Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm.
Industrial
22 de janeiro de 1942
O SENAI surgiu para suprir a uma necessidade: a
formação de profissionais qualificados para a
indúst...
Ao fim da década de 1950
O SENAI veio a ser exemplo de inovação e qualidade
como formadores de profissionais, tornando-se ...
Nos anos 1960
o SENAI investiu em cursos sistemáticos de
formação..
Na crise econômica da década de 1980, o SENAI
notou o ...
Anos 1990
Com o apoio técnico e financeiro de instituições
da Alemanha, Canadá, Japão, França, Itália e
EUA, o SENAI chego...
• 797 unidades operacionais, entre fixas e
móveis, distribuídas por todo o País;
• 2.900 cursos de formação profissional;
...
Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm.
Industrial
Junto ao avanço tecnologico vem as diversas
dúvidas…
As máquinas irão substituir os homens?
O meio ambiente irá existir no...
X
As máquinas tem a função de auxiliar e facilitar a vida do ser
humano, porém, a sociedade precisa aprender a lidar com o...
X
Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm.
Industrial
O desafio é redirecionar as concepções
atualmente existentes em no...
Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm.
Industrial
Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm.
Industrial
SENAI 60 anos - Futuro da Indústria por Andressa Moraes Gevaerd
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SENAI 60 anos - Futuro da Indústria por Andressa Moraes Gevaerd

726 visualizações

Publicada em

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
726
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
179
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SENAI 60 anos - Futuro da Indústria por Andressa Moraes Gevaerd

  1. 1. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  2. 2. 22 de janeiro de 1942 O SENAI surgiu para suprir a uma necessidade: a formação de profissionais qualificados para a indústria de base. Sendo assim, obviamente sem educação profissional não existiria desenvolvimento industrial para o País. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  3. 3. Ao fim da década de 1950 O SENAI veio a ser exemplo de inovação e qualidade como formadores de profissionais, tornando-se modelo para a criação de instituições similares na Venezuela, Chile, Argentina e Peru. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  4. 4. Nos anos 1960 o SENAI investiu em cursos sistemáticos de formação.. Na crise econômica da década de 1980, o SENAI notou o movimento de alteração econômica e decidiu investir em tecnologia e no desenvolvimento de seu corpo técnico. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  5. 5. Anos 1990 Com o apoio técnico e financeiro de instituições da Alemanha, Canadá, Japão, França, Itália e EUA, o SENAI chegou ao início dos anos 1990 pronto para controlar a indústria brasileira no campo da tecnologia. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  6. 6. • 797 unidades operacionais, entre fixas e móveis, distribuídas por todo o País; • 2.900 cursos de formação profissional; • 126.470 serviços técnicos e tecnológicos; • 48 parcerias com 29 países e 1 organismo internacional; • Capacitação de 3.654 pessoas no Brasil por peritos internacionais. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  7. 7. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  8. 8. Junto ao avanço tecnologico vem as diversas dúvidas… As máquinas irão substituir os homens? O meio ambiente irá existir no meio de tantas indústrias? Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  9. 9. X As máquinas tem a função de auxiliar e facilitar a vida do ser humano, porém, a sociedade precisa aprender a lidar com os novos recursos tecnológicos.. A tecnologia é algo que esta em constante evolução, que traz benefícios para sociedade... Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  10. 10. X Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial O desafio é redirecionar as concepções atualmente existentes em novas formas de pensar e agir, adaptando as tecnologias existentes e as futura.. A tendência é que cada vez mais a indústria da tecnologia seja conduzida a um caminho de desperdício mínimo e com maior eficiência energética
  11. 11. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial
  12. 12. Andressa Gevaerd e Lucas Alflen - Ass Adm. Industrial

×