SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
COLÉGIO TIRADENTES DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS-UBERABA
“Juntos na construção de um ensino eficaz”

Simulado de FÍSICA – 3° ANO

Nota

Aluno(a):__________________________________________________________________ Turma: ________
Professor(a): Thiago Miranda
Data: ____/____/_____
3º Etapa
Valor: 10 pontos
QUESTÃO 01

1,0

(ENEM) Um sistema de radar é programado para
registrar automaticamente a velocidade de todos os
veículos trafegando por uma avenida, onde passam
em média 300 veículos por hora, sendo 55 km/h a
máxima velocidade permitida. Um levantamento
estatístico dos registros do radar permitiu a
elaboração da distribuição percentual de veículos
de acordo com sua velocidade aproximada.
A velocidade média dos veículos que trafegam
nessa avenida é de:
a) 35 km/h
b) 44 km/h
c) 55 km/h
d) 76 km/h
e) 85 km/h
QUESTÃO 02

1,0

(ENEM) A padronização insuficiente e a ausência de controle na fabricação podem também resultar em perdas
significativas de energia através das paredes da geladeira. Essas perdas, em função da espessura das paredes,
para geladeiras e condições de uso típicas, são apresentadas na tabela.
Espessura das paredes (cm)
2
4
6
10

Perda térmica mensal (kWh)
65
35
25
15

Considerando uma família típica, com consumo médio mensal de 200 kWh, a perda térmica pelas paredes de uma
geladeira com 4 cm de espessura, relativamente a outra de 10 cm, corresponde a uma porcentagem do consumo
total de eletricidade da ordem de:
a) 30%.
b) 20%.
c) 10%.
d) 5%.
e) 1%.
QUESTÃO 03

0,8

(ENEM) Já são comercializados no Brasil veículos com motores que podem funcionar com o chamado
combustível flexível, ou seja, com gasolina ou álcool em qualquer proporção. Uma orientação prática para o
abastecimento mais econômico é que o motorista multiplique o preço do litro da gasolina por 0,7 e compare o
resultado com o preço do litro de álcool. Se for maior, deve optar pelo álcool. A razão dessa orientação deve-se ao
fato de que, em média, se com um certo volume de álcool o veículo roda dez quilômetros, com igual volume de
gasolina rodaria cerca de:
a) 7 km.
b) 10 km.
c) 14 km.
d) 17 km.
e) 20 km.
(UFBA) Este enunciado refere-se às questões 04 a 06. O gráfico representa a variação da resistência
elétrica de um fio de resistividade ρ e de área de seção transversal S, em função de comprimento.

QUESTÃO 04

0,8

Para construir uma resistência elétrica de 13,5 Ω é necessário um fio com o comprimento de:
a) 4,0 m
b) 4,5 m
c) 5,0 m
d) 12,0 m
e) 13,5 m
QUESTÃO 05

0,8

Com um fio de 3,5 m de comprimento, pode-se construir uma resistência elétrica de:
a) 3,5 Ω
b) 4,0 Ω
c) 7,5 Ω
d) 10,5 Ω
e) 12,0 Ω
QUESTÃO 06

1,0

Para um outro fio de mesmas dimensões, porém de material com maior resistividade elétrica, o gráfico é:
a) uma reta com maior inclinação.
b) uma reta com a mesma inclinação.
c) uma reta com menor inclinação.
d) uma parábola.
e) uma hipérbole.
QUESTÃO 07

1,0

(UNICAP - PE) Uma diferença de potencial de 12V é aplicada num conjunto de três resistores associados em
paralelo com valores, em ohms, iguais a 2,0, 3,0 e 6,0. A corrente elétrica, em ampères, no resistor maior, será:
a) 2,0
b) 4,0
c) 6,0
d) 8,0
e) 12
QUESTÃO 08

1,0

(ENEM) Os números e cifras envolvidos, quando lidamos com dados sobre produção e consumo de energia em
nosso país, são sempre muito grandes. Apenas no setor residencial, em um único dia, o consumo de energia
elétrica é da ordem de 200 mil MWh. Para avaliar esse consumo, imagine uma situação em que o Brasil não
dispusesse de hidrelétricas e tivesse de depender somente de termoelétricas, onde cada kg de carvão, ao ser
queimado, permite obter uma quantidade de energia da ordem de 10 kWh. Considerando que um caminhão
transporta, em média, 10 toneladas de carvão, a quantidade de caminhões de carvão necessária para abastecer
as termoelétricas, a cada dia, seria da ordem de:
a) 20.
b) 200.
c) 1.000.
d) 2.000.
e) 10.000.
QUESTÃO 09

1,0

As dez lâmpadas de uma árvore de natal são ligadas em série. Numerando estas lâmpadas de 1 a 10 e supondo
que a nona lâmpada queime:
a) todas apagam.
b) ficam acesas apenas as lâmpadas de 1 a 8.
c) somente a nona lâmpada apaga.
d) fica acesa somente a décima lâmpada
e) todas queimam.
QUESTÃO 10

1,0

(UNIPAC) Um circuito elétrico é composto de quatro lâmpadas. As lâmpadas encontram-se ligadas de tal forma
que se uma delas se queimar outra também se apaga e as duas restantes permanecem acesas. Assinale, dentre
as opções abaixo, aquela que pode representar o circuito descrito.
b)
a)

c)

d)

QUESTÃO 11

0,8

(ENEM) Entre as inúmeras recomendações dadas para a economia de energia elétrica em uma residência,
destacamos as seguintes:
•
•
•
•
•

Substitua lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas.
Evite usar o chuveiro elétrico com a chave na posição “inverno” ou “quente”.
Acumule uma quantidade de roupa para ser passada a ferro elétrico de uma só vez.
Evite o uso de tomadas múltiplas para ligar vários aparelhos simultaneamente.
Utilize, na instalação elétrica, fios de diâmetros recomendados às suas finalidades.

A característica comum a todas essas recomendações é a proposta de economizar energia através da tentativa
de, no dia-a-dia, reduzir:
a) a potência dos aparelhos e dispositivos elétricos.
b) o tempo de utilização dos aparelhos e dispositivos.
c) o consumo de energia elétrica convertida em energia térmica.
d) o consumo de energia térmica convertida em energia elétrica.
e) o consumo de energia elétrica através de correntes de fuga.
QUESTÃO 12

0,8

O circuito abaixo representa um gerador de que fornece uma ddp de 30V, duas lâmpadas L iguais e um interruptor
aberto.
Quando o interruptor é fechado, pode-se afirmar que o valor
a) da corrente que passa pelo gerador reduz-se à metade.
b) da corrente que passa pelo gerador dobra.
c) da corrente que passa pelo gerador não se altera.
d) da tensão aplicada em cada lâmpada passa a ser de 15V.
e) da tensão aplicada em cada lâmpada passa a ser de 60V.
QUESTÃO 13

1,0

(Unifesp-SP) No circuito a seguir a correte i vale 2,0 A e as resistências R1 = 8 Ω
e R2 = 2 Ω. A corrente i2 em R2 é:
a) 1,0 A
b) 1,6 A
c) 0,4 A
d) 0,2 A
e) 2,0 A

QUESTÃO 14

1,0

(ENEM)

As figuras acima apresentam dados referentes aos consumos de energia elétrica e de água relativos a cinco
máquinas industriais de lavar roupas comercializadas no Brasil. A máquina ideal, quanto a rendimento econômico
e ambiental, é aquela que gasta, simultaneamente, menos energia e água. Com base nessas informações,
conclui-se que, no conjunto pesquisado,
(A) quanto mais uma máquina de lavar roupa economiza água, mais ela consome energia elétrica.
(B) a quantidade de energia elétrica consumida por uma máquina de lavar roupa é inversamente proporcional à
quantidade de água consumida por ela.
(C) a máquina I é ideal, de acordo com a definição apresentada.
(D) a máquina que menos consome energia elétrica não é a que consome menos água.
(E) a máquina que mais consome energia elétrica não é a que consome mais água.
QUESTÃO 15
A resistência elétrica do resistor equivalente à associação abaixo, entre os pontos A e B, é:

a) zero
b) 4,4
c) 2,4
d) 8,4
e) 3,6

1,0
GABARITO (2ª avaliação de Física – Simulado – 3° ano)
QUESTÃO 01
OPÇÃO B.
Não ia comentar esta questão, pois é de estatística. Mas, pela velocidade média, vá lá... Na verdade, ao
contrário de ensinar como se chega à conta exata, se você não souber, gostaria de mostrar outra coisa, a meu
ver, bem mais útil. O bom senso!
Observe novamente a figura:

Veja que nada menos do que 30 + 40 = 70 % dos veículos têm velocidade entre 40 e 50 km/h...
Ora bolas, assim, é claro que a média tente a ir para algo entre 40 e 50 por hora, o que só leva a uma opção de
resposta!
QUESTÃO 02
OPÇÃO C.
Em fogões e geladeira é comum encontrar recheando as paredes lã de vidro, um bom isolante. Quanto melhor o
isolamento, menos calor irá atravessar a parede. Vejamos a tabela: para 4cm de parede, a perda é de 35KWh e
para 10 cm é de 15KWh. Comparando, com a parede mais fina perde-se, a mais, 35 – 15 = 20KWh. De cabeça
mesmo, isto é 10% de 200KWh que a família gasta!
QUESTÃO 03
OPÇÃO C.
De fato, os motores Flex, bicombustível, estão na moda. Creio que hoje se venda mais carros assim do que só a
gasolina. A questão da economia reflete uma característica dos dois combustíveis. O álcool é mais barato, mais
“rende” menos, isto é, o carro faz menos km / litro. A questão está um pouco defasada, tecnologicamente, e
outro dia mesmo vi entrevista de um especialista dizendo que para os carros de hoje (12/03/2006) o multiplicador
é de 0,75, não mais 0,7.
Compreendendo as contas, considerando, claro, o dado da questão, 0,7, se um carro Flex roda 10 Km com 1
litro de gasolina, roda 0,7x10 = 7 km com 1 litro de álcool. Como o contrário da multiplicação é a divisão, se
um carro roda 10 km com 1 litro de álcool, rodará 10 = 10 = 10 . 10 = 14,2 km com 1 litro de gasolina.
0,7
7
7
10
QUESTÃO 04
OPÇÃO B.
Analisando o gráfico temos que para um comprimento L = 2,0 m a resistência do fio será de 6 Ω. O exercício diz
que a resistência aumenta para 13,5 Ω, mantendo o ρ e a S constante, e pede o novo comprimento(L’). Assim
teremos:
R = ρL (isolar o que é constante) ρ = R (igual a situação inicial com a final)
S
S L
6 = 13,5
2
L’

→

6L’ = 27 →

L’ = 4,5 m

QUESTÃO 05
OPÇÃO D.
Analisando o gráfico temos que para um comprimento L = 2,0 m a resistência do fio será de 6 Ω. O exercício diz
que o comprimento aumenta para 3,5 Ω, mantendo o ρ e a S constante, e pede o nova resistência (R’). Assim
teremos:
R = ρL (isolar o que é constante) ρ = R (igual a situação inicial com a final)
S
S L
6 = R’
2
3,5

2R’ = 21 →

→

R’ = 10,5 m

QUESTÃO 06
OPÇÃO A.
QUESTÃO 07
OPÇÃO A.
Como estão em paralelo todos os resistores estarão submetidos à mesma tensão
U=R.i

→

12 = 6 . i

→

i=2A

QUESTÃO 08
OPÇÃO D.
Questão sobre Energia, para variar, que pode ser resolvida pela útil e versátil Regra de Três, em várias etapas...
Primeiro, vamos calcular quantos kilos(kg) de carvão são necessárias:
3

6

6

Energia Total = 200 . 10 . 10 wh = 20 . 10 kg = 20 000 tonelada
3
Enrgia/kg
10 . 10 wh/kg
Não esquecer os prefixos gregos...
Esta enormidade de carvão será transportada por vários caminhões! Quantos?
n° de caminhões =
Massa total = 20000 = 2000 caminhões
massa/caminhão
10
QUESTÃO 09
OPÇÃO A.
QUESTÃ0 10
OPÇÃO C.
QUESTÃO 11
OPÇÃO C.
Nesta questão, é melhor analisar sugestão por sugestão.
Em A, ao trocar as lâmpadas incandescentes (veja o Português!) por fluorescentes se economiza porque estas
últimas “jogam fora” menos calor por Efeito Joule (conversão de Energia Elétrica em Térmica).
Para B, mudar de Inverno para Verão no chuveiro diminui a Potência e, conseqüentemente, diminui a conversão
de Eletricidade em Calor. C é meio óbvio: se muita roupa vai ser passada de uma vez, evita-se ficar ligando e
desligando o ferro, perdendo à toa calor (que vem da energia elétrica) para o ar e o ambiente.
Evitar o uso de tomadas múltiplas (extensões ou “tês”) diminui as perdas por Efeito Joule. Muitos aparelhos
implicam em maior corrente elétrica na tomada, e maior perdas por Efeito Joule.
O mesmo se pode dizer do diâmetro dos fios. Aliás, usar fios muito finos, e pouco mais baratos, é uma das
economias mais porcas que já vi! Sem contar o risco de curto-circuitos! A resistência de um fio e a potência são
dadas por:
R = p . L, onde R=resistência( ), ρ=resistividade( .m), l = comprimento(m) e A=área(grossura!)(m2).
A
P = R . i 2, onde P é Potência (W), R é Resistência( ) e i Corrente(A)
Se o fio é mais fino, a Resistência é maior, aumentando o aquecimento dos fios pela passagem da corrente!
Aquece mais, maiores perdas, maiores riscos de curto!
Todas as opções visam diminuir o gasto da conversão de Energia Elétrica em Térmica.
QUESTÃO 12
OPÇÃO C.
QUESTÃO 13
OPÇÃO B.
Req = 8 . 2 = 16 = 1,6 Ω
8+2
10
U = Req . i = 1,6 . 2 = 3,2 V
U = R2 . i 2

→

3,2 = 2 . i2

→

i2 = 1,6 A
QUESTÃO 14
OPÇÃO D.
O gráfico não mostra nenhuma relação óbvia entre consumo de energia e de água, nem direta, nem inversa.
Poderíamos sim, adotar um critério de eficiência baseado no texto e no menor consumo de ambos os insumos.
Talvez, a razão entre o consumo de água e de energia. Fiz as contas. Vejamos:
Máquina
Consumo (litros/kWh)

I
61,6

II
105,7

III
117,5

IV
141,0

V
178,0

Tente encontrar argumentos para provar que esta razão não é um bom critério, de acordo com o texto.
A única coisa que concluímos, pelos gráficos, é que quem consome menos energia não gasta menos água. E só!
QUESTÃO 15
OPÇÃO D.
Req = 8 = 4 Ω
2
ReqT = 6 + 2,4 = 8,4 Ω

Req = 6 + 6 = 12 Ω

Req = 3 . 12 = 36 = 2,4 Ω
3 + 12
15

Req = 2 + 4 = 6 Ω

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeProfessora Raquel
 
Simulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básicaSimulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básicaEvanildo Leal
 
Exercícios extras_Pricípios da eletrostática
Exercícios extras_Pricípios da eletrostáticaExercícios extras_Pricípios da eletrostática
Exercícios extras_Pricípios da eletrostáticaO mundo da FÍSICA
 
Gabarito calor e temperatura
Gabarito   calor e temperaturaGabarito   calor e temperatura
Gabarito calor e temperaturaprofessoraludmila
 
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulombExercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulombO mundo da FÍSICA
 
Potência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-ExercíciosPotência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-Exercíciosjucimarpeixoto
 
Constituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaConstituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaGustavo de Azevedo
 
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° AnoO mundo da FÍSICA
 
Atividades sobre Energia
Atividades sobre EnergiaAtividades sobre Energia
Atividades sobre EnergiaAndrea Alves
 
Aula 11 associação de resistores
Aula 11   associação de resistoresAula 11   associação de resistores
Aula 11 associação de resistoresMontenegro Física
 

Mais procurados (20)

Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
 
Magnetismo e eletromagnetismo
Magnetismo e eletromagnetismoMagnetismo e eletromagnetismo
Magnetismo e eletromagnetismo
 
Simulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básicaSimulado de eletricidade básica
Simulado de eletricidade básica
 
Eletrodinamica
EletrodinamicaEletrodinamica
Eletrodinamica
 
Exercícios extras_Pricípios da eletrostática
Exercícios extras_Pricípios da eletrostáticaExercícios extras_Pricípios da eletrostática
Exercícios extras_Pricípios da eletrostática
 
Gabarito calor e temperatura
Gabarito   calor e temperaturaGabarito   calor e temperatura
Gabarito calor e temperatura
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)Estudo dos receptores (2017)
Estudo dos receptores (2017)
 
Superfície equipotencial
Superfície equipotencialSuperfície equipotencial
Superfície equipotencial
 
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulombExercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
Exercícios extras_processos de eletrização e lei de coulomb
 
Potência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-ExercíciosPotência Elétrica-Exercícios
Potência Elétrica-Exercícios
 
001 primeira lei de ohm
001   primeira lei de ohm001   primeira lei de ohm
001 primeira lei de ohm
 
Constituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaConstituição atómica da matéria
Constituição atómica da matéria
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Eletrização
EletrizaçãoEletrização
Eletrização
 
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
2° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Atividades sobre Energia
Atividades sobre EnergiaAtividades sobre Energia
Atividades sobre Energia
 
Aula 11 associação de resistores
Aula 11   associação de resistoresAula 11   associação de resistores
Aula 11 associação de resistores
 

Semelhante a 3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano

Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1rodrigoateneu
 
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdfLista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdfEdiogeJunior
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° AnoO mundo da FÍSICA
 
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicio
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicioSimulado 9 _novembro1417220008_exercicio
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicioROBSONVINAS
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° anoO mundo da FÍSICA
 
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02aluno
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02alunoCorg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02aluno
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02alunoPaulo Souto
 
Provas do segundo dia do Vestibular 2015
Provas do segundo dia do Vestibular 2015Provas do segundo dia do Vestibular 2015
Provas do segundo dia do Vestibular 2015Luiza Freitas
 
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015mariabrassan
 
Vestibular 2015 2-dia
Vestibular 2015 2-diaVestibular 2015 2-dia
Vestibular 2015 2-diaBruno Muniz
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° anoO mundo da FÍSICA
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Felipe Cesar
 
Enem conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014
Enem   conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014Enem   conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014
Enem conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014tioivys
 

Semelhante a 3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano (20)

Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1Lista 18 eletrodinamica 1
Lista 18 eletrodinamica 1
 
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdfLista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
Lista-Eletrodinâmica-ENEM.pdf
 
CLAUDIO BUFFARA - ENEM SEM EM
CLAUDIO BUFFARA - ENEM SEM EMCLAUDIO BUFFARA - ENEM SEM EM
CLAUDIO BUFFARA - ENEM SEM EM
 
CapacidaCad
CapacidaCadCapacidaCad
CapacidaCad
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
 
Revisão enem
Revisão enemRevisão enem
Revisão enem
 
Simulado de fisica
Simulado de fisicaSimulado de fisica
Simulado de fisica
 
Simulado de fisica
Simulado de fisicaSimulado de fisica
Simulado de fisica
 
Fisica enem
Fisica enem Fisica enem
Fisica enem
 
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicio
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicioSimulado 9 _novembro1417220008_exercicio
Simulado 9 _novembro1417220008_exercicio
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
 
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02aluno
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02alunoCorg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02aluno
Corg 3ano-leisdeohmcorrenteepotncia-120229184023-phpapp02aluno
 
Provas do segundo dia do Vestibular 2015
Provas do segundo dia do Vestibular 2015Provas do segundo dia do Vestibular 2015
Provas do segundo dia do Vestibular 2015
 
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015
Prova do 2º dia do vestibular da UPE 2015
 
Vestibular 2015 2-dia
Vestibular 2015 2-diaVestibular 2015 2-dia
Vestibular 2015 2-dia
 
Prova ENEM de 2003
Prova ENEM de 2003Prova ENEM de 2003
Prova ENEM de 2003
 
Lista 3° ano
Lista 3° anoLista 3° ano
Lista 3° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010
 
Enem conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014
Enem   conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014Enem   conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014
Enem conteúdos mais cobrados em física 2009 a 2014
 

Mais de O mundo da FÍSICA

3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° anoO mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° anoO mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° AnoO mundo da FÍSICA
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_CO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AMO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BMO mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° AnoO mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° AnoO mundo da FÍSICA
 
Exercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmExercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_BO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BMO mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AMO mundo da FÍSICA
 

Mais de O mundo da FÍSICA (20)

3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
 
Potência e energia
Potência e energiaPotência e energia
Potência e energia
 
Espelho planos
Espelho planosEspelho planos
Espelho planos
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
Exercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmExercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de Ohm
 
Leis de Ohm
Leis de OhmLeis de Ohm
Leis de Ohm
 
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano_A_B
 
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_1° Avaliação_3° ano EJA_AM_BM
 
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM
3° Bimestre_1° Avaliação 2° ano EJA_AM
 

3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano

  • 1. COLÉGIO TIRADENTES DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS-UBERABA “Juntos na construção de um ensino eficaz” Simulado de FÍSICA – 3° ANO Nota Aluno(a):__________________________________________________________________ Turma: ________ Professor(a): Thiago Miranda Data: ____/____/_____ 3º Etapa Valor: 10 pontos QUESTÃO 01 1,0 (ENEM) Um sistema de radar é programado para registrar automaticamente a velocidade de todos os veículos trafegando por uma avenida, onde passam em média 300 veículos por hora, sendo 55 km/h a máxima velocidade permitida. Um levantamento estatístico dos registros do radar permitiu a elaboração da distribuição percentual de veículos de acordo com sua velocidade aproximada. A velocidade média dos veículos que trafegam nessa avenida é de: a) 35 km/h b) 44 km/h c) 55 km/h d) 76 km/h e) 85 km/h QUESTÃO 02 1,0 (ENEM) A padronização insuficiente e a ausência de controle na fabricação podem também resultar em perdas significativas de energia através das paredes da geladeira. Essas perdas, em função da espessura das paredes, para geladeiras e condições de uso típicas, são apresentadas na tabela. Espessura das paredes (cm) 2 4 6 10 Perda térmica mensal (kWh) 65 35 25 15 Considerando uma família típica, com consumo médio mensal de 200 kWh, a perda térmica pelas paredes de uma geladeira com 4 cm de espessura, relativamente a outra de 10 cm, corresponde a uma porcentagem do consumo total de eletricidade da ordem de: a) 30%. b) 20%. c) 10%. d) 5%. e) 1%. QUESTÃO 03 0,8 (ENEM) Já são comercializados no Brasil veículos com motores que podem funcionar com o chamado combustível flexível, ou seja, com gasolina ou álcool em qualquer proporção. Uma orientação prática para o abastecimento mais econômico é que o motorista multiplique o preço do litro da gasolina por 0,7 e compare o resultado com o preço do litro de álcool. Se for maior, deve optar pelo álcool. A razão dessa orientação deve-se ao fato de que, em média, se com um certo volume de álcool o veículo roda dez quilômetros, com igual volume de gasolina rodaria cerca de: a) 7 km. b) 10 km. c) 14 km. d) 17 km. e) 20 km.
  • 2. (UFBA) Este enunciado refere-se às questões 04 a 06. O gráfico representa a variação da resistência elétrica de um fio de resistividade ρ e de área de seção transversal S, em função de comprimento. QUESTÃO 04 0,8 Para construir uma resistência elétrica de 13,5 Ω é necessário um fio com o comprimento de: a) 4,0 m b) 4,5 m c) 5,0 m d) 12,0 m e) 13,5 m QUESTÃO 05 0,8 Com um fio de 3,5 m de comprimento, pode-se construir uma resistência elétrica de: a) 3,5 Ω b) 4,0 Ω c) 7,5 Ω d) 10,5 Ω e) 12,0 Ω QUESTÃO 06 1,0 Para um outro fio de mesmas dimensões, porém de material com maior resistividade elétrica, o gráfico é: a) uma reta com maior inclinação. b) uma reta com a mesma inclinação. c) uma reta com menor inclinação. d) uma parábola. e) uma hipérbole. QUESTÃO 07 1,0 (UNICAP - PE) Uma diferença de potencial de 12V é aplicada num conjunto de três resistores associados em paralelo com valores, em ohms, iguais a 2,0, 3,0 e 6,0. A corrente elétrica, em ampères, no resistor maior, será: a) 2,0 b) 4,0 c) 6,0 d) 8,0 e) 12 QUESTÃO 08 1,0 (ENEM) Os números e cifras envolvidos, quando lidamos com dados sobre produção e consumo de energia em nosso país, são sempre muito grandes. Apenas no setor residencial, em um único dia, o consumo de energia elétrica é da ordem de 200 mil MWh. Para avaliar esse consumo, imagine uma situação em que o Brasil não dispusesse de hidrelétricas e tivesse de depender somente de termoelétricas, onde cada kg de carvão, ao ser queimado, permite obter uma quantidade de energia da ordem de 10 kWh. Considerando que um caminhão transporta, em média, 10 toneladas de carvão, a quantidade de caminhões de carvão necessária para abastecer as termoelétricas, a cada dia, seria da ordem de: a) 20. b) 200. c) 1.000. d) 2.000. e) 10.000.
  • 3. QUESTÃO 09 1,0 As dez lâmpadas de uma árvore de natal são ligadas em série. Numerando estas lâmpadas de 1 a 10 e supondo que a nona lâmpada queime: a) todas apagam. b) ficam acesas apenas as lâmpadas de 1 a 8. c) somente a nona lâmpada apaga. d) fica acesa somente a décima lâmpada e) todas queimam. QUESTÃO 10 1,0 (UNIPAC) Um circuito elétrico é composto de quatro lâmpadas. As lâmpadas encontram-se ligadas de tal forma que se uma delas se queimar outra também se apaga e as duas restantes permanecem acesas. Assinale, dentre as opções abaixo, aquela que pode representar o circuito descrito. b) a) c) d) QUESTÃO 11 0,8 (ENEM) Entre as inúmeras recomendações dadas para a economia de energia elétrica em uma residência, destacamos as seguintes: • • • • • Substitua lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas. Evite usar o chuveiro elétrico com a chave na posição “inverno” ou “quente”. Acumule uma quantidade de roupa para ser passada a ferro elétrico de uma só vez. Evite o uso de tomadas múltiplas para ligar vários aparelhos simultaneamente. Utilize, na instalação elétrica, fios de diâmetros recomendados às suas finalidades. A característica comum a todas essas recomendações é a proposta de economizar energia através da tentativa de, no dia-a-dia, reduzir: a) a potência dos aparelhos e dispositivos elétricos. b) o tempo de utilização dos aparelhos e dispositivos. c) o consumo de energia elétrica convertida em energia térmica. d) o consumo de energia térmica convertida em energia elétrica. e) o consumo de energia elétrica através de correntes de fuga. QUESTÃO 12 0,8 O circuito abaixo representa um gerador de que fornece uma ddp de 30V, duas lâmpadas L iguais e um interruptor aberto. Quando o interruptor é fechado, pode-se afirmar que o valor a) da corrente que passa pelo gerador reduz-se à metade. b) da corrente que passa pelo gerador dobra. c) da corrente que passa pelo gerador não se altera. d) da tensão aplicada em cada lâmpada passa a ser de 15V. e) da tensão aplicada em cada lâmpada passa a ser de 60V.
  • 4. QUESTÃO 13 1,0 (Unifesp-SP) No circuito a seguir a correte i vale 2,0 A e as resistências R1 = 8 Ω e R2 = 2 Ω. A corrente i2 em R2 é: a) 1,0 A b) 1,6 A c) 0,4 A d) 0,2 A e) 2,0 A QUESTÃO 14 1,0 (ENEM) As figuras acima apresentam dados referentes aos consumos de energia elétrica e de água relativos a cinco máquinas industriais de lavar roupas comercializadas no Brasil. A máquina ideal, quanto a rendimento econômico e ambiental, é aquela que gasta, simultaneamente, menos energia e água. Com base nessas informações, conclui-se que, no conjunto pesquisado, (A) quanto mais uma máquina de lavar roupa economiza água, mais ela consome energia elétrica. (B) a quantidade de energia elétrica consumida por uma máquina de lavar roupa é inversamente proporcional à quantidade de água consumida por ela. (C) a máquina I é ideal, de acordo com a definição apresentada. (D) a máquina que menos consome energia elétrica não é a que consome menos água. (E) a máquina que mais consome energia elétrica não é a que consome mais água. QUESTÃO 15 A resistência elétrica do resistor equivalente à associação abaixo, entre os pontos A e B, é: a) zero b) 4,4 c) 2,4 d) 8,4 e) 3,6 1,0
  • 5. GABARITO (2ª avaliação de Física – Simulado – 3° ano) QUESTÃO 01 OPÇÃO B. Não ia comentar esta questão, pois é de estatística. Mas, pela velocidade média, vá lá... Na verdade, ao contrário de ensinar como se chega à conta exata, se você não souber, gostaria de mostrar outra coisa, a meu ver, bem mais útil. O bom senso! Observe novamente a figura: Veja que nada menos do que 30 + 40 = 70 % dos veículos têm velocidade entre 40 e 50 km/h... Ora bolas, assim, é claro que a média tente a ir para algo entre 40 e 50 por hora, o que só leva a uma opção de resposta! QUESTÃO 02 OPÇÃO C. Em fogões e geladeira é comum encontrar recheando as paredes lã de vidro, um bom isolante. Quanto melhor o isolamento, menos calor irá atravessar a parede. Vejamos a tabela: para 4cm de parede, a perda é de 35KWh e para 10 cm é de 15KWh. Comparando, com a parede mais fina perde-se, a mais, 35 – 15 = 20KWh. De cabeça mesmo, isto é 10% de 200KWh que a família gasta! QUESTÃO 03 OPÇÃO C. De fato, os motores Flex, bicombustível, estão na moda. Creio que hoje se venda mais carros assim do que só a gasolina. A questão da economia reflete uma característica dos dois combustíveis. O álcool é mais barato, mais “rende” menos, isto é, o carro faz menos km / litro. A questão está um pouco defasada, tecnologicamente, e outro dia mesmo vi entrevista de um especialista dizendo que para os carros de hoje (12/03/2006) o multiplicador é de 0,75, não mais 0,7. Compreendendo as contas, considerando, claro, o dado da questão, 0,7, se um carro Flex roda 10 Km com 1 litro de gasolina, roda 0,7x10 = 7 km com 1 litro de álcool. Como o contrário da multiplicação é a divisão, se um carro roda 10 km com 1 litro de álcool, rodará 10 = 10 = 10 . 10 = 14,2 km com 1 litro de gasolina. 0,7 7 7 10 QUESTÃO 04 OPÇÃO B. Analisando o gráfico temos que para um comprimento L = 2,0 m a resistência do fio será de 6 Ω. O exercício diz que a resistência aumenta para 13,5 Ω, mantendo o ρ e a S constante, e pede o novo comprimento(L’). Assim teremos: R = ρL (isolar o que é constante) ρ = R (igual a situação inicial com a final) S S L 6 = 13,5 2 L’ → 6L’ = 27 → L’ = 4,5 m QUESTÃO 05 OPÇÃO D. Analisando o gráfico temos que para um comprimento L = 2,0 m a resistência do fio será de 6 Ω. O exercício diz que o comprimento aumenta para 3,5 Ω, mantendo o ρ e a S constante, e pede o nova resistência (R’). Assim teremos: R = ρL (isolar o que é constante) ρ = R (igual a situação inicial com a final) S S L
  • 6. 6 = R’ 2 3,5 2R’ = 21 → → R’ = 10,5 m QUESTÃO 06 OPÇÃO A. QUESTÃO 07 OPÇÃO A. Como estão em paralelo todos os resistores estarão submetidos à mesma tensão U=R.i → 12 = 6 . i → i=2A QUESTÃO 08 OPÇÃO D. Questão sobre Energia, para variar, que pode ser resolvida pela útil e versátil Regra de Três, em várias etapas... Primeiro, vamos calcular quantos kilos(kg) de carvão são necessárias: 3 6 6 Energia Total = 200 . 10 . 10 wh = 20 . 10 kg = 20 000 tonelada 3 Enrgia/kg 10 . 10 wh/kg Não esquecer os prefixos gregos... Esta enormidade de carvão será transportada por vários caminhões! Quantos? n° de caminhões = Massa total = 20000 = 2000 caminhões massa/caminhão 10 QUESTÃO 09 OPÇÃO A. QUESTÃ0 10 OPÇÃO C. QUESTÃO 11 OPÇÃO C. Nesta questão, é melhor analisar sugestão por sugestão. Em A, ao trocar as lâmpadas incandescentes (veja o Português!) por fluorescentes se economiza porque estas últimas “jogam fora” menos calor por Efeito Joule (conversão de Energia Elétrica em Térmica). Para B, mudar de Inverno para Verão no chuveiro diminui a Potência e, conseqüentemente, diminui a conversão de Eletricidade em Calor. C é meio óbvio: se muita roupa vai ser passada de uma vez, evita-se ficar ligando e desligando o ferro, perdendo à toa calor (que vem da energia elétrica) para o ar e o ambiente. Evitar o uso de tomadas múltiplas (extensões ou “tês”) diminui as perdas por Efeito Joule. Muitos aparelhos implicam em maior corrente elétrica na tomada, e maior perdas por Efeito Joule. O mesmo se pode dizer do diâmetro dos fios. Aliás, usar fios muito finos, e pouco mais baratos, é uma das economias mais porcas que já vi! Sem contar o risco de curto-circuitos! A resistência de um fio e a potência são dadas por: R = p . L, onde R=resistência( ), ρ=resistividade( .m), l = comprimento(m) e A=área(grossura!)(m2). A P = R . i 2, onde P é Potência (W), R é Resistência( ) e i Corrente(A) Se o fio é mais fino, a Resistência é maior, aumentando o aquecimento dos fios pela passagem da corrente! Aquece mais, maiores perdas, maiores riscos de curto! Todas as opções visam diminuir o gasto da conversão de Energia Elétrica em Térmica. QUESTÃO 12 OPÇÃO C. QUESTÃO 13 OPÇÃO B. Req = 8 . 2 = 16 = 1,6 Ω 8+2 10 U = Req . i = 1,6 . 2 = 3,2 V U = R2 . i 2 → 3,2 = 2 . i2 → i2 = 1,6 A
  • 7. QUESTÃO 14 OPÇÃO D. O gráfico não mostra nenhuma relação óbvia entre consumo de energia e de água, nem direta, nem inversa. Poderíamos sim, adotar um critério de eficiência baseado no texto e no menor consumo de ambos os insumos. Talvez, a razão entre o consumo de água e de energia. Fiz as contas. Vejamos: Máquina Consumo (litros/kWh) I 61,6 II 105,7 III 117,5 IV 141,0 V 178,0 Tente encontrar argumentos para provar que esta razão não é um bom critério, de acordo com o texto. A única coisa que concluímos, pelos gráficos, é que quem consome menos energia não gasta menos água. E só! QUESTÃO 15 OPÇÃO D. Req = 8 = 4 Ω 2 ReqT = 6 + 2,4 = 8,4 Ω Req = 6 + 6 = 12 Ω Req = 3 . 12 = 36 = 2,4 Ω 3 + 12 15 Req = 2 + 4 = 6 Ω