Seminaria de pisicologia ( metodo mae canguru)

1.884 visualizações

Publicada em

mãe ganguru

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.884
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
96
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminaria de pisicologia ( metodo mae canguru)

  1. 1. HUMANIZAÇÃO AO ATENDIMENTO NEONATAL E O MÉTODO MÃE CANGURU Grupo: Flávio Delgado Orientadora: Prof°.Ana Tereza BELÉM-PA 2010
  2. 2. • É um tipo de humanização e assistência neonatal que implica no contato precoce pele a pele entre mãe e o bebê prematuro, pelo tempo que quiserem. Saibam que não só a mamãe participa; o papai também pode participar. Esse tipo de humanização oferece ao bebê uma vivência da passagem da vida uterina para a extra-uterina, aumentando muito o vínculo entre pais e bebê.
  3. 3.  Humanização uma busca incessante do conforto físico, psíquico e espiritual do paciente, família e equipe. Elucidando assim a importância da mesma durante o período da internação.
  4. 4.  A assistência neonatal vem sofrendo transformações significativas. No final do século XIX, ocorreram mudanças importantes na assistência de saúde ao recém-nascido prematuro possibilitaram sua maior sobrevida.
  5. 5.  O que é?  Como posicionar o RN?  Quais os cuidados?  Qual a população a ser atendida?
  6. 6.  A sua criação, em Bogotá, na Colômbia 1979;  Surgiu da busca de uma solução imediata para a superlotação das unidades neonatais nas quais muitas vezes se encontravam dois ou mais recém-nascidos em uma mesma incubadora. (Charpak, 1999).
  7. 7.  O método consistia em colocar o bebê entre os seios maternos, em contato pele a pele,na posição supina (postura preventiva para refluxo gastroesofágico e aspiração pulmonar);  Desta forma, mantendo-se aquecidos com o calor do corpo de sua mãe, os bebês poderiam sair mais cedo da incubadora e, consequentemente, ir mais cedo para casa, minimizando um grave problema da época que era a superlotação e infecção.
  8. 8.  Questões como os cuidados técnicos com o bebê :  Manuseio;  Atenção às necessidades individuais;  Cuidados com luz, som, dor;  O acolhimento à família;  A promoção do vínculo mãe/bebê e do aleitamento materno;  Acompanhamento ambulatorial após a alta.
  9. 9.  Dividida em três etapas: 1ª) Orientar mãe e família; 2ª) RN estabilizado e com acompanhamento continuo da mãe; 3ª) Ambulatório de acompanhamento;
  10. 10.  Os pais devem ter livre o acesso à UTI Neo e serem possibilitados a manter o contato físico com o seu bebê, isto é, serem estimulados pela equipe hospitalar a tocarem seu bebê que está dentro da incubadora.
  11. 11.  Se o bebê estiver em condições clínicas estáveis, principalmente em relação à respiração, os pais poderão fazer a posição Canguru, onde o bebê fica apenas de fralda “amarrado” no peito nu do papai ou da mamãe. A equipe do hospital e em conjunto com a opinião dos pais irão decidir quanto tempo será feita essa posição dentro da UTI Neo.
  12. 12.  Quando o bebê está bem estável, pode ir para o Alojamento Conjunto para que mãe e bebê permaneçam 24 horas na posição Canguru. O Alojamento Conjunto é o quarto em que mãe e bebê permanecem juntos. O bebê não fica no berçário e é a mamãe quem fará os cuidados com o bebê, com supervisão da equipe hospitalar.
  13. 13.  Na posição Canguru, o bebê tem menos refluxo e as vias aéreas são mantidas livres, o que evita o sufocamento da criança e há diminuição do risco de apnéia (parada da respiração durante o sono).  O contato com o corpo da mãe promove a manutenção dos níveis adequados de temperatura corpórea do bebê. O desenvolvimento neurológico da criança é melhor, ainda mais pelo fortalecimento dos laços afetivos entre mãe e bebê.
  14. 14.  Como atuante na equipe multiprofissional, o fisioterapeuta dentro da UTI neonatal também seu lugar no projeto mãe canguru tanto profilático como terapêutico.
  15. 15.  O fisioterapeuta utiliza técnicas que podem auxiliar na remoção da secreção pulmonar, além de gerenciar a ventilação mecânica do RN quando o mesmo utiliza.
  16. 16.  O fisioterapeuta ajuda a família nas orientações dos cuidados necessários ao recém-nascido diminuindo assim as reinternações hospitalares. Logo após a alta da UTI neonatal o recém-nascido deverá ser acompanhado por um fisioterapeuta para que seja avaliado o seu desenvolvimento neuro-motor, ou seja, o sentar, engatinhar, andar e entre outras funções.
  17. 17.  É possível compreender com esta estudo, procurou-se despertar nos profissionais a necessidade de espaços dialógicos para que a equipe neonatal possa continuar refletindo sobre a assistência prestada para possibilitar uma nova realidade com um cuidado mais integral, seguro, individualizado, sensível ao recém-nascido prematuro e sua família.
  18. 18. http://www.youtube.com/watch?v=w9HTdM4UmII

×