Controle de Meloidogyne incognita
e Bemisia tabaci com tiaclopride na
cultura do pepino na China.
Apresentador: Fabrício S...
2
Introdução
 Cucumis sativus.
 Produção total de 53,3 milhões de
toneladas em 2012 .
 Produzidos em estufa
na China.
3
Introdução
 Recentemente, nematóides e mosca
branca.
 Tiaclopride
- neonicotinoide
- insetos sugadores
 Estudos em Cann...
Introdução
 Nematoide das galhas.
 Fêmeas: ovais ou esféricas.
 Machos: vermiformes.
 Murcha, queda de folhas, deficiê...
Introdução
 Bemisia tabaci.
 Ordem Hemiptera.
 Alimenta – se de muitas plantas.
 Amarelecimento de folhas, ramos e
fru...
Objetivo
Avaliar os efeitos reais do
tiaclopride para o controle de
Meloidogyne incognita e Bemisia
tabaci no pepino.
7
Materiais e Métodos
 2 ensaios de campo comercial, sendo um
em 2010-2011 e outro 2011-2012.
 Província de Shandong, Chin...
Materiais e Métodos
 Foram realizados 5 tratamentos
-avermectina 7,5 l/ha
-tiaclopride 7,5 kg/ha
-tiaclopride 15 kg/ha
-t...
Materiais e Métodos
 Tiaclopride e avermectina foram
aplicados no sulco onde as plantas seriam
transplantadas a uma profu...
Materiais e Métodos
 As alturas das plantas foram
determinadas, medindo 10 plantas que
foram amostrados aleatoriamente de...
Materiais e Métodos
 Os nematoides foram contados por meio da
extração de solo e de raiz, aos 20, 40, 60 DAT
em uma escal...
Materiais e Métodos
 Dez plantas de pepino foram
selecionados aleatoriamente a partir de
cada um dos tratamentos para qua...
Resultados e Discussão
14
Resultados e Discussão
15
Resultados e Discussão
16
Resultados e Discussão
17
Conclusão
 Neste experimento.
- Altura do pepino.
- Produtividade.
- Vigor.
- Redução de Meloidogyne incognita e
Bemisia ...
Referencias
19
Referencias
20
Referencias
21
Obrigado!!!
22
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Controle de Meloidogyne incognita e Bemisia tabaci com tiaclopride na cultura do pepino na China. - Apresentador: Fabricio Santana - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

1.331 visualizações

Publicada em

Sa Dong; Kang Qiao; Yukun Zhu; Hongyan Wang c, Xiaoming Xia; Kaiyun Wang; Managing Meloidogyne incognita and Bemisia tabaci with thiacloprid in cucumber crops in China. Crop Protection 58:1-5, 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
714
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Controle de Meloidogyne incognita e Bemisia tabaci com tiaclopride na cultura do pepino na China. - Apresentador: Fabricio Santana - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

  1. 1. Controle de Meloidogyne incognita e Bemisia tabaci com tiaclopride na cultura do pepino na China. Apresentador: Fabrício Santana. Sa Dong; Kang Qiao; Yukun Zhu; Hongyan Wang c, Xiaoming Xia; Kaiyun Wang; Managing Meloidogyne incognita and Bemisia tabaci with thiacloprid in cucumber crops in China. Crop Protection 58:1-5, 2014 Instituto Federal Goiano – Campus Urutaí 1
  2. 2. 2
  3. 3. Introdução  Cucumis sativus.  Produção total de 53,3 milhões de toneladas em 2012 .  Produzidos em estufa na China. 3
  4. 4. Introdução  Recentemente, nematóides e mosca branca.  Tiaclopride - neonicotinoide - insetos sugadores  Estudos em Cannabis sativa (maconha). 4
  5. 5. Introdução  Nematoide das galhas.  Fêmeas: ovais ou esféricas.  Machos: vermiformes.  Murcha, queda de folhas, deficiência mineral. 5
  6. 6. Introdução  Bemisia tabaci.  Ordem Hemiptera.  Alimenta – se de muitas plantas.  Amarelecimento de folhas, ramos e frutos. 6
  7. 7. Objetivo Avaliar os efeitos reais do tiaclopride para o controle de Meloidogyne incognita e Bemisia tabaci no pepino. 7
  8. 8. Materiais e Métodos  2 ensaios de campo comercial, sendo um em 2010-2011 e outro 2011-2012.  Província de Shandong, China.  Solo é um barro de lodo.  Foi aplicado 240 kg/ha de 15-00-25 8
  9. 9. Materiais e Métodos  Foram realizados 5 tratamentos -avermectina 7,5 l/ha -tiaclopride 7,5 kg/ha -tiaclopride 15 kg/ha -tiaclopride 30 kg/ha -ausência de tratamento  Um delineamento em blocos casualizados com cinco repetições. 9
  10. 10. Materiais e Métodos  Tiaclopride e avermectina foram aplicados no sulco onde as plantas seriam transplantadas a uma profundidade de 20 cm com 50 cm entre linhas.  As plantas transplantadas foram regularmente irrigado com base na sua necessidade hídrica. 10
  11. 11. Materiais e Métodos  As alturas das plantas foram determinadas, medindo 10 plantas que foram amostrados aleatoriamente de cada parcela 30 e 50 dias após o transplantio (DAT).  Vigor das plantas foi avaliado 8 semanas após o transplantio (WAT) e foi expressa em uma escala de 0 a 100. 11
  12. 12. Materiais e Métodos  Os nematoides foram contados por meio da extração de solo e de raiz, aos 20, 40, 60 DAT em uma escala de 0 a 100.  Os pepinos foram separados de acordo do padrão de mercado, grandes > 30 cm, médios 25 a 30 cm, pequenos < 25 cm.  O efeito de tiacloprida em B. tabaci foi identificada em intervalos 1, 2, 3, 7, 10, 14, 18 e 21 dias após o transplantio. 12
  13. 13. Materiais e Métodos  Dez plantas de pepino foram selecionados aleatoriamente a partir de cada um dos tratamentos para quantificar a Bemisia tabaci.  Os dados foram submetidos a analise de variância (ANOVA). 13
  14. 14. Resultados e Discussão 14
  15. 15. Resultados e Discussão 15
  16. 16. Resultados e Discussão 16
  17. 17. Resultados e Discussão 17
  18. 18. Conclusão  Neste experimento. - Altura do pepino. - Produtividade. - Vigor. - Redução de Meloidogyne incognita e Bemisia tabaci.  Deve ser combinado com outros métodos de controle. 18
  19. 19. Referencias 19
  20. 20. Referencias 20
  21. 21. Referencias 21
  22. 22. Obrigado!!! 22

×