Funções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu

1.946 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.946
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Funções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu

  1. 1. FUNÇÕES INORGÂNICAS
  2. 2. FUNÇÕES INORGÂNICAS • Substância orgânica é a que se origina dos organismos vivos (vegetais e animais). São as que contêm carbono. • Substância inorgânica (ou mineral) é a que se origina dos minerais. São as formadas por todos os demais elementos químicos. • Função química é um conjunto de substâncias com propriedades químicas semelhantes, denominadas propriedades funcionais. As principais funções inorgânicas são os ácidos, as bases, os sais e o óxidos.
  3. 3. DISSOCIAÇÃO IÔNICA X IONIZAÇÃO Teoria da Dissociação Iônica de Arrhenius
  4. 4. DISSOCIAÇÃO IÔNICA X IONIZAÇÃO
  5. 5. DISSOCIAÇÃO IÔNICA X IONIZAÇÃO
  6. 6. TEORIAS ÁCIDO-BASE • TEORIA DE ARRHENIUS ÁCIDO qualquer substância que em meio aquoso sofre ionização, liberando como único cátion o H+, ou o H3O+ (hidrônio). BASE qualquer substância que em meio aquoso sofre dissociação iônica, liberando como único ânion a –OH (hidroxila). • TEORIA DE BRÖNSTED-LOWRY ÁCIDO espécie química que doa prótons. BASE espécie química que recebe prótons. • TEORIA DE LEWIS ÁCIDO receptor de par de elétrons. BASE doador de par de elétrons.
  7. 7. ÁCIDOS 1. CONCEITO É qualquer substância que em meio aquoso sofre ionização, liberando como único cátion o H+, ou o H3O+(hidrônio). 2. CLASSIFICAÇÃO a) Nº de hidrogênios ionizáveis: • Monoácidos: na ionização, a molécula produz apenas 1 H" (HCl, HNO3 etc.). • Diácidos: na ionização, a molécula produz 2 H" (H2SO4, H2CO3 etc.). • Triácidos: na ionização, a molécula produz 3 H" (H3PO4, H3BO3 etc.). • Tetrácidos: na ionização, a molécula produz 4 H" (H4P2O7, H4SiO4 etc.).
  8. 8. 2. CLASSIFICAÇÃO b) Presença de oxigênio: • Hidrácidos: não contêm oxigênio (HCl, HBr, H2S etc.). • Oxiácidos: contêm oxigênio (HNO3, H2SO4, H3PO4 etc.). c) Grau de Ionização: - Nos hidrácidos α = nº moléculas ionizadas / nº moléculas dissolvidas α ≥ 50%  ácido forte (HCl, HBr, HI) 5% < α < 50%  ácido moderado (HF) α ≤ 5%  ácido fraco (H2S, HCN) - Nos oxiácidos x = nº átomos de O – nº átomos de H ionizáveis x = 3 ou 2  ácido forte (HBrO4, H2SO4) x = 1  ácido moderado (H3PO4, H2NO2) x = 0  ácido fraco (HClO, H4SiO4) ÁCIDOS
  9. 9. 3. NOMENCLATURA - Hidrácidos - Oxiácidos ÁCIDOS NOX DO ELEMENTO CENTRAL NOMENCLATURA +7 Ácido Per.............ico +5 ou +6 Ácido .................ico +3 ou +4 Ácido .................oso +1 ou +2 Ácido Hipo..........oso
  10. 10. 3. NOMENCLATURA - Exemplos HF – HCl – HBr – HI – H2S – HCN – HClO4 – HClO3 – HClO2 – HClO – H2SO4 – H2SO3 – ÁCIDOS
  11. 11. 3. NOMENCLATURA - Nomenclatura quanto o grau de hidratação: H3PO4 chama-se ácido ortofosfórico, pois é o mais hidratado dos três; H4P2O7 chama-se ácido pirofosfórico (2 x H3PO4 = H6P2O8, menos H2O); HPO3 chama-se ácido metafosfórico (H3PO4 menos H2O). ÁCIDOS 4. ÁCIDOS IMPORTANTES - H2SO4 - H2CO3 - HNO3 - HCl - HF
  12. 12. BASES 1. CONCEITO É qualquer substância que em meio aquoso sofre dissociação iônica, liberando como único ânion a –OH (hidroxila). 2. CLASSIFICAÇÃO a) Nº de hidroxilas: • Monobases: uma hidroxilas. Exemplos: NaOH, NH4OH etc. • Dibases: duas hidroxilas. Exemplos: Ca(OH)2, Fe(OH)2 etc. • Tribases: três hidroxilas. Exemplos: Al(OH)3, Fe(OH)3 etc. • Tetrabases: quatro hidroxilas. Exemplos: Sn(OH)4, Pb(OH)4 etc. b) Grau de dissociação: • Bases fortes: metais alcalinos e alcalinoterrosos (exceto Mg(OH)2, que é uma base fraca. • Bases fracas: NH4OH e demais metais.
  13. 13. 2. CLASSIFICAÇÃO c) Solubilidade: • Solúveis: hidróxidos dos metais alcalinos e NH4OH. • Pouco solúveis: hidróxidos dos metais alcalinoterrosos. • Praticamente insolúveis: todos os demais. BASES 3. NOMENCLATURA - Quando o elemento forma apenas uma base: - Quando o elemento forma duas bases:
  14. 14. BASES 3. NOMENCLATURA - Exemplos: NaOH – Ca(OH)2 – Al(OH)3 – Fe(OH)2 – Fe(OH)3 – CuOH – Cu(OH)2 – Mn(OH)2 – Mn(OH)4 – Pb(OH)2 – Pb(OH)4 – 4. BASES IMPORTANTES - NaOH - Ca(OH)2 - NH4OH
  15. 15. COMPARAÇÃO ENTRE ÁCIDOS E BASES
  16. 16. MEDIDA DE ACIDEZ E BASICIDADE
  17. 17. SAIS 1. CONCEITO São compostos iônicos que, em meio aquoso sofrem dissociação iônica, e possuem, pelo menos, um cátion diferente do H+ e um ânion diferente do –OH. Fórmula Geral 2. NOMENCLATURA (nome do ânion) de (nome do cátion)
  18. 18. SAIS 2. NOMENCLATURA - Exemplos: NaCl – CaI2 – KBr – Al2S3 – FeCl2 – Fe2S3 – 3. OUTROS SAIS - Sais ácidos NaHCO3 – carbonato monoácido de sódio ou monohidrogeno-carbonato de sódio - Sais básicos Al(OH)2Cl – cloreto dibásico de alumínio ou dihidróxi-cloreto de alumínio - Sais duplos KNaSO4 – sulfato duplo de sódio e potássio CaClBr – brometo-cloreto de cálcio
  19. 19. SAIS 4. SAIS IMPORTANTES - NaCl - Na2CO3 - NaOCl - CaCO3 5. REAÇÕES DE NEUTRALIZAÇÃO ÁCIDO + BASE  SAL + ÁGUA - Neutralização Total HCl + NaOH  NaCl + H2O - Neutralização Parcial H3PO4 + NaOH  NaH2PO4 + H2O HNO3 + Ca(OH)2  CaOHNO3 + H2O
  20. 20. ÓXIDOS 1. CONCEITO São compostos binários nos quais o oxigênio é o elemento mais eletronegativo. 2. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA a) Óxidos básicos: São óxidos que reagem com a água, produzindo uma base, ou reagem com um ácido, produzindo sal e água. São formados por metais com números de oxidação baixos (+1, +2 ou +3). -) Exemplos: Na2O — óxido de sódio CaO — óxido de cálcio Fe2O3 — óxido férrico FeO — óxido ferroso CuO — óxido de cobre II Cu2O — óxido de cobre I NiO –– monóxido de mononíquel Ni2O3 –– trióxido de diníquel
  21. 21. ÓXIDOS 2. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA b) Óxidos ácidos ou anidridos São óxidos que reagem com a água, produzindo um ácido, ou reagem com uma base, produzindo sal e água. São formados por ametais (e, nesse caso, são compostos geralmente gasosos) ou por metais com números de oxidação elevados (como Cr, Mn, etc). -) Exemplos: CO2 — anidrido carbônico B2O3 — anidrido bórico SO3 — óxido de enxofre VI ou trióxido de (mono) enxofre SO2 — óxido de enxofre IV ou dióxido de (mono) enxofre N2O5 — anidrido nítrico N2O3 — anidrido nitroso CrO3 — óxido de cromo
  22. 22. ÓXIDOS 2. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA c) Óxidos Anfóteros Podem se comportar ora como óxido básico, ora como óxido ácido. São, em geral, sólidos, iônicos, insolúveis na água e formados por metais (Zn; Al; Sn; Pb) ou por semimetais (As; Sb). -) Exemplos: ZnO — óxido de zinco SnO2 — óxido estânico ou óxido de estanho IV, ou dióxido de (mono) estanho SnO — óxido estanoso ou óxido de estanho II, ou (mono) óxido de (mono) estanho d) Óxidos neutros ou indiferentes São óxidos que não reagem com água, nem com ácidos nem com bases. Os mais comuns são: CO — monóxido de carbono; N2O — óxido nitroso; NO — óxido nítrico e H2O — água.
  23. 23. ÓXIDOS 2. CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA e) Óxidos duplos ou mistos São óxidos que se comportam como se fossem formados por dois outros óxidos, do mesmo elemento químico. -) Exemplos: FeO + Fe2O3  Fe3O4 (tetróxido de triferro) 2 PbO + PbO2  Pb3O4 (tetróxido de trichumbo) f) Peróxidos São óxidos que reagem com a água ou com ácidos diluídos, produzindo água oxigenada (H2O2). Os mais comuns são os de hidrogênio, metais alcalinos e metais alcalinosterrosos. -) Exemplos: Na2O2 — peróxido de sódio H2O2 — peróxido de hidrogênio
  24. 24. ÓXIDOS 3. ÓXIDOS IMPORTANTES - CaO - CO2 - H2O2 FIM
  25. 25. Obrigado!!!

×