Escola Secundária da Lixa

O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis




             ...
O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis   2008/2009



                             ...
O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis   2008/2009



                             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Actividade Experimental SecundáRio

775 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Actividade Experimental SecundáRio

  1. 1. Escola Secundária da Lixa O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis Actividade Prático-Laboratorial Equipa de Trabalho Diana Abreu Elisabete Fernando Barbosa José Manuel Vale Pedro Teles
  2. 2. O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis 2008/2009 Parte I Questão – Como podemos cozinhar os alimentos de forma ecológica e económica?  Para a questão formulada, redige uma hipótese que te permita encontrar uma resposta.  Com o material e o equipamento que te é fornecido, projecta a construção de um forno solar para testares a tua previsão. Material e Equipamento Necessário  1 caixa de cartão com tampa (modelo CTT ou equivalente)  1 forma grande de alumínio  Bocados de espuma isolante (ou esferovite ou folhas papel)  1 forma pequena de alumínio  1 rolo de folha de alumínio (tipo alimentar)  1 Rolo de fita adesiva  1 placa de vidro  1 termómetro  2 palitos gigantes (ou pauzinho de espetada)  1 par óculos de sol  1 tesoura (ou x-acto)  1 par de luvas  1 lata tinta negra mate (não tóxica)  1 bússola  Na construção de fornos solares utilizam-se vários tipos de materiais. Para cada material usado indica a sua função, registando as informações no quadro I. Quadro I Tipo de material usado na construção do forno Objectivo da utilização do material Ex: Caixa de cartão garante a estabilidade dimensional do conjunto Página 2 Como podemos cozinhar os alimentos de forma ecológica e económica?
  3. 3. O Trabalho no Laboratório e na Oficina – Uma abordagem às Energias Renováveis 2008/2009 Parte II  Para comprovares o desempenho do forno solar podes calcular, o seu rendimento de forma simples, através da comparação entre a radiação solar disponível num período de tempo e o aumento de temperatura de um volume de água no interior do recipiente de cozedura. O rendimento do forno é, deste modo, dado pela relação: η = [m  Cp  (f – i)] / [Ig  Acol  t] em que: m - representa a massa de água, em [kg] Cp - representa a capacidade térmica mássica a pressão constante da água, igual a 4185 [J/(kg.C)] f - representa a temperatura final da água, em [C] i - representa a temperatura inicial da água, em [C] Ig - representa a radiação global no plano horizontal, em [W/m2], que para um dia com céu limpo, cerca 2 das 12 h, apresenta valores entre os 800 e os 1000 W/m Acol - representa a área do vidro, em m2 t – intervalo de tempo em segundos (s). Sugerimos que executes as seguintes etapas da experiência:  Medir 100 g de H2O destilada num gobelé de 150,0 mL;  Repetir o procedimento com mais 6 gobelés  Lê e regista com o termómetro o valor da temperatura inicial da água em cada gobelé. (Completa o Quadro I)  Coloca um gobelé com a água dentro do forno solar e expõe ao Sol, colocando o cronómetro a zero e contabiliza 5 min.(300s);  Retira o gobelé do forno e regista o valor da temperatura final final (C)  Repete o procedimento para os restantes gobelés e regista o valor no quadro seguinte. Quadro I Gobelé t (s) inicial(C) final(C)  (C) 1 300 2 600 3 900 4 1200 5 1500 6 1800  Traça o gráfico da temperatura, em função do tempo.  Determina o declive da recta obtida.  O declive da recta anteriormente calculado corresponde ao valor de uma grandeza. Identifica-a;  Determina o rendimento do forno para cada medição e tira as tuas conclusões. Página 3 Como podemos cozinhar os alimentos de forma ecológica e económica?

×