Meu cartoon na escola

619 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
619
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Meu cartoon na escola

  1. 1. Estes cartoons nasceram de uma atividade em sala de aula, foi minha proposta na aula de artes para os alunos do ensino fundamental que elaboraram o tema e escreveram os diálogos. Alguns diálogos foram editados para elaboração deste livro digital para que todos possam compreender com facilidade as histórias por eles criadas, já que alguns não estavam muito legíveis.
  2. 2. Todas as minhas atividades em sala de aula são para mim bastante ciêntificas, é uma maneira de conhecer e analisar o universo dos adolescentes e sua maneira de pensar e se expressar, desejos, sonhos e medos. Eu tenho grande interesse na psicologia e acredito que estas atividades são o registro do subconciente a das experiências de cada um deles, eles falam de família, amor, amizade,violência e assuntos que fazem parte do dia dia deles. Nas atividades de artes eu procuro dar toda liberdade no momento da composição, alguns alunos acham que não desenham bem e não sentem vontade de se expressar, mas eu encontro muita expressividade mesmo quando eles desenham usando apenas personagens que são o que eles chamam de palitinhos. Muitos alunos acham que para ser bom em artes precisa ter a capacidade de fazer belos desenhos ou ser um ótimo desenhista e eles se comparam com outros e se frustram perdendo o interesse pelas atividades propostas. Mas mesmo nossos ancestrais das cavernas já se expressavam sem se preocupar com a forma e sim com a mensagem que queriam transmitir. Alguns professores de arte exigem perfeição nos traços e nas linhas e nem todos conseguem desenvolver estas habilidades rapidamente, portanto eu dou prioridade a livre expressão sem exigir demais na técnica que só bloqueia e limita o desenvolvimento da criatividade.

×