O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Monoteísmo

1.013 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Monoteísmo

  1. 1. Monoteísmo
  2. 2. Significado: O monoteísmo (do grego: μόνος (mónos), "único", e θεός, théos, “deus": único deus) É a crença na existência de apenas um só Deus.
  3. 3. Origem Quem veio primeiro? O politeísmo ou o monoteísmo? Existem duas vertentes. A primeira: diz que o politeísmo é a forma mais antiga de fé, portanto anterior ao monoteísmo. A segunda: diz que o monoteísmo veio primeiro e que o politeísmo é uma degeneração dele.
  4. 4. Primeira Vertente  Advoga que o politeísmo é a forma mais antiga de fé, portanto anterior ao monoteísmo e que as religiões evoluíram do animismo para o politeísmo, e deste para o henoteísmo e, finalmente, chegando ao monoteísmo.  Os “deuses” assumiam características protetoras e destruidoras. Eles eram representados por agentes da natureza.  A humanidade primitiva vivia dentro de um mundo extremamente agressivo. As doenças, a morte, a violência sem punição, fizeram o homem criar no seu psíquico os “deuses protetores” que foram levados para dentro de tribos e sistemas de governos teocráticos, dando origem o politeísmo com seus deuses guardiões com características zoomórficas e antropomórficas.  Decorridos milhares de anos, o homem se desenvolveu e procurou entender o criador da humanidade e do mundo. Henoteísmo: adorar um deus único, aceitando a existência, ou possível existência, de outras divindades. Monolatria: o reconhecimento da existência de muitos deuses, mas com a adoração consistente de uma única divindade.
  5. 5. Segunda Vertente  Advoga que o monoteísmo veio primeiro e que o politeísmo é uma deturpação dele, ou seja, uma degeneração do monoteísmo original e que a concepção correta de Deus, o monoteísmo primitivo, foi resgatada, e não evoluída durante séculos.  Deus fez o Homem conforme a sua imagem, mas os homens corromperam esta verdade (Rm 1.23).  Existem evidências em favor do monoteísmo original na Suméria.  O “Old Sumerian” (ou sumeriano clássico) vai de 2600 – 2300 a.C. e é posterior ao “Archaic Sumerian” (convencionalmente datado de 3100 a 2600 a.C.). É neste período anterior, do Archaic Sumerian, que estão as descrições de An como único Deus supremo.
  6. 6. Monoteísmo primitivo É uma teoria que defende a ideia de que entre os povos de cultura primitiva, existem traços da crença num ser supremo com atributos exclusivos de Criador, Pai, Juiz, Legislador e Soberano, que ouve orações e não pode ser representado visivelmente. Crenças típicas observadas: • Deus vive no, ou acima, do céu; • Ele é como um homem, ou um pai; • Ele é o criador de tudo; • Ele é eterno; • Ele é onisciente; • Tudo que é bom fundamentalmente vem Dele e Ele é o doador da lei moral; • Ele julga as pessoas após sua morte; • As pessoas estão alienadas dele devido a algum delito no passado; • Ele é muitas vezes suplantado pelos deuses nas religiões que são "mais acessíveis", mas muitas vezes as religiões carregam uma memória distante deste "Deus-Céu" com quem perderam contato.
  7. 7. Tipos de Monoteísmo  Monoteísmo místico – é a afirmação de um só Deus por razões místicas.  Monoteísmo monárquico – é a afirmação de um só Deus com soberania absoluta.  Monoteísmo Exclusivo – é a forma mais capaz de resistir ao politeísmo. Surge mediante a elevação de um deus concreto à últimidade e universalidade.  Monoteísmo trinitário – é a afirmação de um só Deus em três pessoas distintas.  Triteísmo - é uma perversão da doutrina cristã da trindade (cristianismo) que pode ser vista como uma espécie de politeísmo. Essa doutrina visa Deus como três deuses iguais e distintos.
  8. 8. A Primeira Doutrina Monoteísta Atonismo ou religião da luz O atonismo revelou o monoteísmo, apresentando a humanidade o único Deus que é o Ser benéfico de suprema inteligência, constituído de energia espiritual esparsa no infinito. Mostra o Deus verdadeiro, que não exige rituais com sangue de animais e ensina a destruir o ódio com o amor, vencer a mentira com a verdade, afastar o medo através da confiança em Deus, clarear a escuridão através da luz divina, ensinando que devastando a natureza o homem recebe de volta as consequências dessa destruição. Akhenaton trouxe em sua bagagem os conhecimentos monoteístas onde aton não é um deus, mas uma importante partícula divina, parte do corpo físico de Deus, pois aton através da vontade de Deus, gera, desenvolve e mantém a vida na Terra. Neter, o único Deus em egípcio.
  9. 9. Religiões monoteístas Nas religiões monoteístas, a divindade é onipotente, onisciente e onipresente, não deixando de lado nenhum dos aspectos da vida terrena. Abraâmicas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo Denomina-se de religiões abraâmicas as religiões surgidas com base na crença e fé do profeta caldeu Abraão o qual recebeu uma revelação de Deus (Javé ou Alá), onde o Senhor disse para Abraão e sua família deixarem Ur, uma cidade da Suméria (atualmente no sul do Iraque) e migrar para o oeste em busca de uma "terra prometida" chamada Canaã (atual Israel), onde nessa terra os seguidores de Deus poderiam prosperar e viver em paz.
  10. 10. Abraão para os judeus: Olhai para Abraão, vosso pai, e para Sara, aquela que vos deu à luz. Ele estava só quando o chamei, mas eu o abençoei e o multipliquei. Isaías 51,2 Abraão para os cristãos: Responderam-lhe: "Nosso pai é Abraão". Disse-lhes Jesus: Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão. Vós, porém, procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isso, Abraão não fez" João 8,39-40 Abraão para os muçulmanos: Eles dizem: "Aceita a fé judaica ou cristã e terás a orientação Correta". Dizei então: "De maneira nenhuma! Nós cremos na fé de Abraão, o correto. Ele não era idólatra". Corão, sura 2,129
  11. 11. Judaísmo  Ensina que existe apenas um Deus, o criador do mundo.  Deus expressou nos Dez Mandamentos e em outras leis o que espera das pessoas.  A escritura sagrada do judaísmo é a Bíblia hebraica. Seus cinco primeiros livros são particularmente importantes para o judaísmo e têm o nome de Torá. Esses textos explicam e interpretam as leis de Deus.  O Talmude é uma coleção de leis judaicas tradicionais, juntamente com histórias e comentários sobre elas..  O templo judaico, chamado de sinagoga.  Um período importante da semana é o sabá, ou Shabat.
  12. 12. Cristianismo  É uma religião abraâmica monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré .  Surgiu dentro do judaísmo e por muito tempo foi conhecida como uma seita judaica.  A Bíblia é o livro sagrado dos cristãos e pode ser dividida em duas partes: Antigo e Novo Testamento.  A Trindade não anula o conceito monoteísta do cristianismo na qual consiste em um só Deus onipresente, onipotente e onisciente dividido sob três aspectos, pessoas eternas, distintas e indivisíveis como o Pai, Filho e Espírito Santo.  Herdou do judaísmo a crença num só Deus criador de todas as coisas e a qual pode intervir sobre tudo. No Novo Testamento um dos atributos importantes é o amor, na qual Deus se mostra mais "pessoal" através da oração.
  13. 13. Islamismo  O Islã é uma religião monoteísta baseada na crença central de que não existe divindade merecedora de adoração, exceto Alá.  Os muçulmanos acreditam que só existe um Deus. Somente Ele é o Sustentador e o Criador do universo. Ele, sem parceiros, filhos ou associados. Ele é o Misericordioso, o Sábio e o Justo. É o oniouvinte, onividente e onisciente. É o Primeiro e o Último.  Na visão muçulmana o Islã surgiu desde a criação do homem, ou seja, Adão foi o primeiro profeta e o último no caso foi Maomé.  Islã ensina seis crenças principais: : 1. A crença em Alá, um Deus único existente. 2. Nos anjos criados por Alá,. 3. No Livro Sagrado o Alcorão que é o completo. 4. A crença em vários profetas enviados à humanidade ao qual Maomé foi o último. 5. Acreditam no dia do Juízo final 6. Acreditam na predestinação, isto é Alá tudo sabe e tem o poder de decidir o que acontece com cada pessoa.
  14. 14. Não Abraâmicas: fé bahá'í ,Zoroastrismo A fé bahá'í É uma religião monoteísta que enfatiza a união espiritual de toda a humanidade. Três princípios básicos estabelecem a base para os ensinamentos e a doutrina bahá'i: 1) A Unidade de Deus: há apenas um Deus que é a fonte de toda a criação; 2) A Unidade de Religião: que todas as maiores religiões têm a mesma fonte espiritual e partem do mesmo Deus; 3) A A Unidade da Humanidade: que todos os seres humanos foram criados igualmente e que a diversidade racial e cultural deve ser apreciada e aceita. Segundo os ensinamentos da fé bahá'i, o propósito humano é aprender a conhecer e a amar a Deus através de métodos como orações, reflexões e ajuda aos outros.
  15. 15. Zoroastrismo ou Mazdeismo  É , uma religião monoteísta fundada na antiga Pérsia (atual Irã) pelo profeta Zaratustra, a quem os gregos chamavam de Zoroastro.  É considerada como a primeira manifestação de um monoteísmo ético.  De acordo com os historiadores da religião, algumas das suas concepções religiosas, como a crença no paraíso, na ressurreição, no juízo final e na vinda de um messias, viriam a influenciar o judaísmo, o cristianismo e o islamismo.  Tem seus fundamentos fixados no Avesta (as antigas escrituras do zoroastrismo da Pérsia que datam de 500 a.C., e tem como base um conjunto de hinos, que falam do deus criador Ahura Mazda, incluindo a liturgia, preces, mitos e observância religiosa.  O zoroastrismo admite a existência de duas divindades, representando o Bem (Ahura Mazda) e o Mal (Arimã), de cuja luta venceria o Bem.
  16. 16. Grupo: Jorge Luciano Rita Liusiex Roseli

×