Ergonomia

1.185 visualizações

Publicada em

Origem do termo Ergonomia, considerações a cerca do trabalho. Tipos de ergonomia.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Ergonomia

  1. 1. Professora: Felisa Melo Henriques. Fisioterapeuta especialista em docência do ensino superior e saúde do trabalhador ERGONOMIA MACAPÁ 2013
  2. 2. FUNDAMENTOS DA ERGONOMIA  Etimologia da palavra: TRABALHO:  Tripalium (do latim tardio "tri" (três) e "palus" (pau) - literalmente, "três paus") é um instrumento romano de tortura, uma espécie de tripé formado por três estacas cravadas no chão na forma de uma pirâmide, no qual eram supliciados os escravos. Daí derivou-se o verbo do latim vulgar tripaliare (ou trepaliare), que significava, inicialmente, torturar alguém no tripalium.  É comumente aceito, na comunidade linguística, que esses termos vieram a dar origem, no português, às palavras "trabalho" e "trabalhar".
  3. 3. Definição de Trabalho  A primeira definição de trabalho está presente nas sagradas escrituras, mais precisamente em Gênesis:  " Disse, pois, o Senhor Deus ao ser Humano: maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela fostes tomado, pois é pó, e ao pó tornarás. "  O trabalho terá, desta forma, uma correlação com sofrimento e pena.
  4. 4. Definição de ERGONOMIA  O termo ergonomia é derivado das palavras gregas ERGON (trabalho) e nomos (REGRAS).  Na Grécia antiga o trabalho tinha um duplo sentido:  PONOS=Trabalho escravo  ERGON=Trabalho desenvolvido com arte e associado a criatividade.  O objetivo da ergonomia é tornar o trabalho ponos e trabalho ergon.
  5. 5. ERGONOMIA  Segundo a Ergonomics Research Society (1949):  Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente e particularmente, a aplicação dos conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas surgidos desse relacionamento.
  6. 6.  O médico italiano Bernardino Ramazzini (1633-1714) foi o primeiro a escrever sobre doenças e lesões relacionadas ao trabalho, em sua publicação de 1700 "De Morbis Artificum" (Doenças ocupacionais).  O termo ergonomia, derivado das palavras gregas ergon (trabalho) e nomos (lei natural) entraram para o léxico moderno quandoWojciech Jastrzębowski o usou em um artigo em 1857: ENSAIO DE ERGONOMIA.
  7. 7. Frederick W. Taylor (1900)  Conhecido por F. W. Taylor, foi um engenheiro mecânico estadunidense, é considerado o "Pai da Administração Científica" por propor a utilização de métodos científicos cartesianos na administração de empresas. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administração industrial.
  8. 8. Frederick W. Taylor (1900)  Divisão do trabalho: filme tempos modernos Charles Chaplin.  Seleção científica do trabalhador: o funcionário desempenha a tarefa mais compatível com a sua aptidão.  Tempo padrão: o funcionário deve atingir a produção mínima estabelecida pela gerência. Esse controle torna-se importante pela natureza preguiçosa do ser humano.  Plano de incentivo salarial: o funcionário ganha pelo que produz. HENRY FORD
  9. 9. ERGONOMIA 1 • ExigênciasTecnológicas • Técnicas de Produção 2 • Exigências Econômicas: • Qualidade de Custo de Produção 3 • Exigências Sociais: • Melhorias das Condições deTrabalho 4 • Exigências Organizacionais: • Gestão Participativa
  10. 10. ABORDAGENS DA ERGONOMIA Abrangência:  ERGONOMIA do posto de trabalho: abordagem microergonômica  ERGONOMIA de sistema de produção: abordagem macroergonômica.
  11. 11. ABORDAGENS DA ERGONOMIA  ERGONOMIA DE CONCEPÇÃO: normas específicas para projetos.  ERGONOMIA DE CORREÇÃO: modificações de situações já existentes.  ERGONOMIA DE ARRANJO FÍSICO: melhoria de seqüelas e fluxos de produção  ERGONOMIA DE CONSCIENTIZAÇÃO: capacitação em ergonomia.
  12. 12. Referências  Segurança e Medicina do Trabalho- Normas Regulamentadoras- Ministério doTrabalho  Fundacentro- Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina doTrabalho.  SENAI- Serviço Nacional deAprendizagem Industrial.  Segurança e Saúde noTrabalhado. Ministério da Educação.  G. Barbosa. Segurança e Medicina do Trabalho. Legislação. Editora Método. Brasil: 2008.

×