SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
REVISÃO PARA O ENADE
Quants!
grggggggggggggggggggg
ggggggggg
Felipe Pontes
Quants: estatística, matemática e administração financeira
Não se preocupem em copiar, as soluções estarão no blog.
www.ContabilidadeMQ.blogpost.com
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Acessem o blog para dicas sobre contabilidade,
métodos quantitativos e finanças!
2
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Vamos lá...
• Regras do jogo na página 21 do manual do candidato.
• Duração da prova e tempo por questão:
– Considerando que você tem 240 minutos para responder 10
questões de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos
específicos, sendo que 3 dessas são discursivas... Você terá 10
minutos para cada discursiva (projeção minha) e 5 minutos e 40
segundos (use esses segundos para o gabarito) para cada uma
das outras de múltipla escolha (claro que isso é em média).
• Com funcionará a aula:
– Vocês terão 5 minutos para responder cada questão;
– Após os 5 minutos, eu responderei no quadro, informando a
resposta correta; e
– Vocês apresentarão as dúvidas, para que possamos discutir.
3
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
QUESTÕES DO ENADE DE 2006
4
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Análise de gráfico
5
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Análise de tabela
6
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
18) O diretor financeiro da InvestNew Ltda., em reunião de executivos
da empresa para definir a estratégia de atuação para o próximo triênio,
apresenta, para discussão e análise, a viabilidade de implantação de
um novo projeto já no próximo ano. Após as justificativas da
necessidade técnica do referido projeto, a discussão concentra-se em
relação ao retorno que o projeto geraria. O diretor financeiro informa,
então, os seguintes valores:
Com base nesses dados, qual é a taxa de retorno do projeto no mês?
a) 4,65% b) 5% c) 7,5% d) 10% e) 12,5%
TIR
7
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Projeção de lucro com média ponderada
22) Uma empresa contratou assessores especializados para examinar
o desempenho do seu lucro operacional para o próximo ano em
função do cenário econômico.
A diretoria, orientada por esses especialistas, estabeleceu diversos
cenários possíveis e suas respectivas probabilidades de ocorrência.
Dentro de cada um desses cenários, as áreas de contabilidade e
controladoria, com os dados históricos disponíveis e sua tendência,
fazem a previsão do lucro operacional anual. O resultado do trabalho é a
seguinte distribuição de probabilidade:
8
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
24) A Empresa Comercial Aurora Ltda. negociou, em 31.12.2005, uma operação de
Desconto de Duplicatas no valor total de R$ 1.500.000,00 distribuídos conforme o
fluxo de vencimento das duplicatas a seguir:
Nessa operação, a instituição financeira cobrou e recebeu juros antecipados no valor
de R$ 155.000,00, calculados à taxa de 5% ao mês (juros simples), e taxas de serviços
de R$ 500,00.
Se a empresa encerra o seu exercício contábil ao final de dezembro, qual foi o efeito
do registro dessa operação nas Demonstrações Contábeis da empresa?
(A)Diminuição no Resultado do Exercício no valor de R$ 155.500,00.
(B)Diminuição no Ativo no valor de R$ 155.500,00.
(C)Diminuição no Ativo Circulante no valor de R$ 500,00.
(D)Aumento de Despesas Financeiras no valor de R$ 155.000,00.
(E)Aumento do Passivo Circulante no valor de R$ 500,00.
Desconto de duplicatas
9
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
ROA
Ao analisar os registros contábeis da Cia. Pintassilgo, o contador orienta a diretoria a
tomar uma importante decisão que melhora sensivelmente a Taxa de Retorno sobre
Investimentos, calculada sobre o Ativo Operacional da empresa.
Qual das orientações abaixo contribuiu para essa melhora?
(A) Diminuir o elevado valor do saldo do Passivo Circulante pagando dívida de significativo
montante aos fornecedores.
(B) A obtenção de um financiamento em um Banco de Desenvolvimento, com juros subsidiados e
carência de 4 anos.
(C) A aquisição de estoques em quantidade um pouco acima do normal para que a empresa
venha a obter ganho com a inflação.
(D) Providenciar a demissão de 5 funcionários, que percebiam salários médios, nos
Departamentos Administrativo e Comercial, com o objetivo de reduzir despesas.
(E) A reclassificação como Bens Não de Uso de um terreno de elevado valor, registrado no Ativo
Imobilizado, já que o mesmo não está sendo utilizado pela empresa em suas
operações e não há perspectiva dessa utilização nos próximos 10 anos.
10
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
QUESTÕES DO ENADE DE 2009
11
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
CFO x Investidor
30) Leia as afirmativas:
Diretores Financeiros são responsáveis por decisões acerca de como investir os
recursos de uma empresa para expandir seus negócios e sobre como obter tais
recursos. Investidores são instituições financeiras ou indivíduos que financiam os
investimentos feitos pelas empresas e governos.
Assim, decisões de investimento tomadas por Diretores Financeiros e Investidores
são, normalmente, semelhantes.
PORQUE
As decisões de investimento dos Diretores Financeiros focalizam os ativos
financeiros (ações e títulos de dívidas), enquanto as decisões de investimento
dos Investidores focalizam ativos reais (edificações, máquinas, computadores etc.).
Com base na leitura dessas frases, é CORRETO afirmar que:
A) a primeira afirmação é falsa, e a segunda é verdadeira.
B) a primeira afirmação é verdadeira, e a segunda é falsa.
C) as duas afirmações são falsas.
D) as duas afirmações são verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
E) as duas afirmações são verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
12
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
QUESTÕES DO ENADE DE 2012
13
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Média, moda, mediana, var e dp
14
17) As ações das companhias AAA e ZZZ
apresentaram a seguinte série histórica de
cotações em determinado mês.
Com base nas estatísticas apresentadas
acima, avalie as proposições que se seguem.
I. O desvio-padrão das cotações das ações
da empresa AAA mostra que houve uma
variação em torno da mediana de 2,1602
pontos para cima ou para baixo.
II. A média da soma dos quadrados dos
erros da cotação das ações da empresa AAA é
4,6667.
III. A média das cotações das ações da
empresa ZZZ mostra que R$ 25,00 é o valor
mais frequente na sua série histórica.
IV. A mediana da cotação das ações da
empresa AAA corresponde à média dos
extremos de sua série histórica.
V. O valor mais frequente da cotação das
ações da empresa ZZZ foi 28,00.
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Payback
• O quadro a seguir apresenta o fluxo de caixa e a vida
útil dos projetos K, L e M de uma empresa.
15
Utilizando o critério do Pay-
Back, o tempo de retorno de
cada projeto é,
respectivamente, igual a:
A) 4 anos, 5 anos e 10 anos.
B) 4 anos, 10 anos e 5 anos.
C) 5 anos, 4 anos e 10 anos.
D) 5 anos, 10 anos e 4 anos.
E) 10 anos, 5 anos e 4 anos.
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
GAO
A empresa Alfa acumula vendas no valor de R$ 1 000 000,00,
obtendo um lucro bruto de R$ 200 000,00. O preço de
venda do único produto produzido pela empresa é de R$ 1
000,00 e o seu custo unitário variável é de R$ 300,00.
Nessa situação, o grau de alavancagem operacional da
empresa Alfa é igual a:
A 5,5.
B 5,0.
C 4,5.
D 4,0.
E 3,5.
16
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Bonus track
A disposição de um conjunto de dados pode ser representada
por alguns tipos de aglomeração em torno das medidas de
tendência central. Assim, é coreto afirma que numa série
simétrica:
a) Moda > Média.
b) Média > Mediana.
c) Moda < Média.
d) Média = Moda = Média.
e) Desvio padrão amostral é igual o desvio padrão populacional.
17
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Bonus track
Sobre a distribuição normal padrão, é correto afirmar:
a) É uma distribuição que tem como parâmetros explicativos os graus
de liberdade de uma amostra.
b) É uma medida que tem um histograma de frequência com uma
forma assimétrica à esquerda.
c) É uma distribuição que apresenta valores 0 a σ.
d) É uma distribuição em forma de sino que apresenta o zero como
media e o desvio padrão igual a 1.
e) Nenhuma das alternativas anteriores
18
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Bonus track
Sobre a distribuição normal N(4, 9), é correto afirmar:
a) É uma distribuição que a média é 2.
b) É uma distribuição que o desvio padrão é 9.
c) É uma distribuição que tem média 4 e desvio padrão 3.
d) É uma distribuição que, por ter desvio padrão de 9, é muito
assimétrica;
e) Nenhuma das alternativas anteriores.
19
5 minutos
Fim!
Felipe Pontes
www.contabilidademq.blogspot.com
Façam uma boa prova, vocês são os melhores!!
20

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Valuation da Natura - Turma de 2016.1
Valuation da Natura - Turma de 2016.1Valuation da Natura - Turma de 2016.1
Valuation da Natura - Turma de 2016.1Felipe Pontes
 
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da Contabilidade
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da ContabilidadeCaso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da Contabilidade
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da ContabilidadeFelipe Pontes
 
Ponto dos concursos contabilidade - 200 questoes esaf e cespe
Ponto dos concursos   contabilidade - 200 questoes esaf e cespePonto dos concursos   contabilidade - 200 questoes esaf e cespe
Ponto dos concursos contabilidade - 200 questoes esaf e cespezeramento contabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 04 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 04 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 04 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 04 cathedra icms-rjcontacontabil
 
Recursos Exame CFC 2020.1
Recursos Exame CFC 2020.1Recursos Exame CFC 2020.1
Recursos Exame CFC 2020.1gpossati
 
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PE
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PECorreção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PE
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PEEstratégia Concursos
 
Orçamento de Capital e VPL
Orçamento de Capital e VPLOrçamento de Capital e VPL
Orçamento de Capital e VPLFelipe Pontes
 
Demostração financeiras questôes
Demostração financeiras questôesDemostração financeiras questôes
Demostração financeiras questôesDanielvitor1010
 
Mensurando os lucros
Mensurando os lucrosMensurando os lucros
Mensurando os lucrosFelipe Pontes
 
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017Estratégia Concursos
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosalbumina
 
Determinando o Valor Justo da AMBEV
Determinando o Valor Justo da AMBEVDeterminando o Valor Justo da AMBEV
Determinando o Valor Justo da AMBEVROBERTO BENTO
 
Correção contabilidade
Correção   contabilidadeCorreção   contabilidade
Correção contabilidadeGabrielrabelo87
 
Apresentação de finanças 2 2016.1
Apresentação de finanças 2 2016.1Apresentação de finanças 2 2016.1
Apresentação de finanças 2 2016.1Felipe Pontes
 
Questoes contabilidade gerencial
Questoes contabilidade gerencialQuestoes contabilidade gerencial
Questoes contabilidade gerencialsimuladocontabil
 
Contabilidade geral exerc 8
Contabilidade geral exerc 8Contabilidade geral exerc 8
Contabilidade geral exerc 8J M
 
Valuation Vivo (turma de 2017)
Valuation Vivo (turma de 2017)Valuation Vivo (turma de 2017)
Valuation Vivo (turma de 2017)Felipe Pontes
 

Mais procurados (19)

Valuation da Natura - Turma de 2016.1
Valuation da Natura - Turma de 2016.1Valuation da Natura - Turma de 2016.1
Valuation da Natura - Turma de 2016.1
 
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da Contabilidade
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da ContabilidadeCaso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da Contabilidade
Caso Abdul - Revisão dos Princípios Básicos da Contabilidade
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Ponto dos concursos contabilidade - 200 questoes esaf e cespe
Ponto dos concursos   contabilidade - 200 questoes esaf e cespePonto dos concursos   contabilidade - 200 questoes esaf e cespe
Ponto dos concursos contabilidade - 200 questoes esaf e cespe
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 04 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 04 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 04 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 04 cathedra icms-rj
 
Recursos Exame CFC 2020.1
Recursos Exame CFC 2020.1Recursos Exame CFC 2020.1
Recursos Exame CFC 2020.1
 
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PE
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PECorreção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PE
Correção Prova de Contabilidade p/ Julgador Sefaz-PE
 
Orçamento de Capital e VPL
Orçamento de Capital e VPLOrçamento de Capital e VPL
Orçamento de Capital e VPL
 
Demostração financeiras questôes
Demostração financeiras questôesDemostração financeiras questôes
Demostração financeiras questôes
 
Mensurando os lucros
Mensurando os lucrosMensurando os lucros
Mensurando os lucros
 
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017
Prova de Contabilidade Concurso ARTESP 2017
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
 
6033 questoes objetivas
6033 questoes objetivas6033 questoes objetivas
6033 questoes objetivas
 
Determinando o Valor Justo da AMBEV
Determinando o Valor Justo da AMBEVDeterminando o Valor Justo da AMBEV
Determinando o Valor Justo da AMBEV
 
Correção contabilidade
Correção   contabilidadeCorreção   contabilidade
Correção contabilidade
 
Apresentação de finanças 2 2016.1
Apresentação de finanças 2 2016.1Apresentação de finanças 2 2016.1
Apresentação de finanças 2 2016.1
 
Questoes contabilidade gerencial
Questoes contabilidade gerencialQuestoes contabilidade gerencial
Questoes contabilidade gerencial
 
Contabilidade geral exerc 8
Contabilidade geral exerc 8Contabilidade geral exerc 8
Contabilidade geral exerc 8
 
Valuation Vivo (turma de 2017)
Valuation Vivo (turma de 2017)Valuation Vivo (turma de 2017)
Valuation Vivo (turma de 2017)
 

Destaque

Apostilaexameabr144a edicao 01.2014
Apostilaexameabr144a edicao 01.2014Apostilaexameabr144a edicao 01.2014
Apostilaexameabr144a edicao 01.2014GRAJAUMA
 
Questoes comentadas exame_crc
Questoes comentadas exame_crcQuestoes comentadas exame_crc
Questoes comentadas exame_crcAmanda Ribeiro
 
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ES
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ESCurso para o exame de suficiencia - CRC-ES
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ESDanilo Simões
 
Simulado 01 enade_famerc
Simulado 01 enade_famercSimulado 01 enade_famerc
Simulado 01 enade_famercwesleypm
 
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFC
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFCPREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFC
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFCAntonio Quirino
 
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-Store
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-StoreExame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-Store
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-StoreIOB News
 
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015Unichristus Centro Universitário
 
Apostila preparatória exame suficiência
Apostila preparatória exame suficiênciaApostila preparatória exame suficiência
Apostila preparatória exame suficiênciaLetícia Melo
 
Seminário temático formação geral ENADE 2015
Seminário temático formação geral ENADE 2015Seminário temático formação geral ENADE 2015
Seminário temático formação geral ENADE 2015Gerisval Pessoa
 
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADE
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADESeminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADE
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADEGerisval Pessoa
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeissimuladocontabil
 
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabaritoNelio019
 
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
Exercicios resolvidos contabilidade   esafExercicios resolvidos contabilidade   esaf
Exercicios resolvidos contabilidade esafcontacontabil
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosdudu_rosa
 

Destaque (16)

Apostilaexameabr144a edicao 01.2014
Apostilaexameabr144a edicao 01.2014Apostilaexameabr144a edicao 01.2014
Apostilaexameabr144a edicao 01.2014
 
Questoes comentadas exame_crc
Questoes comentadas exame_crcQuestoes comentadas exame_crc
Questoes comentadas exame_crc
 
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ES
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ESCurso para o exame de suficiencia - CRC-ES
Curso para o exame de suficiencia - CRC-ES
 
Simulado 01 enade_famerc
Simulado 01 enade_famercSimulado 01 enade_famerc
Simulado 01 enade_famerc
 
Curso Exame cfc 2015
Curso Exame cfc 2015Curso Exame cfc 2015
Curso Exame cfc 2015
 
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFC
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFCPREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFC
PREPARATÓRIO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA CFC
 
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-Store
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-StoreExame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-Store
Exame de Suficiência em Contabilidade – 5ª edição | IOB e-Store
 
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015
Contabilidade Geral para Exame de Suficiência do CFC 2014 - 2015
 
Apostila preparatória exame suficiência
Apostila preparatória exame suficiênciaApostila preparatória exame suficiência
Apostila preparatória exame suficiência
 
Seminário temático formação geral ENADE 2015
Seminário temático formação geral ENADE 2015Seminário temático formação geral ENADE 2015
Seminário temático formação geral ENADE 2015
 
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADE
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADESeminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADE
Seminário Análise Financeira e Orçamentária_ENADE
 
Elaboração de provas estilo ENADE
Elaboração de provas estilo ENADEElaboração de provas estilo ENADE
Elaboração de provas estilo ENADE
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
 
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito1000 exercicios de contabilidade com gabarito
1000 exercicios de contabilidade com gabarito
 
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
Exercicios resolvidos contabilidade   esafExercicios resolvidos contabilidade   esaf
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
 

Semelhante a Revisão para o enade 2015: Quants

Simulado fcc-10.08.2018
Simulado fcc-10.08.2018Simulado fcc-10.08.2018
Simulado fcc-10.08.2018mattoso1970
 
APV e Custo do Capital
APV e Custo do CapitalAPV e Custo do Capital
APV e Custo do CapitalFelipe Pontes
 
Avaliação relativa (múltiplos)
Avaliação relativa (múltiplos)Avaliação relativa (múltiplos)
Avaliação relativa (múltiplos)Felipe Pontes
 
VPL e Orçamento de Capital
VPL e Orçamento de CapitalVPL e Orçamento de Capital
VPL e Orçamento de CapitalFelipe Pontes
 
Aula 3 nivelamento
Aula 3   nivelamentoAula 3   nivelamento
Aula 3 nivelamentopferraresi
 
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_resRute1980
 
Exercicios revisão para prova
Exercicios   revisão para provaExercicios   revisão para prova
Exercicios revisão para provaUniversal.org.mx
 
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói Estratégia Concursos
 
Correção artesp-fcc1
Correção artesp-fcc1Correção artesp-fcc1
Correção artesp-fcc1Pedro Queiroz
 
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1Felipe Pontes
 
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulSimulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulPortal Silvio Sande
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08Thiago Chaim
 
Exame de suficiência cfc 2013-02
Exame de suficiência cfc   2013-02Exame de suficiência cfc   2013-02
Exame de suficiência cfc 2013-02HKlarck
 
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158Acade Consultoria
 
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158Acade Consultoria
 
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2Prova Comenta - Exame CFC 2016.2
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2Gabrielrabelo87
 
Avaliação de carteiras e fundos de investimentos
Avaliação de carteiras e fundos de investimentosAvaliação de carteiras e fundos de investimentos
Avaliação de carteiras e fundos de investimentosFelipe Pontes
 

Semelhante a Revisão para o enade 2015: Quants (20)

Simulado fcc-10.08.2018
Simulado fcc-10.08.2018Simulado fcc-10.08.2018
Simulado fcc-10.08.2018
 
APV e Custo do Capital
APV e Custo do CapitalAPV e Custo do Capital
APV e Custo do Capital
 
Contabilidade 15
Contabilidade 15Contabilidade 15
Contabilidade 15
 
Avaliação relativa (múltiplos)
Avaliação relativa (múltiplos)Avaliação relativa (múltiplos)
Avaliação relativa (múltiplos)
 
VPL e Orçamento de Capital
VPL e Orçamento de CapitalVPL e Orçamento de Capital
VPL e Orçamento de Capital
 
Aula 3 nivelamento
Aula 3   nivelamentoAula 3   nivelamento
Aula 3 nivelamento
 
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
 
Exercicios revisão para prova
Exercicios   revisão para provaExercicios   revisão para prova
Exercicios revisão para prova
 
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
Prova Contabilidade Geral e Societária ISS Niterói
 
Correção artesp-fcc1
Correção artesp-fcc1Correção artesp-fcc1
Correção artesp-fcc1
 
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1
Análise por Indicadores Tradicionais - Parte 1
 
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulSimulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 08
 
Exame de suficiência cfc 2013-02
Exame de suficiência cfc   2013-02Exame de suficiência cfc   2013-02
Exame de suficiência cfc 2013-02
 
Simulado Exame CFC
Simulado Exame CFCSimulado Exame CFC
Simulado Exame CFC
 
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO VLR 50,00 WPP (92) 994683158
 
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158
DESAFIO PROFISSIONAL AREZZO CONTABILIDADE VLR 50,00 (92) 994683158
 
Questões ENADE - Administração Financeira
Questões ENADE - Administração FinanceiraQuestões ENADE - Administração Financeira
Questões ENADE - Administração Financeira
 
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2Prova Comenta - Exame CFC 2016.2
Prova Comenta - Exame CFC 2016.2
 
Avaliação de carteiras e fundos de investimentos
Avaliação de carteiras e fundos de investimentosAvaliação de carteiras e fundos de investimentos
Avaliação de carteiras e fundos de investimentos
 

Mais de Felipe Pontes

Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuation
Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuationMitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuation
Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuationFelipe Pontes
 
Ciclo de vida e desempenho das empresas
Ciclo de vida e desempenho das empresasCiclo de vida e desempenho das empresas
Ciclo de vida e desempenho das empresasFelipe Pontes
 
Fraude e gerenciamento de resultados
Fraude e gerenciamento de resultadosFraude e gerenciamento de resultados
Fraude e gerenciamento de resultadosFelipe Pontes
 
Análise de crédito e previsão de insolvência
Análise de crédito e previsão de insolvênciaAnálise de crédito e previsão de insolvência
Análise de crédito e previsão de insolvênciaFelipe Pontes
 
Apresentação do curso de valuation
Apresentação do curso de valuationApresentação do curso de valuation
Apresentação do curso de valuationFelipe Pontes
 
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsa
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsaMitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsa
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsaFelipe Pontes
 
Modelagem financeira e demonstrações pro forma
Modelagem financeira e demonstrações pro formaModelagem financeira e demonstrações pro forma
Modelagem financeira e demonstrações pro formaFelipe Pontes
 
Análise comparativa de empresas
Análise comparativa de empresasAnálise comparativa de empresas
Análise comparativa de empresasFelipe Pontes
 
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2Felipe Pontes
 
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeis
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeisObjetivos centrais da análise das demonstrações contábeis
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeisFelipe Pontes
 
Análise do negócio da empresa
Análise do negócio da empresaAnálise do negócio da empresa
Análise do negócio da empresaFelipe Pontes
 
Onde coletar informações para analisar as empresas
Onde coletar informações para analisar as empresasOnde coletar informações para analisar as empresas
Onde coletar informações para analisar as empresasFelipe Pontes
 
Análise prévia da contabilidade
Análise prévia da contabilidadeAnálise prévia da contabilidade
Análise prévia da contabilidadeFelipe Pontes
 
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das Demonstrações
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das DemonstraçõesAnálise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das Demonstrações
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das DemonstraçõesFelipe Pontes
 
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPB
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPBIntrodução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPB
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPBFelipe Pontes
 
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comuns
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comunsPesquisa em contabilidade dicas e falhas comuns
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comunsFelipe Pontes
 
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPB
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPBPIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPB
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPBFelipe Pontes
 
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuation
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuationMitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuation
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuationFelipe Pontes
 
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosPolítica de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosFelipe Pontes
 
Taxa livre de risco e prêmio pelo risco
Taxa livre de risco e prêmio pelo riscoTaxa livre de risco e prêmio pelo risco
Taxa livre de risco e prêmio pelo riscoFelipe Pontes
 

Mais de Felipe Pontes (20)

Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuation
Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuationMitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuation
Mitos, (nem tão) verdades (assim) e aplicações de valuation
 
Ciclo de vida e desempenho das empresas
Ciclo de vida e desempenho das empresasCiclo de vida e desempenho das empresas
Ciclo de vida e desempenho das empresas
 
Fraude e gerenciamento de resultados
Fraude e gerenciamento de resultadosFraude e gerenciamento de resultados
Fraude e gerenciamento de resultados
 
Análise de crédito e previsão de insolvência
Análise de crédito e previsão de insolvênciaAnálise de crédito e previsão de insolvência
Análise de crédito e previsão de insolvência
 
Apresentação do curso de valuation
Apresentação do curso de valuationApresentação do curso de valuation
Apresentação do curso de valuation
 
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsa
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsaMitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsa
Mitos sobre investimentos: além da "seguranca" da poupanca e do "risco" da bolsa
 
Modelagem financeira e demonstrações pro forma
Modelagem financeira e demonstrações pro formaModelagem financeira e demonstrações pro forma
Modelagem financeira e demonstrações pro forma
 
Análise comparativa de empresas
Análise comparativa de empresasAnálise comparativa de empresas
Análise comparativa de empresas
 
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2
Análise crítica dos indicadores contábeis tradicionais parte 2
 
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeis
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeisObjetivos centrais da análise das demonstrações contábeis
Objetivos centrais da análise das demonstrações contábeis
 
Análise do negócio da empresa
Análise do negócio da empresaAnálise do negócio da empresa
Análise do negócio da empresa
 
Onde coletar informações para analisar as empresas
Onde coletar informações para analisar as empresasOnde coletar informações para analisar as empresas
Onde coletar informações para analisar as empresas
 
Análise prévia da contabilidade
Análise prévia da contabilidadeAnálise prévia da contabilidade
Análise prévia da contabilidade
 
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das Demonstrações
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das DemonstraçõesAnálise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das Demonstrações
Análise do Relatório de Auditoria Antes da Análise das Demonstrações
 
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPB
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPBIntrodução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPB
Introdução à Análise Avançada das Demonstrações Contábeis UFPB
 
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comuns
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comunsPesquisa em contabilidade dicas e falhas comuns
Pesquisa em contabilidade dicas e falhas comuns
 
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPB
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPBPIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPB
PIBIC, Monitoria e Extensão no DFC/UFPB
 
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuation
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuationMitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuation
Mitos, (nem tao) verdades (assim) e aplicacoes de valuation
 
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de DividendosPolítica de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
Política de Dividendos e Modelo de Desconto de Dividendos
 
Taxa livre de risco e prêmio pelo risco
Taxa livre de risco e prêmio pelo riscoTaxa livre de risco e prêmio pelo risco
Taxa livre de risco e prêmio pelo risco
 

Último

Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?
Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?
Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?E-Commerce Brasil
 
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de venda
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de vendaConferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de venda
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de vendaE-Commerce Brasil
 
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...E-Commerce Brasil
 
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelização
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelizaçãoConferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelização
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelizaçãoE-Commerce Brasil
 
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...E-Commerce Brasil
 
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024E-Commerce Brasil
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssGuilhermeMelo381677
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoWagnerSouza717812
 
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...E-Commerce Brasil
 
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?Michael Rada
 
Conferência SC 24 | O custo real de uma operação
Conferência SC 24 | O custo real de uma operaçãoConferência SC 24 | O custo real de uma operação
Conferência SC 24 | O custo real de uma operaçãoE-Commerce Brasil
 
Conferência SC 2024 | De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendas
Conferência SC 2024 |  De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendasConferência SC 2024 |  De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendas
Conferência SC 2024 | De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendasE-Commerce Brasil
 
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxDesenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxCoca Pitzer
 
Brochura template para utilizar em eventos
Brochura template para utilizar em eventosBrochura template para utilizar em eventos
Brochura template para utilizar em eventosnpbbbb
 

Último (14)

Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?
Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?
Conferência SC 24 | Omnichannel: uma cultura ou apenas um recurso comercial?
 
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de venda
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de vendaConferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de venda
Conferência SC 24 | Estratégias de precificação para múltiplos canais de venda
 
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...
Conferência SC 24 | Estratégias omnicanal: transformando a logística em exper...
 
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelização
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelizaçãoConferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelização
Conferência SC 24 | Gestão logística para redução de custos e fidelização
 
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...
Conferência SC 24 | Estratégias de diversificação de investimento em mídias d...
 
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024
Conferência SC 2024 | Tendências e oportunidades de vender mais em 2024
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
 
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...
Conferência SC 24 | Inteligência artificial no checkout: como a automatização...
 
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
A LOGÍSTICA ESTÁ PREPARADA PARA O DECRESCIMENTO?
 
Conferência SC 24 | O custo real de uma operação
Conferência SC 24 | O custo real de uma operaçãoConferência SC 24 | O custo real de uma operação
Conferência SC 24 | O custo real de uma operação
 
Conferência SC 2024 | De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendas
Conferência SC 2024 |  De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendasConferência SC 2024 |  De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendas
Conferência SC 2024 | De vilão a herói: como o frete vai salvar as suas vendas
 
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptxDesenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
Desenvolvendo uma Abordagem Estratégica para a Gestão de Portfólio.pptx
 
Brochura template para utilizar em eventos
Brochura template para utilizar em eventosBrochura template para utilizar em eventos
Brochura template para utilizar em eventos
 

Revisão para o enade 2015: Quants

  • 1. REVISÃO PARA O ENADE Quants! grggggggggggggggggggg ggggggggg Felipe Pontes Quants: estatística, matemática e administração financeira Não se preocupem em copiar, as soluções estarão no blog. www.ContabilidadeMQ.blogpost.com
  • 2. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Acessem o blog para dicas sobre contabilidade, métodos quantitativos e finanças! 2
  • 3. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Vamos lá... • Regras do jogo na página 21 do manual do candidato. • Duração da prova e tempo por questão: – Considerando que você tem 240 minutos para responder 10 questões de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos, sendo que 3 dessas são discursivas... Você terá 10 minutos para cada discursiva (projeção minha) e 5 minutos e 40 segundos (use esses segundos para o gabarito) para cada uma das outras de múltipla escolha (claro que isso é em média). • Com funcionará a aula: – Vocês terão 5 minutos para responder cada questão; – Após os 5 minutos, eu responderei no quadro, informando a resposta correta; e – Vocês apresentarão as dúvidas, para que possamos discutir. 3
  • 7. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com 18) O diretor financeiro da InvestNew Ltda., em reunião de executivos da empresa para definir a estratégia de atuação para o próximo triênio, apresenta, para discussão e análise, a viabilidade de implantação de um novo projeto já no próximo ano. Após as justificativas da necessidade técnica do referido projeto, a discussão concentra-se em relação ao retorno que o projeto geraria. O diretor financeiro informa, então, os seguintes valores: Com base nesses dados, qual é a taxa de retorno do projeto no mês? a) 4,65% b) 5% c) 7,5% d) 10% e) 12,5% TIR 7 5 minutos Fim!
  • 8. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Projeção de lucro com média ponderada 22) Uma empresa contratou assessores especializados para examinar o desempenho do seu lucro operacional para o próximo ano em função do cenário econômico. A diretoria, orientada por esses especialistas, estabeleceu diversos cenários possíveis e suas respectivas probabilidades de ocorrência. Dentro de cada um desses cenários, as áreas de contabilidade e controladoria, com os dados históricos disponíveis e sua tendência, fazem a previsão do lucro operacional anual. O resultado do trabalho é a seguinte distribuição de probabilidade: 8 5 minutos Fim!
  • 9. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com 24) A Empresa Comercial Aurora Ltda. negociou, em 31.12.2005, uma operação de Desconto de Duplicatas no valor total de R$ 1.500.000,00 distribuídos conforme o fluxo de vencimento das duplicatas a seguir: Nessa operação, a instituição financeira cobrou e recebeu juros antecipados no valor de R$ 155.000,00, calculados à taxa de 5% ao mês (juros simples), e taxas de serviços de R$ 500,00. Se a empresa encerra o seu exercício contábil ao final de dezembro, qual foi o efeito do registro dessa operação nas Demonstrações Contábeis da empresa? (A)Diminuição no Resultado do Exercício no valor de R$ 155.500,00. (B)Diminuição no Ativo no valor de R$ 155.500,00. (C)Diminuição no Ativo Circulante no valor de R$ 500,00. (D)Aumento de Despesas Financeiras no valor de R$ 155.000,00. (E)Aumento do Passivo Circulante no valor de R$ 500,00. Desconto de duplicatas 9 5 minutos Fim!
  • 10. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com ROA Ao analisar os registros contábeis da Cia. Pintassilgo, o contador orienta a diretoria a tomar uma importante decisão que melhora sensivelmente a Taxa de Retorno sobre Investimentos, calculada sobre o Ativo Operacional da empresa. Qual das orientações abaixo contribuiu para essa melhora? (A) Diminuir o elevado valor do saldo do Passivo Circulante pagando dívida de significativo montante aos fornecedores. (B) A obtenção de um financiamento em um Banco de Desenvolvimento, com juros subsidiados e carência de 4 anos. (C) A aquisição de estoques em quantidade um pouco acima do normal para que a empresa venha a obter ganho com a inflação. (D) Providenciar a demissão de 5 funcionários, que percebiam salários médios, nos Departamentos Administrativo e Comercial, com o objetivo de reduzir despesas. (E) A reclassificação como Bens Não de Uso de um terreno de elevado valor, registrado no Ativo Imobilizado, já que o mesmo não está sendo utilizado pela empresa em suas operações e não há perspectiva dessa utilização nos próximos 10 anos. 10 5 minutos Fim!
  • 12. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com CFO x Investidor 30) Leia as afirmativas: Diretores Financeiros são responsáveis por decisões acerca de como investir os recursos de uma empresa para expandir seus negócios e sobre como obter tais recursos. Investidores são instituições financeiras ou indivíduos que financiam os investimentos feitos pelas empresas e governos. Assim, decisões de investimento tomadas por Diretores Financeiros e Investidores são, normalmente, semelhantes. PORQUE As decisões de investimento dos Diretores Financeiros focalizam os ativos financeiros (ações e títulos de dívidas), enquanto as decisões de investimento dos Investidores focalizam ativos reais (edificações, máquinas, computadores etc.). Com base na leitura dessas frases, é CORRETO afirmar que: A) a primeira afirmação é falsa, e a segunda é verdadeira. B) a primeira afirmação é verdadeira, e a segunda é falsa. C) as duas afirmações são falsas. D) as duas afirmações são verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira. E) as duas afirmações são verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira. 12 5 minutos Fim!
  • 14. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Média, moda, mediana, var e dp 14 17) As ações das companhias AAA e ZZZ apresentaram a seguinte série histórica de cotações em determinado mês. Com base nas estatísticas apresentadas acima, avalie as proposições que se seguem. I. O desvio-padrão das cotações das ações da empresa AAA mostra que houve uma variação em torno da mediana de 2,1602 pontos para cima ou para baixo. II. A média da soma dos quadrados dos erros da cotação das ações da empresa AAA é 4,6667. III. A média das cotações das ações da empresa ZZZ mostra que R$ 25,00 é o valor mais frequente na sua série histórica. IV. A mediana da cotação das ações da empresa AAA corresponde à média dos extremos de sua série histórica. V. O valor mais frequente da cotação das ações da empresa ZZZ foi 28,00. 5 minutos Fim!
  • 15. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Payback • O quadro a seguir apresenta o fluxo de caixa e a vida útil dos projetos K, L e M de uma empresa. 15 Utilizando o critério do Pay- Back, o tempo de retorno de cada projeto é, respectivamente, igual a: A) 4 anos, 5 anos e 10 anos. B) 4 anos, 10 anos e 5 anos. C) 5 anos, 4 anos e 10 anos. D) 5 anos, 10 anos e 4 anos. E) 10 anos, 5 anos e 4 anos. 5 minutos Fim!
  • 16. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com GAO A empresa Alfa acumula vendas no valor de R$ 1 000 000,00, obtendo um lucro bruto de R$ 200 000,00. O preço de venda do único produto produzido pela empresa é de R$ 1 000,00 e o seu custo unitário variável é de R$ 300,00. Nessa situação, o grau de alavancagem operacional da empresa Alfa é igual a: A 5,5. B 5,0. C 4,5. D 4,0. E 3,5. 16 5 minutos Fim!
  • 17. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Bonus track A disposição de um conjunto de dados pode ser representada por alguns tipos de aglomeração em torno das medidas de tendência central. Assim, é coreto afirma que numa série simétrica: a) Moda > Média. b) Média > Mediana. c) Moda < Média. d) Média = Moda = Média. e) Desvio padrão amostral é igual o desvio padrão populacional. 17 5 minutos Fim!
  • 18. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Bonus track Sobre a distribuição normal padrão, é correto afirmar: a) É uma distribuição que tem como parâmetros explicativos os graus de liberdade de uma amostra. b) É uma medida que tem um histograma de frequência com uma forma assimétrica à esquerda. c) É uma distribuição que apresenta valores 0 a σ. d) É uma distribuição em forma de sino que apresenta o zero como media e o desvio padrão igual a 1. e) Nenhuma das alternativas anteriores 18 5 minutos Fim!
  • 19. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Bonus track Sobre a distribuição normal N(4, 9), é correto afirmar: a) É uma distribuição que a média é 2. b) É uma distribuição que o desvio padrão é 9. c) É uma distribuição que tem média 4 e desvio padrão 3. d) É uma distribuição que, por ter desvio padrão de 9, é muito assimétrica; e) Nenhuma das alternativas anteriores. 19 5 minutos Fim!
  • 20. Felipe Pontes www.contabilidademq.blogspot.com Façam uma boa prova, vocês são os melhores!! 20