Amanda Mansur
AFINAL, O QUE É YOGA? 
• Visão diferente da forma de viver que promove transformações profundas 
em todos os níveis de nos...
• A prática te coloca em contato diário com enrijecimentos externos e com bloqueios internos; 
• É importante a prática co...
• Svadhyaya é o estudo da metafísica do Yoga e de si próprio; abrange não apenas o 
autoconhecimento, através da reflexão ...
• O asana, postura, o terceiro passo, num primeiro momento foi a parte mais densa ( física) 
do processo pra mim, mas depo...
O corpo mental 
• Não é apenas os pensamentos, existe um observador interno que observava tudo o que o 
corpo faz e sente....
Cada dia de prática é um trabalho árduo, disciplinador mas também é 
revigorante, purificador, glorioso e mais, gerador de...
Pranayama 
• O quarto membro, a respiração, (pranayama) tem o papel de ajudar a aprofundar. Talvez 
esse seja o mais desaf...
Respirar relaxa. Ficamos mais soltos, entregues porque quando respiramos profundo o 
cérebro compreende que não há riscos ...
A respiração está intimamente ligada a mente. Quando respiramos com atenção a mente se 
torna clara, objetiva e se você es...
Há também o trabalho de deixar entrar a medida certa de ar e deixar sair na mesma velocidade 
sincronizando cada movimento...
Reunião dos sentidos 
• (Pratyahara) acontece quando todas as etapas anteriores foram bem cumpridas 
e você consegue ficar...
A concentração 
• Quando está ocupado com você mesmo, automaticamente surge a concentração, que 
chamamos de Dharana. 
• E...
• Seu corpo é vivo mas está fechado e adormecido. A melhor forma de acorda-lo e 
abri-lo é caindo no tapetinho sem medo de...
Retrospectiva 
• Avaliarmos as decisões tomadas e as consequências resultantes delas; 
• Lembrar dos acontecimentos e qual...
A ressonância da gratidão 
• Aquece ambos o doador e o receptor, e gera um campo de reconhecimento. 
• Neste campo do reco...
Cada gota de gratidão nos fornece com sua afirmação a certeza que temos 
tudo que necessitamos em nossa consciência para r...
Cada rio de gratidão limpa as toxinas corrosivas do stress e ansiedade em 
seu corpo e se torna uma dádiva para você e par...
Podemos estar agradecidos 
de que estamos aqui, neste 
momento de desafios na 
Terra, com um inextinguível 
senso de esper...
Tudo que sou hoje devo à um ensinamento milenar chamado YOGA. 
• Essa prática me proporciona muitos benefícios há mais de ...
Yoga como Extensão Acadêmica e Escolar
Yoga como Extensão Acadêmica e Escolar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Yoga como Extensão Acadêmica e Escolar

616 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada por Amanda Mansur no dia 01 de setembro de 2014 no Simpósio da Liga Acadêmica de Saúde Integrativa - LASI UFTM

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
616
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Yoga como Extensão Acadêmica e Escolar

  1. 1. Amanda Mansur
  2. 2. AFINAL, O QUE É YOGA? • Visão diferente da forma de viver que promove transformações profundas em todos os níveis de nossas vidas; • É necessário dedicar tempo a ele. • Sua proposta é criar espaço dentro do corpo e em nosso tempo para o estudo teórico e prático; • Principalmente, para o auto-estudo, que produz crescimento pessoal e espiritual.
  3. 3. • A prática te coloca em contato diário com enrijecimentos externos e com bloqueios internos; • É importante a prática consciente, pois é aí que começa um poderoso trabalho de observância interna e ética com o próximo (NIYAMAS E YAMAS), dois primeiros princípios. • Nestes dois processos procuro estar atenta ao que chamamos de 10 grandes obrigações morais. A execução delas me garante uma prática com resultados: • Ahimsa, a não-violência; • Brahmacharya, não desvirtuar a sexualidade; • Asteya, não roubar; • Satya, não mentir; • Aparigraha, não possessividade; • Saunchan, purificação e limpeza do organismo; • Santosa, contentamento; • Tapas é disciplina, determinação;
  4. 4. • Svadhyaya é o estudo da metafísica do Yoga e de si próprio; abrange não apenas o autoconhecimento, através da reflexão sobre a sabedoria das escrituras, mas também a aplicação prática desse conhecimento. • A partir destes dois princípios, o processo todo se desabrocha em mais seis pontos, totalizando oito passos a serem estudados, observados e praticados gradativamente.
  5. 5. • O asana, postura, o terceiro passo, num primeiro momento foi a parte mais densa ( física) do processo pra mim, mas depois entra-se em contato com as formas mais sutis da sua expressão e seu corpo ganha outra interpretação e outro sentido. • Nos primeiros estudos do corpo aparecemsensações bem grosseiras: • dores, rigidez, fraqueza, força, consciência corporal. • estas sensações estão intimamente relacionadas com a alimentação, qualidade do sono, adversidades do dia, cobranças, raiva, mágoa, contentamento, capacidade de relaxar e experiências do passado.
  6. 6. O corpo mental • Não é apenas os pensamentos, existe um observador interno que observava tudo o que o corpo faz e sente. Tudo que a mente pensa. Chamo esse observador de consciência. • Uma outra tarefa importantíssima surge: estabilizar a mente. • Não é parar os pensamentos, mas sim tornar a mente lúcida, regular, sem muitas oscilações para que a consciência possa observa-la sem julgamentos.
  7. 7. Cada dia de prática é um trabalho árduo, disciplinador mas também é revigorante, purificador, glorioso e mais, gerador de paz! Esse parece ser o aspecto mais importante, mas é apenas a superfície.
  8. 8. Pranayama • O quarto membro, a respiração, (pranayama) tem o papel de ajudar a aprofundar. Talvez esse seja o mais desafiador de todo o processo; • E também, o principal deles, pois liga os 3 membros relacionados ao corpo físico aos outros 4 membros relacionados aos corpos sutis. • Isso acontece porque quando se respira consciente reúne-se as faculdades dispersas e com isso sente-se um ser íntegro. • Quando começam a praticar yoga sentem mudanças rapidamente acontecerem no seu interior porque respirar usando todo o seu espaço interno é atingir lugares do seu corpo muito profundos e sentir sensações inéditas.
  9. 9. Respirar relaxa. Ficamos mais soltos, entregues porque quando respiramos profundo o cérebro compreende que não há riscos e nem perigo, então ele dá comandos para o corpo se soltar e isso produz paz. E estando em paz todo o resto se ajeita.
  10. 10. A respiração está intimamente ligada a mente. Quando respiramos com atenção a mente se torna clara, objetiva e se você esta numa prática executando uma postura, seu objeto de estudo e observação é o corpo e as sensações. Sua percepção orbitará no momento presente, no real, e também naquilo que rege seu corpo mental.
  11. 11. Há também o trabalho de deixar entrar a medida certa de ar e deixar sair na mesma velocidade sincronizando cada movimento com a respiração. Durante esse trabalho, uma sintonia fina com vcocê mesmo começa a surgir, produzindo fluidez na prática, e, dia após dia, a leveza do corpo, da alma, das atitudes e da fala afloram e começamos a perceber algo diferente acontecendo em nós.
  12. 12. Reunião dos sentidos • (Pratyahara) acontece quando todas as etapas anteriores foram bem cumpridas e você consegue ficar focado em você. • “Isso significa direcionar os sentidos da periferia da pele para o cerne do ser, a alma”, escreveu Iyengar em A Árvore do Yoga.
  13. 13. A concentração • Quando está ocupado com você mesmo, automaticamente surge a concentração, que chamamos de Dharana. • Esta concentração promove um estado meditativo, contemplativo, que leva o nome de Dhyana. • Esse resulta no último estágio, o Samadhi, que é a absorção gradativa de todo o aprendizado, daquilo que é você em essência.
  14. 14. • Seu corpo é vivo mas está fechado e adormecido. A melhor forma de acorda-lo e abri-lo é caindo no tapetinho sem medo de ser feliz e eternamente grato ao que ele te reserva: você puro! "Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho." Clarice Lispector
  15. 15. Retrospectiva • Avaliarmos as decisões tomadas e as consequências resultantes delas; • Lembrar dos acontecimentos e qual a real importância e impacto deles na nossa vida; • Analisar qual foi o pensamento dominante durante o ano.
  16. 16. A ressonância da gratidão • Aquece ambos o doador e o receptor, e gera um campo de reconhecimento. • Neste campo do reconhecimento, nós criamos um antídoto curativo e revigorante contra frases consideradas psico-toxinas. Não consigo, não tenho tempo Isto não é para mim Não tenho o suficiente Não estou bem hoje Me sinto exausto(a)
  17. 17. Cada gota de gratidão nos fornece com sua afirmação a certeza que temos tudo que necessitamos em nossa consciência para reunirmos força e honrar a Vida.
  18. 18. Cada rio de gratidão limpa as toxinas corrosivas do stress e ansiedade em seu corpo e se torna uma dádiva para você e para outros ao seu redor.
  19. 19. Podemos estar agradecidos de que estamos aqui, neste momento de desafios na Terra, com um inextinguível senso de esperança e com a firme crença em nossa capacidade humana para curar, renovar e mesmo ir além do que pareciam ser nossas mais persistentes limitações.
  20. 20. Tudo que sou hoje devo à um ensinamento milenar chamado YOGA. • Essa prática me proporciona muitos benefícios há mais de seis anos.

×