António Damásio

5.518 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
93
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

António Damásio

  1. 1. António Damásio<br />Emoção, Razão e Cérebro Humano<br />Pedro Pereira<br />Luís Cardoso<br />
  2. 2. BIOGRAFIA<br />Nasceu a 25 de Fevereiro de 1944 em Lisboa. <br />Fez a licenciatura e o doutoramento na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.<br />Especializou-se em Neurologia e é um dos mais reputados neurologistas e neurocientistas do Mundo.<br />É casado com Hanna Damásio e trabalham juntos na UniversityofSouthernCalifornia, dirigindo ambos o Instituto de Pesquisas do Cérebro e da Criatividade.<br />O seu primeiro livro foi “O Erro de Descartes – Emoção, Razão e Cérebro” que lhe valeu o reconhecimento internacional.<br />Outra obra mundialmente reconhecida foi o livro “O Sentimento de Si” que foi eleito, pelo New York Times, como um dos dez melhores livros do ano de 2001.<br />É uma referencia mundial no âmbito do estudo da ciência cognitiva.<br />
  3. 3. Os casos PhineasGage e Elliot<br />Damásio rejeita a ideia de uma mente separada do corpo.<br />Para Damásio, os processos mentais têm uma base biológica e os processos cognitivos e emocionais são inseparáveis.<br />Por mais racionais que sejam as decisões que tomamos, há sempre emoções a elas associadas.<br />Os casos de Gage e Elliot mostraram a Damásio que a perda da capacidade de sentir emoções prejudicou profundamente a vida das pessoas. Apesar de efectuarem cálculos e de falarem normalmente, eram incapazes de cumprir com as suas obrigações e de tomar decisões importantes.<br />Damásio mostrou que um reduzido nível de emoção é tão prejudicial como um excesso de emoção.<br />A emoção é tão importante quanto a razão na altura de efectuarmos uma decisão.<br />
  4. 4. Marcador somático<br />É um mecanismo automatizado que suporta as nossas decisões a partir de experiências anteriores (ligação entre as vivências e os estados do corpo).<br />Ficam gravadas nas áreas pré-frontais, responsáveis pela memória.<br />Perante a necessidade de tomar decisões, o córtex cerebral é ajudado pelas emoções.<br />Sem emoções, não conseguiríamos fazer escolhas, nem mesmo as mais simples.<br />Estes marcadores informam o córtex sobre as decisões a tomar.<br />O nosso pensamento tem necessidade das emoções para ser eficaz.<br />
  5. 5. “O Erro de Descartes”<br />Descartes dizia que os processos cognitivos estavam separados dos processos emocionais.<br />Em “O Erro de Descartes”, Damásio argumenta que não é possível separar os processos cognitivos dos emocionais, que o corpo e a mente não são entidades separadas e independentes.<br />No seu entender, o erro de Descartes foi o de julgar que o ser humano podia ser uma razão pura, o célebre “Eu penso, logo existo.”.<br />
  6. 6. Qual o objecto de estudo da Psicologia?<br />Para António Damásio, o objecto de estudo da Psicologia é a interacção entre corpo e mente, entre processos cognitivos e biológicos ou emocionais.<br />Defende a integração entre corpo e mente.<br />Rejeita uma concepção imaterial da mente.<br />O corpo é a mente dotada das funções de agir, pensar e sentir. <br />
  7. 7. FIM<br />

×