SlideShare uma empresa Scribd logo

1º EQ UERJ 2015 - QUÍMICA-GABARITO COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU

1 de 2
Baixar para ler offline
QUÍMICA - Prof. Fernando Abreu
QUESTÃO 31. Os combustíveis fósseis, que têm papel
de destaque na matriz energética brasileira, são
formados, dentre outros componentes, por
hidrocarbonetos.
A combustão completa dos hidrocarbonetos acarreta a
formação de um óxido ácido que vem sendo
considerado o principal responsável pelo efeito estufa.
A fórmula química desse óxido corresponde a:
(A) CO2
(B) SO3
(C) H2O
(D) Na2O
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Sabe-se que os óxidos ácidos normalmente apresentam
caráter covalente, isto é, são moleculares, e formados
em sua maioria por ametais, que são elementos com
alta eletronegatividade. Quando formados por metais,
esses possuem nox (carga elétrica) elevados. Na
questão, são óxidos ácidos o CO2 e o SO3, porém, o que
é obtido pela combustão de hidrocarbonetos só pode
ser o CO2.
QUESTÃO 33. A vanilina é a substância responsável
pelo aroma de baunilha presente na composição de
determinados vinhos. Este aroma se reduz, porém, à
medida que a vanilina reage com o ácido etanoico, de
acordo com a equação química abaixo.
A substância orgânica produzida nessa reação altera o
aroma do vinho, pois apresenta um novo grupamento
pertencente à função química denominada:
(A) éster
(B) álcool
(C) cetona
(D) aldeído
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Trata-se de uma reação de esterificação, onde o grupo
carboxila do ácido etanoico reage com a hidroxila da
vanila resultando em um éster.
QUESTÃO 36.
Um aquário com 100 L de solução aquosa de NaCℓ com
concentração igual a 2,1 g.L−1
, será utilizado para criar
peixes que vivem no trecho Z do rio. A fim de atingir a
concentração mínima para a sobrevivência dos peixes,
deverá ser acrescentado NaCℓ à solução, sem alteração
de seu volume.
A massa de cloreto de sódio a ser adicionada, em
quilogramas, é igual a:
(A) 2,40
(B) 3,30
(C) 3,51
(D) 3,72
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Tem-se:
2,1g de NaCℓ ---- 1L de H2O
X ---- 100 L de H2O; logo, X = 210g de NaCℓ
M = m / (mm . V)
0,6 = m / (58,5 . 100)
M = 3510g de NaCℓ
3510 – 210 = 3300g = 3,30kg de NaCℓ
QUESTÃO 37. Diversos mecanismos importantes para a
manutenção da vida na Terra estão relacionados com
interações químicas.
A interação química envolvida tanto no pareamento
correto de bases nitrogenadas no DNA quanto no
controle de variações extremas de temperatura na
água é uma ligação do seguinte tipo:
(A) iônica
(B) covalente
(C) de hidrogênio
(D) de van der Waals
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Sabe-se que a interação que acontece quando o
hidrogênio de liga ao flúor, oxigênio ou nitrogênio é a
ponte de hidrogênio.
QUESTÃO 38. Em fins do século XVI, foi feita uma das
primeiras aplicações práticas de uma pilha: a
decomposição da água em oxigênio e hidrogênio,
processo denominado eletrólise.
Já naquela época, com base nesse experimento,
sugeriu-se que as forças responsáveis pelas ligações
químicas apresentam a seguinte natureza:
(A) nuclear
(B) elétrica
(C) magnética
(D) gravitacional
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
As forças que mantêm os átomos unidos são
fundamentalmente de natureza elétrica.
QUESTÃO 40. Com base no número de partículas
subatômicas que compõem um átomo, as seguintes
grandezas podem ser definidas:
O oxigênio é encontrado na natureza sob a forma de
três átomos: 16
O, 17
O e 18
O. No estado fundamental,
esses átomos possuem entre si quantidades iguais de
duas das grandezas apresentadas.
Os símbolos dessas duas grandezas são:
(A) Z e A
(B) E e N
(C) Z e E
(D) N e A
GABARITO COMENTADO – 1º EXAME DE QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 – PROF. FERNANDO ABREU
QUÍMICA - Prof. Fernando Abreu
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Sabe-se que o número atômico é a ”identidade“ do
átomo e, portanto, não muda para um mesmo
elemento químico. Como o átomo é uma espécie
neutra, o número de prótons (dado pelo número
atômico) é igual ao número de elétrons.
QUESTÃO 42. A proporção de moléculas de água
presentes na forma hidratada de um sal pode ser
representada da seguinte forma, na qual X corresponde
ao número de mols de água por mol desse sal:
CuSO4 . X H2O
Uma amostra de 4,99 g desse sal hidratado foi
aquecida até que toda a água nela contida evaporou,
obtendo-se uma massa de 3,19 g de sulfato de cobre
II.
O número de mols de água por mol de sulfato de cobre
II na composição do sal hidratado equivale a:
(A) 2
(B) 5
(C) 10
(D) 20
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
MM CuSO4 = 159.5 g/mol
1mol CuSO4 ----- 159.5g
Y ----- 3,19g
Y = 0,02 mol
4,99 – 3,19 = 1,8 g de H2O
1mol H2O ----- 18g
X ------ 1,8g
X = 0,1 mol
0,02mol CuSO4 --- 0,1 mol de H2O
1 --- Z
Z = 5 mol
QUESTÃO 44. Em 1815, o médico inglês William Prout
formulou a hipótese de que as massas atômicas de
todos os elementos químicos corresponderiam a um
múltiplo inteiro da massa atômica do hidrogênio. Já
está comprovado, porém, que o cloro possui apenas
dois isótopos e que sua massa atômica é fracionária.
Os isótopos do cloro, de massas atômicas 35 e 37,
estão presentes na natureza, respectivamente, nas
porcentagens de:
(A) 55% e 45%
(B) 65% e 35%
(C) 75% e 25%
(D) 85% e 15%
COMENTÁRIO DA QUESTÃO:
Para calcular a massa atômica, faz-se uma média
ponderal com as porcentagens dos isótopos na
natureza. Como não é dado o valor da
porcentagem, tem-se os valores A e B.
Calculando o sistema:
[35 x (100 – B)] + (37 x B) = 3550
3500 – 35B + 37B = 3550
2B = 3550 – 3500
B = 50/2
B = 25 %; então A = 75%.
GABARITO COMENTADO – 1º EXAME DE QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 – PROF. FERNANDO ABREU

Recomendados

2º eq uerj 2014 gabarito comentado - prof. fernando abreu
2º eq uerj 2014   gabarito comentado - prof. fernando abreu2º eq uerj 2014   gabarito comentado - prof. fernando abreu
2º eq uerj 2014 gabarito comentado - prof. fernando abreuFernando Abreu
 
ENEM 2013 QUÍMICA - PROF. FERNANDO ABREU
ENEM 2013   QUÍMICA - PROF. FERNANDO ABREUENEM 2013   QUÍMICA - PROF. FERNANDO ABREU
ENEM 2013 QUÍMICA - PROF. FERNANDO ABREUFernando Abreu
 
lista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COClista de questões - Volta são joão - COC
lista de questões - Volta são joão - COCRodrigo Sampaio
 
Gabarito comentado 1º Exame de Qualificação UERJ 2017 - Prof. Fernando Abreu
Gabarito comentado 1º Exame de Qualificação UERJ 2017 - Prof. Fernando AbreuGabarito comentado 1º Exame de Qualificação UERJ 2017 - Prof. Fernando Abreu
Gabarito comentado 1º Exame de Qualificação UERJ 2017 - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1VOECursos
 
CfSd 2016 química 2
CfSd 2016   química 2CfSd 2016   química 2
CfSd 2016 química 2profNICODEMOS
 
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5Maiquel Vieira
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRodrigo Sampaio
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano prontaTâmara Maria Rodrigues
 
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.Mara Farias
 
Hibridização - Orbitais
Hibridização - OrbitaisHibridização - Orbitais
Hibridização - OrbitaisIsabella Silva
 
Aula 06 classificação periódica
Aula 06 classificação periódicaAula 06 classificação periódica
Aula 06 classificação periódicaColegio CMC
 
Dependência de química 1ª ano do ensino médio
Dependência de química 1ª ano do ensino médioDependência de química 1ª ano do ensino médio
Dependência de química 1ª ano do ensino médioEscola Pública/Particular
 

Mais procurados (20)

Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
 
Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1
 
CfSd 2016 química 2
CfSd 2016   química 2CfSd 2016   química 2
CfSd 2016 química 2
 
Exercício 2 (continuação)
Exercício  2 (continuação)Exercício  2 (continuação)
Exercício 2 (continuação)
 
ExercÍcios Vestibular
ExercÍcios   VestibularExercÍcios   Vestibular
ExercÍcios Vestibular
 
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 ano
 
Caderno5
Caderno5Caderno5
Caderno5
 
Química Geral Lista 03
Química Geral Lista 03Química Geral Lista 03
Química Geral Lista 03
 
Aula lig covalente_2013
Aula lig covalente_2013Aula lig covalente_2013
Aula lig covalente_2013
 
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
Prova de recuperação  ciências   9 ano prontaProva de recuperação  ciências   9 ano pronta
Prova de recuperação ciências 9 ano pronta
 
137
137137
137
 
Química Geral Lista_04
Química Geral Lista_04Química Geral Lista_04
Química Geral Lista_04
 
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
 
Hibridização - Orbitais
Hibridização - OrbitaisHibridização - Orbitais
Hibridização - Orbitais
 
2011prova química
2011prova química2011prova química
2011prova química
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Aula 06 classificação periódica
Aula 06 classificação periódicaAula 06 classificação periódica
Aula 06 classificação periódica
 
Gabarito ligaçãometalica
Gabarito ligaçãometalicaGabarito ligaçãometalica
Gabarito ligaçãometalica
 
Dependência de química 1ª ano do ensino médio
Dependência de química 1ª ano do ensino médioDependência de química 1ª ano do ensino médio
Dependência de química 1ª ano do ensino médio
 

Destaque

Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesIsabella Silva
 
Lista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de AtomísticaLista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de AtomísticaHebertty Dantas
 
Aulão Química PSS
Aulão Química PSSAulão Química PSS
Aulão Química PSSWagnner Melo
 
Comentários IFPE 2015
Comentários IFPE 2015Comentários IFPE 2015
Comentários IFPE 2015Nap Murakami
 
Exercicios calculos estequiométricos
Exercicios calculos estequiométricosExercicios calculos estequiométricos
Exercicios calculos estequiométricossemestraltardetotem
 
Lista de exercícios IV Cálculos Estequiométricos
Lista de exercícios IV Cálculos EstequiométricosLista de exercícios IV Cálculos Estequiométricos
Lista de exercícios IV Cálculos EstequiométricosCarlos Priante
 
Apostila Interações Moleculares
Apostila Interações MolecularesApostila Interações Moleculares
Apostila Interações MolecularesLucas Forlin
 
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012Jornal do Commercio
 
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando AbreuFunções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
Caderno Branco ENEM 2012
Caderno Branco ENEM 2012 Caderno Branco ENEM 2012
Caderno Branco ENEM 2012 14578910
 
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuEstequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
Regras do ar - Questionario e gabarito
Regras do ar - Questionario e gabaritoRegras do ar - Questionario e gabarito
Regras do ar - Questionario e gabaritoAlcides Silva
 
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-robertodebiereis
 
Exercício_distribuição_eletrônica
Exercício_distribuição_eletrônicaExercício_distribuição_eletrônica
Exercício_distribuição_eletrônicaphabbyanno
 
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017Diogo Santos
 

Destaque (20)

Exercícios - ligações
Exercícios - ligaçõesExercícios - ligações
Exercícios - ligações
 
Lista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de AtomísticaLista de Exercícios de Atomística
Lista de Exercícios de Atomística
 
Aulão Química PSS
Aulão Química PSSAulão Química PSS
Aulão Química PSS
 
Comentários IFPE 2015
Comentários IFPE 2015Comentários IFPE 2015
Comentários IFPE 2015
 
Exercicios calculos estequiométricos
Exercicios calculos estequiométricosExercicios calculos estequiométricos
Exercicios calculos estequiométricos
 
Lista de exercícios IV Cálculos Estequiométricos
Lista de exercícios IV Cálculos EstequiométricosLista de exercícios IV Cálculos Estequiométricos
Lista de exercícios IV Cálculos Estequiométricos
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Lista 6 2014
Lista 6   2014Lista 6   2014
Lista 6 2014
 
Apostila Interações Moleculares
Apostila Interações MolecularesApostila Interações Moleculares
Apostila Interações Moleculares
 
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012
Gabarito final do vestibular seriado da UPE 2012
 
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando AbreuFunções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu
Funções Inorgânicas - Prof. Fernando Abreu
 
Caderno Branco ENEM 2012
Caderno Branco ENEM 2012 Caderno Branco ENEM 2012
Caderno Branco ENEM 2012
 
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuEstequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
 
Regras do ar - Questionario e gabarito
Regras do ar - Questionario e gabaritoRegras do ar - Questionario e gabarito
Regras do ar - Questionario e gabarito
 
Lista 2° ano
Lista 2° anoLista 2° ano
Lista 2° ano
 
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto
44096407 calculos-estequiometricos-profâº-agamenon-roberto
 
Exercício_distribuição_eletrônica
Exercício_distribuição_eletrônicaExercício_distribuição_eletrônica
Exercício_distribuição_eletrônica
 
QUÍM. ORG. - Principais funções orgânicas
QUÍM. ORG. - Principais funções orgânicasQUÍM. ORG. - Principais funções orgânicas
QUÍM. ORG. - Principais funções orgânicas
 
Exrciciios
ExrciciiosExrciciios
Exrciciios
 
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017
Caderno do aluno química 2 ano vol 2 2014 2017
 

Semelhante a 1º EQ UERJ 2015 - QUÍMICA-GABARITO COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU

Semelhante a 1º EQ UERJ 2015 - QUÍMICA-GABARITO COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU (20)

Quimica ligacoes quimicas_exercicios
Quimica ligacoes quimicas_exerciciosQuimica ligacoes quimicas_exercicios
Quimica ligacoes quimicas_exercicios
 
Quimica 2 Feijão
Quimica 2 FeijãoQuimica 2 Feijão
Quimica 2 Feijão
 
Questões gerais de química_2º ano
Questões gerais de química_2º anoQuestões gerais de química_2º ano
Questões gerais de química_2º ano
 
Fuvest 1999 - 2º fase - química
Fuvest   1999 - 2º fase - químicaFuvest   1999 - 2º fase - química
Fuvest 1999 - 2º fase - química
 
2019 2020 eq10_02_teste_propriedades_transf_materia_v2
2019 2020 eq10_02_teste_propriedades_transf_materia_v22019 2020 eq10_02_teste_propriedades_transf_materia_v2
2019 2020 eq10_02_teste_propriedades_transf_materia_v2
 
Quimica ufpe 2013
Quimica ufpe 2013Quimica ufpe 2013
Quimica ufpe 2013
 
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVASQUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
QUÍMICA - CADERNO DE PROVAS
 
Química exercicios extras
Química   exercicios extrasQuímica   exercicios extras
Química exercicios extras
 
Apoio 2ªsuplementar gabarito
Apoio 2ªsuplementar gabaritoApoio 2ªsuplementar gabarito
Apoio 2ªsuplementar gabarito
 
Lista de revisão2 ano
Lista de revisão2 anoLista de revisão2 ano
Lista de revisão2 ano
 
Lista de revisão2 ano
Lista de revisão2 anoLista de revisão2 ano
Lista de revisão2 ano
 
Lista de revisão2 ano
Lista de revisão2 anoLista de revisão2 ano
Lista de revisão2 ano
 
Revisão de véspera - FCM
Revisão  de véspera - FCMRevisão  de véspera - FCM
Revisão de véspera - FCM
 
Revisão de véspera - FCM
Revisão  de véspera - FCMRevisão  de véspera - FCM
Revisão de véspera - FCM
 
Alfa módulo 10
Alfa   módulo 10Alfa   módulo 10
Alfa módulo 10
 
Exame de-quimica-up -2009
Exame de-quimica-up -2009Exame de-quimica-up -2009
Exame de-quimica-up -2009
 
Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
 
Lista 2 ano final nox
Lista 2 ano final noxLista 2 ano final nox
Lista 2 ano final nox
 
Aula 4 (eletrólise)
Aula 4 (eletrólise)Aula 4 (eletrólise)
Aula 4 (eletrólise)
 
Bia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomicaBia revisao estrutura atomica
Bia revisao estrutura atomica
 

Mais de Fernando Abreu

2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU
2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU
2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREUFernando Abreu
 
1º eq uerj 2016 gabarito de química comentado - prof. fernando abreu
1º eq uerj 2016   gabarito de química comentado - prof. fernando abreu1º eq uerj 2016   gabarito de química comentado - prof. fernando abreu
1º eq uerj 2016 gabarito de química comentado - prof. fernando abreuFernando Abreu
 
Chuva Ácida - Prof. Fernando Abreu
Chuva Ácida - Prof. Fernando AbreuChuva Ácida - Prof. Fernando Abreu
Chuva Ácida - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando AbreuEletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando Abreu
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando AbreuDROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando Abreu
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
Passatempo Químico - Prof. Fernando Abreu
Passatempo Químico - Prof. Fernando AbreuPassatempo Químico - Prof. Fernando Abreu
Passatempo Químico - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 

Mais de Fernando Abreu (6)

2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU
2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU
2º EQ UERJ 2016 - GABARITO DE QUÍMICA COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU
 
1º eq uerj 2016 gabarito de química comentado - prof. fernando abreu
1º eq uerj 2016   gabarito de química comentado - prof. fernando abreu1º eq uerj 2016   gabarito de química comentado - prof. fernando abreu
1º eq uerj 2016 gabarito de química comentado - prof. fernando abreu
 
Chuva Ácida - Prof. Fernando Abreu
Chuva Ácida - Prof. Fernando AbreuChuva Ácida - Prof. Fernando Abreu
Chuva Ácida - Prof. Fernando Abreu
 
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando AbreuEletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
 
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando Abreu
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando AbreuDROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando Abreu
DROGAS - CONCEITOS E LEIS - Prof. Fernando Abreu
 
Passatempo Químico - Prof. Fernando Abreu
Passatempo Químico - Prof. Fernando AbreuPassatempo Químico - Prof. Fernando Abreu
Passatempo Químico - Prof. Fernando Abreu
 

Último

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 

Último (20)

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 

1º EQ UERJ 2015 - QUÍMICA-GABARITO COMENTADO - PROF. FERNANDO ABREU

  • 1. QUÍMICA - Prof. Fernando Abreu QUESTÃO 31. Os combustíveis fósseis, que têm papel de destaque na matriz energética brasileira, são formados, dentre outros componentes, por hidrocarbonetos. A combustão completa dos hidrocarbonetos acarreta a formação de um óxido ácido que vem sendo considerado o principal responsável pelo efeito estufa. A fórmula química desse óxido corresponde a: (A) CO2 (B) SO3 (C) H2O (D) Na2O COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Sabe-se que os óxidos ácidos normalmente apresentam caráter covalente, isto é, são moleculares, e formados em sua maioria por ametais, que são elementos com alta eletronegatividade. Quando formados por metais, esses possuem nox (carga elétrica) elevados. Na questão, são óxidos ácidos o CO2 e o SO3, porém, o que é obtido pela combustão de hidrocarbonetos só pode ser o CO2. QUESTÃO 33. A vanilina é a substância responsável pelo aroma de baunilha presente na composição de determinados vinhos. Este aroma se reduz, porém, à medida que a vanilina reage com o ácido etanoico, de acordo com a equação química abaixo. A substância orgânica produzida nessa reação altera o aroma do vinho, pois apresenta um novo grupamento pertencente à função química denominada: (A) éster (B) álcool (C) cetona (D) aldeído COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Trata-se de uma reação de esterificação, onde o grupo carboxila do ácido etanoico reage com a hidroxila da vanila resultando em um éster. QUESTÃO 36. Um aquário com 100 L de solução aquosa de NaCℓ com concentração igual a 2,1 g.L−1 , será utilizado para criar peixes que vivem no trecho Z do rio. A fim de atingir a concentração mínima para a sobrevivência dos peixes, deverá ser acrescentado NaCℓ à solução, sem alteração de seu volume. A massa de cloreto de sódio a ser adicionada, em quilogramas, é igual a: (A) 2,40 (B) 3,30 (C) 3,51 (D) 3,72 COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Tem-se: 2,1g de NaCℓ ---- 1L de H2O X ---- 100 L de H2O; logo, X = 210g de NaCℓ M = m / (mm . V) 0,6 = m / (58,5 . 100) M = 3510g de NaCℓ 3510 – 210 = 3300g = 3,30kg de NaCℓ QUESTÃO 37. Diversos mecanismos importantes para a manutenção da vida na Terra estão relacionados com interações químicas. A interação química envolvida tanto no pareamento correto de bases nitrogenadas no DNA quanto no controle de variações extremas de temperatura na água é uma ligação do seguinte tipo: (A) iônica (B) covalente (C) de hidrogênio (D) de van der Waals COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Sabe-se que a interação que acontece quando o hidrogênio de liga ao flúor, oxigênio ou nitrogênio é a ponte de hidrogênio. QUESTÃO 38. Em fins do século XVI, foi feita uma das primeiras aplicações práticas de uma pilha: a decomposição da água em oxigênio e hidrogênio, processo denominado eletrólise. Já naquela época, com base nesse experimento, sugeriu-se que as forças responsáveis pelas ligações químicas apresentam a seguinte natureza: (A) nuclear (B) elétrica (C) magnética (D) gravitacional COMENTÁRIO DA QUESTÃO: As forças que mantêm os átomos unidos são fundamentalmente de natureza elétrica. QUESTÃO 40. Com base no número de partículas subatômicas que compõem um átomo, as seguintes grandezas podem ser definidas: O oxigênio é encontrado na natureza sob a forma de três átomos: 16 O, 17 O e 18 O. No estado fundamental, esses átomos possuem entre si quantidades iguais de duas das grandezas apresentadas. Os símbolos dessas duas grandezas são: (A) Z e A (B) E e N (C) Z e E (D) N e A GABARITO COMENTADO – 1º EXAME DE QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 – PROF. FERNANDO ABREU
  • 2. QUÍMICA - Prof. Fernando Abreu COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Sabe-se que o número atômico é a ”identidade“ do átomo e, portanto, não muda para um mesmo elemento químico. Como o átomo é uma espécie neutra, o número de prótons (dado pelo número atômico) é igual ao número de elétrons. QUESTÃO 42. A proporção de moléculas de água presentes na forma hidratada de um sal pode ser representada da seguinte forma, na qual X corresponde ao número de mols de água por mol desse sal: CuSO4 . X H2O Uma amostra de 4,99 g desse sal hidratado foi aquecida até que toda a água nela contida evaporou, obtendo-se uma massa de 3,19 g de sulfato de cobre II. O número de mols de água por mol de sulfato de cobre II na composição do sal hidratado equivale a: (A) 2 (B) 5 (C) 10 (D) 20 COMENTÁRIO DA QUESTÃO: MM CuSO4 = 159.5 g/mol 1mol CuSO4 ----- 159.5g Y ----- 3,19g Y = 0,02 mol 4,99 – 3,19 = 1,8 g de H2O 1mol H2O ----- 18g X ------ 1,8g X = 0,1 mol 0,02mol CuSO4 --- 0,1 mol de H2O 1 --- Z Z = 5 mol QUESTÃO 44. Em 1815, o médico inglês William Prout formulou a hipótese de que as massas atômicas de todos os elementos químicos corresponderiam a um múltiplo inteiro da massa atômica do hidrogênio. Já está comprovado, porém, que o cloro possui apenas dois isótopos e que sua massa atômica é fracionária. Os isótopos do cloro, de massas atômicas 35 e 37, estão presentes na natureza, respectivamente, nas porcentagens de: (A) 55% e 45% (B) 65% e 35% (C) 75% e 25% (D) 85% e 15% COMENTÁRIO DA QUESTÃO: Para calcular a massa atômica, faz-se uma média ponderal com as porcentagens dos isótopos na natureza. Como não é dado o valor da porcentagem, tem-se os valores A e B. Calculando o sistema: [35 x (100 – B)] + (37 x B) = 3550 3500 – 35B + 37B = 3550 2B = 3550 – 3500 B = 50/2 B = 25 %; então A = 75%. GABARITO COMENTADO – 1º EXAME DE QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 – PROF. FERNANDO ABREU