SlideShare uma empresa Scribd logo
CRISTÃOS ACOLHEDORES
COMUNIDADE BATISTA SHALOM
Lucas 9.10-17 e Marcos 6.31-34
COMPAIXÃO
Acolher
envolve olhar
para os
outros com
compaixão
ABNEGAÇÃO
Acolher significa
abrir mão de
parte do que lhe
é precioso em
favor do outro
Físico e
Espiritual
Acolher
envolve cuidar
das suas
necessidades
mais urgentes
É Nossa Responsabilidade
Acolher
não é só
levar para
a igreja
Pequenos Grupos
Podemos
cuidar melhor
das pessoas
quando nas
células
Total Dependência em Deus
Se
obedecermos
o Senhor
proverá todos
os recursos
Não
Desperdiçar
Deus não
quer
desperdiça
nada

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Campanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalomCampanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalom
Flavio Brim
 
Olhando abaixo da superfície
Olhando abaixo da superfícieOlhando abaixo da superfície
Olhando abaixo da superfície
Ricardo Gondim
 
O problema do Perdão
O problema do PerdãoO problema do Perdão
O problema do Perdão
Ricardo Gondim
 
Como nos tornamos uma igreja de programas
Como nos tornamos uma igreja de programasComo nos tornamos uma igreja de programas
Como nos tornamos uma igreja de programas
Flavio Brim
 
O mito de satanás
O mito de satanásO mito de satanás
O mito de satanás
Joao Franca
 
Curso de teologia econômica 01
Curso de teologia econômica   01Curso de teologia econômica   01
Curso de teologia econômica 01
Joao Franca
 
Slides shalom 2016 06 28
Slides shalom 2016 06 28Slides shalom 2016 06 28
Slides shalom 2016 06 28
Flavio Brim
 
Calendário shalom 2016
Calendário shalom 2016Calendário shalom 2016
Calendário shalom 2016
Flavio Brim
 
Escatologia estudo 12 o juízo final
Escatologia  estudo 12   o juízo finalEscatologia  estudo 12   o juízo final
Escatologia estudo 12 o juízo final
Joao Franca
 
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Ricardo Gondim
 
Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
Ricardo Gondim
 
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortosAula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
bpclaudio11
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
Ricardo Gondim
 
Escatologia estudo 05 a volta de cristo e a tribualção
Escatologia  estudo 05   a volta de cristo e a tribualçãoEscatologia  estudo 05   a volta de cristo e a tribualção
Escatologia estudo 05 a volta de cristo e a tribualção
Joao Franca
 
Estado intermediário
Estado intermediárioEstado intermediário
Estado intermediário
Joao Franca
 
A autosubstituição de Deus
A autosubstituição de DeusA autosubstituição de Deus
A autosubstituição de Deus
Ricardo Gondim
 
Estacatologia estudo 04 a volta de cristo
Estacatologia estudo 04   a volta de cristoEstacatologia estudo 04   a volta de cristo
Estacatologia estudo 04 a volta de cristo
Joao Franca
 
Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
Ricardo Gondim
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
Ricardo Gondim
 
Escatologia correntes escatológicas
Escatologia   correntes escatológicasEscatologia   correntes escatológicas
Escatologia correntes escatológicas
Joao Franca
 

Destaque (20)

Campanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalomCampanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalom
 
Olhando abaixo da superfície
Olhando abaixo da superfícieOlhando abaixo da superfície
Olhando abaixo da superfície
 
O problema do Perdão
O problema do PerdãoO problema do Perdão
O problema do Perdão
 
Como nos tornamos uma igreja de programas
Como nos tornamos uma igreja de programasComo nos tornamos uma igreja de programas
Como nos tornamos uma igreja de programas
 
O mito de satanás
O mito de satanásO mito de satanás
O mito de satanás
 
Curso de teologia econômica 01
Curso de teologia econômica   01Curso de teologia econômica   01
Curso de teologia econômica 01
 
Slides shalom 2016 06 28
Slides shalom 2016 06 28Slides shalom 2016 06 28
Slides shalom 2016 06 28
 
Calendário shalom 2016
Calendário shalom 2016Calendário shalom 2016
Calendário shalom 2016
 
Escatologia estudo 12 o juízo final
Escatologia  estudo 12   o juízo finalEscatologia  estudo 12   o juízo final
Escatologia estudo 12 o juízo final
 
Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)Introdução 2 (profecia e comunhão)
Introdução 2 (profecia e comunhão)
 
Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)Introdução (vocação e ensino)
Introdução (vocação e ensino)
 
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortosAula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
Aula 01 Escatologia o estado intermediário o destino dos mortos
 
O evangelho de Paulo
O evangelho de PauloO evangelho de Paulo
O evangelho de Paulo
 
Escatologia estudo 05 a volta de cristo e a tribualção
Escatologia  estudo 05   a volta de cristo e a tribualçãoEscatologia  estudo 05   a volta de cristo e a tribualção
Escatologia estudo 05 a volta de cristo e a tribualção
 
Estado intermediário
Estado intermediárioEstado intermediário
Estado intermediário
 
A autosubstituição de Deus
A autosubstituição de DeusA autosubstituição de Deus
A autosubstituição de Deus
 
Estacatologia estudo 04 a volta de cristo
Estacatologia estudo 04   a volta de cristoEstacatologia estudo 04   a volta de cristo
Estacatologia estudo 04 a volta de cristo
 
Salvação I
Salvação ISalvação I
Salvação I
 
Ministros e despenseiros
Ministros e despenseirosMinistros e despenseiros
Ministros e despenseiros
 
Escatologia correntes escatológicas
Escatologia   correntes escatológicasEscatologia   correntes escatológicas
Escatologia correntes escatológicas
 

Mais de Flavio Brim

A parábola do semeador - roteiro da célula
A parábola do semeador - roteiro da célulaA parábola do semeador - roteiro da célula
A parábola do semeador - roteiro da célula
Flavio Brim
 
20160821 a parábola do semeador
20160821 a parábola do semeador20160821 a parábola do semeador
20160821 a parábola do semeador
Flavio Brim
 
20160815 uma igrejaacolhedora (2)
20160815 uma igrejaacolhedora (2)20160815 uma igrejaacolhedora (2)
20160815 uma igrejaacolhedora (2)
Flavio Brim
 
20160815 uma igrejaacolhedora
20160815 uma igrejaacolhedora20160815 uma igrejaacolhedora
20160815 uma igrejaacolhedora
Flavio Brim
 
O manual de instrução de deus para o casamento
O manual de instrução de deus para o casamentoO manual de instrução de deus para o casamento
O manual de instrução de deus para o casamento
Flavio Brim
 
Uma igreja acolhedora
Uma igreja acolhedoraUma igreja acolhedora
Uma igreja acolhedora
Flavio Brim
 
Programações
ProgramaçõesProgramações
Programações
Flavio Brim
 
Jornada discipulado shalom
Jornada discipulado shalomJornada discipulado shalom
Jornada discipulado shalom
Flavio Brim
 
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 220160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
Flavio Brim
 
20160710 msg-osamigosqueseimportaram
20160710 msg-osamigosqueseimportaram20160710 msg-osamigosqueseimportaram
20160710 msg-osamigosqueseimportaram
Flavio Brim
 
Uma igreja exemplo
Uma igreja exemploUma igreja exemplo
Uma igreja exemplo
Flavio Brim
 
Caderno 1 VIVER - Lição 5
Caderno 1 VIVER - Lição 5 Caderno 1 VIVER - Lição 5
Caderno 1 VIVER - Lição 5
Flavio Brim
 
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
Flavio Brim
 
Campanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalomCampanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalom
Flavio Brim
 
Roteiro para células 19 à 25 de junho 2016
Roteiro para células   19 à 25 de junho 2016Roteiro para células   19 à 25 de junho 2016
Roteiro para células 19 à 25 de junho 2016
Flavio Brim
 
Características de uma igreja baseada em estruturas e programas
Características de uma igreja baseada em estruturas e programasCaracterísticas de uma igreja baseada em estruturas e programas
Características de uma igreja baseada em estruturas e programas
Flavio Brim
 
Princípios da igreja em células - A
Princípios da igreja em células - APrincípios da igreja em células - A
Princípios da igreja em células - A
Flavio Brim
 
Jornada do discipulado 20160604 10 20
Jornada do discipulado   20160604 10 20Jornada do discipulado   20160604 10 20
Jornada do discipulado 20160604 10 20
Flavio Brim
 
Dando uma espiada no futuro
Dando uma espiada no futuroDando uma espiada no futuro
Dando uma espiada no futuro
Flavio Brim
 
Onde estamos e para onde estamos indo
Onde estamos e para onde estamos indoOnde estamos e para onde estamos indo
Onde estamos e para onde estamos indo
Flavio Brim
 

Mais de Flavio Brim (20)

A parábola do semeador - roteiro da célula
A parábola do semeador - roteiro da célulaA parábola do semeador - roteiro da célula
A parábola do semeador - roteiro da célula
 
20160821 a parábola do semeador
20160821 a parábola do semeador20160821 a parábola do semeador
20160821 a parábola do semeador
 
20160815 uma igrejaacolhedora (2)
20160815 uma igrejaacolhedora (2)20160815 uma igrejaacolhedora (2)
20160815 uma igrejaacolhedora (2)
 
20160815 uma igrejaacolhedora
20160815 uma igrejaacolhedora20160815 uma igrejaacolhedora
20160815 uma igrejaacolhedora
 
O manual de instrução de deus para o casamento
O manual de instrução de deus para o casamentoO manual de instrução de deus para o casamento
O manual de instrução de deus para o casamento
 
Uma igreja acolhedora
Uma igreja acolhedoraUma igreja acolhedora
Uma igreja acolhedora
 
Programações
ProgramaçõesProgramações
Programações
 
Jornada discipulado shalom
Jornada discipulado shalomJornada discipulado shalom
Jornada discipulado shalom
 
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 220160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
20160710 Roteiro para as células - Os amigos que se importaram 2
 
20160710 msg-osamigosqueseimportaram
20160710 msg-osamigosqueseimportaram20160710 msg-osamigosqueseimportaram
20160710 msg-osamigosqueseimportaram
 
Uma igreja exemplo
Uma igreja exemploUma igreja exemplo
Uma igreja exemplo
 
Caderno 1 VIVER - Lição 5
Caderno 1 VIVER - Lição 5 Caderno 1 VIVER - Lição 5
Caderno 1 VIVER - Lição 5
 
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
7 dias de oração pela salvação de 5 amigos
 
Campanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalomCampanha de evangelismo da shalom
Campanha de evangelismo da shalom
 
Roteiro para células 19 à 25 de junho 2016
Roteiro para células   19 à 25 de junho 2016Roteiro para células   19 à 25 de junho 2016
Roteiro para células 19 à 25 de junho 2016
 
Características de uma igreja baseada em estruturas e programas
Características de uma igreja baseada em estruturas e programasCaracterísticas de uma igreja baseada em estruturas e programas
Características de uma igreja baseada em estruturas e programas
 
Princípios da igreja em células - A
Princípios da igreja em células - APrincípios da igreja em células - A
Princípios da igreja em células - A
 
Jornada do discipulado 20160604 10 20
Jornada do discipulado   20160604 10 20Jornada do discipulado   20160604 10 20
Jornada do discipulado 20160604 10 20
 
Dando uma espiada no futuro
Dando uma espiada no futuroDando uma espiada no futuro
Dando uma espiada no futuro
 
Onde estamos e para onde estamos indo
Onde estamos e para onde estamos indoOnde estamos e para onde estamos indo
Onde estamos e para onde estamos indo
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 

Cristãos acolhedores