Critérios Atuais Utilizados na Seleção de 
Touros de Corte 
Fernanda Borges Ferreira 
Roberta IFTM 
Gestal de Siqueira 
Se...
Evolução da 
Biotecnologia de reprodução 
Primeira Geração: Inseminação Artificial 
Segunda Geração: Transferência de embr...
Relação CUSTO X BENEFÍCIO 
da Inseminação Artificial 
Facilidade de formação de mão de obra 
Simplicidade de utilização no...
Evolução do Melhoramento 
1908 1939 
Comparação 
pais e filhos 
Seleção 
Fenotípica 
Individual 
1960 
Comércio de 
touros...
Impacto IA + Melhoramento 
1960 
Utilização maciça de IA touros Alta AG 
2000
“Melhoramento populacional” 
Provado 1 
Provado 2 
Provado 3 
Potencial genético 
se acumula nas gerações 
Uso de 
touros ...
Evolução do Melhoramento 
1963 
Inseminação 
em maior 
escala EUA 
1972 2011 
Inseminação 
no Brasil 
1978 
Primeiros 
Núm...
1970 
Combinação de Inseminação em massa + informação genética 
2011
Melhoramento Genético aplicado para a 
escolha de touros melhoradores para a Central 
Mercado Melhoramento
Olhar para o mercado
Mercado de Sêmen de Corte 
IATF 
Genética 
Cruzamento Industrial
Dados Específicos
Mercado Total 5,54% 13.024.033 doses 
corte 
59% 
Leite 
41% 
9,59% 
2,87% 
7.656.506 doses 
5.367.527 doses 
9% 
Matrizes...
ZEBU TAURINO 
19% 
49.69% 55.91% 
-7% 
50.31% 44.09% 
2012 2013
NELORE - NE NELORE MOCHO - NO BRAHMAN - BR 
TABAPUÃ - TP GUZERÁ - GZ SINDI/INDUB 
81% 
7% 
5% 
3% 3% 1% 
Mercado de 3.318....
Britânicas 
3.473.000 doses / 80% do MKT 
Angus 
84% 
Red Angus 
Hereford 
2,5% 
13% 
Devon 
0,5%
Britânicas 
 Médio Porte 
 Carne Macia e Marmorizada 
 Precocidade Sexual 
 Fertilidade 
 Habilidade Materna
Olhar para o sistema
Objetivos do Criador 
Tempo 
Objetivo
Melhoramento Genético 
Fenótipo = Genética + Ambiente + Interação G.A. 
Qualidade de 
mão-de-obra 
Outros efeitos 
de ambi...
O que evoluiu? 
Peso aos 240 dias 
Peso aos 120 dias 
Peso aos 450 dias 
Peso aos 550 dias 
Peso aos 365 dias 
MGT 
Peso a...
Características Reprodutivas 
Perímetro Escrotal (Correlação/12 meses)
Características Reprodutivas 
Libido
Características Reprodutivas 
Capacidade de serviço
Características Reprodutivas 
Qualidade do sêmen
Características de Crescimento 
Peso ao nascimento 
Peso a desmama 
Peso ao ano 
Peso ao sobreano 
Ganho pré e pós desmama
Características Morfológicas
Características Morfológicas
Características de Carcaça
Processo de Identificação 
de Touros
Mercado Nelore 
Maior parcela do mercado (reflete tamanho do 
rebanho) 
Mercado diversificado 
(segmentado) 
Está em pleno...
Segmentação do 
Mercado Nelore 
Pista Tipo 
Tipo + Prova 
Prova CEIP
Processo de Identificação 
de Touros Jovens
Seleção Criteriosa 
Estudo de Mercado 
Análise das oportunidades 
Aderência de Mercado (Prova + Tipo) 
Avaliação Reproduti...
Desenvolvimento de Touros 
Ciclos cada vez mais curtos 
Trabalho de comunicação interna e externa 
Distribuição de sêmen 
...
Dificuldades do mercado 
de sêmen de Zebu 
Mercado em transição 
É preciso alinhar necessidade e 
conhecimento 
Baixo conh...
DEP 
PROGÊNIES e 
COLATERAIS 
+ 
FENÓTIPO 
+ 
PEDIGREE 
AG TRADICIONAL 
Irmãos 
Filhos 
Gim de 
Garça 
Dumu 
Karvardi 
Imp...
AG Auxiliada pela Genômica 
Irmãos 
Filhos Gim de Garça 
Dumu 
Karvardi Imp. 
Mara Imp. 
Dahi 
Survana Imp. 
Cartomante 
N...
Vícios de Mercado 
Índices (MGT) MP120 – HM
Alta Brasil 
Diretoria 
07 Distritais 
78Escritórios 
Regionais 
Equipe 
Comercial
Investir em Equipe 
Equipe Técnica
Investir 
em Conhecimento 
Avaliação consistente 
Pedigree 
Características valorizadas
Investir em Relacionamento
Mercado de Sêmen de Corte 
2018 
1981 
Pense no mundo em 1981 
2011 
? 
Pense no mundo em 2018
Bom Senso!
OBRIGADA! 
Fernanda Borges Ferreira 
Técnica Corte Alta Genetics 
(34)3318.7793 / (34)8401.9839 
fernanda.ferreira@altagen...
Critérios atuais utilizados na seleção de touros de corte   IFTM 2014
Critérios atuais utilizados na seleção de touros de corte   IFTM 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Critérios atuais utilizados na seleção de touros de corte IFTM 2014

723 visualizações

Publicada em

Apresentação durante o I Encontro Técnico do NEPPAR no Instituto Federal do Triângulo Mineiro.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
133
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Critérios atuais utilizados na seleção de touros de corte IFTM 2014

  1. 1. Critérios Atuais Utilizados na Seleção de Touros de Corte Fernanda Borges Ferreira Roberta IFTM Gestal de Siqueira Setembro - 2014
  2. 2. Evolução da Biotecnologia de reprodução Primeira Geração: Inseminação Artificial Segunda Geração: Transferência de embriões Terceira Geração: Fecundação in-vitro Quarta Geração: Sexagem de sêmen Quinta Geração: Genética Genômica e Clonagem (marcadores moleculares, clonagem ...)
  3. 3. Relação CUSTO X BENEFÍCIO da Inseminação Artificial Facilidade de formação de mão de obra Simplicidade de utilização no campo Baixo investimento proporcional Forte impacto no Melhoramento Genético
  4. 4. Evolução do Melhoramento 1908 1939 Comparação pais e filhos Seleção Fenotípica Individual 1960 Comércio de touros melhoradores 1963 Inseminação em maior escala EUA 2010
  5. 5. Impacto IA + Melhoramento 1960 Utilização maciça de IA touros Alta AG 2000
  6. 6. “Melhoramento populacional” Provado 1 Provado 2 Provado 3 Potencial genético se acumula nas gerações Uso de touros provados
  7. 7. Evolução do Melhoramento 1963 Inseminação em maior escala EUA 1972 2011 Inseminação no Brasil 1978 Primeiros Números PMGZ 1980 1988 Início da ANCP Inseminação Zebu no Brasil 1990 Publicação de Sumários 2000 Sêmen de touros provados
  8. 8. 1970 Combinação de Inseminação em massa + informação genética 2011
  9. 9. Melhoramento Genético aplicado para a escolha de touros melhoradores para a Central Mercado Melhoramento
  10. 10. Olhar para o mercado
  11. 11. Mercado de Sêmen de Corte IATF Genética Cruzamento Industrial
  12. 12. Dados Específicos
  13. 13. Mercado Total 5,54% 13.024.033 doses corte 59% Leite 41% 9,59% 2,87% 7.656.506 doses 5.367.527 doses 9% Matrizes 15% Matrizes
  14. 14. ZEBU TAURINO 19% 49.69% 55.91% -7% 50.31% 44.09% 2012 2013
  15. 15. NELORE - NE NELORE MOCHO - NO BRAHMAN - BR TABAPUÃ - TP GUZERÁ - GZ SINDI/INDUB 81% 7% 5% 3% 3% 1% Mercado de 3.318.278 doses
  16. 16. Britânicas 3.473.000 doses / 80% do MKT Angus 84% Red Angus Hereford 2,5% 13% Devon 0,5%
  17. 17. Britânicas  Médio Porte  Carne Macia e Marmorizada  Precocidade Sexual  Fertilidade  Habilidade Materna
  18. 18. Olhar para o sistema
  19. 19. Objetivos do Criador Tempo Objetivo
  20. 20. Melhoramento Genético Fenótipo = Genética + Ambiente + Interação G.A. Qualidade de mão-de-obra Outros efeitos de ambiente Nutrição Instalações Manejo Manejo sanitário G x A Genética
  21. 21. O que evoluiu? Peso aos 240 dias Peso aos 120 dias Peso aos 450 dias Peso aos 550 dias Peso aos 365 dias MGT Peso adulto da vaca PE aos 365 dias Stayability PE aos 450 dias Idade ao primeiro parto PE 550 dias Período de gestação Habilidade materna PAC Prob. de Parto Precoce AOL EG na garupa EG na costela 1,86 (100%) 1,78 (96%) 1,73 (93%) 1,68 (90%) 1,68 (90%) 1,64 (88%) 1,54 (83%) 1,08 (58%) 0,50 (27%) 0,44 (24%) 0,18 (10%) 0,13 (7%) -0,57 (-31%) -0,58 (-31%) 28 anos 7 gerações (20 anos de ANCP) 0,89 (48%) 0,84 (45%) 0,71 (38%) 0,56 (30%) 0,89 (48%)
  22. 22. Características Reprodutivas Perímetro Escrotal (Correlação/12 meses)
  23. 23. Características Reprodutivas Libido
  24. 24. Características Reprodutivas Capacidade de serviço
  25. 25. Características Reprodutivas Qualidade do sêmen
  26. 26. Características de Crescimento Peso ao nascimento Peso a desmama Peso ao ano Peso ao sobreano Ganho pré e pós desmama
  27. 27. Características Morfológicas
  28. 28. Características Morfológicas
  29. 29. Características de Carcaça
  30. 30. Processo de Identificação de Touros
  31. 31. Mercado Nelore Maior parcela do mercado (reflete tamanho do rebanho) Mercado diversificado (segmentado) Está em pleno processo de transição Valorização do animal com informação genética
  32. 32. Segmentação do Mercado Nelore Pista Tipo Tipo + Prova Prova CEIP
  33. 33. Processo de Identificação de Touros Jovens
  34. 34. Seleção Criteriosa Estudo de Mercado Análise das oportunidades Aderência de Mercado (Prova + Tipo) Avaliação Reprodutiva
  35. 35. Desenvolvimento de Touros Ciclos cada vez mais curtos Trabalho de comunicação interna e externa Distribuição de sêmen Acompanhar nascimentos e desenvolvi-mento de progênie
  36. 36. Dificuldades do mercado de sêmen de Zebu Mercado em transição É preciso alinhar necessidade e conhecimento Baixo conhecimento das avaliações genéticas Excesso de informações Consistências das avaliações genéticas
  37. 37. DEP PROGÊNIES e COLATERAIS + FENÓTIPO + PEDIGREE AG TRADICIONAL Irmãos Filhos Gim de Garça Dumu Karvardi Imp. Mara Imp. Dahi Survana Imp. Cartomante Netos
  38. 38. AG Auxiliada pela Genômica Irmãos Filhos Gim de Garça Dumu Karvardi Imp. Mara Imp. Dahi Survana Imp. Cartomante Netos PEDIGREE + FENÓTIPO + PROGÊNIES E COLATERAIS + VALOR MOLECULAR PREDITO DEP/AG
  39. 39. Vícios de Mercado Índices (MGT) MP120 – HM
  40. 40. Alta Brasil Diretoria 07 Distritais 78Escritórios Regionais Equipe Comercial
  41. 41. Investir em Equipe Equipe Técnica
  42. 42. Investir em Conhecimento Avaliação consistente Pedigree Características valorizadas
  43. 43. Investir em Relacionamento
  44. 44. Mercado de Sêmen de Corte 2018 1981 Pense no mundo em 1981 2011 ? Pense no mundo em 2018
  45. 45. Bom Senso!
  46. 46. OBRIGADA! Fernanda Borges Ferreira Técnica Corte Alta Genetics (34)3318.7793 / (34)8401.9839 fernanda.ferreira@altagenetics.com Skype: fernanda.alta

×