Web 3.0
A nova revolução da Internet
Felipe Faleiro – Suporte
TI
Novo Hamburgo
Maio de 2013
1 de 26
●
Conceito e história da web
●
Web 1.0, 2.0 e 3.0
●
Fundamentos e ontologia
●
Linguagens e microformatos
●
Ferramentas
●
C...
Conceito de web
“O principal serviço de obtenção de informações da
Internet (a rede mundial de computadores). A Web
dá aos...
História
●
1963: Ted Nelson cria o termo “hipertexto”
●
1980: Tim Berners-Lee desenvolve o
ENQUIRE no CERN
●
1/1/1983: ent...
WorldWideWeb
Imagem: The Next Web
5 de 26
● Primeiro browser da história
Termos
●
Web 1.0Web 1.0: estruturada: estruturada
●
Web 2.0Web 2.0: colaborativa: colaborativa
●
Web 3.0Web 3.0: semântica...
●
Não há uma definição correta quanto às
diferenças entre Web 1.0, 2.0 e 3.0.
Basicamente, elas se concentram no
design e ...
Web 1.0 (1990 - 2000s)
●
Sites estáticos
●
Sites fechados
●
Sem interatividade
●
Linguagens pouco
acessíveis
Imagem: HowSt...
●
Conteúdo gerado pelo
usuário
●
Redes sociais
●
Blogs
●
Linguagens abertas
●
Início da era mobile
Web 2.0 (2000s - 2010s)...
Web 3.0Web 3.0
(ou semântica)
10 de 26
Você sabe a diferença?
11 de 26
Imagens: Blogs Kitotabla e Matriz Virtual
O termo “Web Semântica” surgiu em maio de 2001, pelo próprio Tim
Berners-Lee, em um artigo publicado na revista Scientific...
Já o termo “web 3.0” foi proposto pela primeira vez por John Markoff,
jornalista do The New York Times, em artigo de 12/11...
●
Dados sobrepondo-se ao conteúdo
●
Questões sobrepondo-se à buscas
●
Ontologia
●
Perfil único baseado no histórico de nav...
Ontologia
Imagem: Bing Images
● Define os conceitos e relacionamentos usados para descrever e
representar uma área do conh...
●
RDF – linguagem de modelo de dados,
referencia informações
●
OWL – linguagem de ontologia da Web,
define classes e usa l...
Microformatos: hCard
● SEM hCard
17 de 26
Microformatos: hCard
● Especificado em: bit.ly/formatohcard
Imagens: Sublime Text
● COM hCard
18 de 26
●
hAtom – Marcação de feeds Atom
●
hCalendar – Informações sobre eventos
●
hProduct – Informações sobre produtos
●
hReview...
DBpedia
● Projeto aberto que consiste em extrair conteúdo estruturado da Wikipédia e
reuni-lo em um enorme banco de dados;...
●
Facebook Social Search – bit.ly/socialsearchfb
Ferramentas
Imagem: Tecnocracia
21 de 26
●
Google Knowledge Graph – bit.ly/googleknowgraph
Ferramentas
22 de 26
●
Wolfram Alpha - bit.ly/wolframalphacom
Ferramentas
23 de 26
Em um artigo publicado em 2001, o jornalista canadense Cory Doctorow
publicou alguns problemas da web semântica, que, segu...
●
Web 4.0: será como um gigantesco sistema operacional inteligente e
dinâmico, que utilizará os dados já disponíveis para ...
Apesar de ser uma tecnologia com prazo
extenso de implementação, aos poucos os
recursos da web semântica chegam para
facil...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Web 3.0 - A nova revolução da Internet

506 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Web 3.0 demonstrada na sede do Grupo Editorial Sinos, em Novo Hamburgo. Maio/2013.

Publicada em: Internet
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
160
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Web 3.0 - A nova revolução da Internet

  1. 1. Web 3.0 A nova revolução da Internet Felipe Faleiro – Suporte TI Novo Hamburgo Maio de 2013 1 de 26
  2. 2. ● Conceito e história da web ● Web 1.0, 2.0 e 3.0 ● Fundamentos e ontologia ● Linguagens e microformatos ● Ferramentas ● Críticas à web 3.0 Resumo 2 de 26
  3. 3. Conceito de web “O principal serviço de obtenção de informações da Internet (a rede mundial de computadores). A Web dá aos usuários acesso a uma vasta gama de documentos que estão ligados uns aos outros por meio de hipertexto ou hipermídia.” Encyclopaedia Brittanica 3 de 26
  4. 4. História ● 1963: Ted Nelson cria o termo “hipertexto” ● 1980: Tim Berners-Lee desenvolve o ENQUIRE no CERN ● 1/1/1983: entra no ar a primeira grande rede baseada em TCP/IP ● 1989: Primeiro modelo de hipertexto é proposto ● 1990: Primeiro browser é desenvolvido, primeiro servidor HTTP, criação da linguagem HTML ● 1994: Fundação da W3C (World Wide Web Consortium) ● 1995: Internet Explorer 1.0 lançado Tim-Berners Lee: fundador da Web 4 de 26
  5. 5. WorldWideWeb Imagem: The Next Web 5 de 26 ● Primeiro browser da história
  6. 6. Termos ● Web 1.0Web 1.0: estruturada: estruturada ● Web 2.0Web 2.0: colaborativa: colaborativa ● Web 3.0Web 3.0: semântica: semântica 6 de 26
  7. 7. ● Não há uma definição correta quanto às diferenças entre Web 1.0, 2.0 e 3.0. Basicamente, elas se concentram no design e execução de páginas web. ● O primeiro a observar as diferenças entre Web 1.0 e 2.0, e publicar sobre elas, foi o fundador da O'Reilly Media, Tim O'Reilly, em 2004. 7 de 26
  8. 8. Web 1.0 (1990 - 2000s) ● Sites estáticos ● Sites fechados ● Sem interatividade ● Linguagens pouco acessíveis Imagem: HowStuffWorks 8 de 26
  9. 9. ● Conteúdo gerado pelo usuário ● Redes sociais ● Blogs ● Linguagens abertas ● Início da era mobile Web 2.0 (2000s - 2010s) 9 de 26
  10. 10. Web 3.0Web 3.0 (ou semântica) 10 de 26
  11. 11. Você sabe a diferença? 11 de 26 Imagens: Blogs Kitotabla e Matriz Virtual
  12. 12. O termo “Web Semântica” surgiu em maio de 2001, pelo próprio Tim Berners-Lee, em um artigo publicado na revista Scientific American, de nome “A Web Semântica: uma nova forma de conteúdo da Web que tem significado para computadores vai desencadear uma revolução de novas possibilidades” (bit.ly/websemanticainicio): “A web semântica, na nomeação de cada conceito simplesmente por uma URL, permite que qualquer pessoa expresse novos conceitos que são inventados com o mínimo esforço. Sua linguagem lógica unificadora vai permitir que esses conceitos sejam progressivamente ligados em uma Web universal.” 12 de 26
  13. 13. Já o termo “web 3.0” foi proposto pela primeira vez por John Markoff, jornalista do The New York Times, em artigo de 12/11/2006, intitulado “Empreendedores veem uma Internet 3.0 guiada pelo senso comum” (link: bit.ly/semanticaweb): 13 de 26 “A meta deles [cientistas da computação] é adicionar uma camada de significado sobre a Internet existente, o que a tornaria menos um catálogo e mais um guia – até mesmo fornecendo a fundação para sistemas que possam raciocinar de forma humana.”
  14. 14. ● Dados sobrepondo-se ao conteúdo ● Questões sobrepondo-se à buscas ● Ontologia ● Perfil único baseado no histórico de navegação ● Utilização de APIs e mashups ● HTML5 e Microformatos Fundamentos 14 de 26
  15. 15. Ontologia Imagem: Bing Images ● Define os conceitos e relacionamentos usados para descrever e representar uma área do conhecimento. ● Caracteriza os relacionamentos em uma aplicação em particular. 15 de 26
  16. 16. ● RDF – linguagem de modelo de dados, referencia informações ● OWL – linguagem de ontologia da Web, define classes e usa lógica para deduções ● SKOS – especifica glossários para a Web e permite etiquetar termos ● Dublin Core – metadados para feeds RSS ● SPARQL – linguagem de consulta (query) de dados Linguagens }} SQL 16 de 26 XML
  17. 17. Microformatos: hCard ● SEM hCard 17 de 26
  18. 18. Microformatos: hCard ● Especificado em: bit.ly/formatohcard Imagens: Sublime Text ● COM hCard 18 de 26
  19. 19. ● hAtom – Marcação de feeds Atom ● hCalendar – Informações sobre eventos ● hProduct – Informações sobre produtos ● hReviews – Reviews de livros, filmes, restaurantes... ● RDFa – Extensão do HTML5 que permite aumentar a semântica dos documentos Outros microformatos 19 de 26
  20. 20. DBpedia ● Projeto aberto que consiste em extrair conteúdo estruturado da Wikipédia e reuni-lo em um enorme banco de dados; ● Desenvolvido nas Universidades de Berlim e Leipzig, na Alemanha, em 2007; ● Em setembro de 2011, contava com 3,64 milhões de “artigos”, classificados em 416 mil pessoas, 526 mil lugares, 60 mil filmes, 169 mil organizações, etc.; ● Utiliza a linguagem SPARQL para indexar e pesquisar conteúdos. Por exemplo: “Quais presidentes têm como religião o catolicismo?” SELECT DISTINCT ?presidente WHERE { ?presidente a dbpedia-owl:President . ?presidente dbpedia-owl:religion <http://pt.dbpedia.org/resource/Catolicismo> . } 20 de 26
  21. 21. ● Facebook Social Search – bit.ly/socialsearchfb Ferramentas Imagem: Tecnocracia 21 de 26
  22. 22. ● Google Knowledge Graph – bit.ly/googleknowgraph Ferramentas 22 de 26
  23. 23. ● Wolfram Alpha - bit.ly/wolframalphacom Ferramentas 23 de 26
  24. 24. Em um artigo publicado em 2001, o jornalista canadense Cory Doctorow publicou alguns problemas da web semântica, que, segundo ele, inviabilizam a adoção imediata do padrão: ● Mentira: não podemos acreditar que as empresas que disponibilizam os dados semânticos, o fazem de maneira honesta; ● Preguiça: o modelo baseado em metadados leva em conta que os usuários vão indexar suas informações quando tiverem a certeza da importância deles; ● Estupidez: as pessoas se recusam a criar metadados de maneira cuidadosa e adequada; ● Falta de padronização: não existe uma única maneira de descrever um objeto; ● Dados podem se tornar irrelevantes ao longo do tempo; ● Dados não são automaticamente atualizados quando novas ideias surgem. Críticas 24 de 26
  25. 25. ● Web 4.0: será como um gigantesco sistema operacional inteligente e dinâmico, que utilizará os dados já disponíveis para auxiliar os usuários nas tomadas de decisões (fonte: bit.ly/web4ponto0). E depois? Imagem: SISNEMA 25 de 26
  26. 26. Apesar de ser uma tecnologia com prazo extenso de implementação, aos poucos os recursos da web semântica chegam para facilitar e quem sabe eliminar as divergências entre homem e máquina, unindo rapidez e eficácia na resolução de projetos. Conclusão 26 de 26

×