Linguística e linguagem

671 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
671
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
161
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Linguística e linguagem

  1. 1. Cataryna Ridda
  2. 2.  O que é ciência?  O que caracteriza uma ciência? LINGUÍSTICA E LINGUAGEM A Ciência (do latim scientia, conhecimento) é o conjunto de informações sobre a realidade acumuladas pelas várias gerações de investigadores depois de devidamente validadas pelo método científico. Também se designa por ciência o processo de recolha e validação de informações sobre a realidade.
  3. 3.  “A linguística é definida, na maioria dos manuais especializados, como a disciplina que estuda cientificamente a linguagem” (p.15, MARTELOTA) LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  4. 4.  É a capacidade que possuímos de expressar nossos pensamentos, ideias, opiniões e sentimentos. A Linguagem está relacionada a fenômenos comunicativos; onde há comunicação, há linguagem. Podemos usar inúmeros tipos de linguagens para estabelecermos atos de comunicação, tais como: sinais, símbolos, sons, gestos e regras com sinais convencionais (linguagem escrita e linguagem mímica, por exemplo). Num sentido mais genérico, a Linguagem pode ser classificada como qualquer sistema de sinais que se valem os indivíduos para comunicar-se. LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  5. 5.  Toda língua possui variações linguísticas. Elas podem ser entendidas por meio de sua história no tempo (variação histórica) e no espaço (variação regional). As variações linguísticas podem ser compreendidas a partir de três diferentes fenômenos... LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  6. 6.  1) Em sociedades complexas convivem variedades linguísticas diferentes, usadas por diferentes grupos sociais, com diferentes acessos à educação formal; note que as diferenças tendem a ser maiores na língua falada que na língua escrita;   2) Pessoas de mesmo grupo social expressam-se com falas diferentes de acordo com as diferentes situações de uso, sejam situações formais, informais ou de outro tipo;   3) Há falares específicos para grupos específicos, como profissionais de uma mesma área (médicos, policiais, profissionais de informática, metalúrgicos, alfaiates, por exemplo), jovens, grupos marginalizados e outros. São as gírias e jargões. LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  7. 7.  Gramática tradicional, normativa, ou prescritiva são os termos usados para referir- se a todo estudo de cunho gramatical anterior ao advento da ciência lingüística. Como o próprio nome define, a gramática prescritiva é uma tentativa de estabelecer um ordenamento lógico em um determinado idioma e definir normas que vão determinar o que é apropriado no uso desse idioma. Daí surge a noção de certo e errado. Aquilo que não estiver de acordo com as normas, com as regras gramaticais, é classificado como inadequado. LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  8. 8.  Nos anos 60, a partir do trabalho do norte- americano Noam Chomsky, a teoria lingüística gerativo-transformacional revolucionou conceitos e trouxe um elemento novo: o de que a linguagem humana é criativa, e de que a capacidade (competence) de um native speaker com bom grau de instrução, através da qual ele consegue produzir um número ilimitado de frases, é que determina a "gramaticalidade" ou a "aceitabilidade" da língua. LINGUÍSTICA E LINGUAGEM
  9. 9.  “É também por meio do processo de comunicação que os indivíduos aprendem sua função social e adquirem sua identidade cultural. Ao nascer, o indivíduo é inserido num contexto socioeconômico cultural pré- existente e, à medida que cresce, participa de um processo de socialização que o transforma num falante de uma determinada variedade da língua, sob influência do meio social em que vive.” (Revista Língua Portuguesa, 2014) LINGUÍSTICA E LINGUAGEM

×