Pedagogia e Didática da Educação de Infância

1.431 visualizações

Publicada em

apresentação sobre pedagogia e didática no âmbito da educação de infância. painel sobre didática no âmbito do mestrado em supervisão pedagógica, ese de viseu, 2013

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pedagogia e Didática da Educação de Infância

  1. 1. A Educação de Infância e a(s) Didática(s): olhares, diálogos, piscares de olhos e outras interações Maria Pacheco Figueiredo ESEV - Mestrado Supervisão Pedagógica 2012/13 8 de março de 2013
  2. 2. Educação de Infância campo de prática resposta educativa a crianças dos 0 aos 6 anos (diferença entre países) instituições, profissionais, orientações, padrões de qualidade, parcerias, ... área de investigação estudo da praxis (ação educativa situada e contextualizada, com valores, teorias e ética a sustentar e argumentar decisões) agrega contributos de disciplinas focadas na infância
  3. 3. Educação de Infância Didática ?
  4. 4. Educação de InfânciaDidática preparação para a escola, associado uma ação educativa centrada no professor, formalizada e estanque porque focada em áreas de saber delimitadas caráter disciplinar, excessivamente compartimentado, e ligação a um tipo de ensino pouco diferenciador Marcon (2002) - comparação de três modelos de educação pré-escolar em termos de impacto no sucesso escolar posterior: “teacher-centered“ “more formalized” “instruction” “narrowly focused, externally imposed curriculum” “academically directed approach”
  5. 5. Educação de InfânciaDidática Shumow e Daniels (2003) - discussão do papel da psicologia do desenvolvimento na formação e práticas de educadores de infância: integrada nas teorias comportamentalistas (behaviorist, no original) equivalente ao uso de instrução direta e de livros de atividades
  6. 6. Educação de InfânciaDidática conotação negativa, má reputação (Hamilton, 1999) uso limitado do termo nos contextos anglo-saxónicos (Hamilton, 1999; Hudson, 2007) desconhecimento/confusão entre diferentes tradições de didática (Hopmann, 2007)
  7. 7. Educação de InfânciaDidática formas distintas de conceber a resposta educativa à infância (OECD Directorate of Education, 2006) pedagogia social escola infantil
  8. 8. Educação de InfânciaDidática pedagogia social currículo desenvolvido ao nível das instituições, baseado em orientações gerais foca a criança holisticamente, desenvolvendo uma pedagogia baseada no jogo, ativa e experimental enfâse no espaço exterior e na relação com a comunidade (prevalecente nos países nórdicos e no leste da Europa) escola infantil currículo fornecido por uma autoridade central foco na preparação para a escolaridade formal - maior diretividade por parte do educador de infância e maior restrição da atividade da criança preocupação em avaliar a criança em relação ao desempenho em metas especificadas, normalmente focadas em dimensões cognitivas (prevalecente em países como Austrália, Estados Unidos da América, Bélgica, França, Irlanda, Coreia, México e Holanda) (OECD Directorate of Education, 2006)
  9. 9. Educação de InfânciaDidática cisão entre educação e cuidado? recusa da ideia de ensino? - maior proximidade com o conceito de desenvolvimento (Genishi, Ryan, & Yarnall, 2001) - afirmação da especificidade do trabalho realizado (Katz & Goffin, 1990; Oliveira-Formosinho, 2001) A qualidade na Educação de Infância relaciona-se com formas de prática em que os educadores articulam aprendizagem social e cognitiva, perspetivando-os como complementares e igualmente importantes (Bennett, 2004; Fleer, 2011; Siraj-Blatchford, 2010)
  10. 10. Educação de InfânciaDidática formas distintas de conceber a resposta educativa à infância (OECD Directorate of Education, 2006) pedagogia social escola infantil
  11. 11. Educação de InfânciaDidática articulação entre abordagens focadas no bem-estar e envolvimento das crianças em atividades escolhidas e conduzidas pela sua iniciativa com abordagens em que as propostas dos adultos e a sua intervenção na atividade das crianças são valorizadas
  12. 12. Educação de InfânciaDidática
  13. 13. Educação de InfânciaDidática Praxis como fluída e dinâmica Construída nas interações Complexa, densa
  14. 14. Educação de InfânciaDidática
  15. 15. Educação de InfânciaDidática “ilustre álbum de família” ~ herança pedagógica rica Recentes construções: Pedagogia de Infância (Oliveira-Formosinho, Siraj-Blatchford, Moyles, Folque, Rockel) Pedagogia de Educação Pré-Escolar (Cardona) Didática de Educação de Infância (Pramling & Pramling-Samuelsson)
  16. 16. Educação de InfânciaDidática
  17. 17. Educação de InfânciaDidática Pedagogia/didática como... ações, técnicas e estratégias que promovem aprendizagem na Educação de Infância (que fornecem oportunidades para a construção de conhecimento, competências, atitudes e disposições) trabalho de bastidores + interações pedagógicas
  18. 18. Educação de InfânciaDidática Trabalho de bastidores: 1. organização de ambientes de aprendizagem (estruturas físicas, funcionais, relacionais, sociais, linguísticas, simbólicas, etc.) - sala e instituição 2. proporcionar e apoiar escolhas e iniciativa da criança (agência) 3. proporcionar espaço, tempo e estrutura relacional e emocional para brincar 4. conceber educação das crianças em relação com a família e a comunidade
  19. 19. Educação de InfânciaDidática - conteúdo da aprendizagem (o currículo) pode estar mais ou menos implícito no ambiente - recursos materiais (brinquedos, mobília e materiais), atividades, interações sociais e ambientes que são oferecidos às crianças definem as oportunidades e as limitações da sua aprendizagem - contexto cultural e linguístico de imersão influencia o que é aprendido os educadores de infância podem simplesmente reconhecer todas estas influências ou escolher organizá-las e geri-las ativamente, através da sua Pedagogia (Siraj-Blatchford et al., 2002)
  20. 20. Educação de InfânciaDidática Interações pedagógicas envolvimento da criança e do adulto em atividades conjuntas, com implicação cognitiva (coconstrutiva) - ouvir, modelar, explicar, questionar, orientar o interesse... - sem que o adulto domine o pensamento da criança - intersubjetividade, articulação, expansão de reportório Conceitos que descrevem interação/encontro educativo: Sustained shared thinking (Siraj-Blatchford) Scaffolding (Wood, Bruner & Ross) Participação guiada (Rogoff)
  21. 21. Educação de InfânciaDidática Pedagogia/didática como... reconhecimento de uma ética de cuidado ('care' e 'caring') “educar e cuidar são funções que se articulam e complementam visando o desenvolvimento de respostas educativas de qualidade” (Cardona, 2008, p. 138) a pedagogia “é uma relação, uma rede de compromissos e obrigações... (na qual) a condição do ato pedagógico é uma infinita atenção ao Outro” (Readings, 1996, cit. por Vasconcelos, 2003)
  22. 22. Educação de InfânciaDidática ética de cuidado ('care' e 'caring') a atenção ao outro, o reconhecimento de uma interdependência moral, a integridade e reciprocidade da relação entre criança e adulto conduzindo à decisão em circunstâncias específicas, são fundamentos necessários ao desenvolvimento da atividade pedagógica (Noddings, 2005) globalidade e vulnerabilidade da criança na educação de infância (Katz & Goffin, 1996; Oliveira-Formosinho, 2001; Vasconcelos, 2003)
  23. 23. Educação de InfânciaDidática Pedagogia/didática como... articulação entre a ação de ensinar e a capacidade de pensar, refletir e falar sobre ensinar, que permite implementar o currículo de forma relevante what practitioners actually DO and THINK and the principles, theories, perceptions and challenges that inform and shape it (Moyles et al., 2002) saberes que se constroém na ação situada, em articulação com as conceções teóricas e com as crenças e os valores, numa triangulação interativa e constantemente renovada (Oliveira-Formosinho, 2007)
  24. 24. Educação de InfânciaDidática aprendente / criança professor / adultoconteúdo / saberes Herbart, séc. XIX
  25. 25. Educação de InfânciaDidática aprendente / criança professor / adultoconteúdo / saberes Herbart, séc. XIX ?
  26. 26. Educação de InfânciaDidática o papel dos saberes que permeiam os contextos sociais e materiais a que se faz referência é normalmente colocado em segundo plano
  27. 27. Educação de InfânciaDidática estudos recentes sobre o conhecimento das crianças, em termos semânticos ou conteúdinais e não apenas estruturais ou processuais revelam que as crianças constróem núcleos de crenças e distrinções sistemáticas em domínios específicos do saber (Cullen, 2005) estudos de Pramling (1983, 1990) sobre conceções acerca do aprender de crianças em idade pré-escolar revelam que a sua aprendizagem pode constituir uma compreensão coerente de um corpo de conhecimento que integra o saber sobre (conteúdo) e o saber como aprender (processo)
  28. 28. Educação de InfânciaDidática Natureza espontânea, situada e responsiva da intervenção do adulto tendo em vista a promoção de aprendizagem pelas crianças “The commonly informal, play-based nature of Western early childhood teaching makes it particularly pertinent to understand the range of knowledge that teachers draw on in their curricular and pedagogical decision-making” (Hedges, 2012, p. 7).
  29. 29. Educação de InfânciaDidática a ausência ou inadequação de conhecimento de uma determinada área do currículo por parte dos educadores pode prejudicar a aprendizagem das crianças por conduzir a oportunidades que não foram exploradas (Siraj-Blatchford et al., 2002, p. 68) a segurança sentida nesse âmbito conduz a uma maior probabilidade de reconhecimento e potenciação de aprendizagem nas experiências de jogo das crianças (Anning & Edwards, 1999, cit. por Hedges, 2012, p. 59)
  30. 30. Educação de InfânciaDidática An increased focus on subject content learning is not incompatible with early childhood pedagogy and philosophy, particularly if the content relates to children’s interests. (...) The sociocultural view of children as capable and competent, the central mediating role of dialogue, and the intersubjective nature of the reciprocal and responsive relationships highlighted in early childhood pedagogy support an argument that purposeful teaching and learning occurs when teachers’ subject knowledge contributes to appropriate pedagogical strategies and meaningful learning experiences for children (Hedges & Cullen, 2005, p. 77)
  31. 31. Educação de InfânciaDidática O que é entendido como conhecimento? Como é escolhido o objeto de aprendizagem? Como é apoiada a construção de conhecimento pela criança? Oliveira-Formosinho e Formosinho (2011, p. 14) rejeitam “saberes considerados essenciais e imutáveis”, conduzindo a “memorização dos conteúdos e sua reprodução fiel como cerne da atividade educativa”
  32. 32. Educação de InfânciaDidática Didaktik (Alemanha e países nórdicos) não se trata de transportar conhecimento: - da sociedade para o aprendente, - nem da disciplina científica para a escola, mas sim de usar o conhecimento como ferramenta potenciadora de transformação que permita ao indivíduo construir-se subjetiva e intersubjetivamente (Bildung) conhecer como participação ou forma de interação (Lave & Wenger, 1991) e processo de construção de sentido que é social e comunicativo na sua natureza (Vygostky, 1978)
  33. 33. Educação de InfânciaDidática importância de perspetivar ou concetualiar de formas distintas e relevantes os fenómenos objeto de aprendizagem (vs. ideia objetiva e monolítica de conhecimento e formas de conhecer) situação de aprendizagem permite à criança coordenar ou articular as suas perspetivas com as apresentadas pelo adulto (alargar o reportório de interpretações de um mesmo fenómeno para diferentes propósitos e diferentes situações) respeitar as ideias das crianças, ampliando o seu conhecimento vs. mostrar à criança 'como as coisas são' para que ela possa compreender o fenómeno exclusivamente dessa maneira
  34. 34. Educação de InfânciaDidática didática situa-se no encontro, interação e comunicação, entre educador e criança, não podendo ser limitada à ação de ensinar do adulto nem à descoberta realizada pela criança autonomamente “didactics does not stand for instruction, but rather for a professional approach, where the focus is on children making sense of different aspects of the world around them in interaction and communication with other children and with a teacher skilled in getting children to think, talk and express their ideas” (Pramling-Samuelsson & Sheridan, 2010, p. 224).
  35. 35. Oo Os professores marcam frequentemente os seus alunos, mas raramente deixam uma marca na profissão. "Teachers often leave a mark on their students, but they seldom leave a mark on their profession“ (Wolfe, 1989, cit. por Johnson, 1993)
  36. 36. Oo As crianças podem dar-nos a força da dúvida e a coragem do erro, do desconhecido. Podem transmitir-nos a alegria de procurar e pesquisar... o valor da investigação. “Children can give us the strength of doubt and the courage of error, of the unknown. They can transmit to us the joy of searching and researching . . . the value of research” (Rinaldi, 2003, p. 2).
  37. 37. Muito obrigada! Maria Pacheco Figueiredo Escola Superior de Educação de Viseu Oo mariapfigueiredo@gmail.com

×