SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
Canais Unitários
Dores Periféricas
Profª Flavia Macedo Parente
flavia@acupunturaenergetica.com.br
www.acupunturaenergetica.com.br
Canais Unitários
6 canais Yang e 6 canais Yin
União do Alto com Baixo
B Tai Yang ID
VB Shao Yang TA
E Yang Ming IG
BP Tai Yin P
F Jue Yin CS
R Shao Yin C
Circulação de Energia
 Fluxo bidirecional nos Canais Unitários;
 A associação dos Canais do Alto com os
Canais do Baixo se faz por Meridianos
Secundários;
 Associação Yang – na face
 Associação Yin – na região toraco-
abdominal
Fisiopatologia
 Estagnação ou bloqueio de Qi causará
excesso de Qi anterior e vazio de Qi a
montante do bloqueio; - algias periféricas
ou viscerais
 Trajeto do Canal com bloqueio – dolorosos
à palpação;
 Manifestações clínicas de Plenitude em
uma extremidade e vazio em outra;
Relação Qi e Xue
 Tai Yang- mais Xue que Qi;
 Shao Yang – mais Qi que Xue;
 Yang Ming – Qi = Xue;
 Tai Yin – mais Qi que Xue;
 Jue Yin – mais Xue que Qi;
 Shao Yin – mais Qi que Xue.
 Na predominância de Xue – sangria;
 Na predominância de Qi - acupuntura
Tratamento ao “Oposto”
 Nei Ching
 “Se a afecção estiver no Alto – tratar o
Baixo;
 Se a afecção estiver no Yang, tratar o Yin;
 Se a afecção estiver no Yin, tratar o Yang;
 Se a afecção estiver no lado direito, tratar o
esquerdo;
 Se a afecção estiver no lado esquerdo,
tratar o direito”
Pontos Wu Shu antigos
 Ting (poço): doenças congestivas, angústia, depressão
nervosa, opressão torácica ou subtorácica
 Iong (córrego) - acelerador: doenças de calor, febres e
inflamações
 Iu (riacho) – embarque da energia perversa: doenças
com peso, varizes, problemas genitais, artralgias e dores
 King (desembarque): doenças com frio e calor, calafrios
e febre, tosse, dispnéia
 Ho (encontro) – transição para o interior: doenças com
transbordamento energético, perda de líquidos, suor,
diarréia, hiperidrose
Iong e Iu
 “Faxina no meridiano”
 Um varre (Iong - deslizar e acelerar)
 O outro transporta (Iu – serve de barco para carregar
os Xie)
Pontos Iong e Iu dos canais
relacionados
Canais Superior Inferior
Tai Yang ID2 – ID3 B66 – B65
Shao Yang TA2 – TA3 VB43 – VB41
Yang Ming IG2 – IG3 E44 – E43
Tai Yin P10 – P9 BP2- BP3
Jue Yin CS8 – CS7 F2 – F3
Shao Yin C8 – C7 R2 – R3
Tratamento
 Primeiro:
 atuar sobre o meridiano com Deficiência de Qi
contralateral
 Pontos IONG e IU para “succionar” a Energia
bloqueada”
 Segundo:
 Atuar sobre o outro meridiano constituinte do
Canal Unitário, em geral com Excesso de Qi
contralateral
 Pontos IONG e IU para “empurrar” a Energia
bloqueada
Tratamento
 Terceiro:
 Tonificar contralateralmente o ponto correspondente ao
local de máxima dor
 Quarto:
 Dispersar o ponto de máxima dor
 Quinto:
 Estimulação do Iong Iu do MP do lado afetado mais a
sedação do ponto de máxima dor.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Canais tendineo musculares
Canais tendineo muscularesCanais tendineo musculares
Canais tendineo musculares
renatanribas
 

Mais procurados (20)

Apresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvoApresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvo
 
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinariosVasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
 
8 critérios
8 critérios8 critérios
8 critérios
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Pontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moPontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu mo
 
Canais tendineo musculares
Canais tendineo muscularesCanais tendineo musculares
Canais tendineo musculares
 
Mtm
MtmMtm
Mtm
 
Zang fu
Zang fuZang fu
Zang fu
 
Técnicas em MTC
Técnicas em MTCTécnicas em MTC
Técnicas em MTC
 
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinariosVasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
 
Os 6 Estágios na Medicina Tradicional Chinesa
Os 6 Estágios na Medicina Tradicional Chinesa Os 6 Estágios na Medicina Tradicional Chinesa
Os 6 Estágios na Medicina Tradicional Chinesa
 
Diagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTCDiagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTC
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTCConceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
 
Meridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesMeridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos Musculares
 
Diagnóstico com Acupuntura chinesa
Diagnóstico com Acupuntura chinesaDiagnóstico com Acupuntura chinesa
Diagnóstico com Acupuntura chinesa
 
Vaso governador
Vaso governadorVaso governador
Vaso governador
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Acupuntura + fitoterapia(1)
Acupuntura + fitoterapia(1)Acupuntura + fitoterapia(1)
Acupuntura + fitoterapia(1)
 
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a BiomedicinaMedicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
Medicina Tradicional Chinesa e a Biomedicina
 

Mais de Flavia Parente (6)

Ação energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaAção energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupuntura
 
Substâncias fundamentais alunos
Substâncias fundamentais alunosSubstâncias fundamentais alunos
Substâncias fundamentais alunos
 
Doenças neurológicas
Doenças neurológicasDoenças neurológicas
Doenças neurológicas
 
Interrogatório
InterrogatórioInterrogatório
Interrogatório
 
Acupuntura na Ginecologia e obstetrícia
Acupuntura na Ginecologia e obstetríciaAcupuntura na Ginecologia e obstetrícia
Acupuntura na Ginecologia e obstetrícia
 
Endometriose e adenomiose na Acupuntura Energética - Congresso Nacional 2014
Endometriose e adenomiose na Acupuntura Energética - Congresso Nacional 2014Endometriose e adenomiose na Acupuntura Energética - Congresso Nacional 2014
Endometriose e adenomiose na Acupuntura Energética - Congresso Nacional 2014
 

Último

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
HELLEN CRISTINA
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
paulo222341
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (7)

Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 

Canais unitários

  • 1. Canais Unitários Dores Periféricas Profª Flavia Macedo Parente flavia@acupunturaenergetica.com.br www.acupunturaenergetica.com.br
  • 2. Canais Unitários 6 canais Yang e 6 canais Yin União do Alto com Baixo B Tai Yang ID VB Shao Yang TA E Yang Ming IG BP Tai Yin P F Jue Yin CS R Shao Yin C
  • 3. Circulação de Energia  Fluxo bidirecional nos Canais Unitários;  A associação dos Canais do Alto com os Canais do Baixo se faz por Meridianos Secundários;  Associação Yang – na face  Associação Yin – na região toraco- abdominal
  • 4. Fisiopatologia  Estagnação ou bloqueio de Qi causará excesso de Qi anterior e vazio de Qi a montante do bloqueio; - algias periféricas ou viscerais  Trajeto do Canal com bloqueio – dolorosos à palpação;  Manifestações clínicas de Plenitude em uma extremidade e vazio em outra;
  • 5. Relação Qi e Xue  Tai Yang- mais Xue que Qi;  Shao Yang – mais Qi que Xue;  Yang Ming – Qi = Xue;  Tai Yin – mais Qi que Xue;  Jue Yin – mais Xue que Qi;  Shao Yin – mais Qi que Xue.  Na predominância de Xue – sangria;  Na predominância de Qi - acupuntura
  • 6. Tratamento ao “Oposto”  Nei Ching  “Se a afecção estiver no Alto – tratar o Baixo;  Se a afecção estiver no Yang, tratar o Yin;  Se a afecção estiver no Yin, tratar o Yang;  Se a afecção estiver no lado direito, tratar o esquerdo;  Se a afecção estiver no lado esquerdo, tratar o direito”
  • 7. Pontos Wu Shu antigos  Ting (poço): doenças congestivas, angústia, depressão nervosa, opressão torácica ou subtorácica  Iong (córrego) - acelerador: doenças de calor, febres e inflamações  Iu (riacho) – embarque da energia perversa: doenças com peso, varizes, problemas genitais, artralgias e dores  King (desembarque): doenças com frio e calor, calafrios e febre, tosse, dispnéia  Ho (encontro) – transição para o interior: doenças com transbordamento energético, perda de líquidos, suor, diarréia, hiperidrose
  • 8. Iong e Iu  “Faxina no meridiano”  Um varre (Iong - deslizar e acelerar)  O outro transporta (Iu – serve de barco para carregar os Xie)
  • 9. Pontos Iong e Iu dos canais relacionados Canais Superior Inferior Tai Yang ID2 – ID3 B66 – B65 Shao Yang TA2 – TA3 VB43 – VB41 Yang Ming IG2 – IG3 E44 – E43 Tai Yin P10 – P9 BP2- BP3 Jue Yin CS8 – CS7 F2 – F3 Shao Yin C8 – C7 R2 – R3
  • 10. Tratamento  Primeiro:  atuar sobre o meridiano com Deficiência de Qi contralateral  Pontos IONG e IU para “succionar” a Energia bloqueada”  Segundo:  Atuar sobre o outro meridiano constituinte do Canal Unitário, em geral com Excesso de Qi contralateral  Pontos IONG e IU para “empurrar” a Energia bloqueada
  • 11. Tratamento  Terceiro:  Tonificar contralateralmente o ponto correspondente ao local de máxima dor  Quarto:  Dispersar o ponto de máxima dor  Quinto:  Estimulação do Iong Iu do MP do lado afetado mais a sedação do ponto de máxima dor.