ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis
pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES
GRUPOS FITOPATOGENICOS.
Instituto ...
Introdução
• O artigo foi desenvolvido com plantas ornamentais da família
Aráceae.
• Foram utilizadas as espécies : Aglaon...
Introdução
• Primeiramente, o patôgeno foi classificado como Bactéria
dieffenbachia, depois com a introdução do sistema pa...
Introdução
• Devido ao valor econômico da produção de Anthurium combinado
com a ameaça de perdas devido à X. axonopodis pv...
Crestamento bacteriano em Anthurium, causado por
Xanthomonas axonopodis pv. Dieffenbachiae .
6
Objetivo
O objetivo deste artigo foi realizar uma genética detalhada è
caracterização de populações distintas de compostos...
Materiais e Métodos
• Foram utilizadas 175 cepas, coletadas durante um período de 20
anos a partir de 10 hospedeiros da fa...
Materiais e Métodos
• As cepas foram cultivadas em agar nutriente ou em caldo , e as da
espécie Syngonium foi cultivadas e...
Materiais e Métodos
• Já utilizando o método AFLP, um subgrupo de 40 cepas foi
selecionados com base em 4 aglomerados e ge...
Materiais e Métodos
• Depois foram comparados, utilizando a hibridização DNA-DNA e a
analise de seqüência multilocus.
• As...
Resultados e Discussão
12
Resultados e Discussão
13
Conclusões
• Este estudo exemplifica a natureza heterogenética das
Xanthomonas que infectam plantas da família Araceae .
•...
15
ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES GRUPOS FITOPATOGENICOS. - Aprese...
ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES GRUPOS FITOPATOGENICOS. - Aprese...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES GRUPOS FITOPATOGENICOS. - Apresentador André R.Rietjens - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

1.151 visualizações

Publicada em

Donahoo, R. S., Jones, J. B., Lacy, G. H., Stromberg, V. K., and Norman, D. J. Genetic analyses of Xanthomonas axonopodis pv. Dieffenbachiae strains reveal distinct phylogenetic groups. Phytopathology 103: 237-244. 2013.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
727
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES GRUPOS FITOPATOGENICOS. - Apresentador André R.Rietjens - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

  1. 1. ANÁLISE GENETICA DE Xanthomonas axonopodis pv. dieffenbachiae, CEPAS REVELAM DIFERENTES GRUPOS FITOPATOGENICOS. Instituto Federal Goiano - Câmpus Urutaí. Curso de Agronomia Disciplina de Fitopatologia I Apresentador: André R.Rietjens 1 Donahoo, R. S., Jones, J. B., Lacy, G. H., Stromberg, V. K., and Norman, D. J. Genetic analyses of Xanthomonas axonopodis pv. Dieffenbachiae strains reveal distinct phylogenetic groups. Phytopathology 103: 237-244. 2013.
  2. 2. Introdução • O artigo foi desenvolvido com plantas ornamentais da família Aráceae. • Foram utilizadas as espécies : Aglaonema, Anthurium, Caladium, Dieffenbachia, e Syngonium. • São espécies produzidas intensamente em estufas comerciais em regiões todo o mundo. • A doença e conhecida mundialmente como crestamento bacteriano, e causa grandes danos econômicos na produção de plantas ornamentais. 3
  3. 3. Introdução • Primeiramente, o patôgeno foi classificado como Bactéria dieffenbachia, depois com a introdução do sistema patovar e através do estudo abrangente de hibridização DNA-DNA foi reclassificada como Xanthomonas axonopodos pv. Diffenbachia. • A identificação precisa e a tipagem de bactérias atualmente conta com uma série de abordagens , incluindo a análise da seqüência 16S rDNA , a análise do polimorfismo dos fragmentos de restrição do DNA genómico (RFLP), o polimorfismo de DNA ao acaso (RAPD), o uso de seqüência oligonucleotídicas iniciadoras complementares de seqüências de DNA repetitivas (REP-PCR), o polimorfismo de comprimento de fragmentos amplificados (AFLP), e os dados fenotípicos de acido graxos e ester metílicos (FAME). 4
  4. 4. Introdução • Devido ao valor econômico da produção de Anthurium combinado com a ameaça de perdas devido à X. axonopodis pv. Dieffenbachiae surgiu vários estudos sobre esta bactéria utilizando a genética, métodos sorológicos e métodos fisiológicos . 5
  5. 5. Crestamento bacteriano em Anthurium, causado por Xanthomonas axonopodis pv. Dieffenbachiae . 6
  6. 6. Objetivo O objetivo deste artigo foi realizar uma genética detalhada è caracterização de populações distintas de compostos heterogenéticos de espécies e patovares de xanthomonas patogênicas em plantas da família Araceae, usando métodos de genotipagem Rep- PCR, AFLP, FAME, homologia DNA-DNA e análise da seqüência multilocus. 7
  7. 7. Materiais e Métodos • Foram utilizadas 175 cepas, coletadas durante um período de 20 anos a partir de 10 hospedeiros da família Araceae. 8
  8. 8. Materiais e Métodos • As cepas foram cultivadas em agar nutriente ou em caldo , e as da espécie Syngonium foi cultivadas em meio com 0,5% de sacarose. • As bactérias foram armazenadas em 15 % de glicerol a -80 ° C. • Utilizando o método de genotipagem (REP-PCR), foi gerado os perfis genômicos para todas as 175, onde as reações foram separadas com BOX, ERIC e REP utilizando métodos padrões descritos, os produtos gerados de PCR, foram separados em 1,5 % de gel de agarose , corado com brometo de etidio e fotografados sobre luz UV. 9
  9. 9. Materiais e Métodos • Já utilizando o método AFLP, um subgrupo de 40 cepas foi selecionados com base em 4 aglomerados e genotipado com AFLP utilizando enzimas, adaptadores e iniciadores, gerando os perfis com pares primes e feita a analise de cluster. • Com o método FAME a extração e diferenciação foi realizado em 40 estirpes cultivados em agar de caldo de soja e analisados com o microbiana Sherlock sistema de identificação. 10
  10. 10. Materiais e Métodos • Depois foram comparados, utilizando a hibridização DNA-DNA e a analise de seqüência multilocus. • As seqüências resultantes foram alinhadas utilizando um software SAGA e comparadas com as seqüências das espécies e patovares de Xanthomonas que foram obtidas no banco de dados da Associação de Plantas e Micróbios. 11
  11. 11. Resultados e Discussão 12
  12. 12. Resultados e Discussão 13
  13. 13. Conclusões • Este estudo exemplifica a natureza heterogenética das Xanthomonas que infectam plantas da família Araceae . • Compreensão a inter-relação entre variantes patogênicas dessas Xanthomonas é importante para o desenvolvimento de um sistema eficaz integrado ao programa de gestão de pragas. Esse programa deve incluir protocolos eficazes de diagnóstico, melhoramento para a resistência do hospedeiro, e posterior implementação de iniciativas de regulamentação prudente. 14
  14. 14. 15

×