primeira progressãoSakuramoto NEJM 2007
REAL-2       Oxaliplatina e CapecitabinaCunningham D et al. N Engl J Med 2008
Conclusões Adjuvância com RT+5FU+LCV deve ser  considerada nos pctes de alto risco:  – Radioterapeutas   treinados   em  ...
Thank youfrederico.costa@hsl.org.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

13 adjuvância no câncer gástrico – rqt vs qt

807 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
807
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

13 adjuvância no câncer gástrico – rqt vs qt

  1. 1. Adjuvância no câncer gástrico – RQT vs QT Frederico Perego Costa, MD Medical Oncologist, Centro de Oncologia Hospital Sírio Libanês Director of Clinical Research, Instituto Brasileiro de Pesquisa em Câncer São Paulo - Brazil
  2. 2. Padrões de Falência pós Cirurgia National Câncer Data Base ( 50 mil pctes) IA >> SV10a = 65% IB-IV >> SV10a = 3- 40% 60% recidiva no leito op., LN regionais, na anastomose ou coto de ressecção. 20% de recidivas isoladas. (IB-IV) Gunderson et al : Áreas of failure in a reoperation series. Clinicopathologic correlation and implications for adjuvant therapy. IJROBP, 1982
  3. 3. Padrões de Falência pós Cirurgia
  4. 4. Padrões de Falência pós Cirurgia
  5. 5. INT 0116 n = 556 pctesMcDonald NEJM 2001
  6. 6. INT 0116: Elegibilidade adenoca de estômago e JGE ressecção completa, margem neg. IB-IV, desde que M0 (AJCC 1988), obs: IB=T1N1 e T2N0 PS ≤ 2 (SWOG) ingesta calórica > 1500 kcal/d registro 20-40 dias da cirurgia
  7. 7. Campos da Radioterapia
  8. 8. Limitar a toxicidade/ DVH Fígado: 60%vol < 30Gy Rim: pelo menos 1 rim c/ 75%vol < 20Gy Coração: 30%vol < 40Gy
  9. 9. INT 0116: Aderência ao tto
  10. 10. INT 0116 SobrevidaSobrevida Global p = 0.005 p < 0.001 Sobrevida Livre de Recidiva
  11. 11. Críticas Ressecção D1 vs D2. Apenas 10% realizaram D2.D1 em 36% e D0 (inadequado) em 54%.( ~SV/NS) 35% de portals inadequados inicialmente e post. corrigidos. 6%de erros maiores não corrigidos. (QA)
  12. 12. Potencialização da RT + QT Novas combinaçõesSchwartz J Clin Oncol 2009
  13. 13. Potencialização da RT + QT Novas combinaçõesSchawrtz JCO 2009
  14. 14. RT + QT em adjuvância Intolerância ao tratamento   Chemoradiation - 5-FU 225mg/m2 IC 24h semanal   FLPP - 5-FU semanal 2000mg/m2 em 24h;   Ac. Folínico 500mg/m2   Paclitaxel 175mg/m2 em 3 h no D1 e 22 e   Cisplatina 50mg/m2 no D8 e 29 FLP -   5-FU semanal 2000mg/m2 em 24h;   Ac. Folínico 500mg/m2   Cisplatina 50mg/m2 no D8 e 29Kollmannsberger Ann Oncol 2005
  15. 15. RT + QT em adjuvância Intolerância ao tratamento INT0116 FLP FLPP Pacientes retirados 17% 26% 12% Pacientes declinaram 8% 15% 5%Kollmannsberger Ann Oncol 2005
  16. 16. Meta-analises de estudos randomizados sobre quimioterapia adjuvanteHermans OR 0.88 (95% CI, 0.78 to 1.08)Earle OR 0.80 (95% CI 0.66-0.97)Mari OR 0.82 (95% CI: 0.75-0.89)Panzini OR 0.72 (95% CI: 0.62-0.84)J Clin Oncol 1993Eur J Cancer 1999 Ann Oncol 2000
  17. 17. Meta-analises de estudos randomizados sobre quimioterapia adjuvanteAsia 5 estudos HR 0.74, 95% (CI) 0.64–0.85Não Asia 14 estudos HR 0.90, 95% CI 0.85–0.96 Tratamento adjuvante ESMO guidelines – 2010 Nível de evidência IAOkines Ann Oncol 2010
  18. 18. Tratamento adjuvante com S-1 SobrevidaSakuramoto NEJM 2007
  19. 19. Tratamento adjuvante com S-1Sakuramoto NEJM 2007
  20. 20. Tratamento adjuvante com S-1 Primeira progressãoSakuramoto NEJM 2007
  21. 21. REAL-2 Oxaliplatina e CapecitabinaCunningham D et al. N Engl J Med 2008
  22. 22. Conclusões Adjuvância com RT+5FU+LCV deve ser considerada nos pctes de alto risco: – Radioterapeutas treinados em RT p.o. de estômago – Aceleradores lineares (planejamento 3D) – Pacientes com boa condição clínica e motivados Adjuvancia com quimioterapia deve ser considerado nos pctes de alto risco onde radioterapia não está sendo considerado. O esquema ideal não está definido.
  23. 23. Thank youfrederico.costa@hsl.org.br

×