Trabalho de química

362 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
362
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de química

  1. 1. TRABALHO DE QUÍMICA - O PH
  2. 2. DEFINIÇÃO O Potencial Hidrogeniônico (pH) consiste num índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer. As substâncias em geral, podem ser caracterizadas pelo seu valor de pH , sendo que este é determinado pela concentração de íons de hidrogenio (H+). Quanto menor o pH de uma substância, maior a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH-. pH 0 a 7 - soluções ácidas pH = 7 - soluções neutras pH acima de 7 – soluções basicas ou alcalinas.
  3. 3. USO NO COTIDIANO  É recomendado o consumo de água com um pH superior a 7,0, pois desta forma irá neutralizar os efeitos do consumo de alimentos ácidos, contribuindo assim para a redução dos sintomas de refluxo gastresofágico.  A verdadeira importância no consumo de água alcalina está na sua composição e nos efeitos inerentes a ela. Este alimento não contém resíduos ácidos, dai ser importante e crucial o consumo desta água quando está a fazer uma dieta intensiva, pois os ácidos que a dieta proporciona serão reduzidos
  4. 4. USO NO COTIDIANO  Este processo que vai desde a ingestão da água até ao funcionamento do estômago e do pâncreas faz com que o sangue se torne mais alcalino, e isso proporciona uma condição de vida mais agradável e saudável.  É importante verificar se a água que está a comprar no supermercado tem um pH elevado ou se bebe água da torneira, verifique os níveis de controle de água no site do seu fornecedor de água doméstica. Geralmente, isso distingue as grandes marcas das marcas brancas. Uma água com um pH baixo (abaixo de 7) considera-se ácida. No entanto, é possível encontrar no mercado águas que rondam o pH de 5,7 ou até mais de 6.
  5. 5. USO NO COTIDIANO
  6. 6. NUMEROS MAIS UTILIZADOS Com a criação do estudo de Ácido-Base, foi necessário uma escala para a medição do pH. Sua medição pode ser feita através de alguns Indicadores de Ácido/base, um exemplo é o indicador universal, que é uma tabela com diversas cores que variam do vermelho escuro até o roxo. Existem também outros métodos para a medição do mesmo, tal qual a utilização de “ Papel Tornassol “, que é serve para indicar se a substância é Ácida ou Básica, mas, não é capaz de mostrar seu valor numérico.
  7. 7. NUMEROS MAIS UTILIZADOS Outro método também para a medição de pH é a utilização de líquidos, como por exemplo a fenolfaleina, (que, quando adicionada em um meio Básico se torna rosa, e, quando adicionado em um meio Ácido, se torna transparente), e o Alaranjado de Metila, que quando adicionado em um meio Básico se torna amarelo e, quando adicionado em um meio ácido, se torna vermelho. As substâncias com pH entre 0 – 7 são acidas, tais quais, o Vinagre, a Coca-Cola, e até mesmo a Saliva pode ser ácida, E entre 7 – 14, são substâncias básicas, por exemplo, a água do mar e o Cloro ( Cl ).
  8. 8. ACIDEZ DO SOLO  A acidez do solo ou pH do solo, é a concentração de íons H+ presente na solução do solo e um dos indicadores de sua fertilidade. A faixa de pH ideal dos solos para a agricultura é entre 5,5 e 6,5. Isto porque é nesta faixa que os nutrientes ficam mais disponíveis às plantas, ou seja, na solução do solo. A acidez do solo tem origem nas rochas que formam o solo, da interação do solo com o clima - principalmente em áreas onde a pluviosidade é elevada-, na absorção dos sais alcalinos pelas plantas cultivadas ou pela reação de ácida de certos produtos utilizados na fertilização do solo. A acidez do solo pode ser corrigida com a incorporação ao solo de substâncias alcalinas como as conchas moídas, margas e calcário.
  9. 9. ACIDEZ DO SOLO    A acidez do solo também é conhecida como saporema em algumas regiões do Brasil. Alguns agricultores procuram fazer monitoramento a cada dois anos das áreas mais sujeitas à saporema. É recomendado o acompanhamento de um engenheiro florestal ou agrônomo, ou até um técnico em agricultura, para fazer a coleta de amostras e enviar para laboratórios especializados antes de fazer a calagem.
  10. 10. ACIDEZ DO ESTÔMAGO  A forma das proteínas é o grau de acidez do meio, também conhecido como pH (potencial hidrogeniônico). A escala de pH vai de 0 a 14 e mede a concentração relativa de íons hidrogênio (H+) em um determinado meio. O valor 7 apresenta um meio neutro, nem ácido nem básico. Valores próximos de 0 são os mais ácidos e os próximos de 14 são os mais básicos (alcalinos).
  11. 11. ACIDEZ DO ESTÔMAGO
  12. 12. ACIDEZ DO ESTÔMAGO  Cada enzima tem um pH ótimo de atuação, no qual a sua atividade é máxima. O pH ótimo para a maioria das enzimas fica entre 6 e 8, mas há exceções. A pepsina, por exemplo, uma enzima digestiva estomacal, atua eficientemente no pH fortemente ácido de nosso estômago (em torno de 2), onde a maioria das enzimas seria desnaturada. A tripsina, por sua vez, é uma enzima digestiva que atua no ambiente alcalino do intestino, tendo um pH ótimo situado em torno de 8.
  13. 13. QUÍMICA - O PH ALEXSANDRO DE JESUS SANTANA JÚNIOR, NÚMERO 1. CHRISTIAN SOMENSARI HAINFELLNER, NÚMERO 5. FELIPE SANCHES GOMES, NÚMERO 11. FRANCIELLE QUAGLIA, NÚMERO 12. HUGO REINA BRAGA, NÚMERO 15. JÚLIA LEME, NÚMERO 17.

×