Cd, ci e c oblíquo2

383 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cd, ci e c oblíquo2

  1. 1. 1COMPLEMENTO OBLÍQUO – MANUAL Entre Palavras 7, p. 203Didática: sugestões de trabalho para a sala de aulaEm direção ao complemento oblíquoPrimeiro passo - aprenderRecordar as noções de complemento direto e indireto, de verbo transitivo e de verbo intransitivo:COMPLEMENTO DIRETOIndica os verbos que necessitam de informação à direita, com uma X:Necessita NãonecessitaO Pedro caiu.O João viu.O meu cão fugiu.O teu primo terminou.Recordar a estrutura argumental dos verbos ver e terminar:Alguém vê alguém ou alguma coisa.Alguém termina alguma coisa.Identificar o complemento em falta – complemento direto.Completar, indicando qual o grupo frásico com função sintática de complemento direto:Grupo frásico com função sintáticade complemento diretoO João viu o gato. GN – o gatoO meu primo terminou este exame. GN – este examePronominalização dos complementos diretos - FUNDAMENTALO João viu-o.O meu primo terminou-o.COMPLEMENTO INDIRETOIndica os verbos que necessitam de informação à direita, com uma X:Necessita NãonecessitaO João telefonou.O gato miou.O menino tossiu.A menina obedeceu.
  2. 2. 2Recordar a estrutura argumental dos verbos telefonar e obedecer:Alguém telefona a alguém.Alguém obedece a alguém ou a alguma coisa.(Chamar a atenção para a preposição.)Identificar o complemento em falta – complemento indireto.Completar, indicando qual o grupo frásico com função sintática decomplemento direto:Grupo frásico com função sintáticade complemento indiretoO João telefonou a um amigo / aopai.GPrep – a um amigo / ao pai.A menina obedeceu à (a+a) mãe /às (a+as) instruções.GPrep – à mãe / às instruções.Pronominalização dos complementos indiretos - FUNDAMENTALO João telefonou-lhe.A menina obedeceu-lhe / obedeceu-lhes.Segundo passo - aprenderObserva as frases seguintes e diz quais os verbos que necessitam deinformação à direita, isto é, de complementos, com uma X:Necessita Não necessitaO Pedro viu.O João telefonou.O Carlos mora.O gato gosta.O cão ladrou.
  3. 3. 3Verificaste que todos necessitam, com exceção do último.Completa as frases atribuindo um complemento aos verbos:ComplementoO Pedro viu o lobo.João telefonou à mãe.O Carlos mora em Lisboa / lá.O gato gosta de bacalhau.Pronominaliza agora os complementos, quando for possível:Possível ImpossívelO Pedro viu-o. XO João telefonou-lhe. XO Carlos mora ------- XO gato gosta -------- XCONCLUI 1:1. em Lisboa ou lá são complementos do verbo morar porque são exigidos/ selecionados por esse verbo, sem eles a frase não teria sentido.O mesmo sucede com de bacalhau: o verbo gostar seleciona, exige umcomplemento, sem ele a frase não teria sentido.2. Estes complementos, AO CONTRÁRIO DOS COMPLEMENTOS DIRETOSEINDIRETOS, não se podem pronominalizar, não se podem substituir porpronomes pessoais, não é possível dizer mora-a, mora-lhe, gosta-o ougosta-lhe.3.É, portanto, um complemento novo, chama-se complemento oblíquo.CONCLUI 2:Verifica a que grupos frásicos pode corresponder este novocomplemento:Eu moro em Guimarães– GPrep.Eu moro lá – Gadv.
  4. 4. 4Eu gosto da minha mãe. – GPrep.O complemento oblíquo pode ser um grupo preposicional ou um grupoadverbial.Terceiro passo – aplicarIdentifica, nas frases seguintes, o complementooblíquo(CO)contrastando-o com o complemento indireto (CI); ambos sãogrupos preposicionais(GPrep). Observa o modelo:GPrep CO CIO João entregou o livro ao pai. ao pai XO meu primo reside em Beja. em Beja. XEu obedeci a todas as ordens. a todas as ordens. XEla vendeu ao meu primo umapartamento.ao meu primo XEu concordei com essa decisão. com essa decisão XEle simpatiza com esse clube. com esse clube XDistingue, nas frases seguintes, os grupos preposicionais (GPrep) dosgrupos adverbiais (GAdv) com função sintática de complemento oblíquo(CO):GPrep GAdv COEle já não mora aqui. aqui XEu conversei com a Maria. com a Maria XO Paulo gosta deste livro. teste livro XO João colocou o livro na estante. na estante XO Pedro colocou lá os cadernos. lá XEu emprestei os livros à Maria. ----------------- ----------------- --------------------
  5. 5. 5Nota: em verbos transitivos diretos e indiretos como colocar, cujaestrutura argumental é Alguémcolocaalguma coisaem algum sítio, não épossível pronominalizar o constituinte sintático obrigatório, GPrep, emalgumsítio– trata-se de um complemento oblíquo.Materiais didáticos da autoria de António José Vilas-Boas18.IV.2012

×