O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Apresentação1 reino animal

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Zoologia 01
Zoologia 01
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 30 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Apresentação1 reino animal (20)

Anúncio

Apresentação1 reino animal

  1. 1. REINO ANIMAL: DIVERSIDADE E FUNÇÕES ESQUEMA DE POSSÍVEIS RELAÇÕES EVOLUTIVAS ENTRE OS PRINCIPAIS GRUPOS DE ANIMAIS O Reino Animalia é definido segundo características comuns a todos os animais: organismos eucariontes, multicelulares, heterotróficos e que obtêm seu alimento por ingestão de nutrientes do meio. Para melhor compreender a diversidade dos animais vamos estudar os filos animais, que são: Filo Porífera; Filo Cnidária; Filo Platyhelminthes; Filo Nemathelminthes; Filo Mollusca; Filo Annelida; Filo Arthropoda; Filo Echinodermata; Filo Chordata
  2. 2. FILO PORÍFERAFILO PORÍFERA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  HábitatHábitat: aquático;: aquático;  SimetriaSimetria: Não possuem, são: Não possuem, são assimétricos;assimétricos;  TecidosTecidos: ausentes;: ausentes;  MobilidadeMobilidade: séssil;: séssil;  Sistema digestórioSistema digestório: ausente;: ausente;  Sistema nervosoSistema nervoso: ausente;: ausente;  Sistema excretorSistema excretor: ausente;: ausente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: ausente;: ausente;  Sistema circulatórioSistema circulatório: ausente;: ausente;  ReproduçãoReprodução: assexuada e: assexuada e sexuada;sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal filtrador, sem: animal filtrador, sem tecidos, presença de espículas detecidos, presença de espículas de sílica ou calcária.sílica ou calcária.
  3. 3.  Acredita-se que os primeiros animais que surgiram na face daAcredita-se que os primeiros animais que surgiram na face da Terra tenham sido os poríferos.Terra tenham sido os poríferos.  A reprodução das esponjas pode serA reprodução das esponjas pode ser assexuada, porassexuada, por brotamento ou gemulaçãobrotamento ou gemulação, originando colônias de grandes, originando colônias de grandes dimensões.dimensões.   As esponjas podem ser monóicas (hermafroditas) ou dióicaAs esponjas podem ser monóicas (hermafroditas) ou dióica (sexos separados).(sexos separados).  Se estes espermatozóides encontrarem outra esponja daSe estes espermatozóides encontrarem outra esponja da mesma espécie, ocorrerá a fecundação e formar-se-á ummesma espécie, ocorrerá a fecundação e formar-se-á um zigoto.zigoto.  A fecundação é geralmente interna. O zigoto vai originar umaA fecundação é geralmente interna. O zigoto vai originar uma larva nadadora. Esta larva liberta-se do corpo da esponja-larva nadadora. Esta larva liberta-se do corpo da esponja- mãe e sai pelo ósculo, acabando por se fixar a um substrato.mãe e sai pelo ósculo, acabando por se fixar a um substrato.
  4. 4. FILO CNIDÁRIAFILO CNIDÁRIA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  HábitatHábitat: aquático;: aquático;  SimetriaSimetria: radial: radial  TecidosTecidos: presentes, duas camadas;: presentes, duas camadas;  MobilidadeMobilidade: séssil;: séssil;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente incompleto (presença de boca)incompleto (presença de boca)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente em: presente em forma de rede;forma de rede;  Sistema excretorSistema excretor: ausente;: ausente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: ausente;: ausente;  Sistema circulatórioSistema circulatório: ausente;: ausente;  ReproduçãoReprodução: assexuada e: assexuada e sexuada;sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal carnívoro, com: animal carnívoro, com células urticantes nos tentáculoscélulas urticantes nos tentáculos (cnidoblasto)(cnidoblasto)
  5. 5.  O filo Cnidária (cnidários) está representado pelasO filo Cnidária (cnidários) está representado pelas hidrashidras,, medusasmedusas ouou água-vivaságua-vivas,, coraiscorais ee anêmonas-do-maranêmonas-do-mar..  Os cnidários são os primeiros animais a apresentarem uma cavidadeOs cnidários são os primeiros animais a apresentarem uma cavidade digestiva no corpo, fato que gerou o nome celenterado, destacando adigestiva no corpo, fato que gerou o nome celenterado, destacando a importância evolutiva dessa estrutura, que foi mantida nos demais animais.importância evolutiva dessa estrutura, que foi mantida nos demais animais.  A presença de uma cavidade digestiva permitiu aos animais ingeriremA presença de uma cavidade digestiva permitiu aos animais ingerirem porções maiores de alimento, pois nela o alimento pode ser digerido eporções maiores de alimento, pois nela o alimento pode ser digerido e reduzido a pedaços menores, antes de ser absorvido pelas células.reduzido a pedaços menores, antes de ser absorvido pelas células.  Com base no aspecto externo do corpo, os cnidários apresentam simetriaCom base no aspecto externo do corpo, os cnidários apresentam simetria radial. Eles são os primeiros animais na escala evolutiva a apresentaremradial. Eles são os primeiros animais na escala evolutiva a apresentarem tecidos verdadeiros, embora ainda não cheguem a formar órgãos.tecidos verdadeiros, embora ainda não cheguem a formar órgãos.  Sua reprodução pode ser sexuada e assexuada. Na reprodução assexuadaSua reprodução pode ser sexuada e assexuada. Na reprodução assexuada é comum a formação de brotos. A reprodução sexuada apresenta espéciesé comum a formação de brotos. A reprodução sexuada apresenta espécies monóicas (hermafroditas) e espécies dióicas (sexos separados)monóicas (hermafroditas) e espécies dióicas (sexos separados) ocorrendo assim a reprodução sexuada com fecundação cruzada.ocorrendo assim a reprodução sexuada com fecundação cruzada.
  6. 6. CNIDÁRIOSCNIDÁRIOS
  7. 7. FILO PLATYHELMINTHESFILO PLATYHELMINTHES (platelmintos – vermes achatados)(platelmintos – vermes achatados)  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  HábitatHábitat: aquático;: aquático;  SimetriaSimetria: bilateral: bilateral  TecidosTecidos: presentes, três: presentes, três camadas, acelomado.camadas, acelomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente incompleto (presença de boca)incompleto (presença de boca)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: ausente;: ausente;  Sistema circulatórioSistema circulatório: ausente;: ausente;  ReproduçãoReprodução: assexuada e: assexuada e sexuada;sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal de corpo: animal de corpo achatado, sem segmentaçãoachatado, sem segmentação
  8. 8.  Há cerca de 20.000 espécies de platelmintos podem ser agrupados em trêsHá cerca de 20.000 espécies de platelmintos podem ser agrupados em três grandes classes:grandes classes:  classe Cestodaclasse Cestoda - endoparasitas, geralmente com hospedeiros- endoparasitas, geralmente com hospedeiros intermediários. Exemplo: têniasintermediários. Exemplo: tênias  classe Trematodaclasse Trematoda - parasitas, a maioria dos ciclos de vida inclui a- parasitas, a maioria dos ciclos de vida inclui a presença de um hospedeiro intermediário. Exemplo:presença de um hospedeiro intermediário. Exemplo: Schistosoma mansoni;Schistosoma mansoni;  classe Turbellariaclasse Turbellaria - animais de vida livre, sendo a maioria de ambiente- animais de vida livre, sendo a maioria de ambiente aquático, apenas alguns terrestres, são predadores e necrófagos. Exemplo:aquático, apenas alguns terrestres, são predadores e necrófagos. Exemplo: planárias.planárias.
  9. 9. Classe TurbellariaClasse Turbellaria  São animais de vida livre,São animais de vida livre, possuem cílios para locomoção.possuem cílios para locomoção. Um exemplo de representanteUm exemplo de representante desta classe é adesta classe é a planáriaplanária..  Sua reprodução pode serSua reprodução pode ser sexuada ou assexuada. Sãosexuada ou assexuada. São hermafroditas e fazemhermafroditas e fazem fecundação cruzada.fecundação cruzada.  As planárias possuem umAs planárias possuem um grande poder de regeneração, egrande poder de regeneração, e se reproduzemse reproduzem assexuadamente por fissãoassexuadamente por fissão transversal. Se cortarmos umatransversal. Se cortarmos uma planária em vários pedaços,planária em vários pedaços, cada um irá ser regenerar e darcada um irá ser regenerar e dar origem a um novo indivíduo.origem a um novo indivíduo.
  10. 10. -- Classe CestodaClasse Cestoda  São endoparasitas de corpo alongado,São endoparasitas de corpo alongado, representados pelas tênias. Nãorepresentados pelas tênias. Não possuem tubo digestivo, alimentando-possuem tubo digestivo, alimentando- se por difusão dos nutrientes pré-se por difusão dos nutrientes pré- digeridos pelo hospedeiro.digeridos pelo hospedeiro.  As tênias podem atingir até 8 metrosAs tênias podem atingir até 8 metros de comprimento. O corpo delas éde comprimento. O corpo delas é dividido em três partes: Cabeça oudividido em três partes: Cabeça ou escólex, que possui ventosas para aescólex, que possui ventosas para a fixação no hospedeiro; pescoço oufixação no hospedeiro; pescoço ou colo, região mais afilada e estróbilo,colo, região mais afilada e estróbilo, responsável pelo crescimento doresponsável pelo crescimento do organismo. Aí estão as proglótides,organismo. Aí estão as proglótides, estruturas que possuem sistemasestruturas que possuem sistemas reprodutores feminino e masculino, oureprodutores feminino e masculino, ou seja, são hermafroditas. Após aseja, são hermafroditas. Após a fecundação as proglótides cheias defecundação as proglótides cheias de ovos se desprendem e são eliminadasovos se desprendem e são eliminadas com as fezes.com as fezes.
  11. 11. -- Classe TrematodaClasse Trematoda  São endoparasitas. PossuemSão endoparasitas. Possuem ventosas para fixação, uma naventosas para fixação, uma na região oral, outra ventral.região oral, outra ventral.  São hermafroditas, mas oSão hermafroditas, mas o S.S. mansonimansoni é dióico. A fêmeaé dióico. A fêmea vive numa cavidade do machovive numa cavidade do macho chamada canal ginecóforo.chamada canal ginecóforo. Fazem fecundação cruzada eFazem fecundação cruzada e interna. Como representanteinterna. Como representante hermafrodita temos ahermafrodita temos a FasciolaFasciola hepaticahepatica, que parasita o fígado, que parasita o fígado de carneiros e eventualmentede carneiros e eventualmente o ser humano.o ser humano.
  12. 12. FILO NEMATHELMINTHESFILO NEMATHELMINTHES (Nematelmintos – vermes cilíndricos)(Nematelmintos – vermes cilíndricos)  NutriçãoNutrição: heterotrófica parasita: heterotrófica parasita humano;humano;  SimetriaSimetria: bilateral: bilateral  TecidosTecidos: presentes, três: presentes, três camadas, pseudocelomado.camadas, pseudocelomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente completo (com boca e ânus)completo (com boca e ânus)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: ausente;: ausente;  Sistema circulatórioSistema circulatório: ausente;: ausente;  ReproduçãoReprodução: sexuada;: sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal de corpo fino: animal de corpo fino tubular, sem segmentação.tubular, sem segmentação.
  13. 13.  Os nematódeos conquistaramOs nematódeos conquistaram com sucesso os habitats marinho,com sucesso os habitats marinho, de água doce e terrestre. Emborade água doce e terrestre. Embora a maioria seja de vida livre, háa maioria seja de vida livre, há muitos representantes parasitasmuitos representantes parasitas de praticamente todos os tipos dede praticamente todos os tipos de plantas e animais.plantas e animais.  Os nematódeos são os primeirosOs nematódeos são os primeiros animais a apresentaremanimais a apresentarem sistemasistema digestório completo,digestório completo, ou seja,ou seja, possuem boca e ânus. Alimentam-possuem boca e ânus. Alimentam- se de produtos pré-digeridos pelose de produtos pré-digeridos pelo hospedeiro.hospedeiro.  São animaisSão animais dióicosdióicos, possuem, possuem sexos separados. Apresentamsexos separados. Apresentam dimorfismo sexual. Ou seja, adimorfismo sexual. Ou seja, a fêmea é diferente do macho.fêmea é diferente do macho. Normalmente os machos sãoNormalmente os machos são menores e sua porção posterior émenores e sua porção posterior é afilada e curva, para facilitar aafilada e curva, para facilitar a cópula. A fecundação é cruzada ecópula. A fecundação é cruzada e o desenvolvimento é indireto.o desenvolvimento é indireto. Ascaris lumbricoides
  14. 14.  Os ancilóstomos possuem umaOs ancilóstomos possuem uma espécie de boca com dentes queespécie de boca com dentes que servem para "morder" a mucosaservem para "morder" a mucosa intestinal, fazendo-a sangrar.intestinal, fazendo-a sangrar.  Esses parasitas alimentam-se deEsses parasitas alimentam-se de sangue. Isso provoca uma constantesangue. Isso provoca uma constante perda sangüínea no doente, que vaiperda sangüínea no doente, que vai ficando anêmico e enfraquecido. Éficando anêmico e enfraquecido. É isso que justifica o nome popular deisso que justifica o nome popular de "amarelão"."amarelão".  Os ovos desses vermes sãoOs ovos desses vermes são eliminados nas fezes e contaminam oeliminados nas fezes e contaminam o solo, onde liberam larvas. Essassolo, onde liberam larvas. Essas larvas têm a capacidade de penetrarlarvas têm a capacidade de penetrar pela pele das pessoas que andampela pele das pessoas que andam descalças, sendo essa a principal viadescalças, sendo essa a principal via de propagação da doença.de propagação da doença.  O uso de calçados constitui-se noO uso de calçados constitui-se no melhor meio de profilaxia damelhor meio de profilaxia da ancilostomose.ancilostomose.Ancylostoma duodenale
  15. 15.  É um parasita muito comum deÉ um parasita muito comum de cães. Todavia, sua larva podecães. Todavia, sua larva pode penetrar na pele humana, ondepenetrar na pele humana, onde cava túneis e provoca sensaçõescava túneis e provoca sensações de ardência e coceirade ardência e coceira extremamente incômodas.extremamente incômodas.  O contágio ocorreO contágio ocorre freqüentemente na areia dasfreqüentemente na areia das praias, onde os cães portadorespraias, onde os cães portadores da verminose defecam, alida verminose defecam, ali deixando os ovos embrionados dodeixando os ovos embrionados do parasita.parasita.  A larva desse verme é conhecidaA larva desse verme é conhecida como larva mígrans o bichocomo larva mígrans o bicho geográfico.geográfico. Ancylostoma caninum
  16. 16.  Filariose: Longo verme, parecido com um fio de linha, que parasita o ser humano. HáFilariose: Longo verme, parecido com um fio de linha, que parasita o ser humano. Há vários tipos de filárias, encontradas e, regiões tropicais e subtropicais. A espécievários tipos de filárias, encontradas e, regiões tropicais e subtropicais. A espécie Wuchereria bancroftiWuchereria bancrofti, que ocorre no Brasil, causa a elefantíase., que ocorre no Brasil, causa a elefantíase.  O verme adulto vive nos vasos e nódulos linfáticos (locais onde circula a linfa, umO verme adulto vive nos vasos e nódulos linfáticos (locais onde circula a linfa, um líquido transparente que contém glóbulos brancos e outros componentes) do corpolíquido transparente que contém glóbulos brancos e outros componentes) do corpo humano. Nesses locais, macho e fêmea vivem enrolados como novelos. Ao impedirhumano. Nesses locais, macho e fêmea vivem enrolados como novelos. Ao impedir o fluxo da linfa, eles provocam reações inflamatórias e grande inchaço (ao fluxo da linfa, eles provocam reações inflamatórias e grande inchaço (a elefantíase).elefantíase).
  17. 17. FILO MOLLUSCAFILO MOLLUSCA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  Hábitat:Hábitat: terrestre úmido;terrestre úmido;  SimetriaSimetria: bilateral;: bilateral;  TecidosTecidos: presentes, três: presentes, três camadas, celomado.camadas, celomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente completo (com boca e ânus)completo (com boca e ânus)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: presente,: presente, pulmões;pulmões;  Sistema circulatórioSistema circulatório: presente,: presente, aberto;aberto;  ReproduçãoReprodução: sexuada;: sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal de corpo mole: animal de corpo mole com conchacom concha
  18. 18.  Os moluscos são o segundo maior grupo de animais em número de espécies.Os moluscos são o segundo maior grupo de animais em número de espécies. Apresentam disparidade morfológica, reunindo os familiares caracóisApresentam disparidade morfológica, reunindo os familiares caracóis (reptantes), ostras e mariscos (sésseis) e lulas e polvos (livre-natantes).(reptantes), ostras e mariscos (sésseis) e lulas e polvos (livre-natantes).  Uma característica marcante da maioria dos moluscos é aUma característica marcante da maioria dos moluscos é a presença da concha.presença da concha. Trata-se de uma carapaça calcária, que garante boa proteção ao animal. NasTrata-se de uma carapaça calcária, que garante boa proteção ao animal. Nas lesmas e nos polvos, ela está ausente; nas lulas, é pequena e interna.lesmas e nos polvos, ela está ausente; nas lulas, é pequena e interna.  No sistema circulatório abertoNo sistema circulatório aberto o sangue é impulsionado pelo coração, passao sangue é impulsionado pelo coração, passa pelo interior de alguns vasos e depois alcança lacunas dispostas entre os váriospelo interior de alguns vasos e depois alcança lacunas dispostas entre os vários tecidos, nas quais circula lentamente, sob baixa pressão, deixando nutrientes etecidos, nas quais circula lentamente, sob baixa pressão, deixando nutrientes e oxigênio, e recolhendo gás carbônico e outros resíduos metabólicos.oxigênio, e recolhendo gás carbônico e outros resíduos metabólicos.  A reprodução dos moluscos é sexuada e, na maioria dos representantes doA reprodução dos moluscos é sexuada e, na maioria dos representantes do grupo, a fecundação é interna e cruzada. O caramujo-de-jardim, por exemplo, égrupo, a fecundação é interna e cruzada. O caramujo-de-jardim, por exemplo, é monóico. Na cópula, dois indivíduos aproximam-se e encostam seus porosmonóico. Na cópula, dois indivíduos aproximam-se e encostam seus poros genitais, pelos quais fecundam-se reciprocamente. Os ovos desenvolvem-se e,genitais, pelos quais fecundam-se reciprocamente. Os ovos desenvolvem-se e, ao eclodirem, liberam novos indivíduos sem a passagem por fase larvalao eclodirem, liberam novos indivíduos sem a passagem por fase larval (desenvolvimento direto).(desenvolvimento direto).  Os moluscos são divididos em três classes:Os moluscos são divididos em três classes:
  19. 19.  Classe GastropodaClasse Gastropoda ("estômago nos pés"):("estômago nos pés"): corresponde ao maiorcorresponde ao maior grupo de moluscos,grupo de moluscos, marinhos, de água docemarinhos, de água doce e de ambientese de ambientes terrestres.terrestres.  São os conhecidosSão os conhecidos caramujos, os caracóis ecaramujos, os caracóis e as lesmas. A concha,as lesmas. A concha, quando presente, temquando presente, tem formato helicoidal.formato helicoidal.
  20. 20.  Classe BivalviaClasse Bivalvia (duas(duas metades de concha): tambémmetades de concha): também são encontrados em águasão encontrados em água doce ou salgada.doce ou salgada.  Sua concha possui duasSua concha possui duas partes que encerrampartes que encerram completamente o corpo docompletamente o corpo do animal. Os exemplos maisanimal. Os exemplos mais familiares são as ostras, osfamiliares são as ostras, os mexilhões e os mariscos.mexilhões e os mariscos. Apresentam as brânquiasApresentam as brânquias recobertas por uma camadarecobertas por uma camada de muco; ao passar pelasde muco; ao passar pelas brânquias, partículasbrânquias, partículas alimentares ficam aderidas aoalimentares ficam aderidas ao muco e são levadas para amuco e são levadas para a boca.boca.
  21. 21.  Classe CephalopodaClasse Cephalopoda ("pés na("pés na cabeça"): apresentam uma estruturacabeça"): apresentam uma estrutura interna e uma morfologia bastanteinterna e uma morfologia bastante diferentes dos demais. São animaisdiferentes dos demais. São animais exclusivamente marinhos. O pé dosexclusivamente marinhos. O pé dos cefalópodes é dividido emcefalópodes é dividido em tentáculos.tentáculos.  Na lula, existem 10 tentáculos. NoNa lula, existem 10 tentáculos. No polvo, os tentáculos são oito. Empolvo, os tentáculos são oito. Em cada tentáculo existem ventosascada tentáculo existem ventosas que aderem ao substrato, o queque aderem ao substrato, o que favorece a locomoção do polvofavorece a locomoção do polvo sobre rochas.sobre rochas.  Possuem uma bolsa de tinta que éPossuem uma bolsa de tinta que é comprimida toda vez que o animalcomprimida toda vez que o animal se sente ameaçado por algumse sente ameaçado por algum inimigo.inimigo.  Nos cefalópodes o sistemaNos cefalópodes o sistema circulatório é fechado, ou seja,circulatório é fechado, ou seja, asas células do sangue estão semprecélulas do sangue estão sempre dentro de vasos sangüíneos.dentro de vasos sangüíneos.
  22. 22. FILO ANNELIDAFILO ANNELIDA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  Hábitat:Hábitat: terrestre úmido;terrestre úmido;  SimetriaSimetria: bilateral;: bilateral;  TecidosTecidos: presentes, três: presentes, três camadas, celomado.camadas, celomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente completo (com boca e ânus)completo (com boca e ânus)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: respiração: respiração cutânea;cutânea;  Sistema circulatórioSistema circulatório: presente,: presente, fechado;fechado;  ReproduçãoReprodução: sexuada;: sexuada;  DiagnoseDiagnose: animal de corpo: animal de corpo cilíndrico, segmentado.cilíndrico, segmentado.
  23. 23.  Contrariamente aos filos anteriores, os anelídeos (Contrariamente aos filos anteriores, os anelídeos (annelusannelus = pequeno anel), apresentam o corpo= pequeno anel), apresentam o corpo dividido em segmentos, essencialmente semelhantes entre si e em forma de anel.dividido em segmentos, essencialmente semelhantes entre si e em forma de anel.  O deslocamento dos anelídeos é, ainda, ajudado pela presença de cerdas, na parte ventral dosO deslocamento dos anelídeos é, ainda, ajudado pela presença de cerdas, na parte ventral dos animais (exceto em sanguessugas). Estas cerdas quitinosas impedem o animal de deslizar paraanimais (exceto em sanguessugas). Estas cerdas quitinosas impedem o animal de deslizar para trás, reforçando o movimento para diante das camadas musculares circulares e longitudinais.trás, reforçando o movimento para diante das camadas musculares circulares e longitudinais.  A reprodução é sexuada, sendo os animais frequentemente hermafroditas e comA reprodução é sexuada, sendo os animais frequentemente hermafroditas e com desenvolvimento direto. A fecundação é sempre externa.desenvolvimento direto. A fecundação é sempre externa.
  24. 24. FILO ARTHROPODAFILO ARTHROPODA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  Hábitat:Hábitat: terrestre;terrestre;  SimetriaSimetria: bilateral;: bilateral;  TecidosTecidos: presentes, três camadas,: presentes, três camadas, celomado.celomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente completo (com boca e ânus)completo (com boca e ânus)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: respiração: respiração cutânea;cutânea;  Sistema circulatórioSistema circulatório: presente,: presente, aberto;aberto;  ReproduçãoReprodução: sexuada;: sexuada;  DiagnoseDiagnose: presença de pernas: presença de pernas articuladas, exoesqueleto de quitinas,articuladas, exoesqueleto de quitinas, corpo segmentado.corpo segmentado.
  25. 25.  Os artrópodes possuem corpo segmentado, apêndicesOs artrópodes possuem corpo segmentado, apêndices articulados (patas, antenas e palpos etc.) e corpoarticulados (patas, antenas e palpos etc.) e corpo coberto com exoesqueleto formado por uma substânciacoberto com exoesqueleto formado por uma substância resistente e impermeável, chamada quitina. O esqueletoresistente e impermeável, chamada quitina. O esqueleto cobre todo o corpo, menos nas articulações, formando,cobre todo o corpo, menos nas articulações, formando, nos seguimentos corporais, verdadeiras placas.nos seguimentos corporais, verdadeiras placas.  Ao crescer, os artrópodes precisam abandonar oAo crescer, os artrópodes precisam abandonar o esqueleto velho, pequeno, e fabricar outro, maior. Esseesqueleto velho, pequeno, e fabricar outro, maior. Esse fenômeno é chamado muda ou ecdise e ocorre diversasfenômeno é chamado muda ou ecdise e ocorre diversas vezes até cessar o crescimento na fase adulta.vezes até cessar o crescimento na fase adulta.  Os artrópodes podem ser classificados em cinco classesOs artrópodes podem ser classificados em cinco classes principais, usando como critério o número de patas.principais, usando como critério o número de patas.
  26. 26.  São artrópodes com seis patas distribuídas em três pares ligadasSão artrópodes com seis patas distribuídas em três pares ligadas ao tórax. Apresentam o corpo subdividido cabeça, tórax eao tórax. Apresentam o corpo subdividido cabeça, tórax e abdome. Possuem um par de antenas, dois pares de asas, naabdome. Possuem um par de antenas, dois pares de asas, na maioria das vezes, mas há espécies com apenas um par emaioria das vezes, mas há espécies com apenas um par e outras sem asas. A boca é ventral e rodeada por pares de peçasoutras sem asas. A boca é ventral e rodeada por pares de peças bucais de função mastigadora e outros apêndices articulados,bucais de função mastigadora e outros apêndices articulados, modificados para a apreensão do alimento, os chamadosmodificados para a apreensão do alimento, os chamados palpos maxilares.palpos maxilares.  Os insetos têm sexos separados e a sua fecundação é interna.Os insetos têm sexos separados e a sua fecundação é interna. São animais ovíparos, que podem apresentar três tipos deSão animais ovíparos, que podem apresentar três tipos de desenvolvimento:desenvolvimento:  Direto, sem metamorfose: desenvolvimento ametábolo (a = sem, metábolo = mudança).Direto, sem metamorfose: desenvolvimento ametábolo (a = sem, metábolo = mudança). Ex.: traça-dos-livros. Do ovo eclode um jovem semelhante ao adulto.Ex.: traça-dos-livros. Do ovo eclode um jovem semelhante ao adulto.  Indireto, com metamorfose gradual ou incompleta: desenvolvimento hemimetábolo (hemiIndireto, com metamorfose gradual ou incompleta: desenvolvimento hemimetábolo (hemi = meio). Exs.: gafanhoto, barata, percevejo. Do ovo eclode uma forma chamada ninfa,= meio). Exs.: gafanhoto, barata, percevejo. Do ovo eclode uma forma chamada ninfa, que é semelhante ao adulto, mas que não tem asas desenvolvidas.que é semelhante ao adulto, mas que não tem asas desenvolvidas.  Indireto, com metamorfose completa: desenvolvimento holometábolo (holo = total). Exs:Indireto, com metamorfose completa: desenvolvimento holometábolo (holo = total). Exs: Borboletas, moscas e pulgas. Do ovo eclode uma larva, também chamada lagarta,Borboletas, moscas e pulgas. Do ovo eclode uma larva, também chamada lagarta, bastante distinta do adulto. Essa larva passa por um período que se alimenta ativamente,bastante distinta do adulto. Essa larva passa por um período que se alimenta ativamente, para depois entrar em estágio denominado pupa, quando ocorre a metamorfose: a larvapara depois entrar em estágio denominado pupa, quando ocorre a metamorfose: a larva se transforma no adulto, que emerge completamente formado.se transforma no adulto, que emerge completamente formado. INSETOS
  27. 27. CRUSTÁCEOSCRUSTÁCEOS  Os crustáceos são animaisOs crustáceos são animais adaptados à vida no ambienteadaptados à vida no ambiente aquático, respirando através deaquático, respirando através de brânquias.brânquias.  A maioria dos crustáceos vive emA maioria dos crustáceos vive em ambiente marinho, embora existamambiente marinho, embora existam muitos representantes de águamuitos representantes de água doce.doce.  Embora a maioria dos crustáceosEmbora a maioria dos crustáceos seja aquática, ha espécies queseja aquática, ha espécies que invadiram o meio terrestre, como éinvadiram o meio terrestre, como é o caso do tatuzinho de jardim.o caso do tatuzinho de jardim.  Possui o corpo dividido emPossui o corpo dividido em cefalotórax e abdome. Possui 2cefalotórax e abdome. Possui 2 pares de antenas, cinco pares depares de antenas, cinco pares de patas articuladas, sendo que aspatas articuladas, sendo que as pinças são patas modificadas.pinças são patas modificadas.
  28. 28. ARACNÍDEOSARACNÍDEOS  A classe Arachnida inclui as aranhas,A classe Arachnida inclui as aranhas, os escorpiões, os ácaros e osos escorpiões, os ácaros e os carrapatos.carrapatos.  O corpo é geralmente dividido emO corpo é geralmente dividido em cefalotórax e abdome. Noscefalotórax e abdome. Nos escorpiões, o abdome encontra-seescorpiões, o abdome encontra-se diferenciado em pré-abdome, maisdiferenciado em pré-abdome, mais alargado, e pós-abdome alongado.alargado, e pós-abdome alongado.  Os aracnídeos possuem 4 pares deOs aracnídeos possuem 4 pares de patas, 1 par de quelíceras e 1 par depatas, 1 par de quelíceras e 1 par de pedipalpos.pedipalpos.  Na região posterior e ventral doNa região posterior e ventral do abdome das aranhas, encontram-seabdome das aranhas, encontram-se as fiandeiras, estruturas associadas aas fiandeiras, estruturas associadas a glândulas de seda, que produzem osglândulas de seda, que produzem os fios de seda com os quais elas tecemfios de seda com os quais elas tecem as teias.as teias.  As aranhas e os escorpiões sãoAs aranhas e os escorpiões são basicamente carnívoros, predandobasicamente carnívoros, predando outros artrópodes e pequenosoutros artrópodes e pequenos animais. Muitos possuem glândulas deanimais. Muitos possuem glândulas de veneno, que utilizam para paralisar aveneno, que utilizam para paralisar a suas presas.suas presas.
  29. 29. FILO ECHINODERMATAFILO ECHINODERMATA  NutriçãoNutrição: heterotrófica;: heterotrófica;  Hábitat:Hábitat: aquático;aquático;  SimetriaSimetria: radial;: radial;  TecidosTecidos: presentes, três camadas,: presentes, três camadas, celomado.celomado.  MobilidadeMobilidade: móvel;: móvel;  Sistema digestórioSistema digestório: presente: presente completo (com boca e ânus)completo (com boca e ânus)  Sistema nervosoSistema nervoso: presente;: presente;  Sistema excretorSistema excretor: presente;: presente;  Sistema respiratórioSistema respiratório: presente,: presente, branquial reduzido;branquial reduzido;  Sistema circulatórioSistema circulatório: ausente ou: ausente ou reduzido;reduzido;  ReproduçãoReprodução: sexuada;: sexuada;  DiagnoseDiagnose: anima com esqueleto: anima com esqueleto interno e sistema ambulacral (conjuntointerno e sistema ambulacral (conjunto de canais preenchidos de água que sede canais preenchidos de água que se comunicam, contribui para acomunicam, contribui para a locomoção, fixação e captura delocomoção, fixação e captura de alimento).alimento).
  30. 30.  Os sexos são separados e a fecundação é externa. OsOs sexos são separados e a fecundação é externa. Os gametas são liberados na água, onde ocorre agametas são liberados na água, onde ocorre a fecundação. Após o desenvolvimento embrionário,fecundação. Após o desenvolvimento embrionário, forma-se uma larva que possui simetria bilateral.forma-se uma larva que possui simetria bilateral. Metamorfoseando-se, a larva origina o adulto deMetamorfoseando-se, a larva origina o adulto de simetria pentarradial, ou seja, muitas das estruturas esimetria pentarradial, ou seja, muitas das estruturas e órgão que participam da organização desses indivíduosórgão que participam da organização desses indivíduos aparecem em número de 5 ou múltiplo de 5.aparecem em número de 5 ou múltiplo de 5.

×