Transferência do núcleo de uma célula diferenciada, adulta ou embrionária, para um
óvulo sem núcleo com a implantação do e...
Consiste na introdução da célula somática numa célula retirada de um animal (ou
humano), logo depois da ovulação. Após ter...
Pode-se utilizar essa técnica como uma opção reprodutiva para casais inférteis, pois
assim um homem que não produz esperma...
É fundamental ficar claro que indivíduos geneticamente idênticos possuem
individualidade própria e que o meio ambiente exe...
Nas duas situações há transferência de um núcleo de uma célula diferenciada para
um óvulo sem núcleo. Mas na técnica de cl...
 A clonagem reprodutiva a partir de células embrionárias tem mostrado uma
eficiência de dez a vinte vezes maior, provavel...
 A maioria dos clones morre no início da gestação;
 Os animais clonados têm defeitos e anormalidades semelhantes,
indepe...
A ovelha Dolly nasceu em 05 de julho de 1996, e foi o primeiro mamífero clonado
por transferência nuclear de células somát...
Área de Integração - Clonagem Reprodutiva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Área de Integração - Clonagem Reprodutiva

414 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
414
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Área de Integração - Clonagem Reprodutiva

  1. 1. Transferência do núcleo de uma célula diferenciada, adulta ou embrionária, para um óvulo sem núcleo com a implantação do embrião no útero humano.
  2. 2. Consiste na introdução da célula somática numa célula retirada de um animal (ou humano), logo depois da ovulação. Após ter introduzido a célula somática, as duas células fundem-se, e ocasionalmente, a célula fundida começará a tornar-se como um embrião normal, colocando-se de seguida no útero de uma "mãe de aluguel" para um desenvolvimento mais propício.
  3. 3. Pode-se utilizar essa técnica como uma opção reprodutiva para casais inférteis, pois assim um homem que não produz espermatozóide poderá ter uma célula sua de pele fundida com um óvulo esvaziado da sua mulher e esse embrião será transferido para o útero da mulher.
  4. 4. É fundamental ficar claro que indivíduos geneticamente idênticos possuem individualidade própria e que o meio ambiente exerce o papel decisivo em diversas das nossas características.
  5. 5. Nas duas situações há transferência de um núcleo de uma célula diferenciada para um óvulo sem núcleo. Mas na técnica de clonagem terapêutica as células são multiplicadas em laboratório para formar tecidos específicos e nunca são implantados em um útero como na clonagem reprodutiva.
  6. 6.  A clonagem reprodutiva a partir de células embrionárias tem mostrado uma eficiência de dez a vinte vezes maior, provavelmente porque os genes que são fundamentais no início da embriogénese estão ainda ativos no genoma da célula doadora;  Apesar de muitos contras, estas experiências com animais clonados tem ensinado muito acerca do funcionamento celular; Vantagens  Cura a infertilidade
  7. 7.  A maioria dos clones morre no início da gestação;  Os animais clonados têm defeitos e anormalidades semelhantes, independentemente da célula doadora ou da espécie;  Essas anormalidades provavelmente ocorrem por falhas na reprogramação do genoma;  Problema ético atual é o enorme risco biológico associado à clonagem reprodutiva.  Morte precoce dos fetos(durante a gestação ou logo após o nascimento)  Envelhecimento precoce  Ocorrência de grande número de anomalias
  8. 8. A ovelha Dolly nasceu em 05 de julho de 1996, e foi o primeiro mamífero clonado por transferência nuclear de células somáticas. No processo de clonagem, isto foi conseguido através da transferência do núcleo de uma célula somática da glândula mamária da ovelha que originou a Dolly para um óvulo enucleado (óvulo sem núcleo).

×