Agua

1.163 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agua

  1. 1. ÁGUA FONTE DE VIDA! <ul><ul><ul><li>MARIA JUNHIA DE OLIVEIRA ARAÚJO </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>TEREZA CRISTINA DE OLIVEIRA ARAÚJO </li></ul></ul></ul><ul><li>PEDAGOGOS : MARIA DA CONCEIÇÃO GONÇALVES </li></ul><ul><li>MAÍSA ALEXANDRINA BRUM </li></ul>
  2. 2. Alunos envolvidos: 8 a nos <ul><li>Série: 3º ano do 1º ciclo </li></ul><ul><li>Turno: 1º turno </li></ul>
  3. 3. Conteúdo programático : <ul><li>Conscientização da Importância da Água. </li></ul><ul><li>Preservação deste bem precioso. </li></ul><ul><li>Planeta terra pede socorro. </li></ul><ul><li>Lições de cidadania. </li></ul>
  4. 4. Recursos:   <ul><li>Filme Aquária Música: Planeta Água Livros: Atirei um sonho n’água e Águas perigosas Mapas Mentais Editor de texto Internet </li></ul>
  5. 5. Cronograma provável: <ul><li>  </li></ul><ul><li>a)      7 aulas no laboratório </li></ul><ul><li>b)      Alunos monitores do 3º ano do 2º ciclo </li></ul><ul><li>c)      10 aulas </li></ul>
  6. 6.   <ul><li>Água que nasce na fonte serena do mundo E que abre o profundo grotão. Água que faz inocente riacho e deságua Na corrente do ribeirão. Águas escuras dos rios Que levam a fertilidade ao sertão. Águas que banham aldeias E matam a sede da população. Águas que caem das pedras, No véu das cascatas, ronco de trovão E depois dormem tranqüilas No leito dos lagos, no leito dos lagos. </li></ul><ul><li>Água dos igarapés onde Iara, mãe d'água, É misteriosa canção. Água que o sol evapora, pro céu vai embora Virar nuvens de algodão. Gotas de água da chuva, Alegre arco-íris sobre a plantação. Gotas de água da chuva, Tão tristes são lágrimas na inundação. Águas que movem moinhos São as mesmas águas Que encharcam o chão E sempre voltam humildes Pro fundo da terra, pro fundo da terra. Terra planeta água... terra planeta água... Terra planeta água. </li></ul>Planeta Água. Guilherme Arantes
  7. 18. Cuidar para não faltar... É tarefa de todos!!!

×