Power Point 2003
O poeta é um fingidor.
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm,
E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração.
Música
A r m o r i
a l
I v a n V i l e l
a
Viola ,Violino e Violão
P i n t u r
a s
Salvador
Dali
P o e m
a
Fernando
PessoaAuto
psicografia
Português: Arcaico
Formatação: floresdoamem@hotmail.com
Auto psicografia....
Auto psicografia....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Auto psicografia....

154 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
154
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto psicografia....

  1. 1. Power Point 2003
  2. 2. O poeta é um fingidor. O poeta é um fingidor.
  3. 3. Finge tão completamente
  4. 4. Que chega a fingir que é dor
  5. 5. A dor que deveras sente.
  6. 6. E os que lêem o que escreve,
  7. 7. Na dor lida sentem bem,
  8. 8. Não as duas que ele teve,
  9. 9. Mas só a que eles não têm,
  10. 10. E assim nas calhas de roda
  11. 11. Gira, a entreter a razão,
  12. 12. Esse comboio de corda
  13. 13. Que se chama o coração.
  14. 14. Música A r m o r i a l I v a n V i l e l a Viola ,Violino e Violão
  15. 15. P i n t u r a s Salvador Dali
  16. 16. P o e m a Fernando PessoaAuto psicografia Português: Arcaico
  17. 17. Formatação: floresdoamem@hotmail.com

×