SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
TEMPERATURA  E DILATAÇÃO DE SÓLIDOS
 
TEMPERATURA E CALOR  A  temperatura é uma grandeza escalar que mede o grau de agitação molecular de um corpo. A temperatura de um corpo é proporcional à  energia cinética média das moléculas do corpo.  Calor é energia que flui de um corpo para outro devido a uma diferença de temperatura entre corpos.
Se 2 corpos A e B estão, separadamente,  em equilíbrio térmico com um terceiro corpo T, então A e B estão em equilíbrio térmico entre si. OBS : equilíbrio térmico = mesma temperatura
São dispositivos construídos para medir a temperatura. Um termômetro é baseado em qualquer propriedade de um corpo que mude com a temperatura. Podem ser: de mercúrio, a álcool, clínico,  de resistência elétrica, bimetálico, de pressão de gás, laser e infravermelho.
ESCALAS TERMOMÉTRICAS Uma escala termométrica corresponde a um conjunto de valores numéricos onde cada um desses valores está associado a uma temperatura. Para a graduação das escalas foram escolhidos, para pontos fixos, dois fenômenos que se reproduzem sempre nas mesmas condições: a fusão do gelo e a ebulição da água, ambos sob pressão normal. 1o. Ponto Fixo: corresponde à temperatura de fusão do gelo, chamado ponto do gelo. 2o. Ponto Fixo: corresponde à temperatura de ebulição da água, chamado ponto de vapor.
ESCALAS TERMOMÉTRICAS MAIS UTILIZADAS ,[object Object],[object Object],[object Object]
TRANSFORMAÇÃO DE TEMPERATURA
aumento de temperatura o corpo sofre uma variação nas suas dimensões, quando varia a sua temperatura. A dilatação de um sólido com o aumento de temperatura ocorre porque com o aumento da energia térmica aumentam as vibrações dos átomos e moléculas que formam o corpo, fazendo com que passem para posições de equilíbrio mais afastadas que as originais.
Dilatação de Sólidos a) Dilatação Linear: Quando um sólido apresenta o comprimento como dimensão principal, ao ser aquecido ele varia muito mais de comprimento que de área ou de volume. Exemplo: fios, cabos, barras, trilhos, lâminas, etc.
Quanto maior o coeficiente de dilatação linear do material, mais o material dilata ao ser aquecido e maior a probabilidade de rachar como aquecimento. Como os coeficientes de dilatação são muito pequenos (  𝛂 ≌  /  ), existe dificuldade em observar a dilatação. Em média, um fio metálico de 1 metro, sofrendo um aumento de temperatura de  ,aumenta seu comprimento de 1 milímetro.
Num trilho temos que deixar uma folga (junta de dilatação)  para compensar possíveis dilatações:  Quando o aquecimento é acima do normal, a dilatação é tão grande que mesmo com a junta de dilatação haverá deformação:
O metal apresenta coeficiente de dilatação linear grande. Isso significa que ele dilata muito e também contrai muito. Em linhas de transmissão, temos que deixar uma folga, para compensar possíveis contrações que podem ocorrer com a diminuição de temperatura.
Como α latão > α invar, para um mesmo aumento de temperatura o latão sofre uma dilatação maior, fazendo com que na lâmina ocorra uma dilatação desigual, produzindo o encurvamento. Como a dilatação do latão é maior, ele ficará na parte externa da curvatura.  Se a temperatura ambiente atingir um valor muito alto, a lâmina encurva, fecha o circuito e dispara o alarme. LÂMINA BIMETÁLICA
b) Dilatação Superficial: Quando um sólido apresenta a superfície como dimensão principal, ao ser aquecido ele varia muito mais de área que de comprimento ou de volume. Exemplo: placas, chapas, etc.
A esfera não passa pelo anel: Após o anel ser aquecido, a esfera passa pelo anel: Ao aquecermos um corpo com um orifício, o orifício se dilata como se fosse constituído da substância que o envolve.
b) Dilatação Volumétrica:
RELAÇÃO ENTRE COEFICIENTES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dilatação térmica de sólidos e líquidos
Dilatação térmica de sólidos e líquidosDilatação térmica de sólidos e líquidos
Dilatação térmica de sólidos e líquidos
Paulo Alexandre
 

Mais procurados (20)

2ºEM-FÍSICA
2ºEM-FÍSICA2ºEM-FÍSICA
2ºEM-FÍSICA
 
Termologia
TermologiaTermologia
Termologia
 
Aula termoquímica
Aula termoquímicaAula termoquímica
Aula termoquímica
 
Dilatacao termica linear
Dilatacao termica linearDilatacao termica linear
Dilatacao termica linear
 
Aula 6 calorimetria 2
Aula 6   calorimetria 2Aula 6   calorimetria 2
Aula 6 calorimetria 2
 
Teoria - Transferência de Calor - capítulos 1, 2 e 3
Teoria - Transferência de Calor - capítulos 1, 2 e 3Teoria - Transferência de Calor - capítulos 1, 2 e 3
Teoria - Transferência de Calor - capítulos 1, 2 e 3
 
Dilatação térmica de sólidos e líquidos
Dilatação térmica de sólidos e líquidosDilatação térmica de sólidos e líquidos
Dilatação térmica de sólidos e líquidos
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
2 Estudo Dos Gases
2 Estudo Dos Gases2 Estudo Dos Gases
2 Estudo Dos Gases
 
DILATAÇÃO TÉRMICA
DILATAÇÃO TÉRMICADILATAÇÃO TÉRMICA
DILATAÇÃO TÉRMICA
 
Slide sobre termometria
Slide sobre termometriaSlide sobre termometria
Slide sobre termometria
 
A segunda lei da termodinâmica
A segunda lei da termodinâmicaA segunda lei da termodinâmica
A segunda lei da termodinâmica
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Trocas de calor
Trocas de calorTrocas de calor
Trocas de calor
 
Condução de calor
Condução de calorCondução de calor
Condução de calor
 
9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria
 
Propagação de Calor
Propagação de CalorPropagação de Calor
Propagação de Calor
 
Ap termodinamica
Ap termodinamicaAp termodinamica
Ap termodinamica
 
Mudança de estado
Mudança de estadoMudança de estado
Mudança de estado
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
 

Destaque

DilataçãO TéRmica
DilataçãO TéRmicaDilataçãO TéRmica
DilataçãO TéRmica
guest130aa0
 
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmicaFísica 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
Walmor Godoi
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricas
Marcos Júnior
 
Gabarito calor e temperatura
Gabarito   calor e temperaturaGabarito   calor e temperatura
Gabarito calor e temperatura
professoraludmila
 
Medição de temperatura
Medição de temperaturaMedição de temperatura
Medição de temperatura
Fabiano Sales
 
Grandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriaisGrandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriais
fisicaatual
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
luam1969
 
Termologia: Temperatura e Calor
Termologia: Temperatura e CalorTermologia: Temperatura e Calor
Termologia: Temperatura e Calor
Rafael Costa
 

Destaque (20)

Mudança de estado
Mudança de estadoMudança de estado
Mudança de estado
 
Estudo dos gases power point
Estudo dos gases power pointEstudo dos gases power point
Estudo dos gases power point
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
DilataçãO TéRmica
DilataçãO TéRmicaDilataçãO TéRmica
DilataçãO TéRmica
 
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmicaFísica 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
Física 02 - Temperatura, calor e a 1a lei da termodinâmica
 
Slide Sobre Escalas TermoméTricas
Slide Sobre Escalas TermoméTricasSlide Sobre Escalas TermoméTricas
Slide Sobre Escalas TermoméTricas
 
slide de fisica
slide de fisicaslide de fisica
slide de fisica
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricas
 
Gabarito calor e temperatura
Gabarito   calor e temperaturaGabarito   calor e temperatura
Gabarito calor e temperatura
 
Medição de temperatura
Medição de temperaturaMedição de temperatura
Medição de temperatura
 
Temperatura e Calor
Temperatura e Calor Temperatura e Calor
Temperatura e Calor
 
Grandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriaisGrandezas escalares e vetoriais
Grandezas escalares e vetoriais
 
Temperatura
TemperaturaTemperatura
Temperatura
 
Aula de física power point
Aula de física   power pointAula de física   power point
Aula de física power point
 
Aula inaugural de física
Aula inaugural de físicaAula inaugural de física
Aula inaugural de física
 
Introdução à física
Introdução à físicaIntrodução à física
Introdução à física
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
 
Lab. modestina
Lab. modestinaLab. modestina
Lab. modestina
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Termologia: Temperatura e Calor
Termologia: Temperatura e CalorTermologia: Temperatura e Calor
Termologia: Temperatura e Calor
 

Semelhante a Temperatura e dilatação de sólidos

Termologia -profª_luciana
Termologia  -profª_lucianaTermologia  -profª_luciana
Termologia -profª_luciana
ffilipelima
 
Lista 12 termometria e dilata+º+úo
Lista 12 termometria e dilata+º+úoLista 12 termometria e dilata+º+úo
Lista 12 termometria e dilata+º+úo
rodrigoateneu
 
Termologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - revTermologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - rev
Djane Borges Leal
 

Semelhante a Temperatura e dilatação de sólidos (20)

TRABALHO DE FISICA SOBRE FÍSICA TERMOLÓGICA
TRABALHO DE FISICA SOBRE FÍSICA TERMOLÓGICATRABALHO DE FISICA SOBRE FÍSICA TERMOLÓGICA
TRABALHO DE FISICA SOBRE FÍSICA TERMOLÓGICA
 
Termologia -profª_luciana
Termologia  -profª_lucianaTermologia  -profª_luciana
Termologia -profª_luciana
 
Temperatura, Equilíbrio térmico e escalas termométricas.pptx
Temperatura, Equilíbrio térmico e escalas termométricas.pptxTemperatura, Equilíbrio térmico e escalas termométricas.pptx
Temperatura, Equilíbrio térmico e escalas termométricas.pptx
 
2o.an0.resumo
2o.an0.resumo2o.an0.resumo
2o.an0.resumo
 
Apostila fisica2
Apostila fisica2Apostila fisica2
Apostila fisica2
 
Calorimetria I
Calorimetria ICalorimetria I
Calorimetria I
 
Lista 12 termometria e dilata+º+úo
Lista 12 termometria e dilata+º+úoLista 12 termometria e dilata+º+úo
Lista 12 termometria e dilata+º+úo
 
Termologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - revTermologia dilatação térmica - rev
Termologia dilatação térmica - rev
 
2 ano fisica
2 ano fisica2 ano fisica
2 ano fisica
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Física - Termologia
www.videoaulagratisapoio.com.br - Física -  Termologiawww.videoaulagratisapoio.com.br - Física -  Termologia
www.videoaulagratisapoio.com.br - Física - Termologia
 
Termologia - I-Termometria
Termologia - I-TermometriaTermologia - I-Termometria
Termologia - I-Termometria
 
slide temometria
slide temometriaslide temometria
slide temometria
 
Termoligia trabalhar.pptx
Termoligia trabalhar.pptxTermoligia trabalhar.pptx
Termoligia trabalhar.pptx
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
 
Calorimetria Trabalho
Calorimetria TrabalhoCalorimetria Trabalho
Calorimetria Trabalho
 
Termometria apostila
Termometria apostilaTermometria apostila
Termometria apostila
 
termologia-130424044040-phpapp01.pptx
termologia-130424044040-phpapp01.pptxtermologia-130424044040-phpapp01.pptx
termologia-130424044040-phpapp01.pptx
 
Física - Módulo 02
Física - Módulo 02Física - Módulo 02
Física - Módulo 02
 
Termologia 2 aula
Termologia 2   aulaTermologia 2   aula
Termologia 2 aula
 
Slide de fisica
Slide de fisicaSlide de fisica
Slide de fisica
 

Mais de fisicaatual

Estudo dos gases site
Estudo dos gases siteEstudo dos gases site
Estudo dos gases site
fisicaatual
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
fisicaatual
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
fisicaatual
 
Campo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente siteCampo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente site
fisicaatual
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
fisicaatual
 
Trabalho e energia site
Trabalho e energia siteTrabalho e energia site
Trabalho e energia site
fisicaatual
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
fisicaatual
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação site
fisicaatual
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
fisicaatual
 
Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03
fisicaatual
 

Mais de fisicaatual (20)

Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Estudo dos gases site
Estudo dos gases siteEstudo dos gases site
Estudo dos gases site
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Ondas site
Ondas siteOndas site
Ondas site
 
Lentes site
Lentes siteLentes site
Lentes site
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 
Hidrostática
HidrostáticaHidrostática
Hidrostática
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
 
Campo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente siteCampo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente site
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Impulso
ImpulsoImpulso
Impulso
 
Trabalho e energia site
Trabalho e energia siteTrabalho e energia site
Trabalho e energia site
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
 
Capacitor site
Capacitor siteCapacitor site
Capacitor site
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação site
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
 

Último

Último (8)

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 

Temperatura e dilatação de sólidos

  • 1. TEMPERATURA E DILATAÇÃO DE SÓLIDOS
  • 2.  
  • 3. TEMPERATURA E CALOR A temperatura é uma grandeza escalar que mede o grau de agitação molecular de um corpo. A temperatura de um corpo é proporcional à energia cinética média das moléculas do corpo. Calor é energia que flui de um corpo para outro devido a uma diferença de temperatura entre corpos.
  • 4. Se 2 corpos A e B estão, separadamente, em equilíbrio térmico com um terceiro corpo T, então A e B estão em equilíbrio térmico entre si. OBS : equilíbrio térmico = mesma temperatura
  • 5. São dispositivos construídos para medir a temperatura. Um termômetro é baseado em qualquer propriedade de um corpo que mude com a temperatura. Podem ser: de mercúrio, a álcool, clínico, de resistência elétrica, bimetálico, de pressão de gás, laser e infravermelho.
  • 6. ESCALAS TERMOMÉTRICAS Uma escala termométrica corresponde a um conjunto de valores numéricos onde cada um desses valores está associado a uma temperatura. Para a graduação das escalas foram escolhidos, para pontos fixos, dois fenômenos que se reproduzem sempre nas mesmas condições: a fusão do gelo e a ebulição da água, ambos sob pressão normal. 1o. Ponto Fixo: corresponde à temperatura de fusão do gelo, chamado ponto do gelo. 2o. Ponto Fixo: corresponde à temperatura de ebulição da água, chamado ponto de vapor.
  • 7.
  • 9. aumento de temperatura o corpo sofre uma variação nas suas dimensões, quando varia a sua temperatura. A dilatação de um sólido com o aumento de temperatura ocorre porque com o aumento da energia térmica aumentam as vibrações dos átomos e moléculas que formam o corpo, fazendo com que passem para posições de equilíbrio mais afastadas que as originais.
  • 10. Dilatação de Sólidos a) Dilatação Linear: Quando um sólido apresenta o comprimento como dimensão principal, ao ser aquecido ele varia muito mais de comprimento que de área ou de volume. Exemplo: fios, cabos, barras, trilhos, lâminas, etc.
  • 11. Quanto maior o coeficiente de dilatação linear do material, mais o material dilata ao ser aquecido e maior a probabilidade de rachar como aquecimento. Como os coeficientes de dilatação são muito pequenos ( 𝛂 ≌ / ), existe dificuldade em observar a dilatação. Em média, um fio metálico de 1 metro, sofrendo um aumento de temperatura de ,aumenta seu comprimento de 1 milímetro.
  • 12. Num trilho temos que deixar uma folga (junta de dilatação) para compensar possíveis dilatações: Quando o aquecimento é acima do normal, a dilatação é tão grande que mesmo com a junta de dilatação haverá deformação:
  • 13. O metal apresenta coeficiente de dilatação linear grande. Isso significa que ele dilata muito e também contrai muito. Em linhas de transmissão, temos que deixar uma folga, para compensar possíveis contrações que podem ocorrer com a diminuição de temperatura.
  • 14. Como α latão > α invar, para um mesmo aumento de temperatura o latão sofre uma dilatação maior, fazendo com que na lâmina ocorra uma dilatação desigual, produzindo o encurvamento. Como a dilatação do latão é maior, ele ficará na parte externa da curvatura. Se a temperatura ambiente atingir um valor muito alto, a lâmina encurva, fecha o circuito e dispara o alarme. LÂMINA BIMETÁLICA
  • 15. b) Dilatação Superficial: Quando um sólido apresenta a superfície como dimensão principal, ao ser aquecido ele varia muito mais de área que de comprimento ou de volume. Exemplo: placas, chapas, etc.
  • 16. A esfera não passa pelo anel: Após o anel ser aquecido, a esfera passa pelo anel: Ao aquecermos um corpo com um orifício, o orifício se dilata como se fosse constituído da substância que o envolve.