Programa SENAI de Apoio à 
Competitividade da Indústria 
Sessão 2 - MPEs inovadoras: 
desafios à geração de resultados 
ai...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
Desenvolvimento da Balança Comercial Brasileira 
50 
25 
0 
-25 
-50 
-75 
-100 
Balança Comercial: Produtos da Indústria ...
Investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento [% PIB, 2011] 
Parcela de Investimento Privado em P&D 
71% 
% do PIB em P&D [2...
Manufatura Avançada na Agenda Mundial 
Estados Unidos 
Alemanha 
China 
Japão 
© SENAI-DN Página 6
Manufatura Avançada 
© SENAI-DN Página 7
Manufatura Avançada 
© SENAI-DN Página 8
O que fazer para melhorar a competitividade da indústria? 
Mobilização Empresarial pela Inovação – MEI 
 Melhorar a infra...
Capilaridade de Atendimento do SENAI no País 
Números de Capacidade de Atendimento 
 Maior rede privada de 
educação prof...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
Estratégias do SENAI 
Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 
Educação 
Profissional e 
Tecnológi...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
Institutos SENAI de Tecnologia – ISTs 
 Estrutura física e corpo técnico orientados à 
prestação de serviços de tecnologi...
Localização e Temática dos Institutos SENAI de Tecnologia 
RN: Petróleo e Gás 
PB: Têxtil e Confecções 
PB: Couro e Calçad...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
Institutos SENAI de Inovação – ISIs 
 Estrutura física e corpo técnico orientados a 
serviços profissionais de P&D&I 
– P...
Localização e Temática dos Institutos SENAI de Inovação 
Construtivas RN: Energias Renováveis 
PE: Tecnologia da 
Informaç...
Principais Modelos de Financiamento dos 
Institutos SENAI de Inovação 
 Capital Privado 
– Indústria, Empresas 
– Capital...
Modelo de Financiamento de Projetos de Inovação Tecnológica 
Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial – EMBRAP...
Constituição de Parcerias para a Rede de 
Institutos SENAI de Inovação 
Indústria 
Instituto SENAI 
de Inovação 
Startups ...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
Edital SENAI SESI de Inovação 
Chamada 
Temática & 
Contínua 
Desafios da 
Indústria & 
Sociedade 
ITA 
PoliDesign 
Notáve...
Grand Prix SENAI de Inovação 
3 
Desafios 
6 
Equipes 
7 
Parceiros 
Industriais 
72 
Horas 
8 
Organizações 
de Suporte 
...
Laboratórios Abertos do SENAI 
FASE I - Treinamento FASE II - Prototipagem FASE III - Telefone Vermelho 
© SENAI-DN Página...
Tópicos de Apresentação 
1 Introdução e Motivação 
2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial B...
PROGRAMA DE 
EMPREENDEDORISMO 
TECNOLÓGICO 
SENAI BAHIA 
ONDE IDEIAS VIRAM BONS NEGÓCIOS.
SENAI CIMATEC 35.000 m2 de área construída
Inauguração do 
CIMATEC 
2002 
Mestrado e Doutorado 
2004 2011 
Programa de 
Empreendedorismo 
CIMATEC 
2007 2008 2012 201...
EMPREENDE SENAI BAHIA
INCUBAÇÃO 
INFRAESTRUTURA 
RECURSOS TECNOLÓGICOS 
SERVIÇOS DE SUPORTE 
INFRA 
ACESSO ÀS FERRAMENTAS DO 
SENAI 
APOIO ESTRU...
ACELERAÇÃO 
ACELERA CIMATEC: PRIMEIRA 
ACELERADORA BAIANA 
QUALIFICADA PELO PROGRAMA 
STARTUP BRASIL/ MCTI 
DO MODELO DE N...
Acelera Cimatec 
PRINCIPAIS 
PARCEIROS
Temas Prioritários 
INTERNET DAS 
COISAS 
EQUIPAMENTOS 
PARA CADEIA DE 
PETRÓLEO/ GÁS E 
ENERGIA 
ROBÓTICA E 
AUTOMAÇÃO 
I...
Obrigado! 
Flavio Marinho 
flavio.marinho@fieb.org.br 
(55 71) 3462-9523 
/empreendedorismo.senai
Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira + Programa de Empreendedorismo do SENAI Bahia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira + Programa de Empreendedorismo do SENAI Bahia

701 visualizações

Publicada em

Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira + Programa de Empreendedorismo do SENAI Bahia

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira + Programa de Empreendedorismo do SENAI Bahia

  1. 1. Programa SENAI de Apoio à Competitividade da Indústria Sessão 2 - MPEs inovadoras: desafios à geração de resultados ainda melhores Setembro de 2014
  2. 2. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 2
  3. 3. Desenvolvimento da Balança Comercial Brasileira 50 25 0 -25 -50 -75 -100 Balança Comercial: Produtos da Indústria de Transformação por Intensidade Tecnológica 2008 2009 2010 2011 2012 Bilhões US$ FOB Baixa Média-baixa Média-alta Alta Produtos da indústria de transformação  Déficit recorde de US$ 50,6 bi em 2012 na balança industrial  Exportações: Minério de ferro, soja, café, petróleo, equipamentos de transporte, peças automotivas e automóveis, máquinas  Importações: Equipamentos e bens de consumo de alto e médio valor agregado  Alta demanda por serviços tecnológicos de alto valor agregado Fonte: IEDI 2012 © SENAI-DN Página 3
  4. 4. Investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento [% PIB, 2011] Parcela de Investimento Privado em P&D 71% % do PIB em P&D [2011] Privado Externo Público 43% Fonte: Unesco; Roland Berger Strategy Consultants; Eurostat; OECD 66% 83% 74% 0,00% - 0,25% 0,26% - 0,50% 0,51% - 1,00% 1,01% - 2,00% Acima de 2,01% © SENAI-DN Página 4
  5. 5. Manufatura Avançada na Agenda Mundial Estados Unidos Alemanha China Japão © SENAI-DN Página 6
  6. 6. Manufatura Avançada © SENAI-DN Página 7
  7. 7. Manufatura Avançada © SENAI-DN Página 8
  8. 8. O que fazer para melhorar a competitividade da indústria? Mobilização Empresarial pela Inovação – MEI  Melhorar a infraestrutura  Disseminar a cultura de propriedade intelectual  Enfatizar a formação de recursos humanos qualificados  Aprimorar o marco legal de apoio à inovação  Internacionalização das empresas brasileiras e de P&D no exterior  Articulação entre a política de inovação e a política de comércio exterior  Inovação e P&D para PMEs  Apoiar projetos estruturantes e P&D em grande escala  Programas setoriais de inovação  Projetos de P&D pré-competitivos © SENAI-DN Página 9
  9. 9. Capilaridade de Atendimento do SENAI no País Números de Capacidade de Atendimento  Maior rede privada de educação profissional e serviços tecnológicos  Atuação em 28 setores industriais  Mais de 810 unidades operacionais  Previsão para implementação de cerca de 4.000.000 de matrículas em 2014  Execução de aprox. 55% do programa PRONATEC © SENAI-DN Página 10
  10. 10. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 11
  11. 11. Estratégias do SENAI Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira Educação Profissional e Tecnológica Ampliação da Infraestrutura Educacional e Duplicação da Quantidade de Vagas Pesquisa Aplicada e Inovação Programa SENAI Serviços Técnicos e Tecnológicos de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira Criação da Rede de Institutos SENAI de Inovação (ISIs) Expansão de uma Rede de Serviços com a Criação dos Institutos SENAI de Tecnologia (ISTs) © SENAI-DN Página 12
  12. 12. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 13
  13. 13. Institutos SENAI de Tecnologia – ISTs  Estrutura física e corpo técnico orientados à prestação de serviços de tecnologia – Metrologia (ensaios, testes, calibrações, processos) – Pesquisa, desenvolvimento e otimização de produtos e processos – Serviços técnicos especializados (ex. Prototipagem) – Consultoria em temas de tecnologia e inovação  Especialização em setores industriais relevantes  Localização em regiões de alta densidade industrial  Escopo de atuação regional  Atuação nacional através do trabalho em rede © SENAI-DN Página 14
  14. 14. Localização e Temática dos Institutos SENAI de Tecnologia RN: Petróleo e Gás PB: Têxtil e Confecções PB: Couro e Calçado PB: Automação Industrial PE: Metalmecânica PE: Meio Ambiente BA: Construção Civil BA: Quím., Petroq. e Refino BA: Eletroeletrônica MG: Alimentos e Bebidas MG: Automotivo MG: Metalmecânica MG: Química MG: Meio Ambiente ES: Metalmecânica 3 1 2 1 2 RJ: Ambiental RJ: Alimentos e Bebidas RJ: Solda RJ: Automação e Sistemas RJ: Design e Mídias DN: CETIQT – Têxtil e Vestuário CE: Eletrometalmecânica CE: Energias Renováveis 3 6 1 5 SP: Têxtil e Vestuário SP: Construção Civil SP: Couro e Calçado SP: Alimentos e Bebidas SP: Energia SP: Metalmecânica SP: Meio Ambiente SP: Eletrônica DF: Construção Civil GO: Automação TOTAL 59 GO: Química Ambiental GO: Alimentos e Bebidas MT: Alimentos e Bebidas AC: Madeira e Mobiliário MA: Construção Civil 1 MS: Alimentos e Bebidas PR: Químico e Petroquímico PR: Tecnologia da Informação LEGENDA: Em Planejamento Em Implantação Já Inaugurado SC: Logística SC: Alimentos e Bebidas SC: Materiais SC: Automação e TIC SC: Ambiental SC: Eletroeletrônica SC: Têxtil, Vestuário e Design PR: Madeira e Mobiliário PR: Papel e Celulose PR: Construção Civil PR: Metalmecânica PR: Alimentos e Bebidas 1 RS: Madeira e Mobiliário RS: Couro e Meio Ambiente RS: Mecatrônica RS: Alimentos e Bebidas RS: Petróleo, Gás e Energia RS: Calçado e Logística 1 7 3 7 6 8 1 © SENAI-DN Página 15
  15. 15. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 16
  16. 16. Institutos SENAI de Inovação – ISIs  Estrutura física e corpo técnico orientados a serviços profissionais de P&D&I – Pesquisa aplicada e projetos de inovação tecnológica – Suporte laboratorial para desenvolvimento de protótipos e plantas-piloto – Serviços tecnológicos de alta complexidade e alto valor agregado – Transferência de tecnologia  Especialização em áreas de conhecimentos transversais  Ambientes abertos de suporte à inovação tecnológica com foco na etapa pré-competitiva  Escopo de atuação nacional © SENAI-DN Página 17
  17. 17. Localização e Temática dos Institutos SENAI de Inovação Construtivas RN: Energias Renováveis PE: Tecnologia da Informação e Comunicação BA: Conf. e União de Materiais BA: Automação da Produção BA: Logística MG: Engenharia de Superfícies MG: Metalurgia e Ligas Especiais MG: Processamento Mineral MG: Energia elétrica de alta potência PA: Tecnologias Minerais CE: Tecnologias 1 1 1 RJ: Sistemas Virtuais de Produção RJ: Química Aplicada RJ: Biosintética 3 4 4 3 SP: Micro-manufatura e Nano-metrologia SP: Engenharia de Cerâmicas SP: Biotecnologia SP: Defesa 1 1 MS: Biomassa PR: Eletroquímica SC: Laser SC: Sistemas Embarcados SC: Sistemas de Manufatura RS: Engenharia de Polímeros AM: Microeletrônica TOTAL 26 LEGENDA: Em Planejamento Em Implantação Já Inaugurado RS: Soluções Integradas em Metalmecânica 3 1 2 1 © SENAI-DN Página 18
  18. 18. Principais Modelos de Financiamento dos Institutos SENAI de Inovação  Capital Privado – Indústria, Empresas – Capital Empreendedor/Risco – Isenção Fiscal (Marco Legal de Inovação)  Editais Privados – Edital SENAI SESI de Inovação  Receita de PI (longo prazo) – Royalties de licenças de patentes – Equity share  Linhas/Editais Públicos – FINEP – BNDES – MCTI – MDIC  Qualificação à Programas – EMBRAPII – SIBRATEC – ANP © SENAI-DN Página 19
  19. 19. Modelo de Financiamento de Projetos de Inovação Tecnológica Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial – EMBRAPII  Empresa privada implementada sob a forma de uma Organização Social  Concepção via MCTI, CNI, FINEP  Fomentar projetos entre Empresas + ICTs  Foco em inovação tecnológica, etapa pré-competitiva de desenvolvimento  Crédito pré-aprovado para ICTs qualificadas (critérios credenciamento)  Projeto Piloto: SENAI CIMATEC, IPT, INT  Novos ICTs qualificados em Agosto 2014 – Instituto SENAI de Inovação em Eng. de Polímeros – CEEI/UFCG, CNPEM, LAMEF/UFRGS, CERTI, CPqD, POLO/UFSC, Coppe/UFRJ, LACTEC, ITA © SENAI-DN Página 20
  20. 20. Constituição de Parcerias para a Rede de Institutos SENAI de Inovação Indústria Instituto SENAI de Inovação Startups Universidades e ICTs Instituições Internacionais © SENAI-DN Página 21
  21. 21. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 22
  22. 22. Edital SENAI SESI de Inovação Chamada Temática & Contínua Desafios da Indústria & Sociedade ITA PoliDesign Notáveis Submissão de Plano de Negócio Qualificação baseada no Impacto de Inovação (50%) Plataforma web para colaboração & cursos online & mentoria FGV Avaliação Final baseada no Plano de Negócio (50%) © SENAI-DN Página 23
  23. 23. Grand Prix SENAI de Inovação 3 Desafios 6 Equipes 7 Parceiros Industriais 72 Horas 8 Organizações de Suporte 289 Ideias © SENAI-DN Página 24
  24. 24. Laboratórios Abertos do SENAI FASE I - Treinamento FASE II - Prototipagem FASE III - Telefone Vermelho © SENAI-DN Página 25
  25. 25. Tópicos de Apresentação 1 Introdução e Motivação 2 Estratégias do Programa SENAI de Apoio à Competitividade Industrial Brasileira 3 Institutos SENAI de Tecnologia 4 Institutos SENAI de Inovação 5 Ações Estruturantes do SENAI para Fomento e Suporte à Inovação 6 SENAI CIMATEC: Programa de Empreendedorismo Tecnológico © SENAI-DN Página 26
  26. 26. PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO TECNOLÓGICO SENAI BAHIA ONDE IDEIAS VIRAM BONS NEGÓCIOS.
  27. 27. SENAI CIMATEC 35.000 m2 de área construída
  28. 28. Inauguração do CIMATEC 2002 Mestrado e Doutorado 2004 2011 Programa de Empreendedorismo CIMATEC 2007 2008 2012 2013 2016 Faculdade CIMATEC 2 EMBRAPII ISIs + HPC + BIR 100a dissertação/ tese apresentada CIMATEC 3 & 4 Aceleradora selecionada pelo Start-up Brasil 5 & 6 Linha do Tempo
  29. 29. EMPREENDE SENAI BAHIA
  30. 30. INCUBAÇÃO INFRAESTRUTURA RECURSOS TECNOLÓGICOS SERVIÇOS DE SUPORTE INFRA ACESSO ÀS FERRAMENTAS DO SENAI APOIO ESTRUTURADO PRÉ-INCUBAÇÃO :DESENHO E VALIDAÇÃO DO MODELO DE NEGÓCIO INCUBAÇÃO: DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO
  31. 31. ACELERAÇÃO ACELERA CIMATEC: PRIMEIRA ACELERADORA BAIANA QUALIFICADA PELO PROGRAMA STARTUP BRASIL/ MCTI DO MODELO DE NEGÓCIO AO PRODUTO NO MERCADO INTERNACIONAL
  32. 32. Acelera Cimatec PRINCIPAIS PARCEIROS
  33. 33. Temas Prioritários INTERNET DAS COISAS EQUIPAMENTOS PARA CADEIA DE PETRÓLEO/ GÁS E ENERGIA ROBÓTICA E AUTOMAÇÃO IMPRESSÃO 3D TELECOM SUPER COMPUTAÇÃO Acelera Cimatec ESCOPO TECNOLÓGICO: MICROELETRÔNICA, SIST. EMBARCADOS E SOFTWARE
  34. 34. Obrigado! Flavio Marinho flavio.marinho@fieb.org.br (55 71) 3462-9523 /empreendedorismo.senai

×