Prefeitura de
Magé.
Nos Caminhos da Umbanda
O DIREITO DOS ESPÍRITAS E ESPIRITUALISTAS DE
SE CASAR DENTRO DE SEU TEMPLO REL...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 02
50 ANOS DEDICADOS ÀS LETRAS, EDUCAÇÃO E CULTURA. 2ª PARTE
Antologista: O...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 03
MOMENTO REFLEXÃO
Mensagem escrita pelo saudoso e mestre Natan Felipe Ho...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 04
Excursões da Carminha
Para maiores informações:
2631-0858 ou 9-9317-1922...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 05
QUALIDADE E BOM PREÇO
UMBANDA E CANDOMBLÉ
FLORA
YEMANJÁ
ARTIGOS RELIGIO...
Página 06 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.
OdiretóriomunicipaldoPartidodoMovimento
Democrático Brasileiro “PMDB” d...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 07
Tales Mileto: Nasceu na Gré-
cia, em Mileto na Ásia me-
nor. Dedicou as...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 08
TEMOS ERVAS FRESCAS.
O Estado Democrático de Direito onde
vivemos não pe...
Hoje escrevo em minha co-
luna sobre um assunto mui-
to importante: “ A intole-
rância religiosa”, que virou
lei em nosso ...
01. Semana Mundial do Meio Am-
biente
01. Dia de Caxias
01. Primeira transmissão de TV no
Brasil
01. Dia da Imprensa
03. D...
Os beneficiários da Caixa Econômi-
ca Federal contemplados pelo pro-
grama "Minha Casa Minha Vida"
conheceram os 420 apart...
Página 12 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.
O Marcos Peçanha (Sabiá) participou
da comitiva do Estado do Rio de Jan...
Página 13JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.
A Câmara municipal de Magé, representada neste ato
pelo seu presidente, ...
Página 14 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.
WWW.MARCELOIMOBILIARIA.COM.BR
2631-3537
2631-3539
AV. ROBERTO SILVEIRA,...
Página 15JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.
66ª DP no Combate a Criminalidade
Policiais civis lotados na 66ª De-
leg...
JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 16
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal no compasso de magé edição junho 2014

560 visualizações

Publicada em

Está é a 7ª edição do Jornal no Compasso de Magé, trazendo noticia e informação ao povo Mageense

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
560
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal no compasso de magé edição junho 2014

  1. 1. Prefeitura de Magé. Nos Caminhos da Umbanda O DIREITO DOS ESPÍRITAS E ESPIRITUALISTAS DE SE CASAR DENTRO DE SEU TEMPLO RELIGIOSO Distribuição Gratuita e Circulação Dirigida para Público Pré-selecionado - JUNHO de 2014 - Circulação: Magé/RJ. Ano I - XII Edição - JUNHO 2014. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ 2631-0624 Por DEUS, pela PÁTRIA e pela FAMÍLIA. Coluna da Profª Benedita 50 ANOS DEDICADOS ÀS LETRAS, EDUCAÇÃO E CULTURA. 2ª PARTE MOMENTO REFLEXÃO MEUS IRMÃOS MAGEENSES Eles foram os Pré-socráticos por Benedito José da Silva pg 06 pg 10 pg 08 pg 07 pg 02 facebook/jornalnocompassodemage nocompassodemage.blogspot.com twitter/compassodemage pg 03 pg 09 pg 11 OS BRAVOS MORREM LUTANDO. PMDB Magé parabeniza os 449 anos de nossa Cidade Magé, 449 anos de História pg 13 MARCOS PEÇANHA PARTICIPA DO XXV CONACI CONGRESSO NACIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS MACEIO/AL pg 12 A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.A-PDF.com to remove the watermark
  2. 2. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 02 50 ANOS DEDICADOS ÀS LETRAS, EDUCAÇÃO E CULTURA. 2ª PARTE Antologista: Organizou 20 antologias (Projeto e coordenação) 01. Escritores do Colégio Estadu- al Mauá: I, II e III Concursos de poesia e redação - Livros I /2002 02. Escritores do Colégio Estadu- al Mauá:IV Concurso de Poesia e Redação - Livro II /2003 03. I Antologia em Prosa e Verso da Academia Mageense de Letras / 2003 04. Projeto Haicai na Escola, le- vando oficinas desta modalidade, às escolas/Magé/RJ/2004 05. II Antologia em Prosa e Verso da Academia Mageense de Letras/2004 06. III Antologia em Prosa e Verso da Academia Mageen- se de Letras/2005 07. V Antologia em Prosa e Verso da Academia Mageense de Letras/2007 08. IX Antologia da Academia Pan-Americana de Letras e Artes/2006 09. Antologia Virtual da Academia Mageense de Le- tras/2006 10. Antologia de haicai e oficinas, Grêmio Haicai Sa- biá/2008 11. Antologia de haicai e oficinas, Grêmio Haicai Sabiá/ 2009 12. I Antologia do ImBrasCi, Construindo a Paz/2010 PROFESSORA BENEDITA 13.RevistaHaikai-ComAmor,PortalCEN/Portugal/2006, 2007, 2008, 2009-do Nº 01 ao 11 14. Revista: Rio, Cá Estamos Nós/Portugal/ 2008/Nº 01 e 02 / www.caestamosnos.org 15. 3ª Antologia de haicai – Grêmio Haicai Sabiá /2011 16. I Antologia do Grêmio Haicai Águas de Março (2012) 17- I Antologia da AICLA – Academia Itapecuruense de Ciências, Letras e Artes (2012) 18- X Antologia da Aca- demia Pan-Americana de Letras e Artes/2012 19- I Antologia da Academia de Ciências, Letras e Artes de Magé (ACLAM) 20- II Antologia do Grêmio Haicai Águas de Março (2014)- no prelo Publicações em Antologias 01. “Outonos” Antologia do Calçadão da Cultura, Ni- terói/2001 02. II Antologia do Portal CEN/Portugal/2206 03. Poetas do Brasil, volume 06/Proyecto Cultural SUR – BRASIL/Bento Gonçalves/RS/2006 04. Antologia “ /Poetas pela Paz e Justiça Social, volume I /2006 05. Revista Informativa e Cultural da ALAP/RJ/2006 06. XVI Antologia da Academia de Letras e Artes do Pa- ranapuã/RJ/2005 - 2006 07. Cadernos 33-Oficina Editores/ APPERJ/2006 08. AntologiaBienalmais/OficinaEditores/APPERJ/2006 09. Revista Brasil Nikkei Bungaku Nº 23 - nipo-brasileira/ SP/2006 10. Revista Brasil Nikkei Bungaku Nº 24 - nippo-brasilei- ra/SP/2006 11. Revista Informativa e Cultural da ALAP/RJ/2007 12. Hai-Kais em setembro – Palavras Azuis, Blumenau- -SC/2007 13. Antologia de oficinas – Projeto Haicai na Escola/2008 14. Revista Brasil Nikkei Bungaku Nº 27 - nippo-brasi- leira/SP/2007 15. Revista Brasil Nikkei Bungaku Nº 29 - nippo-brasi- leira/SP/2008 16. Revista Brasil Nikkei Bungaku Nº 30 - nippo-brasi- leira/SP/2008 17. Antologia da Oficina Editores/APPERJ/2008 18. Antologia de Poetas Del Mundo/Mato Grosso do Sul/2008 19. III Antologia do Portal CEN/Portugal/2008 20. XVIII Antologia Literária Internacional Roberto de Castro DEL’SECCHI /2008 Autora do PROJETO HAICAI NA ESCOLA, levando a poesia às escolas, desde outubro/2004. Este PROJETO foi o embrião dos Grêmios de Haicai Sabiá e Águas de Março. Tem participação em revistas, jornais e sites. É verbete na Enciclopédia da Literatura Brasileira Con- temporânea, volume XIV, 2009. Benedita Silva de Azevedo Presidente da ACLAM - Academia e Ciências, Letras e Artes de Magé Coordenadora do Grêmio Haicai Sabiá - Magé/RJ Coordenadora do Grêmio Haicai Águas de Março/RJ Página pessoal: www.beneditaazevedo.com E-mail:Benedita_azevedo@yahoo.com.br Continua na próxima edição.
  3. 3. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 03 MOMENTO REFLEXÃO Mensagem escrita pelo saudoso e mestre Natan Felipe Holmes Burchtein, falecido em 22/12/2012. Saiba a aproveitar os sonhos. Se os sonhos fossem lembrados todas as vezes que sonhás- semos, estaríamos por assim dizer, vivendo em dois mun- dos. Hora num e hora no outro e não teríamos como repousar a consciência. 1. O sonho, ele é vivido, dentro ou fora do ser? 2. O adversário faz de quase tudo para ser um vencedor, o inimigo faz de tudo para te derrotar. 3. Na paz o maior aliado do homem é o seu irmão, na guer- ra o estranho. De onde vem os pensamentos que passam pela consciência e para onde vão? Se o criador quisesse um mun- do perfeito, ele o faria perfeito aos olhos dos homens, mas fez o homem perfeito dos olhos do mundo. Você não ensina uma criança como chorar ou sorrir A ver ou ouvir Dormir ou acordar Escolher ou ignorar. No sonho eu conversava com um cachorro, ao que o amigo prontamente responde. Para fazermos bem feito é primordial que gostemos, queiramos. Nenhuma obra poderá ser concluída se não unirmos todas as partes que componham esta obra em harmonia com os conhecimentos, estrutura e matéria prima para isto. A família Nalin e suas empresas parabenizam o município de Magé, pela passagem de seu ani- versário (449 anos) quatrocentos e quarenta e nove anos. Desejando ao povo mageense um futuro melhor para todos, pedindo à Deus que abençoe sempre Todos os Mageenses e nossos município. Parabéns Magé Feliz aniversário! José Augusto Nalin e Família.
  4. 4. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 04 Excursões da Carminha Para maiores informações: 2631-0858 ou 9-9317-1922 Carminha. Aproveite e faça logo sua reserva. * Espera Feliz (MG) * São Lourenço (MG) * Carangola (MG) O menor preço, conforto e Segurança. Venha conhecer: Espaço publicitário reservado a anunciantes que querem prosperar em seus negócios. Ligue: 98834-2238 / 2631-0624 EXPEDIENTE JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ EDILEUZA ALVES EDITORA DE JORNAIS CNPJ: 17.997.692/0001-97 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 240860 EDITOR RESPONSÁVEL: FERNANDO HOLMES BURCHTEIN EDITOR DE JORNAIS CNPJ: 18.158.932/0001-22 INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 241199 END: RUA ALBANO, 902 IMPERADOR MAUÁ MAGÉ TEL: 2631-0624 / 98834-2238 Email: jornalnocompassodemage@gmail.com ASSESSORIA JURÍDICA: DR. JORGE DA S. NEVES JÚNIOR - OAB/RJ Nº 141.158 DRª. MARIA TEREZA FERREIRA DA SILVA - OAB/RJ Nº 134.089 DRª. MARY LUCY LOPES FERREIRA - OAB/RJ Nº 167.806 DR. SERGIO MOREIRA DA SILVA - OAB/RJ Nº 33.458 COLABORADORES: DR. JOSÉ GOMES SOBRINHO DA SILVA “AMIGO ZÉ” EVERALDO TEIXEIRA JORNALISTA JR. SOBRINHO L.S. SOUZA - MANUTENÇÃO DE ELEVADORES As matérias vinculadas nesta mídia não refletem necessariamente a opnião deste jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. TELEFONES ÚTEIS Agência Nacional de Saúde 0800-61-1997 Ampla 0800 280 0120 Banco do Brasil 0800 729 0722 Caixa Econômica Federal 0800-726-0101 Corpo de Bombeiros 193 Correios 0800-570-0100 Defesa Civil 199 INSS 135 Justiça Eleitoral 148 Ministério da Educação 0800 61 61 61 Polícia Civil 197 Polícia Federal 194 Polícia Militar 190 Prefeitura de Magé 2633-2944 / 2631-2052 / 2633-2090 Procon 151 Receita Federal 146 SAMU 192 TRE 2262-7757 / 2524-5806 CURTA NOSSA RÁDIO ONLINE ACESSE: radionocompassodemage.com 13 de Junho, Dia de Santo Antonio Lembrai-vos, oh! glorioso Santo Antônio, amigo do Menino Jesus e filho querido de Maria Imaculada, que nunca se ouviu dizer que alguns daqueles que têm recorrido a vós a implorado a vossa proteção, tenha sido abandonado. Animado de igual confiança, venho a vós, oh! fiel consolador dos aflitos! Gemendo sob o peso dos meus pecados, prostro-me a vossos pés, e, pecador como sou, ouso aparecer diante de vós. Não rejeiteis, pois, a minha súplica, vós, tão poderoso junto do Coração de Jesus, mas escutai-a favoravelmente, e dignai-vos atendê-la. Amém.
  5. 5. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 05 QUALIDADE E BOM PREÇO UMBANDA E CANDOMBLÉ FLORA YEMANJÁ ARTIGOS RELIGIOSOS PIABETÁ EM FRENTEARODOVIÁRIA AV. SANTOS DUMONT, 427 Policiais Militares do 34° BPM, após receberem de- núncia foram até a Rua C no Centro de Guapimi- rim,onde avistaram indi- víduos em um automóvel, em atitude suspeita, e ao efetuarem a abordagem e revista encontraram no ve- ículo material entorpecen- te, foram apreendidas 22 trouxinhas de maconha,01 tablete de maconha, totali- zando 39 gramas, 03 celu- lares e dois rádios de car- ro e a quantia de 67 Reais em espécie. A ocorrência foi encaminhada para a 67 ª DP e posteriormente 62ª DP, onde o indivíduo foi autuado no Artigo 33 da lei 11343 do CP. O Jornal No Compasso de Magé parabeniza a todos os Policiais comprometidos em servir e proteger nosso povo. 34° BPM EM AÇÃO.
  6. 6. Página 06 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. OdiretóriomunicipaldoPartidodoMovimento Democrático Brasileiro “PMDB” de Magé, através de seu presidente e filiados comemoram os 449 anos de fundação do município de Magé, com muita alegria, pois vem lutando incansavelmente para a melhoria das condições de vida do povo Mageense. Parabéns Magé! Ernani da Silva Presidente do PMDB de Magé.
  7. 7. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 07 Tales Mileto: Nasceu na Gré- cia, em Mileto na Ásia me- nor. Dedicou as suas atenções à filosofia, a matemática e à astronomia. Foi criador das Linhas Geométricas; Linhas retas, Linhas Curvas, Linhas abstratas, Linhas concretas; Mesmo assim, deu a geome- tria o conceito determinativo de Ciência abstrata, Porém preocupou-se em apresentar as relações entre as linhas, e, fazer as deduções entre elas. Tornou se a celebridade na época do vislumbramento da astronomia. Previu através de observações astrológicas com perfeita precisão antecipada- mente o eclipse do sol em 18 de maio de 588 A.C; e anali- sando os movimentos e tempo solstício entre a terra e o mo- vimento astrológico do sol, fez a divisão do ano em 365 dias; e ainda: instituiu a dimensão diamétrica do sol em 720º parte do zodíaco. Filosofica- mente achava que a água foi o princípio essencial do univer- so, acreditava no Pluralismo de Deuses e que eles compar- tilhavam entre si a essência de todas as coisas existentes no espaço cosmológico. Anaximandro Mileto: Foi um dos discípulos de tales; foi membro da escola jônica, foi o primeiro grego que voltou a atenção para o círculo máxi- mo na escala esférica celestial. Admitia a espontaneidade ge- racional polingenésica para a vasta produtividade em todos os seguimentos das espécies encontradas, com formas de vidas diversas. Usando o ra- ciocínio matemático e a gran- de força analítica neuronial. Idealizou e criou os mapas para demonstratividades se- paratórias em todas as regiões cósmicas e territoriais. Em busca do princípio da origem do mundo; denominou o infi- nito, e instituiu a (OPERION, em grego), que significa a substancia que constituiu o princípio universal. Anaximenes de Mileto: Foi um amigo e companheiro de aximandro, pertenceu a es- cola Jônica e acha que o ar foi o princípio da criação do mundo. Acreditava que a ara- refação produzira o fogo e a condensação criaria a água, a pedra, a terra e os outros seres existentes na amplidão universal. Afirmava que a pa- lingenesia teoria da doutrina de Anaximandro foi a mes- ma adotada por anaximenes, para galgar e alcançar o en- tendimento que milênios de- pois orientaria grandes partes das gerações vindouras. Pitágoras de Samos: Matemá- tico e filosofo grego, nasceu em Metaponto; o seu pai amante da cultura e com admiração desmedida ao saber, procu- rou, os melhores educadores existentes, e eles confiou a ta- refas de transmitir aos jovens os seus conhecimentos exem- plares. No entanto, Pitágoras progrediu rapidamente que os seus mestre ficaram atônitos ao perceberem os conhecimen- tos analíticos que ele já domi- nava antes de completar seus 19 anos de idade. Então, os seus educadores renunciaram, ou melhor, abandonaram seu magistério porque Pitágo- ras tinha um conhecimento já bem superior aos dos seus mestres. Na filosofia ele esta- va com uma capacidade tão abrangente que seus educado- res nem sequer entendia. Na matemática Pitágoras encon- trava se a mil anos a frente dos seus mestres. Face a este ocorrido, ele foi para a babi- lônia encontrar um convívio com seus eminentes sábios existentes naquela região; de- pois foi para a índia e encon- trou um contato com os en- sinamentos de ; Sakya Muni Sidarta Gautamar; (BUDA) a sabedoria budista deslum- bram lhe o entendimento fa- zendo penetrar no coração á concepção espiritual. Então o adolescente culto resolveu ir para o Egito, onde formulou seu famoso teorema do trian- gulo e a evolução geométrica com os sacerdotes do Nilo. Feito isso resolveu retomar a pátria, encontrou a entregue a tirania de policrates. Foi para crotona, cidade Italiana e lá fundou uma comunidade se- melhante as budistas. Porém por questões políticas; retirou se para Metaponto. Aristóte- les afirma que Pitágoras acha que os elementos dos numero- sa era os elementos de todas as coisas e aplicando estas teorias as notas músicas pro- porcionou lhe os intervalos harmônicos. Na astronomia ele afirmou que a Terra é re- donda, suspensa no espaço e que gira em torno da chama central e ele deu nome a essa chama de Hestia. Tempos depois, Copérnico identificou a estrela da tarde com a estrela Dalva, e Copér- nico foi o único que proclamou que o sol, a lua e os planetas giram em volta dessa chama central e que sua iluminação vem de uma luz refletida, di- zem que ele é o inventor da tabua de multiplicação da ci- ência dos números. Continua na próxima edição. Benedito José da Silva. Eles foram os Pré-socráticos
  8. 8. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 08 TEMOS ERVAS FRESCAS. O Estado Democrático de Direito onde vivemos não permite discriminações e interpretações restitivas da lei, sendo assegurado a todo indivíduo seu direito à crença. Desta forma, é garantia constitucional a igualdade de direitos religiosos, como se pode ver pelo artigo 5º da Constituição Federal. A Lei 6015 de 31 de dezembro de 1973 garante a qualquer nubente (noivo), independentemente de credo a casar-se perante a autoridade ou ministro reli- gioso de sua fé, seja ela qual for. Cha- mamos a este casamento de casamento religioso com efeitos civis. Este é aquele casamento em que os noivos e suas tes- temunhas, não precisam comparecer a frente do Juiz do Cartório, tendo o sa- cerdote do culto o poder de celebrar a cerimônia. “Observamos que ao editar tal disposi- tivo, o legislador, o fez com a intenção inequívoca de propiciar àquele que qui- ser contrair casamento, tido este “como Nos Caminhos da Umbanda O DIREITO DOS ESPÍRITAS E ESPIRITUALISTAS DE SE CASAR DENTRO DE SEU TEMPLO RELIGIOSO Visite: www.tucaboclojundiara.com.br contrato solene entre um homem e uma mulher visando colocar sob a sanção da lei a sua união sexual e a prole dela re- sultante”, a opção de celebrá-lo dentro da sua comunidade religiosa, partici- pando-o àqueles com os quais se identi- fica em preceitos morais e aos quais está ligado por laços de afinidade, o compro- misso assumido e que será disciplinado por preceitos legais ditados pelo Estado. Desta forma, o legislador, condicionou implicitamente para a legalização da realização do ato, que o celebrante seja uma autoridade ou um ministro religio- so” Pinto, S. M. in www.amab.com.br/ amab 2006/artigos. O que são Ministros Religiosos ou auto- ridade religiosa? Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, que elaborou e atualizou a classificação brasileira de ocupações em conjunto com o IBGE, ministros religiosos são, dentre outros: Agaipi, Agbagigan, Agente de pastoral, Agonjaí, Alabê, Alapini, Alayan, Babá de Umbanda, Babakekerê, Babalawô, Ba- balorixá, Babalossain, Babaojé, Bikkhu, Bikkuni, Dada voduno, Dáia, Daiosho, Deré, Dirigente espiritual de Umbanda, Doné, Doté, Egbonmi, Ekêdi, Gaiaku, Gãtó, Gheshe, Humbono, Hunjaí, Hun- tó, Instrutor de curimba, Iyakekerê, Iyalorixá, Kambondo pokó, Madrinha de Umbanda, Mameto ndenge, Mameto nkisi, Mejitó, Padrinho de Umbanda, Sacerdote, Sacerdotisa, Superior de cul- to religioso, Tata nkisi, Tateto ndenge, Toy hunji, Toy vodunnon, Upasaka, etc. Todos estes, podem, legalmente realizar liturgias, celebrações, cultos e ritos, po- dendo exercer suas atividades de forma profissional ou voluntária, em templos, casas de santo e terreiros, respeitadas as responsabilidades atribuídas a cada um dentro de seu próprio rito. Sendo assim, estão aptos a celebrar ca- samentos. Mas como isso deve ser feito? O primeiro passo é registrar sua casa, templo ou terreiro no Registro Civil de Pessoas Jurídicas e após isso dirigir-se ao Registro Civil de Pessoas Naturais onde os procedimentos para autoriza- ção da celebração do casamento serão passados, incluindo, inclusive o templo em um cadastro da Corregedoria de Jus- tiça que concede o poder ao dirigente do Templo de realizar a cerimônia de casamento com efeitos civis, sem a ne- cessidade da presença de um juiz, exa- tamente como nas Igrejas Católicas e Evangélicas. Após a cerimônia existe um prazo para que qualquer pessoa, não apenas os noivos, compareça à circunscrição do Registro Civil e peça a validação da cer- tidão. A partir daí os nubentes estarão casados e sujeitos a todos os efeitos do casamento. Por: Mãe Juliana de Iansã Mãe Andréia de Oxossi e Mãe Juliana de Iansã são comerciantes de Praia de Mauá com o Bazar Aruanda e dirigentes da Ten- da Umbandista Caboclo Jundiara.
  9. 9. Hoje escrevo em minha co- luna sobre um assunto mui- to importante: “ A intole- rância religiosa”, que virou lei em nosso país, pois devi- do alguns líderes religiosos atacarem outras religiões que não a sua. Assim a lei de Deus nosso criador, que nos deu o livre arbítrio, qual seja, a livre escolha. Digo isto, porque o Senhor Deus, nosso criador e pluralista; Por isso criou diversas es- pécies, inclusive a humana, com essa característica di- ferentes, serve como exem- plo as raças: raças brancas e raças negras, entre outros. Dou outros exemplos; exis- tem características diferen- tes: isto é fato. O Senhor Deus criou os seus anjos, o seu filho amado Jesus para que os auxiliassem a gover- nar o mundo. Os homens inspirados por Deus cria- ram as religiões com o obje- tivo de apascentar, acalmar e orientar a raça humana. Por isso inspirado em nos- so criador devemos nos res- peitar uns aos outros. Pois somos iguais perante nosso Deus. Por isso vos chamo de meus irmãos mageense. Fernando Holmes (Pedrinha de Coluna) JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. Página 9 MEUS IRMÃOS MAGEENSES Nós do Jornal No Compas- so de Magé, Policiais do 34º BPM, Autoridades e Povo Mageense estamos de luto pela morte preci- pitada do cabo Fabio Melo da Silva ocorrida no dia 22 de maio de 2014, em con- fronto com marginais no bairro Lagoa em Magé. Infelizmente tal fato nos abalou, pois além de uma vida que foi ceifada, além de um grande policial mi- litar e acima de tudo era um grande irmão e amigo de todos nós. Guardamos na memória a imagem deste bravo po- licial militar que tombou em cumprimento do de- ver, demonstrando ato de elevada coragem. Pedimos a DEUS para que a alma deste companhei- ro descanse em Paz e que sua família possa ter o conforto nesse momento de enorme tristeza. Em especial dos amigos, Amaro, Vieira, Barcelos, Paulo Cesar, Alan, Felipe, Samuel, Paulinho, Nininho, Cleid e muitos outros. Luto em nossos Corações.
  10. 10. 01. Semana Mundial do Meio Am- biente 01. Dia de Caxias 01. Primeira transmissão de TV no Brasil 01. Dia da Imprensa 03. Dia Mundial do Administrador de Pessoal 03 Pentecostes 05. Dia da Ecologia 05. Dia Mundial do Meio Ambiente 07. Dia da Liberdade de Imprensa 08. Dia do Citricultor 09. Aniversário de Magé 09. Dia do Porteiro 09. Dia do Tenista 09. Dia da Imunização 09. Dia Nacional de Anchieta 10. Dia da Artilharia 10. Dia da Língua Portuguesa 10. Dia da Raça 11. Dia da Marinha Brasileira 11. Dia do Educador Sanitário 12. Dia do Correio Aéreo Nacional 12. Dia dos Namorados 13. Dia de Santo Antônio 13. Dia do Turista 14. Dia do Solista 14. Dia Universal de Deus 14. Dia Mundial do Doador de Sangue 17. Dia do Funcionário Público Aposentado 18. Dia do Químico 18. Imigração Japonesa 19. Dia do Cinema Brasileiro 19. Corpus Christi 20. Dia do Revendedor 21. Dia da Mídia 21. Dia do Imigrante 21. Dia Universal Olímpico 21. Início do inverno 24. Dia das Empresas Gráficas 24. Dia de São João 24. Dia Internacional do Leite 26. Dia do Metrologista 27. Dia Nacional do Progresso 28. Dia da Renovação Espiritual 29. Dia de São Pedro e São Paulo 29. Dia do Papa 29. Dia da Telefonista 29. Dia do Pescador JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 10 Datas Comemorativas e Feriados. JUNHO 2014 Por volta do ano 1000, os ín- dios tapuias que habitavam a região foram expulsos para o interior do continente devido à chegada de povos tupis pro- cedentes da Amazônia. Quan- do os primeiros colonizadores portugueses chegaram à re- gião, no século XVI, a mesma era ocupada pela tribo tupi dos tupinambás, também co- nhecidos como tamoios. O atual município tem origem no povoado de Majepemirim, fundado em 1566 por colonos portugueses. Possuía um dos principais portos da região, onde muitos navios negreiros descarregavam os escravos. Em 1696, foi criada a fregue- sia e, em 1789, o conselho com a designação atual. A vila foi elevada a cidade em 1857. Du- rante a monarquia, foi criado o baronato de Magé em 1810. Este foi elevado a viscondado em 1811 A freguesia foi criada, com a denominação de Magé, por al- vará, no dia 18 de janeiro de 1696; e também pelos decre- tos estaduais 1, de 8 de maio de 1892, e 1A, de 6 de março de 1892. Elevado à categoria de vila com a denominação de Magé, por força do ato de 9 de junho de 1789, o seu território foi constituído com terras des- membradas do município de Santana de Macacu e da cida- de do Rio de Janeiro, inclusive ilhas do pequeno arquipélago de Paquetá. Era constituído de cinco distritos: Magé, Guapi- mirim, Suruí, Inhomirim e Guia de Pacopahiba. Instalado em 12 de junho de 1789. Elevado à condição de cidade com a denominação de Magé, por efeito da Lei ou Decreto Provincial 965, de 2 de outu- bro de 1857. Pelos decretos estaduais Um, de 8 de maio de 1892 e Um- A, de 3 de junho de 1892, fo- ram criados os distritos de Inhomirim e de Santo Aleixo e anexados ao município de Magé. Em divisão administra- tiva referente ao ano de 1911, o município aparece consti- tuído de seis distritos: Magé, Guapimirim, Guia de Pacoba- íba, Inhomirim, Santo Aleixo e Suruí. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1 de julho de 1960. A Lei Estadual 1 772, de 21 de dezembro de 1990, desmem- brou, do município de Magé, o distrito de Guapimirim, o qual foi elevado à categoria de município. Magé, 449 anos de História
  11. 11. Os beneficiários da Caixa Econômi- ca Federal contemplados pelo pro- grama "Minha Casa Minha Vida" conheceram os 420 apartamentos (208 no Parque da Colina 1, e 212 no Parque da Colina 2), no bairro de Maurimárcia, na terça-feira, 28 de maio. O programa do Governo Federal é gerido pelo Ministério das Cidades em parceria com a Prefei- tura de Magé. As próximas etapas do programa já estão marcadas: 11 de junho, quan- do ocorrerão as assinaturas dos contratos, na Escola creche Munici- pal Geralda Isaura, no Parque San- tana Piabetá (às 8h, os moradores do Parque da Colina 1; e às 13h, os condôminos do Parque da Colina 2); e a última fase será no dia 18 de junho, a partir das 8h, quando ocor- rerá a entrega das chaves, com a participação do prefeito Nestor Vi- dal, dos profissionais responsáveis da Caixa Econômica Federal e da empreiteira JC Cordeiro, nos con- domínios Parque da Colina 1 e 2. Segundo Paulo Vaz, secretário mu- nicipal de Governo, a população do município foi mais uma favorecida. "Essa entrega representa mais um marco positivo dessa gestão, que tem o compromisso de resgatar a ci- dadania das pessoas mais humildes do município", afirmou. No projeto, o espaço foi valorizado para oferecer conforto aos futuros moradores. "Cada apartamento tem uma área total de 39 metros quadra- dos, e os condomínios têm área de lazer, vagas para veículos, um espe- cífico centro de tratamento de água, entre outras qualificações destina- das para a população local. Além disso, houve uma grande geração de empregos durante a construção de toda a área", ressaltou Gustavo Morgado, secretário municipal de Habitação e Urbanismo. Mas a melhor resposta dessa pri- meira etapa do programa "Minha Casa Minha Vida", em Magé, veio dos beneficiários, que estavam emocionados. "Esse é o meu primei- ro apartamento e nem acredito que isto está acontecendo. Estou mui- to feliz com tudo isso", disse Jorge Luiz Correia de Lima, 50, seguran- ça, que vai morar no imóvel com a mulher e os dois filhos. Página 11JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. As informações divulgadas nesta página tem como fonte o Site Oficial da Prefeitura Municipal de Magé: www.mage.rj.gov.br População de Magé participa da primeira fase de entrega do “Minha Casa Minha Vida” Na terceira semana de maio, a equi- pe da Secretaria Municipal de Obras começou a nova etapa de instalação das galerias de águas pluviais na Avenida Caioaba, em Piabetá. A intervenção faz parte do projeto de urbanização do Centro do sexto distrito de Magé, onde será implan- tado o Mercado Popular e o Bicicle- tário. "O sexto distrito teve crescimento desordenado e sem planejamento, em cima do rio. Nessa obra estamos implantando a infraestrutura para drenagem, que é de grande impor- tância para essa região, e se interli- ga à rede que instalamos no Centro. Com isso, a população não vai mais sofrer em dias de chuvas fortes", ex- plicou o secretário de Obras, Rob- son Abreu. O canal a céu aberto dará lugar ao Mercado Popular com área arbori- zada, e que vai facilitar ao cidadão encontrar produtos e serviços no mesmo local. Jardim Nazareno recebe drenagem e pavimentação As ruas Dona Helena, Nacionalista, 5, E, I, F e A também estão rece- bendo obras de infraestrutura com instalação da rede de coleta de águas pluviais, totalizando cerca de 1,5km de drenagem e 7,5km2 de área que será asfaltada, no bairro Jardim Na- zareno, no sexto distrito. Maisobrasdeinfraestruturaeurbanizaçãono6°distrito Casamento coletivo é o marco da Ação Social Um dos momentos mais emocionantes da "Ação de Promoção à Vida Cidadã", em Su- ruí, foi o casamento coletivo. 117 casais re- alizaram o grande sonho do matrimônio. O juiz de Direito, Vitor Moreira Lima, conduziu a oficialização desse etapa peculiar e especial para tantos casais. Segundo o juiz, mesmo realizando casamen- tos coletivos há uma década, esses casamen- tos nunca são os mesmos. "É sempre uma emoção diferente. Termino a cerimônia mais gratificado, até mesmo, do que os próprios noivos. Estou muito feliz em ter participado dessa ação social", contou. Mas a felicidade estava presente nos rostos de cada noivo e noiva. "Mesmo morando com a minha mulher há muito tempo, esse momento parece que estamos renovando e aumentando o que sentimos um pelo outro. Estou muito grato à prefeitura de Magé, por ter proporcionado para nós, e para tantos outros, um marco em nossas histórias", disse completamente emocionado Willian Gomes da Costa, 56, que casou com Mirian de Souza Lima, 45. Prefeito cumprimenta o casal Willian e Mirian Casais felizes coletivamente
  12. 12. Página 12 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. O Marcos Peçanha (Sabiá) participou da comitiva do Estado do Rio de Janeiro (Sindimóveis/RJ) nos últimos dias 4 a 7 de maio/2014doXXVCONACI(CongressoNacio- nal deCorretoresdeImóveis)emMaceió/AL,no centro de convenções Ruth Cardo- so, reunindo mais de 2.000 corre- tores de imóveis de todo o brasil. Maior evento voltado a categoria do Brasil é uma oportunidade ímpar para o corretor de imóveis atualizar-se e debater temas que in- terferem diretamente com todas tendências e rumos para o setor imobiliário do Brasil. O tema do XXV CONACI, não poderia ser mais oportuno: O futuro das cidades e o papel do corretor de imóveis no processo de desenvolvimento urbano dos municípios. O XXV CONACI teve como programação as seguintes atividades: Oficinas, fórum, confe- rencia e cursos. A participação do Corretor e Delegado do CRECI e Sindimóveis-RJ como congressista e debatedor Marcos Peçanha (Sabiá) foi extre- mamente empolgante, onde no final teve a pa- lavra e falou com muito profissionalismo: “Hoje voltamos para casa mais ricos em co- nhecimento e mais capacitados e isso me- lhorará o nosso cotidiano e a sociedade que vivemos, onde devemos ter atitudes inova- doras de profissionais do mercado imobi- liário, a sociedade nos cobra sermos os de- fensores de ambas as partes, compradores e vendedores, somos todos convidados a ser- mos maestros e conhecermos bem todos os instrumentos, dominar o mercado e conhecer muito bem a música, trata-se de uma época fantástica para todos nois, onde somente os mais bem preparados continuarão com direito de exercer a profissão de Corretor de Imóveis. Somos vencedores! ” O próximo CONACI XXVI será re- alizado em Mato Grosso do Sul (Bo- nito) no mês de agosto de 2015. XXV CONACI CONGRESSO NACIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS MACEIO/AL
  13. 13. Página 13JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. A Câmara municipal de Magé, representada neste ato pelo seu presidente, diretor, vereadores e funcioná- rios, parabenizam o Município de Magé por mais um aniversário no dia 09 de junho , onde completa 449 anos. E esta casa legislativa não poupará esforços para o desenvolvimento e engrandecimento de nosso município e tranquilidade para todos os mageenses. Presidente: Rafael Santos de Souza, PPSVice-Presidente: Rogério do Vale, PMDB 1º Sec.: Geraldo Gerpe, PSB 2º Sec.: Paulo Roberto Portugal. PTC Feliz Aniversário Magé. CARLINHOS DA AMBULÂNICA - PSDB CARLOS PRATA - PSB DOMINGUES - PMDB ELIANE SEPULVEDA - PMDB JOÃOZINHO DA SERRANA – PSCJOELSON DO SACO – PPS MIGUELANGELO PELIGRINO – PRB LEONARDO DA VILA – PPDIARONE – PRB MIRO AMORIM – PSDB SILMAR – PMDB VANDRO FAMÍLIA - PT do B WERNER SARAIVA – PT do B
  14. 14. Página 14 JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. WWW.MARCELOIMOBILIARIA.COM.BR 2631-3537 2631-3539 AV. ROBERTO SILVEIRA, 184 LOJA D FIGUEIRA No dia 21 de maio de 2014 a Esco- la Municipal Comandante Ama- ral Peixoto, localizada na Praia de Mauá, apresentou a peça "Tudo Jun- to e Misturado" de Monteiro Lobato, com a participação de seus alunos do 4º e 5º anos de escolaridade do ensino fundamental, que mesmo não tendo nenhuma experiência teatral desempenharam os papéis de forma notável. Essa maravilhosa apresentação foi fruto de muito esfo- ço e dedicação por parte de nossos alunos e de nossos professores que durante horas ensaiaram com entu- siasmo e desenvoltura. O sucesso da peça teatral foi tão grande que con- tou com a presença não só dos pais “Tudo Junto e Misturado” de Monteiro Lobato na Escola. da esquerda para direita, Profª Rgina, Profª Luana, Especialista Roseli, Diretora Adjunta Patrícia, Diretora Grasiele, Sec. de Ass. Social Selma Vaz, amiga da escola Carol, Sub Secretária de Ass. So- cial Arminda e Prof. Ricardo como também da Secretária Mu- nicipal de Assistência Social Selma Vaz e sua equipe. Esse movimento cultural na esco- la demonstra o comprometimento com a qualidade da educação de nossas crianças e incentiva a parti- cipação da comunidade nas escolas.
  15. 15. Página 15JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014. 66ª DP no Combate a Criminalidade Policiais civis lotados na 66ª De- legacia Policial - Piabetá pren- deram cinco (05) elementos na manhã do dia 28/05/2014, são eles: ANTONIO INÁCIO ALVES, vulgo "TONHÃO" ou "ÍNDIO" (65 anos), em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Tribunal do Júri da co- marca de Mágé, por dupla ten- tativa de homicídio praticada em 2009. ANTONIO INÁCIO queria manter relação sexu- al com uma jovem de 19 anos, que era casada, indo procurá- -la em casa e agredido o ma- rido da mesma e uma tia com um pedaço de pau com parafu- sos na ponta, batendo na cabe- ça de ambos, dizendo que iria matá-los e estuprar a jovem e a irmã desta, na época com 17 anos; ANTONIO foi preso em sua atual residência, na Rua São Paulo, bairro Buraco da Onça - Piabetá; PAULO CÉ- SAR DE OLIVEIRA (51 anos), em cumprimento de mandado de prisão expedido pela Vara Criminal de Vila Inhomirim, por ter agredido sua ex-espo- sa, em 2010;PAULO foi preso em seu local de trabalho, uma oficina mecânica localizada na Rua Marta Vidal, bairro Fra- goso - Piabetá; Foram ainda presos IURI KIDABAM CE- LESTINO DA SILVA (40 anos), PABLO DE BARROS CANUTO (35 nos) e MARCOS AURÉLIO DA SILVA (33 anos), todos em cumprimento de mandado de prisão expedidos pela Vara de Família de Vila Inhomirim, por débito de pensão alimentícia; O três foram presos em suas respectivas residências, locali- zadas nos bairros Parque Hu- maitá, Centro e Fragoso. O Movimento Umbanda do Amanhã (MUDA) participou nesta quarta-feira (21/05) do “Ato em solidariedade às religi- ões de Matriz Africana”, realiza- do no auditório da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). O encontro, que foi realizado pela Agência Nacional de Mídia Afro (ANMA) e a Comissão de Com- bate à Intolerância Religiosa (CCIR), reuniu mais de 400 reli- giosos de diversos credos. Prestigiaram o ato os militan- tes de terreiros membros do MUDA: Casa de Cláudia, Casa do Perdão, Tenda Espírita Cabo- clo Flecheiro (TECAF) e Tenda Umbandista Caboclo Jundiara (TUCJ). Além dos parceiros de luta do movimento: Tenda Um- bandista Caboclo Zumbi, União Espiritista de Umbanda do Bra- sil (UEUB), Ogã Tião Casemiro e Ialorixá Dolores Lima. Os umbandistas e candomblecis- tas receberam o apoio de judeus, agnósticos, católicos, evangé- licos, wiccanos, hare krishnas, anglicanos e espíritas. Além de maçons, militantes do movi- mento negro e ateus. A reunião contou com a presença de vere- adores e deputados de diversos partidos. Os participantes fize- ram questão de ratificar que este é um movimento suprapartidá- rio e de toda sociedade. Vários jornalistas marcaram presença para defender a liberdade de ex- pressão e pensamento, incluindo a livre escolha da fé. Entenda: O juiz Eugênio Rosa de Araú- jo, da 17ª Vara Federal do Rio, negou uma ação que pedia ao Google a retirada de vídeos que demonizam as religiões de matriz africana na Internet. O magistrado usou como justifi- cativa que “manifestações re- ligiosas afro-brasileiras não se constituem como religião”. Para ele, para se configurar uma reli- gião deve haver “um texto base (corão, bíblia, torá, etc)”. O juiz acusou umbandistas e candom- blecistas de “ausência de estru- tura hierárquica e a ausência de um Deus a ser venerado”. No início da noite de terça-feira (20/05), a assessoria de impren- sa da Justiça Federal do Rio de Janeiro emitiu nota em que o magistrado volta atrás na sen- tença em que afirmava que Um- banda e Candomblé não eram religiões. Ele admitiu o erro e modificou parte da sentença: “o forte apoio dado pela mídia e pela sociedade civil, demonstra, por si só, e de forma inquestio- nável, a crença no culto de tais religiões”. Porém, ele ratifica a sua posição em não retirar os vídeos do Youtube que ofendem a fé desses religiosos. Quer saber mais sobre o Mo- vimento Umbanda do Amanhã (MUDA)? www.mudaumbanda.com Apoio: Jornal No Compasso de Magé. Movimento Umbanda do Amanhã
  16. 16. JORNAL NO COMPASSO DE MAGÉ - JUNHO 2014.Página 16

×