SlideShare uma empresa Scribd logo
O Âmbar, desde a antiguidade encantou e continua encantando as pessoas como jóia rara. Na natureza, o Âmbar é uma resina de árvore fossilizada. As árvores que produziram Âmbar viveram há  milhões de anos. As resinas  que estas árvores produziram funcionavam como proteção contra as bactérias e contra os insetos que perfuravam sua madeira. Com o passar do tempo, essa resina foi perdendo água e ar, e as substâncias orgânicas que as constituíam sofreram o que os químicos chamam de polimerização. A resina endureceu e se transformou naquilo que conhecemos como Âmbar.  O Âmbar é o melhor exemplo de estabilidade e longevidade de um polímero.
Ambar é um sistema adesivo convencional de dois passos (5ª geração), cuja fórmula foi desenvolvida para garantir a adequada penetração dos monômeros nas fibras colágenas da dentina úmida desmineralizada. Depois de polimerizado, Ambar gera um filme adesivo estável e resistente, contribuindo para sua  longevidade clínica. A presença de nanopartículas na composição contribui para o aumento da resistência mecânica e estabilidade química do filme adesivo polimerizado. Adicionalmente, as características químicas de Ambar garantem adequada polimerização do produto em superfícies úmidas como a dentina. Ambar, segurança e longevidade para suas restaurações.
BONS MOTIVOS PARA VOCÊ USAR AMBAR ELEVADA RESISTÊNCIA ADESIVA: comparável aos melhores sistemas adesivos do mercado. FACILIDADE DE APLICAÇÃO:viscosidade adequada e filme adesivo visível clinicamente. TESTADO E VALIDADO Laboratorial e Clinicamente ContémNANOPARTÍCULAS de sílica que conferem maior estabilidade e resistência coesiva ao filme adesivo SENSIBILIDADE PÓS-OPERATÓRIA TESTADA. Avaliações  clínicas de diversos cirurgiões dentistas  relatam ausência de sensibilidade pós-operatória. POLIMERIZAÇÃO EFICAZ, mesmo em ambiente úmido, dando resistência e longevidade à união Solvente: ETANOL. Possui composição de monômeros e solvente balanceada, conferindo elevada afinidade pela dentina e perfeita formação de camada híbrida.Os cirurgiões dentistas  relatam ausência de sensibilidade pós-operatória.
RESISTÊNCIA DE UNIÃO (MPa) POR MICROTRAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS ADESIVOS SOBRE DENTINA. Ensaios laboratoriais de tração, cisalhamento e, mais recentemente, microtração têm sido descritos na literatura como os mais representativos para quantificar a resistência adesiva, tanto em dentina quanto em esmalte. Isto porque o sucesso clínico de uma restauração depende da capacidade do adesivo em manter a qualidade da camada híbrida na interface de união, característica diretamente associada à força de adesão. A equipe do Dr. Loguercio e Dra. Reis avaliou a resistência adesiva por microtração mediada por Ambar (FGM) unindo material restaurador (resina composta Opallis) à dentina humana. Pode-se observar que Ambar (FGM) obteve média de resistência adesiva estatisticamente semelhante à de seus principais concorrentes e superior ao Stae (SDI). Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E EM IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano. Veja os longos tags formados por Ambar, denotando elevada afinidade pela dentina. Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano. Imagem em maior aumento: note a capacidade de Ambar em preencher as anastomoses. A camada híbrida se mostra intacta mesmo após desafio em solução de ácido clorídrico e hipoclorito de sódio.  Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano, após desafio por termociclagem (20.000 ciclos, 5o C / 55o C): Observe a excelente qualidade da camada híbrida, mesmo após desafio por termociclagem (20.000 ciclos térmicos).  Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
AMBAR: SEGURANÇA CLÍNICA, SEM MEDO DA NANOINFILTRAÇÃO Em estudo comparando a nanoinfiltração dos principais sistemas adesivos, Ambar mostrou-se eficaz e equivalente aos melhores sistemas do mercado. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
VEJA A AUSÊNCIA DE NANOINFILTRAÇÃO NA CAMADA ADESIVA GERADA POR AMBAR. Imagem   de   microscopia   eletrônica    de  varredura  (MEV)  da camada híbrida  formada por Ambar (FGM) sobre   dentina   humana após desafio  térmico  (20.000  ciclos 5/55oC)  e  avaliada  quanto  a nanoinfiltração. Resina Camada Híbrida Dentina Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
EFICÁCIA CLÍNICA COMPROVADA Veja o elevado desempenho de Ambar na avaliação clínica 97,1 % DAS RESTAURAÇÕES COM AMBAR, APÓS 6 MESES, MANTIVERAM-SE ESTÁVEIS E SEM NECESSIDADE DE REPARO. 91,4% das restaurações com AdperSingle Bond 2, após 6 meses, mantiveram-se estáveis e sem necessidade de reparo. Estudo clínico conduzido por Dr . Alessandro Loguércio, Dra. Alessandra Reis, Dra. Letícia Ferri e Dra. Thays Costa  - Universidade Estadual de Ponta Grossa  - PR em lesões cervicais não cariosas. O estudo completo está publicado no Perfil Técnico de Ambar, disponível no site www.fgm.ind.br.
AVALIAÇÃO CLÍNICA - Imagem mostra  a qualidade da restauração após 6 meses. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
SENSIBILIDADE PÓS-OPERATÓRIA TESTADA: Avaliações  clínicas de diversos cirurgiões dentistas  relatam ausência de sensibilidade pós-operatória. O equilíbrio da composição química de Ambar garante a excelente qualidade de polimerização, impedindo a liberação de substâncias capazes causarem a sensibilidade, além da formação de uma boa camada adesiva, com tags longos e volumosos formados por um polímero estável. Veja a excelente qualidade do polímero gerado por Ambar. Resistência Coesiva (MPa) de diferentes adesivos dentinários. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
Produto desenvolvido com o apoio da:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cimento de ionômero de vidro
Cimento de ionômero de vidroCimento de ionômero de vidro
Cimento de ionômero de vidro
profguilhermeterra
 
Resina composta anteriores
Resina composta   anterioresResina composta   anteriores
Resina composta anteriores
Dr.João Calais.:
 
Resinas compostas
Resinas compostasResinas compostas
Resinas compostas
Regis Valentim
 
Sistemas Adesivos
Sistemas Adesivos Sistemas Adesivos
Sistemas Adesivos
DidaticaMPCO
 
Restaurações posteriores em resinas compostas
Restaurações posteriores em resinas compostasRestaurações posteriores em resinas compostas
Restaurações posteriores em resinas compostas
profguilhermeterra
 
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringelProteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
Camilla Bringel
 
Proteção do complexo dentino-pulpar
Proteção do complexo dentino-pulparProteção do complexo dentino-pulpar
Proteção do complexo dentino-pulpar
profguilhermeterra
 
Materiais odontologicos
Materiais odontologicosMateriais odontologicos
Materiais odontologicos
Regis Valentim
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Guilherme Terra
 
ClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
ClassificaçãO E Tipos De Implantes AlunosClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
ClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
adrianacarrazoni
 
4 - materiais de moldagem
 4 - materiais de moldagem 4 - materiais de moldagem
4 - materiais de moldagem
Euber E Silmara
 
Cimento de ionômero de vidro 2012 1
Cimento de ionômero de vidro 2012 1Cimento de ionômero de vidro 2012 1
Cimento de ionômero de vidro 2012 1
Guilherme Terra
 
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina CompostaResin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
Eduardo Souza-Junior
 
Aplicando a Biomimética
Aplicando a BiomiméticaAplicando a Biomimética
Aplicando a Biomimética
Odontologia
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Guilherme Terra
 
ionômero de vidro
ionômero de vidroionômero de vidro
ionômero de vidro
Alexandre Paim
 
Materiais dentários em odontopediatria
Materiais dentários em odontopediatriaMateriais dentários em odontopediatria
Materiais dentários em odontopediatria
Flavio Salomao-Miranda
 

Mais procurados (17)

Cimento de ionômero de vidro
Cimento de ionômero de vidroCimento de ionômero de vidro
Cimento de ionômero de vidro
 
Resina composta anteriores
Resina composta   anterioresResina composta   anteriores
Resina composta anteriores
 
Resinas compostas
Resinas compostasResinas compostas
Resinas compostas
 
Sistemas Adesivos
Sistemas Adesivos Sistemas Adesivos
Sistemas Adesivos
 
Restaurações posteriores em resinas compostas
Restaurações posteriores em resinas compostasRestaurações posteriores em resinas compostas
Restaurações posteriores em resinas compostas
 
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringelProteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
Proteção complexo dentino pulpar- camilla bringel
 
Proteção do complexo dentino-pulpar
Proteção do complexo dentino-pulparProteção do complexo dentino-pulpar
Proteção do complexo dentino-pulpar
 
Materiais odontologicos
Materiais odontologicosMateriais odontologicos
Materiais odontologicos
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
 
ClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
ClassificaçãO E Tipos De Implantes AlunosClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
ClassificaçãO E Tipos De Implantes Alunos
 
4 - materiais de moldagem
 4 - materiais de moldagem 4 - materiais de moldagem
4 - materiais de moldagem
 
Cimento de ionômero de vidro 2012 1
Cimento de ionômero de vidro 2012 1Cimento de ionômero de vidro 2012 1
Cimento de ionômero de vidro 2012 1
 
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina CompostaResin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
Resin composite - Restauração Classe IV - Resina Composta
 
Aplicando a Biomimética
Aplicando a BiomiméticaAplicando a Biomimética
Aplicando a Biomimética
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
 
ionômero de vidro
ionômero de vidroionômero de vidro
ionômero de vidro
 
Materiais dentários em odontopediatria
Materiais dentários em odontopediatriaMateriais dentários em odontopediatria
Materiais dentários em odontopediatria
 

Destaque

Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas CompostasAdesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
profguilhermeterra
 
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
Guilherme Terra
 
Trabalho ensaios
Trabalho ensaiosTrabalho ensaios
Trabalho ensaios
EMERSON FERRARI
 
Adesão à superfície de esmalte clareado
Adesão à superfície de esmalte clareadoAdesão à superfície de esmalte clareado
Adesão à superfície de esmalte clareado
mauronunes2011
 
Máquina de Ensaios Emic
Máquina de Ensaios EmicMáquina de Ensaios Emic
Máquina de Ensaios Emic
kaposi
 
Resistência dos Materiais II
Resistência dos Materiais IIResistência dos Materiais II
Resistência dos Materiais II
Ana Cristina Vieira
 
Aula 1 ensaios mecânicos e end - introdução
Aula 1   ensaios mecânicos e end - introduçãoAula 1   ensaios mecânicos e end - introdução
Aula 1 ensaios mecânicos e end - introdução
Alex Leal
 
Relatório ensaios mecânicos final
Relatório ensaios mecânicos finalRelatório ensaios mecânicos final
Relatório ensaios mecânicos final
PyetroC
 
Mecsolos
MecsolosMecsolos
Aula+09 mm ensaios+mecânicos
Aula+09 mm ensaios+mecânicosAula+09 mm ensaios+mecânicos
Aula+09 mm ensaios+mecânicos
Rafaella Cruz Ferreira
 
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
Guilherme Terra
 
Cisalhamento
CisalhamentoCisalhamento
Cisalhamento
Ammandawendy
 
Ensaio de cisalhamento direto
Ensaio de cisalhamento diretoEnsaio de cisalhamento direto
Ensaio de cisalhamento direto
Ezequiel Borges
 
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
Prof Dr. Marco Versiani
 
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
Prof Dr. Marco Versiani
 
Cinética de absorção farmacologia
Cinética de absorção farmacologiaCinética de absorção farmacologia
Cinética de absorção farmacologia
Andrey santin
 
Metais propriedades mecânicas
Metais   propriedades mecânicasMetais   propriedades mecânicas
Metais propriedades mecânicas
damartini
 
Aula 3 ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
Aula 3   ensaios mecânicos e end - ensaio de compressãoAula 3   ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
Aula 3 ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
Alex Leal
 
Aula 2 ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
Aula 2   ensaios mecânicos e end - ensaio de traçãoAula 2   ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
Aula 2 ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
Alex Leal
 
Ensaio de materiais
Ensaio de materiaisEnsaio de materiais
Ensaio de materiais
Gustavo Abreu
 

Destaque (20)

Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas CompostasAdesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
Adesivos dentinários e Restaurações Anteriores em Resinas Compostas
 
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
Adesivos odontológicos e fatores de contração 2012 1
 
Trabalho ensaios
Trabalho ensaiosTrabalho ensaios
Trabalho ensaios
 
Adesão à superfície de esmalte clareado
Adesão à superfície de esmalte clareadoAdesão à superfície de esmalte clareado
Adesão à superfície de esmalte clareado
 
Máquina de Ensaios Emic
Máquina de Ensaios EmicMáquina de Ensaios Emic
Máquina de Ensaios Emic
 
Resistência dos Materiais II
Resistência dos Materiais IIResistência dos Materiais II
Resistência dos Materiais II
 
Aula 1 ensaios mecânicos e end - introdução
Aula 1   ensaios mecânicos e end - introduçãoAula 1   ensaios mecânicos e end - introdução
Aula 1 ensaios mecânicos e end - introdução
 
Relatório ensaios mecânicos final
Relatório ensaios mecânicos finalRelatório ensaios mecânicos final
Relatório ensaios mecânicos final
 
Mecsolos
MecsolosMecsolos
Mecsolos
 
Aula+09 mm ensaios+mecânicos
Aula+09 mm ensaios+mecânicosAula+09 mm ensaios+mecânicos
Aula+09 mm ensaios+mecânicos
 
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
Revisão em técnicas restauradoras e adesividade 2012 1
 
Cisalhamento
CisalhamentoCisalhamento
Cisalhamento
 
Ensaio de cisalhamento direto
Ensaio de cisalhamento diretoEnsaio de cisalhamento direto
Ensaio de cisalhamento direto
 
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 2
 
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
PhD Thesis Defence Prof. Dr. Marco Versiani Part 1
 
Cinética de absorção farmacologia
Cinética de absorção farmacologiaCinética de absorção farmacologia
Cinética de absorção farmacologia
 
Metais propriedades mecânicas
Metais   propriedades mecânicasMetais   propriedades mecânicas
Metais propriedades mecânicas
 
Aula 3 ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
Aula 3   ensaios mecânicos e end - ensaio de compressãoAula 3   ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
Aula 3 ensaios mecânicos e end - ensaio de compressão
 
Aula 2 ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
Aula 2   ensaios mecânicos e end - ensaio de traçãoAula 2   ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
Aula 2 ensaios mecânicos e end - ensaio de tração
 
Ensaio de materiais
Ensaio de materiaisEnsaio de materiais
Ensaio de materiais
 

Semelhante a Ambar. Sistema Adesivo para Esmalte e Dentina.

Restaurações semidiretas em nonoceramicas
Restaurações semidiretas em nonoceramicasRestaurações semidiretas em nonoceramicas
Restaurações semidiretas em nonoceramicas
Nágila Fernandes
 
Metodos para diminuir infiltracoes marginais
Metodos para diminuir infiltracoes marginaisMetodos para diminuir infiltracoes marginais
Metodos para diminuir infiltracoes marginais
Anderson Almeida
 
metodos para diminuir a infiltração marginal
 metodos para diminuir a infiltração marginal metodos para diminuir a infiltração marginal
metodos para diminuir a infiltração marginal
Anderson Almeida
 
Sistemas cerâmicos livres de metal
Sistemas cerâmicos livres de metalSistemas cerâmicos livres de metal
Sistemas cerâmicos livres de metal
Thaline Eveli Martins
 
Tema6
Tema6Tema6
Ensaios no caroá
Ensaios no caroáEnsaios no caroá
Ensaios no caroá
Fabiano Pinheiro de Amorim
 
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamenteAbordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
DidaticaMPCO
 
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científicaPilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
GSD Academy
 
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdfLaminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
Amerident
 
Tratamentos biomimeticos 20 frames
Tratamentos biomimeticos   20 framesTratamentos biomimeticos   20 frames
Tratamentos biomimeticos 20 frames
baleiao74
 
Bulk filll
Bulk filllBulk filll
Laminados cerâmicos - Artigo clínico
Laminados cerâmicos - Artigo clínicoLaminados cerâmicos - Artigo clínico
Laminados cerâmicos - Artigo clínico
Eduardo Souza-Junior
 
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
Ana Catarina Bentes
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas Provisórias
Leidy Any
 
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
Felipe Dantas
 
Base treinamentos gutierre-third november
Base treinamentos gutierre-third novemberBase treinamentos gutierre-third november
Base treinamentos gutierre-third november
Carlos Soares
 
painel inic 1.ppt
painel inic 1.pptpainel inic 1.ppt
painel inic 1.ppt
FabianoMalafaia
 
11546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
11546 texto do artigo-36939-1-10-2017071011546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
11546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
LucianoArajo19
 
Gerke
GerkeGerke
Artigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-nArtigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-n
Marcelo Januzzi Santos .`.
 

Semelhante a Ambar. Sistema Adesivo para Esmalte e Dentina. (20)

Restaurações semidiretas em nonoceramicas
Restaurações semidiretas em nonoceramicasRestaurações semidiretas em nonoceramicas
Restaurações semidiretas em nonoceramicas
 
Metodos para diminuir infiltracoes marginais
Metodos para diminuir infiltracoes marginaisMetodos para diminuir infiltracoes marginais
Metodos para diminuir infiltracoes marginais
 
metodos para diminuir a infiltração marginal
 metodos para diminuir a infiltração marginal metodos para diminuir a infiltração marginal
metodos para diminuir a infiltração marginal
 
Sistemas cerâmicos livres de metal
Sistemas cerâmicos livres de metalSistemas cerâmicos livres de metal
Sistemas cerâmicos livres de metal
 
Tema6
Tema6Tema6
Tema6
 
Ensaios no caroá
Ensaios no caroáEnsaios no caroá
Ensaios no caroá
 
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamenteAbordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
Abordagens conservadoras para reabilitação de dentes tratados endodonticamente
 
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científicaPilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
Pilares de zircónia em reabilitações implanto-suportadas: evidência científica
 
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdfLaminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
Laminados ceramicos - Passo a passo para o clinico - Ronaldo Hirata - NOVO.pdf
 
Tratamentos biomimeticos 20 frames
Tratamentos biomimeticos   20 framesTratamentos biomimeticos   20 frames
Tratamentos biomimeticos 20 frames
 
Bulk filll
Bulk filllBulk filll
Bulk filll
 
Laminados cerâmicos - Artigo clínico
Laminados cerâmicos - Artigo clínicoLaminados cerâmicos - Artigo clínico
Laminados cerâmicos - Artigo clínico
 
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
Desgaste de Materiais Dentários de Restauro Direto_1
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas Provisórias
 
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
EFEITO DO POLIFENOL EPIGALOCATEQUINA-3-GALATO A 0,1% NA RESISTÊNCIA DE UNIÃO ...
 
Base treinamentos gutierre-third november
Base treinamentos gutierre-third novemberBase treinamentos gutierre-third november
Base treinamentos gutierre-third november
 
painel inic 1.ppt
painel inic 1.pptpainel inic 1.ppt
painel inic 1.ppt
 
11546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
11546 texto do artigo-36939-1-10-2017071011546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
11546 texto do artigo-36939-1-10-20170710
 
Gerke
GerkeGerke
Gerke
 
Artigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-nArtigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-n
 

Mais de FGM Produtos Odontológicos

Apresentação FGM Fundecto
Apresentação FGM FundectoApresentação FGM Fundecto
Apresentação FGM Fundecto
FGM Produtos Odontológicos
 
Fgm News 13_BR
Fgm News 13_BRFgm News 13_BR
Folder Português Orthocem.,
Folder Português Orthocem., Folder Português Orthocem.,
Folder Português Orthocem.,
FGM Produtos Odontológicos
 
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
FGM Produtos Odontológicos
 
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
FGM Produtos Odontológicos
 
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
FGM Produtos Odontológicos
 
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and DentinFolder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
FGM Produtos Odontológicos
 
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y DentinaFolder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
FGM Produtos Odontológicos
 
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo PortuguêsWhiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
FGM Produtos Odontológicos
 
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo EspañolWhiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
FGM Produtos Odontológicos
 
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
FGM Produtos Odontológicos
 

Mais de FGM Produtos Odontológicos (11)

Apresentação FGM Fundecto
Apresentação FGM FundectoApresentação FGM Fundecto
Apresentação FGM Fundecto
 
Fgm News 13_BR
Fgm News 13_BRFgm News 13_BR
Fgm News 13_BR
 
Folder Português Orthocem.,
Folder Português Orthocem., Folder Português Orthocem.,
Folder Português Orthocem.,
 
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
Folder Comercial_Espanhol. Desensibilize NanoP. Pasta Desensibilizante y Remi...
 
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
Folder Comercial_English. Desensibilize NanoP. Desensitizing and Remineralizi...
 
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
Folder Comercial_Português. Desensibilize NanoP. Pasta Dessensibilizante e Re...
 
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and DentinFolder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
Folder Comercial_English - AMBAR. Adhesive System for Enamel and Dentin
 
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y DentinaFolder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
Folder Comercial_Espanhol - AMBAR. Sistema Adhesivo para Esmalte y Dentina
 
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo PortuguêsWhiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
Whiteness Clareamento Dental - Catálogo Português
 
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo EspañolWhiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
Whiteness Blanqueamiento Dental - Catálogo Español
 
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
Nano P. Dessensibilizante e Remineralizante.
 

Ambar. Sistema Adesivo para Esmalte e Dentina.

  • 1.
  • 2. O Âmbar, desde a antiguidade encantou e continua encantando as pessoas como jóia rara. Na natureza, o Âmbar é uma resina de árvore fossilizada. As árvores que produziram Âmbar viveram há milhões de anos. As resinas que estas árvores produziram funcionavam como proteção contra as bactérias e contra os insetos que perfuravam sua madeira. Com o passar do tempo, essa resina foi perdendo água e ar, e as substâncias orgânicas que as constituíam sofreram o que os químicos chamam de polimerização. A resina endureceu e se transformou naquilo que conhecemos como Âmbar. O Âmbar é o melhor exemplo de estabilidade e longevidade de um polímero.
  • 3. Ambar é um sistema adesivo convencional de dois passos (5ª geração), cuja fórmula foi desenvolvida para garantir a adequada penetração dos monômeros nas fibras colágenas da dentina úmida desmineralizada. Depois de polimerizado, Ambar gera um filme adesivo estável e resistente, contribuindo para sua longevidade clínica. A presença de nanopartículas na composição contribui para o aumento da resistência mecânica e estabilidade química do filme adesivo polimerizado. Adicionalmente, as características químicas de Ambar garantem adequada polimerização do produto em superfícies úmidas como a dentina. Ambar, segurança e longevidade para suas restaurações.
  • 4. BONS MOTIVOS PARA VOCÊ USAR AMBAR ELEVADA RESISTÊNCIA ADESIVA: comparável aos melhores sistemas adesivos do mercado. FACILIDADE DE APLICAÇÃO:viscosidade adequada e filme adesivo visível clinicamente. TESTADO E VALIDADO Laboratorial e Clinicamente ContémNANOPARTÍCULAS de sílica que conferem maior estabilidade e resistência coesiva ao filme adesivo SENSIBILIDADE PÓS-OPERATÓRIA TESTADA. Avaliações clínicas de diversos cirurgiões dentistas relatam ausência de sensibilidade pós-operatória. POLIMERIZAÇÃO EFICAZ, mesmo em ambiente úmido, dando resistência e longevidade à união Solvente: ETANOL. Possui composição de monômeros e solvente balanceada, conferindo elevada afinidade pela dentina e perfeita formação de camada híbrida.Os cirurgiões dentistas relatam ausência de sensibilidade pós-operatória.
  • 5. RESISTÊNCIA DE UNIÃO (MPa) POR MICROTRAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS ADESIVOS SOBRE DENTINA. Ensaios laboratoriais de tração, cisalhamento e, mais recentemente, microtração têm sido descritos na literatura como os mais representativos para quantificar a resistência adesiva, tanto em dentina quanto em esmalte. Isto porque o sucesso clínico de uma restauração depende da capacidade do adesivo em manter a qualidade da camada híbrida na interface de união, característica diretamente associada à força de adesão. A equipe do Dr. Loguercio e Dra. Reis avaliou a resistência adesiva por microtração mediada por Ambar (FGM) unindo material restaurador (resina composta Opallis) à dentina humana. Pode-se observar que Ambar (FGM) obteve média de resistência adesiva estatisticamente semelhante à de seus principais concorrentes e superior ao Stae (SDI). Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
  • 6. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
  • 7. AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E EM IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano. Veja os longos tags formados por Ambar, denotando elevada afinidade pela dentina. Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
  • 8. AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano. Imagem em maior aumento: note a capacidade de Ambar em preencher as anastomoses. A camada híbrida se mostra intacta mesmo após desafio em solução de ácido clorídrico e hipoclorito de sódio. Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
  • 9. AMBAR, QUALIDADE EM NÚMEROS E IMAGENS. Caracterização morfológica da camada híbrida por microscopia eletrônica de varredura.   Imagens de MEV da camada híbrida formada por Ambar sobre dente humano, após desafio por termociclagem (20.000 ciclos, 5o C / 55o C): Observe a excelente qualidade da camada híbrida, mesmo após desafio por termociclagem (20.000 ciclos térmicos). Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
  • 10. AMBAR: SEGURANÇA CLÍNICA, SEM MEDO DA NANOINFILTRAÇÃO Em estudo comparando a nanoinfiltração dos principais sistemas adesivos, Ambar mostrou-se eficaz e equivalente aos melhores sistemas do mercado. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
  • 11. VEJA A AUSÊNCIA DE NANOINFILTRAÇÃO NA CAMADA ADESIVA GERADA POR AMBAR. Imagem de microscopia eletrônica de varredura (MEV) da camada híbrida formada por Ambar (FGM) sobre dentina humana após desafio térmico (20.000 ciclos 5/55oC) e avaliada quanto a nanoinfiltração. Resina Camada Híbrida Dentina Cortesia Dr. Jorge Perdigão – Universityof Minnesota – EUA.
  • 12. EFICÁCIA CLÍNICA COMPROVADA Veja o elevado desempenho de Ambar na avaliação clínica 97,1 % DAS RESTAURAÇÕES COM AMBAR, APÓS 6 MESES, MANTIVERAM-SE ESTÁVEIS E SEM NECESSIDADE DE REPARO. 91,4% das restaurações com AdperSingle Bond 2, após 6 meses, mantiveram-se estáveis e sem necessidade de reparo. Estudo clínico conduzido por Dr . Alessandro Loguércio, Dra. Alessandra Reis, Dra. Letícia Ferri e Dra. Thays Costa - Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR em lesões cervicais não cariosas. O estudo completo está publicado no Perfil Técnico de Ambar, disponível no site www.fgm.ind.br.
  • 13. AVALIAÇÃO CLÍNICA - Imagem mostra a qualidade da restauração após 6 meses. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR, 2009 (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).
  • 14. SENSIBILIDADE PÓS-OPERATÓRIA TESTADA: Avaliações clínicas de diversos cirurgiões dentistas relatam ausência de sensibilidade pós-operatória. O equilíbrio da composição química de Ambar garante a excelente qualidade de polimerização, impedindo a liberação de substâncias capazes causarem a sensibilidade, além da formação de uma boa camada adesiva, com tags longos e volumosos formados por um polímero estável. Veja a excelente qualidade do polímero gerado por Ambar. Resistência Coesiva (MPa) de diferentes adesivos dentinários. Cortesia Dr. Alessandro Loguércio e Dra. Alessandra Reis – UEPG-PR (Letras diferentes indicam diferença estatística (p<0,05)).