Gêneros literários

0 visualizações

Publicada em

Aula ministrada no Colégio Batista - Varginha, para o primeiro ano do Ensino Médio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Classificação de cores: primária, secundária, terciária

    Classificação biológica: reino, filo, classe, gênero, ordem, família, espécie

    Tribos urbanas
  • A maioria dos conceitos de gênero está relacionado a alguma coisa de classificação

    Gêneros literários: classificação das obras literárias
  • Nesse livro, é imaginada uma república ideal e são descritos os elementos que, fazendo parte dela, iriam mantê-la rente à justiça e ao equilíbrio. Entre os vários assuntos de interesse para a formação dessa sociedade imaginada, o filósofo grego, sob influência dos discursos de seu mestre, Sócrates, discorre, no terceiro livro da República, sobre a literatura, tendo em mente descobrir se o texto literário traria benefícios para a cidade ideal
  • Gênero dramático: não uma voz que conta a história. As personagens sozinhas atuam e falam

    Gênero lírico:

    Gênero épico:
  • A separação entre poesia e música começou no século XV, depois da invenção da imprensa, quando a cultura letrada passou a ter mais destaque e importância social do que a cultura oral
  • Há a presença de uma voz poética que reflete sobre sua existência. Observe que os versos são todos centrados nos sentimentos, nas dúvidas e nas angústias do eu poético.

    Não tem por objetivo representar o mundo exterior, mas sim criar e repreentar o caráter introspectivo do eu. Nesse sentido, há predominância de marcadores linguísticos (pronomes e verbos em primeira pessoa) que acentuam essa nuance, além do uso de palavras / expressões polissêmicas empregadas no sentido conotativo, como pode ser observado
  • Atmosfera maravilhosa, protagonizada por deuses e heróis que lutam pelos interesses de suas ações.

    Proposição: apresenta-se o tema que será narrado
    Invocação: ´há apelo às divindades mitológicas ou o pedido de inspiração para que o poeta consiga narrar a epopeia
    Dedicatória: agradecimento e uma dedicatória destinados normalmente aos mecenas patrocinadores
    Narração: narração das façanhas dos heróis
    Epílogo: desfecho da história
  • As histórias, em vez de serem contadas por um narrador, é motrada no palco por meio de atores que encenam o papel das personagens
  • As histórias, em vez de serem contadas por um narrador, é motrada no palco por meio de atores que encenam o papel das personagens
  • Gêneros literários

    1. 1. GÊNEROS LITERÁRIOS Flávio Maia
    2. 2. COMUNICADO O MUNDO IMAGINÁRIO PRESSUPÕE CERTA ATITUDE EM FACE DESSE MUNDO OU, CONTRARIAMENTE , A ATITUDE EXPRIME-SE EM CERTA MANEIRA DE COMUNICAR. NOS GÊNEROS MANIFESTAM-SE, SEM DÚVIDA, TIPOS DIVERSOS DE IMAGINAÇÃO E DE ATITUDES EM FACE DO MUNDO” Anatol Rosenfeld
    3. 3.  Fazemos diversas classificações do mundo que nos rodeia.  Exemplos
    4. 4. Definição de Gênero gê·ne·ro (latim genus, -eris) substantivo masculino 1. Agrupamento de seres ou objectos que têm entre si características comuns. 2. [Biologia] Grupo, inferior à família, que inclui espécies que entre si têm certas analogias. 3. Classe, modelo. 4. Juízo ou critério pessoal para escolha de algo. = GOSTO, PREFERÊNCIA 5. Feitio, modo, maneira. 6. Modo característico de exprimir ou de fazer algo. = ESTILO 7. Qualidade. 8. Força. 9. Calibre. 10. [Gramática] Propriedade de algumas classes de palavras, .notadamente substantivos e .adjetivos, que apresentam contrastes de masculino, feminino e por vezes neutro, que po dem corresponder a distinções baseadas nas diferenças de sexo. 11. Conjunto de propriedades atribuídas social e culturalmente em relação ao sexo dos indi víduos. 12. Cada um dos produtos ou artigos de um conjunto de víveres ou provisões. (Mais usado no plural.) 13. Cada um dos artigos de um conjunto de mercadorias ou de fazenda. (Mais usado no plural.)
    5. 5. Gêneros Literários – definição clássica  Divisão das obras literárias em gênero vem da época da Grécia antiga  Platão no livro República  Três gêneros:  Gênero lírico;  Gênero épico;  Gênero dramático
    6. 6. Gêneros literárias – definição clássica  Gênero dramático  Inteiramente imitação  Gênero lírico  Um simples relato do poeta  Gênero épico  Une o dramático com o lírico
    7. 7. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero Lírico  Origem: vem da palavra Lira  Vem de uma época onde a poesia era para ser recitada acompanhada de um instrumento  Temática recorrente: caráter subjetivo e intimista
    8. 8. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero Lírico Motivo Cecília Meireles Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta. Irmão das coisas fugidias, não sinto gozo nem tormento. Atravesso noites e dias no vento. Se desmorono ou se edifico, se permaneço ou me desfaço, — não sei, não sei. Não sei se fico ou passo. Sei que canto. E a canção é tudo. Tem sangue eterno a asa ritmada. E um dia sei que estarei mudo: — mais nada.
    9. 9. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero Lírico  O texto lírico é a expressão de um eu (de uma subjetividade), sem que tenha como principal preocupação relatar ações e histórias. Ao contrário, interessa a esse tipo de texto a projeção de um mundo interior.
    10. 10. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero Lírico Soneto de Fidelidade Vinicius de Moraes De tudo ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento E assim, quando mais tarde me procure Quem sabe a morte, angústia de quem vive Quem sabe a solidão, fim de quem ama Eu possa me dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama Mas que seja infinito enquanto dure.
    11. 11. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero épico  Poemas narrativos de grande extensão que se caracterizam por apresentar um caráter heroico, grandioso.  Tradicionalmente formada por cinco partes  Proposição  Invocação  Dedicatória  Narração  Epílogo
    12. 12. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero épico
    13. 13. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero épico  É mais objetivo que o lírico. Nele, cria-se a impressão que há alguém contando uma história para outra pessoa que estaria ouvindo.
    14. 14. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero dramático  Privilégio da ação em detrimento à narração  Ao retirar a figura do narrador, o texto desenrola-se a partir de diálogos que cumprem uma sequência rigorosa de cenas
    15. 15. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero dramático AZEVEDO - Uma caricatura, naturalmente... Não há arte em nosso ALFREDO - A arte existe, Sr. Azevedo, o que não existe é o amor dela. AZEVEDO - Sim, faltam os artistas. ALFREDO - Faltam os homens que os compreendam; e sobram aqueles que só acreditam e estimam o que vem do estrangeiro. AZEVEDO (com desdém) Já foi a Paris, Sr. Alfredo? ALFREDO - Não, senhor; desejo, e ao mesmo tempo receio ir. AZEVEDO - Por que razão? ALFREDO - Porque tenho medo de, na volta, desprezar o
    16. 16. Gêneros Literários – definição contemporânea – Gênero dramático  O texto dramático coloca em cena uma ação que se desenvolve em determinado espaço, durante uma parcela de tempo. No entanto, diferentemente do épico, faz isso tendo em mente a encenação no palco.

    ×