Lian Gong e a Terceira Idade

1.409 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lian Gong e a Terceira Idade

  1. 1. LIAN GONG NA TERCEIRA IDADE 1 LASI AMANDA NAZARÉ PEREIRA Uberaba- MG 2014
  2. 2.  Os idosos consideram a prática do Lian Gong saudável?  Os idosos referem benefícios como saúde física e mental; autocontrole/controle; tranqüilidade; disposição e satisfação; espiritualidade e bem estar com a prática do Lian Gong?  O Lian Gong contribui para a promoção e prevenção de doenças crônicas na terceira idade? 2
  3. 3.  Os idosos consideram o Lian Gong como uma prática saudável;  Os idosos referem que a prática do Lian Gong traz benefícios para saúde física e mental; autocontrole/controle; tranqüilidade; disposição e satisfação; espiritualidade e bem estar;  A prática do Lian Gong na terceira idade contribui para a promoção e prevenção de doenças crônicas. 3 Fonte: Google Imagens.
  4. 4.  Tendo em vista a carência de estudos voltadas para a prática integrativa da Medicina Tradicional Chinesa/Lian Gong na terceira idade, busca-se através desse levantamento bibliográfico identificar se a prática do Lian Gong com os idosos traz benefícios para a saúde física e mental; autocontrole/controle; tranqüilidade; disposição e satisfação; espiritualidade e bem estar, contribuindo para a promoção e prevenção de doenças crônicas nessa faixa etária. 4 Fonte: Google Imagens.
  5. 5.  Identificar se a prática do Lian Gong na terceira idade traz benefícios para a saúde física e mental; autocontrole/controle; tranqüilidade; disposição e satisfação; espiritualidade e bem estar. 5 Fonte: Google Imagens.
  6. 6.  Identificar se os idosos consideram a prática do Lian Gong saudável;  Identificar se a prática do Lian Gong contribui para a promoção e prevenção de doenças crônicas na terceira idade. 6 Fonte: Google Imagens.
  7. 7.  Trata-se de um estudo exploratório; descritivo e com abordagem quantitativa e qualitativa, que será realizado através de levantamento bibliográfico relacionado ao tema Lian Gong como prática na terceira idade publicados no período de 2010 a 2014, em três bases de dados: Medline; Lilacs e Scielo. 7 Fonte: Google Imagens.
  8. 8.  Atualmente, no Brasil e no mundo, tem elevado o número de idosos, devido a redução da taxa de natalidade e da morbidez e da mortalidade (MORAIS, Olga Nazaré Pantoja, 2009).  O conceito de qualidade de vida na faixa etária idosa pode estar relacionado aos relacionamentos interpessoais; equilíbrio emocional; boa saúde, hábitos saudáveis; lazer; bens materiais e valores pessoais (SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal, et al, 2010). 8 Fonte: Google Imagens.
  9. 9.  As pessoas mais saudáveis e mais otimistas possuem qualidades de se adaptarem às transformações ocasionadas pelo envelhecimento.  A atividade física regular na terceira idade proporciona vários benefícios a nível antropométrico, neuromuscular, metabólico e psicológico, o que auxilia na prevenção e tratamento das doenças crônicas nessa faixa etária, contribuindo para a qualidade de vida e independência. (SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal, et al, 2010). 9 Fonte: Google Imagens.
  10. 10.  De acordo com o Estatuto do Idoso, é dever do Estado, garantir aos idosos a proteção à vida e à saúde, através da realização de políticas sociais públicas que permitam um envelhecimento saudável e em condições de dignidade (SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal, et al, 2010).  “Na terceira idade, a prática do Lian Gong em 18 terapias auxilia a recuperar e preservar o estado fisiológico do corpo fortalecendo os membros e as funções dos órgãos e retardando o envelhecimento” (MORAIS, Olga Nazaré Pantoja, 2009).  A prática de Lian Gong, foi criada em 1974 em Xangai, pelo médico ortopedista e traumatologista Zhuang Yuen Ming. No Brasil teve início em 1987, por meio da professora de Filosofia e de Artes Corporais Chinesas Maria Lúcia Lee. A palavra Lian Gong origina-se: “Lian” treinar e “Gong” trabalho persistente. Deste modo, Lian Gong consiste no trabalho persistente de treinar e exercitar o corpo (SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal, et al, 2010). 10
  11. 11.  A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde - SUS, aprovada pela Portaria nº 971 de 3 de maio de 2006 e ,no município de São Paulo ,pela lei nº 14682 de 30/01/2008 , considera o Lian Gong como uma das práticas integrativas da Medicina Tradicional Chinesa. Essa prática é uma ginástica terapêutica simples de fácil aprendizado e execução por meio de movimentos lentos, contínuos, equilibrados e naturais (YAMAKAWA, Angela H. H et al, 2006). 11 Fonte: Google Imagens.
  12. 12.  O Lian Gong são exercícios preventivos e curativos, cuja prática põe em movimento o “Chi” (energia vital) em especial o “Zhen Chi” ou “Chi Verdadeiro” no organismo, que preconiza: “Quando o Zhen Chi está pleno no interior do corpo humano, os fatores negativos não podem invadir” (Revista Brasileira Saúde da Família, 2008).  Quando envelhecemos a nossa vitalidade diminui, com freqüência gerando falta de disposição e pessimismo. O médico Zhuan Ming afirma que se esse estado de espírito perdurar por muito tempo, existe a possibilidade de surgirem doenças, ou uma preexistente se agravaria. É importante a recuperação da disposição, otimismo, alegria e entusiasmo. A prática funciona como facilitadora para as aquisições, quando os exercícios são feitos com a respiração correta, o que provoca concentração e atenção do indivíduo para o seu corpo. (SILVA, Denise Azevedo Magalhães, 2013). 12
  13. 13.  Essa ginástica é considerada terapêutica por proporcionar vários benefícios a quem a pratica, principalmente tratar e prevenir síndromes doloridas no pescoço, ombros, costas, região lombar e glúteos, melhorar a resistência física e imunológica, alongar os músculos, melhorar a mobilidade da coluna e corrigir os desvios. Os efeitos se estendem à saúde em geral, tratando e prevenindo, por exemplo, hipertensão, diabetes, osteoporose, estresse, fadiga, insônia, depressão e ansiedade (SILVA, Denise Azevedo Magalhães, 2013).  A prática do Lian Gong fortalece o corpo físico, músculo, tendões e ossos com intuito de torná-lo saudável. É composta de 54 exercícios dividido em 3 partes. A primeira parte tem como função prevenir e tratar as dores do pescoço, ombros, das costas, região lombar e membros inferiores; a segunda destaca as articulações, os tendões e disfunções dos órgãos internos; a última parte age nos distúrbios das vias respiratórias e cardiovasculares (YAMAKAWA, Angela H. H et al, 2006). 13
  14. 14. Mudanças físicas atribuídas à prática do Lian Gong “[...] Tira as dores, né, do corpo e rejuvenesce mais os ossos da gente, né. E não precisa tomar mais remédios que nem muita gente toma.” [...] eu tenho bom alongamento com o Lian Gong. Exercício saudável”. Mudanças psicológicas atribuídas à prática do Lian Gong “...Passo o dia todo mais calma, mais tranqüila, fico menos tensa...e ela, gosto né, muito né, de fazer né, mim interessei muito achei legal bacana.” “...Convivo melhor com a família. Consegui me controlar. Não aceito limitações.” Mudanças “mais integrais” atribuídas à prática do Lian Gong “...Eu tenho a sensação e a satisfação ou bem estar físico e mental; eu acho uma prática saudável.” “Mais espiritualizadas...mais tranqüila...” “...ah... eu sinto que eu to fazendo uma coisa boa pra mim, pra mim mesmo, pra minha saúde...sabe, pra meu bem estar... percebi que eu sou assim, mais expansiva; é eu tinha uma boa...assim ... Maravilhoso para saúde física e mental.” (SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal, et al, 2010). 14
  15. 15.  Espera-se com o presente estudo identificar se a prática do Lian Gong com os idosos traz benefícios para a saúde física e mental; autocontrole/controle; tranqüilidade; disposição e satisfação; espiritualidade e bem estar, contribuindo para a promoção e prevenção de doenças crônicas nessa faixa etária. 15 Fonte: Google Imagens.
  16. 16.  SOUZA, Jane Oliveira Ramos Leal et al. Lian Gong: prática corporal chinesa e sua relação com a qualidade de vida em idosos. Saúde Coletiva, São Paulo, vol. 7, n. 43, p. 213-215. 2010.  MORAIS, Olga Nazaré Pantoja de. Grupos de Idosos: Atuação da Psicogerontologia no Enfoque Preventivo. Psicologia Ciência e Profissão, Secretaria Municipal de Saúde- Pará, 29 (4), p. 846-855. 2009.  Revista Brasileira Saúde da Família. Práticas Integrativas e Complementares em Saúde: Uma realidade no SUS. Brasília: Ministério da Saúde, ano IX, Ed. Especial, p. 01-80, maio. 2008.  SILVA, Denise Azevedo Magalhães. Papel do grupo de ginástica no processo do envelhecimento. REVISTA PORTAL DO ENVELHECIMENTO, São Paulo, vol. 37, ano IV, p. 29-33, out. 2013.  YAMAKAWA, Angela H. H et al. A INTERACE DAS DOENÇAS CRÔNICAS E A PRÁTICA DO LIAN GONG. São Paulo, p. 01-69. 2006. 16

×