Medicina nuclear em oncologia

1.935 visualizações

Publicada em

LION - Terapia nutrológica no câncer

Publicada em: Saúde e medicina

Medicina nuclear em oncologia

  1. 1. Medicina Nuclear em Oncologia Dra. Kássia Héllen Medicina Nuclear CDT-Diagnótico por Imagem
  2. 2. O que é Medicina Nuclear • É uma especialidade médica. • Permite observar o estado fisiológico dos tecidos de forma não invasiva, através da marcação de moléculas com isótopos radioativos. • Distribuição para órgãos ou tipos celulares específicos. • Não há risco de reações alérgicas. • Vias de administração: - IV - Oral - Inalatório - subcutâneo
  3. 3. Radiofármaco • Radionuclídeo: 99m Tc • Radioquímico: MIBI Radiofármaco
  4. 4. Tipos • Cintilografia óssea • Cintilografia de tireóide • PCI com Iodo-131 • Cintilografia com Gálio-67 • Linfocintilografia – Pesquisa de linfondo Sentinela • Linfocintilografia - membros inferiores • Cintilografia Mamária – Marcação de Nódulos • Cintilografia com Metaiodobenzilguanidina (MIBG) • Octreoscan • Cintilografia miocárdica • Cintilografia de fígado e vias biliares • Cintilografia das Paratireóides • Cintilografia Renal dinâmica e estática • Cintilografia Pulmonar • Pesquisa de Aspiração Pulmonar • Esvaziamento gástrico • Pesquisa de Refluxo Gastroesofágico • Dacriocintilografia • Estudo das glândulas Salivares • Pesquisa de H. Pylori • Cistocintilografia direta e indireta • Cisternocintilografia • Cintilografia Cerebral • Viabilidade Miocárdica com Tálio • Ventriculografia • PET/CT
  5. 5. Gâma – Câmara
  6. 6. Cintilografia Óssea Tumores Ósseos Primário - Osteossarcoma - Condrossarcoma - Sarcoma de Ewing - Mieloma Múltiplo Tumores Ósseos Secundários - Ca de Mama - Ca de Próstata - Ca de Pulmão - Ca de Colo de Útero (*TO)
  7. 7. Tumores secundários • Mama • S: 60% a 100% • E: 80% a 100% • Via de invasão: linfática e hematogênica - Pcte com dor óssea - Estádio III e IV - HPP de outros Ca - Acompanhamento de pctes com gânglios
  8. 8. Tumores secundários • Prostáta - Alta S - Gleason Score > 7 - Valores de PSA> 20ng/ml
  9. 9. Tumores Secundários • Carcinoma Pulmonar - Meta óssea é tardia - PET/CT
  10. 10. Tumores secundários
  11. 11. Tumores Malignos • Osteossarcoma • Osteocondroma
  12. 12. Tumores Malignos
  13. 13. Tumores Malignos • Mieloma Múltiplo - 1 Tu + F - S lesões líticas
  14. 14. Tumores Benignos • Osteoblastoma • Osteoma • Osteoma osteóide • Encondroma • Condroblastoma • Osteocondroma • Cisto ósseo • Tumor de céls gigantes • Hemangioma • Displasia fibrosa
  15. 15. Tumores Benignos
  16. 16. Nódulos tireoideano Nódulo frio Nódulo Morno Nódulo quente
  17. 17. Tumores de tireóide bem diferenciado • Tumores Papilíferos e Folicular • S: 45% a 80% e • E: 96% a 100% • Estadiamento • Planejamento da terapia • Controle da doença : Tg
  18. 18. PET/CT com 18 FDG • PCI - • TG +
  19. 19. Cintilografia com Gálio-67 • Linfomas • PET/CT
  20. 20. PET/CT com 18 FDG • 18 F- fluorodeoglicose • Análogo da glicose
  21. 21. Cintilografia com MIBG- I123 • Análogo da noradrenalina - Feocromocitoma - Neuroblastoma - Paraganglioma
  22. 22. Octreoscan- 111In • Análogo da somatostatina - Receptores sstr-2 e sstr-5 - Tu neuroendoc/gastropancreát. - Tu neuroectodermicos - Ca medular de tireóide 10 20 30 40
  23. 23. Estudos intra-operatórios
  24. 24. Linfonodo Sentinela • LN Sentinela • LS após quimioterapia • Ca mama multicêntrico/multifocal • Cirurgia axilar prévia • NS e Carcinoma Ductal in Situ • Ca mama em homens • Gestantes.
  25. 25. Linfonodo Sentinela
  26. 26. Ventriculografia radioisotópica • efeitos das s afetam primeiro a função diastólica • Seguimento de pctes com drogas cardiotóxicas: - Doxirribucina > 550 mg/m2- : 30% dos pctes - Herceptin • FEVE >15%  suspensão da QT.
  27. 27. Terapia paliativa da dor óssea • Tipos: o Terapia analgésica (WHO): • Drogas antiinflamatórias não hormonais (Ibuprofeno e Naproxeno). • Opióides (Codeína ou Hidrocodeína). • Opióides mais potentes (Morfina, Hidromorfona ou Fentanil). o Radioterapia. o Terapia hormonal e quimioterapia. o Intervenção cirúrgica. o Bifosfonatos. o Terapia Radionuclídica
  28. 28. Terapia paliativa da dor óssea • Ca de mama e próstata. • 60 a 80% do pacientes se beneficiam do tratamento • Excluir dor por compressão nervosa, invasão de partes moles, fratura patológica. • Duração do efeito analgésico de 2-6 meses. • Toxicidade
  29. 29. Cintilografia Cerebral com Tl-201 x PET/18FDG • Gliomas e outros tumores primários de alto grau; • Diagnóstico diferencial: o lesões não acessíveis à biopsia o dirigir a biópsia estereotáxica • Diagnóstico diferencial entre recidiva e radionecrose; • Diagnóstico diferencial de linfoma primário e toxoplamose cerebral.
  30. 30. Pré - Operatório Cintilografia de Perfusão Miocádica
  31. 31. Referencias Bibliográficas • Edward B. Silberstein et al. The SNM Practice Guideline for Therapy of Thyroid Disease with 131I. Journal of Nuclear Medicine, July 11, 2012. • Hironaka, Fausto Haruki et al. Medicina Nuclear Princípios e Aplicações. Atheneu, v.1, 2012. • Mettler Jr, Fred A. and Guiberteu, Milton J. Essencials of Nuclear Medicien Imagine. Elsevier, 6 ed. 2012. • http://www. auntminnie.com/nuclearmedicine
  32. 32. “Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias enquanto aguardam a grande felicidade.” Pearl S Buck

×