Terapia de Choque 8

140 visualizações

Publicada em

Adoramos contar histórias - histórias ensinam-nos sempre algo para as nossas vidas através das vidas de outras personagens...

Estamos a criar a nossa com o nosso negócio online, e é graças a ele que temos tempo para escrever estas histórias, e re-escrever algumas que já conhecemos.

Queres saber como o fazemos? E receber mais dicas, histórias e informação como esta?

Subscreve para a nossa newsletter! http://goo.gl/41I6Q4

Publicada em: Aperfeiçoamento pessoal
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
140
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Terapia de Choque 8

  1. 1. Terapia_ de C oque 7 “an, Prezi
  2. 2. Terapia_ de C oque 7 “an, Prezi
  3. 3. z» 3 ' l «Jo 'c '. i. u ' ' ' mi * '. ' . i ›j. ..'› '_ ' i - ç , '- . . ' ' ' A' . i - -. - - - -ÃÍÍ _. - É 1 Í/ Ã// Í/_/ .VÍ'. 'J', i ' "° “' """' °°""”"" “ ' [A 'Fuwçiic : l: Ãiiçigllu" ivnzrrfiinivs: : : :mi : Iuimci: ;um CIãÍ. THI'"JI¡'ÚIIIHIIÊI ¡x: r:;1;: :I z mustang: : : l: ; zu”': ;_; :u : Éh/ c , 1 'L 1.x: ”_'. ^.x1 z__'1_')_41_ LL.
  4. 4. Para Terapia de Choque 1 a 7: blogti| ipecvieira. com/ blog/ category/ terapia-de- , i * choque . - . a , r - , ul¡ i w . i . a * , v . v- g ! Wow Amp 4 ¡rÍHL-«riulnu nm anual¡ . A ____ . çfl L* "QVX . a ' ulcfld ' | v 'h-emu: ¡¡¡n: q-i. -n: :›¡qu. ¡.h( . _s ' , . 4 l? r A i < . _ _ ' i . ¡ , _ : ' V ›
  5. 5. lÍblkl, IILILI. lÍk/ J¡ rmigas, não temos tempo para diversão. E , formiga, para quê V o trabalho? O verão é . › . ¡ preciso trabalhar ra aproveitarmos. O a Ora ara Uardar g; 3 , verão é para nos " g p. g _ . _ 7;'- divertirl . . Comida para _r »K . . o inverno. ' J _ '
  6. 6. '_¡"'-*7--_ --- - -~~* "“_ fla-a: - _ pia . : Via9 ' ' " "" "g i. .;: i ' _ '“ Í. * ' l i - . .a a ' ' . Durante o verao, a cigarra continuou a divertir- . “« i “ se e a passear pelo bosque. Quando tinha fome, i f à 5 era só pegar uma folha e comer. j i› _ . p ' Um dia, passou de novo perto da formiga que f q i'. .:; ] , estava a carregar outra folha pesada. t¡ : '19 c if . : gt _ ¡ - Deixa esse trabalho para as outras! Vamos i | »If divertir-nos. yamospformiga, vamosicantar! ' q¡ ¡ I j f Vamos dançar! i . › : I . ' i . g i i Ji , Ç I i ' i i 1» i I I , s ' E i | I ~. ; n _I __ _ _ _i , rf ; i l L . Vi'. q' 1 ; LÊ ~ *r › .
  7. 7. , . . . av . . I . a, 4. . . 4. , ,. .. . _ . _ __o¡. a. 73%. ufÍTJuqànncta . . . . Jaon. . . . 5.. ... ..c. .mn, ... ..o. .;p. .?. . . .q . _. . . . ni l j . ' . c a _ g . _-a. _.o. .,. on. a UIQ. .. o. .. . _ . › r ¡ n O r n I, . I I I . wwwshutterstockcom « 102510014 . .. .. 4o. .. gonocñswoTTTa-HJ . . . u . . . . -. .. . _JJ _. . . ... Lo u. ..? .nppfoz. s. .. Í Í . ... _› DIP g' . ,ct. v . . . ,ppp . ..oo J, . . .. . ..uuJÍMMQu 3.. ... . n . ... ... ..-. . . .¡. a.. ..ru. .. . . mu, . a u. , a . . . .. A . . a. .. .N-Jâooc c p u a . . . . . .. . . Mw . . o , .. 1.1¡ o . . _.
  8. 8. V 1__. ' #hi5 Em E e Mas, no dia seguinte, apareceu a rainha do formigueiro e, aolvê-Ia divertir-se, olhou para a fóimiga ; com olhos ásperos e ordenou que voltasse ao trabalho. A vidinha boa tinha acabado.
  9. 9. 'iialhliial Vila: : "Iririliígaiz Iíikiae pa¡ : › . al íigãilüzt 'na "EÍliñ llIilIíÍiãl"u“«: . Fl: vii-i: l "ll: ¡vl: ll". l" : ll "ÍZÍI-: Fiã- : iiíeitiaiaiçílaii *Tiga - gi: : m. ,museu tvi-g. A figg-, irral iaiiijluu l . iiinl vlÉliÍiâl ; mas Çãlhlfkãl ” iiiiaiiii llÍ lrluiiilll ~ Í: v. l=ll'"l*' IIÍJIVÍÉl wiüãl l~íii¡;4-. -. : iiiilgar
  10. 10. Prezi l 1 . 'fl' i r* a' a¡ : r t . 'l 1', K5; d' ; . ~ ~'l l' ' o' f. ' ' l _e l a _ l . l _ . ' l i l l q¡ ' 1'. ; l s L¡ , t_ q i , -4 . - u_ ~ 'l, ,."-l" . ..m/ l ^- 4 -_"° - 'J . . ; Li Para a cigarra, o que importava era AT**- aproveitar a vida, e aproveitar o hoje, sem pensar no amanhã. Para quê construir um abrigo? Para quê armazenar alimento? Pura perda de tempo. _. ---------<. _.---. -_. J Ll.
  11. 11. f. " í 35' Q3717": '#7 Í-; l lfRÍ¡li"ll;1El_ fil : l7ÍIl"l“l'lillT§l, ~f: l v' ll "il fl cllslatí-el nií»i“i; .s: i «t» lTilIiÍl i'l_ir: l:ii_l~lial i: i,«; i_l”lí~; l lÍÍlíêãillílüÍllr, «ÇiEQQÍiL”ÇxtÉl. llltIll-ug 'í. ij›irfi, _gi tie-iii. ; lj' lgjtêílflilk" t: JÁ' ' ' - _ra
  12. 12. ;a I 'g x ç l' z - v l , a . l 5 i . . . l l l ~ « l i _l É v' l e . í , x Certo dia o inverno chegou, e a à l cigarra começou a morrer de frio. Sentia o seu corpo gelado e não l tinha nada para comer. | Desesperada, foi bater na casa da Prezi g f* à, formiga. a É g , E
  13. 13. i'--i¡'. ~ l. : fi' o ~ p B. t, ¡= - -H 1': : (K _ , ' - ' , , ~ › u' e . . _a “k'9.§ « v l s( i4.. . Naquela hora, apareceu a rainha das formigas 'i e disse à cigarra: E, No mundodas formigas, todos trabalham e se tu quiseres ñcar É “conosco, cumpre o seu dever: toca e canta para nós. i t: x. '“= A e Para cigarra e pag sf rmigas? aquele P555' inverno mais feliz das suas vidas. _JM _ ¡_ ~ 9* “aâe fault a e / . 'a/ ku-"xl “ . __ . . . . , . “an” ' " -'$ - ° ~ v e é ' -. . . . m - ÍÉÍÍ se. , aüuué: ü '
  14. 14. l l x17'. "IL- É assim, é só necessário uma ideia e uma pessoa para mudar o mundo. Nunca dúvides disso. A tua influência e o teu conhecimento vão fazer com que aguentes a força da resistência e que comeces a impactar positivamente a vida das pessoas à tua volta. .. . i a: 217 'i q A t "fly , . .› Eiiiitíge. Ei_il_iÍ, E,, , _' lili”. L ; ;_. v__xiváyá_l›L_q: V 1 i ' live life s. Make a Difference r i . i "i › Desiruta avina e faz a niierença l Bm G-FmPEcmHRA-cu! !! j' T Obrigada e até à próxima! Vai ao nosso blog e Subscreve! Prezi z . 'me' t" , i ' . J
  15. 15. Terapia de C oque 7 “um, Prezi

×