Instituto Federal Goiano câmpus Urutaí.
Curso de Agronomia
Disciplina de Fitopatologia
ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE INCIDÊNCIA...
Introdução
 O Oídio do morango é causado por Podosphaera aphanis (Wallr);
 Produção no leste do Canada é limitada;
 Des...
 Levou mudanças profundas;
Tipo de cultivar: June-bearing
Day neutral
3
Introdução
Sistema de produção: Campo aberto
Tune...
4
Introdução
Objetivos:
Caracterizar estatisticamente a relação Incidência e Severidade do Oídio;
Determinar o efeito do a...
5
Materiais e Métodos
Locais de Amostragem e avaliação da doença:
 Dados foram coletados de 2006 - 2011
 Foram coletadas...
6
Materiais e Métodos
7
Materiais e Métodos
Analise da relação de Incidência – Severidade:
 Os dados para Cultivar, Tipo de Cultivar e Sistema ...
8
Resultado e Discussão
Figura 1: Representação gráfica da média da Severidade e Incidência em cultivares
variadas e siste...
9
Resultado e Discussão
Tabela 2 : Analise de regressão da transformação dos dados de incidência e severidade do oídio
par...
10
Resultado e Discussão
Figura 2: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares em campo aberto.
11
Resultado e Discussão
Figura 3: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares em campo aberto.
12
Resultado e Discussão
Figura 4: Relação entre Incidência e Severidade entre tipos de cultivares.
13
Resultado e Discussão
Figura 5: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares com o sistema de produção em
tún...
14
Resultado e Discussão
Figura 6: Relação entre Incidência e Severidade entre sistema de produção.
15
Conclusão
 Tipo de Cultivar e Sistema de Produção  Prever a severidade do oídio em
cultivares June-bearing, Day neutr...
16
Referências
17
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE INCIDÊNCIA E SEVERIDADE DO OÍDIO DO MORANGUEIRO INFLUENCIADOS POR CULTIVAR, TIPO DE CULTIVARES E SISTEMAS DE PRODUÇÃO - Apresentador: Moana Lima Tavares - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

1.408 visualizações

Publicada em

CARISSE, O., LEFEBVRE, A., VAN DER HEYDEN, H., ROBERGE, L., AND BRODEUR, L. Analysis of incidence–severity relationships for strawberry pow- dery mildew as influenced by cultivar, cultivar type, and production systems. Plant Dis. 97:354-362. 2013.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE INCIDÊNCIA E SEVERIDADE DO OÍDIO DO MORANGUEIRO INFLUENCIADOS POR CULTIVAR, TIPO DE CULTIVARES E SISTEMAS DE PRODUÇÃO - Apresentador: Moana Lima Tavares - Prof. Milton Luiz da Paz Lima

  1. 1. Instituto Federal Goiano câmpus Urutaí. Curso de Agronomia Disciplina de Fitopatologia ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE INCIDÊNCIA E SEVERIDADE DO OÍDIO DO MORANGUEIRO INFLUENCIADOS POR CULTIVAR, TIPO DE CULTIVARES E SISTEMAS DE PRODUÇÃO CARISSE, O., LEFEBVRE, A., VAN DER HEYDEN, H., ROBERGE, L., AND BRODEUR, L. Analysis of incidence–severity relationships for strawberry pow- dery mildew as influenced by cultivar, cultivar type, and production systems. Plant Dis. 97:354-362. 2013. Apresentadora: Moana Lima Tavares 1
  2. 2. Introdução  O Oídio do morango é causado por Podosphaera aphanis (Wallr);  Produção no leste do Canada é limitada;  Desafio dos produtores são: Frutos de alta qualidade por um longo período (junho a setembro); sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br www.feminina.pt 2
  3. 3.  Levou mudanças profundas; Tipo de cultivar: June-bearing Day neutral 3 Introdução Sistema de produção: Campo aberto Tuneis de plástico http://www.mudasdemorango.no.comunidades.net/  No leste do Canada cerca de 30% das perdas podem ser atribuídos ao Oídio;
  4. 4. 4 Introdução Objetivos: Caracterizar estatisticamente a relação Incidência e Severidade do Oídio; Determinar o efeito do ano de amostragem, local, cultivar, tipo de cultivar e sistema de produção sobre a relação Incidência – Severidade. http://www.mudasdemorango.no.comunidades.net/
  5. 5. 5 Materiais e Métodos Locais de Amostragem e avaliação da doença:  Dados foram coletados de 2006 - 2011  Foram coletadas em áreas plantadas com: - June-bearing (Cavendish, Chambly, Darselect e Jewel) - Day neutral (Seascape) - June-bearing com túneis (Chambly, Darselect e Jewel)  Coletados 3 vezes por semana (Junho e setembro)  Avaliação do oídio em 25 plantas selecionados aleatórios  Sendo avaliado a proporção da área lesionada em folhas jovens, utilizando a escala diagramática
  6. 6. 6 Materiais e Métodos
  7. 7. 7 Materiais e Métodos Analise da relação de Incidência – Severidade:  Os dados para Cultivar, Tipo de Cultivar e Sistema de Produção;  Dados de Incidência – Severidade foram transformados em log-log complementar (CLL)  analise de regressão linear CLL (S) = β0 + β1 [CLL (I)]  A análise de covariância foi realizada para medir o efeito da cultivar, tipo de cultivar, sistema de produção, local e ano no intercepto ( β0 ) e ( β1 ) parâmetros da equação. Analise de Covariância:
  8. 8. 8 Resultado e Discussão Figura 1: Representação gráfica da média da Severidade e Incidência em cultivares variadas e sistemas de produção.
  9. 9. 9 Resultado e Discussão Tabela 2 : Analise de regressão da transformação dos dados de incidência e severidade do oídio para log-log complementar .
  10. 10. 10 Resultado e Discussão Figura 2: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares em campo aberto.
  11. 11. 11 Resultado e Discussão Figura 3: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares em campo aberto.
  12. 12. 12 Resultado e Discussão Figura 4: Relação entre Incidência e Severidade entre tipos de cultivares.
  13. 13. 13 Resultado e Discussão Figura 5: Relação entre Incidência e Severidade entre cultivares com o sistema de produção em túnel.
  14. 14. 14 Resultado e Discussão Figura 6: Relação entre Incidência e Severidade entre sistema de produção.
  15. 15. 15 Conclusão  Tipo de Cultivar e Sistema de Produção  Prever a severidade do oídio em cultivares June-bearing, Day neutral (campo aberto e túnel);  Mostrando que a severidade do Oídio pode ser estimada por contagem do número de folhas doentes.
  16. 16. 16 Referências
  17. 17. 17

×