O mundo do pós-Guerra entre Capitalismo e Socialismo Prof. Alan. http://quehistoriaeessa.wordpress.com
<ul><li>Terminada a 2ª Guerra Mundial: </li></ul><ul><ul><li>Disputa entre EUA e URSS por hegemonia </li></ul></ul><ul><ul...
<ul><li>PLANO MARSHALL (EUA) </li></ul><ul><li>Com medo do avanço socialista, na Europa, os EUA lançam o plano Marshall, u...
 
<ul><li>OTAN (EUA) </li></ul><ul><li>Organização militar liderada pelos EUA, formada pelos países alinhados ao bloco capit...
 
<ul><li>Após o fim da Segunda-Guerra, a Europa está enfraquecida. </li></ul><ul><ul><li>Ocorre a formação de movimentos na...
<ul><li>Índia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Mahatma Gandhi e Jawaharlal, pelo Partido de Congresso, lideram um movimento de i...
 
<ul><li>Indonésia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Antes ocupada pela Holanda, após a ocupação japonesa, na guerra, o movimento ...
<ul><li>Guerra do Vietnã: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Pela Conferência de Genebra, o paralelo 17 seria o limite entre Vi...
 
<ul><li>Entre 1957 e 1962, 29 países obtiveram sua independência </li></ul><ul><ul><li>Egito </li></ul></ul><ul><ul><ul><l...
<ul><ul><li>Argélia: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Argelinos eram tratados com grande discriminação pelos colonos fra...
<ul><ul><li>Angola </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lutas contra portugueses: Movimento Popular pela Libertação de Angola (M...
<ul><ul><li>Guiné Bissau </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>1974, Portugal reconhece a República Democrática Anti-imperialista...
Muitas das linhas perfeitamente retas, que dividam a África, são mostra de como, esta divisão, foi arbitrária e completame...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guerra fria-e-descolonizacao-afro-asiatica

2.849 visualizações

Publicada em

Pt-BR

Publicada em: Educação
2 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Bom dia, sou professor de Geografia da rede estadual de Ananindeua - Pará. Pesquisando trabalhos sobre a descolonização afro-asiática vi a sua apresentação. Gostaria que vc pudesse me enviar sua apresentação para que eu exibisse para os meus alunos. Seria possível? Desde já agradeço a atenção. Meu e-mail é: prof.pablosoberay@globomail.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Boa tarde, meu nome é Alessandra, professora de história da rede estadual de Belo Horizonte. Pesquisando trabalhos sobre a descolonização afro-asiática vi a sua apresentação. Gostaria que vc disponibilizasse para que eu exibisse para os meus alunos. Seria possível? Desde já agradeço a atenção. Meu e-mail é: ale.hist.escola@gmail.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.849
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guerra fria-e-descolonizacao-afro-asiatica

  1. 1. O mundo do pós-Guerra entre Capitalismo e Socialismo Prof. Alan. http://quehistoriaeessa.wordpress.com
  2. 2. <ul><li>Terminada a 2ª Guerra Mundial: </li></ul><ul><ul><li>Disputa entre EUA e URSS por hegemonia </li></ul></ul><ul><ul><li>Bipolarização do mundo entre Capitalismo e Socialismo </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conferência de Potsdam. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Surge nos EUA a chamada Doutrina Truman, contra o avanço socialista da URSS </li></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>PLANO MARSHALL (EUA) </li></ul><ul><li>Com medo do avanço socialista, na Europa, os EUA lançam o plano Marshall, um plano de ajuda econômica voltado especialmente à Europa Ocidental. Possibilitou a reconstrução e crescimento de países como Inglaterra, França, Itália e Alemanha Ocidental </li></ul><ul><li>COMECOM (URSS) </li></ul><ul><li>A resposta soviética ao plano estadunidense foi o COMECOM ( Conselho de Assistência Econômica Mútua). Com objetivos semelhantes ao rival, teve foco especialmente na Europa Oriental, com os futuros membros do Pacto de Varsóvia </li></ul>
  4. 5. <ul><li>OTAN (EUA) </li></ul><ul><li>Organização militar liderada pelos EUA, formada pelos países alinhados ao bloco capitalista, especialmente na Europa Ocidental. </li></ul><ul><li>PACTO DE VARSÓVIA (URSS) </li></ul><ul><li>Organização militar comandada pela URSS, aliada aos países alinhados ao bloco socialista, sobretudo do Leste Europeu. </li></ul>O primeiro confronto declarado entre EUA e URSS foi a Guerra da Coréia (1950 – 1953) Na segunda metade da década de 50, com o grande desenvolvimento de armas nucleares, EUA e URSS iniciam uma fase conhecida por “Coexistência Pacífica”
  5. 7. <ul><li>Após o fim da Segunda-Guerra, a Europa está enfraquecida. </li></ul><ul><ul><li>Ocorre a formação de movimentos nacionalistas e emancipacionistas </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>EUA e URSS percebem, nisso, uma possibilidade de expansão de suas influências </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>1955, ocorre, na Indonésia, a Conferência de Bandung, contra o colonialismo Afro-Asiático </li></ul></ul>
  6. 8. <ul><li>Índia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Mahatma Gandhi e Jawaharlal, pelo Partido de Congresso, lideram um movimento de independência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ghandhi prega a desobediência civil e a não-violência </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Inglaterra havia perdido parte de seu poder econômico e militar na guerra </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>1947: o reconhecimento da independência indiana </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Índia independente dá origem aos seguintes países: </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Índia; Paquistão, Ceilão/Sri Lanka e Bangladesh </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  7. 10. <ul><li>Indonésia: </li></ul><ul><ul><ul><li>Antes ocupada pela Holanda, após a ocupação japonesa, na guerra, o movimento nacionalista de resistência, de Ahmed Sukarno proclama a independência do país. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>1949: ocorre a independência, com a vitória da guerrilha de Sukarno </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>Indochina: </li></ul><ul><ul><ul><li>Sob domínio Francês, ainda durante a 2ª Guerra, surge um movimento de resistência nacionalista, o Vietminh </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Liderado por Ho Chi Minh, funda, no norte, a República Democrática do Vietnã – Comunista. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Franceses tentam reconquistar o território, mas são derrotados na batalha de Dien Bien Phu </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  8. 11. <ul><li>Guerra do Vietnã: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Pela Conferência de Genebra, o paralelo 17 seria o limite entre Vietnã do Norte e do Sul. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>No Sul, existia um governo autoritário que suspendeu as eleições </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Surge a Frente de Libertação Nacional (1960), os vietcongs. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 63 os vietcongs dominavam parte do Sul. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 64 os EUA iniciam uma onda de bombardeios ao Vietnã do Norte que vai até 1968. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1970 Nixon autoriza a invasão do Camboja. Os confrontos aumentam e a opinião pública estadunidense se coloca contra a guerra, até que em 1973, os EUA se retiram. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1975 o Norte vence e em 1976, o Vietnã se reunifica sob o comunismo. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  9. 13. <ul><li>Entre 1957 e 1962, 29 países obtiveram sua independência </li></ul><ul><ul><li>Egito </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Em 1936, a Inglaterra terminou seu domínio colonial no Egito. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>1952 General Naguib depõe o rei e proclama uma República. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>1954: Gamal Abdel Nasser sobe ao poder. </li></ul></ul></ul>
  10. 14. <ul><ul><li>Argélia: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Argelinos eram tratados com grande discriminação pelos colonos franceses </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>O nacionalismo islâmico, pela Frente Nacional de Libertação, confronta os franceses </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>1958, com a IV República Francesa, Charles De Gaulle negocia a paz e, pelo Acordo de Avien a Argélia se torna independente! </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Congo: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1960, a Bélgica concede a independência </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Guerra civil entre partidários de Patrice Lumumba e as forças do coronel Mobuto </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>1971, após um golpe de Mobuto, o Congo se torna Zaire </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1997, Mobuto deixa o país que passa a ser reconhecido como República Democrática do Congo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  11. 15. <ul><ul><li>Angola </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lutas contra portugueses: Movimento Popular pela Libertação de Angola (MPLA), de Agostinho Neto </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Outros grupos: União Nacional para a Independência Total de Angola (Unita) e a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1974, Portugal reconhece a independência </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Guerra Civil: MPLA, com ajuda de Cuba, vence a Unita e o FNLA </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Moçambique </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) enfrenta os portugueses. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Em 1975, Portugal reconhece a independência da República Popular de Moçambique. </li></ul></ul></ul></ul>
  12. 16. <ul><ul><li>Guiné Bissau </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>1974, Portugal reconhece a República Democrática Anti-imperialista e Anticolonialista da Guiné. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Cabo Verde e São Tomé e Príncipe </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Com a Revolução dos Cravos, em Portugal, se tornam independentes </li></ul></ul></ul>
  13. 17. Muitas das linhas perfeitamente retas, que dividam a África, são mostra de como, esta divisão, foi arbitrária e completamente à revelia dos povos que lá viviam.

×