PIB TRIMESTRAL RS 2° trim. 2015

550 visualizações

Publicada em

Principais destaques do PIB do Rio Grande do Sul referente ao segundo trimestre de 2015. Confira a análise completa: http://www.fee.rs.gov.br/pib/resultados-da-agropecuaria-garantem-recuo-menor-do-pib-do-rs/

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PIB TRIMESTRAL RS 2° trim. 2015

  1. 1. www.fee.rs.gov.br PIB TRIMESTRAL RS 2° trim. 2015 Núcleo de Contas Regionais CIE/FEE
  2. 2. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  3. 3. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  4. 4. www.fee.rs.gov.br PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 2°trim.2015_______________________________________________________________________________________ 2°trim.2014
  5. 5. www.fee.rs.gov.br Taxa de variação do PIB (2° trim. 2015 / 2° trim. 2014) -0,6%
  6. 6. www.fee.rs.gov.br TAXAS 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Trimestre / mesmo trimestre do ano anterior -2,3 -0,3 -1,7 -1,2 -0,6 Acumulada ao longo ano / mesmo período do ano anterior 0,3 0,1 -0,3 -1,2 -0,9 Últimos quatro trimestres / quatro trimestres anteriores 2,2 1,2 -0,3 -1,4 -0,9 Trimestre / trimestre imediatamente anterior (com ajuste sazonal) -0,1 -0,6 -1,4 1,0 0,2 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. Taxas de crescimento do PIB do RS, períodos selecionados
  7. 7. www.fee.rs.gov.br TAXAS 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Trimestre / mesmo trimestre do ano anterior -2,3 -0,3 -1,7 -1,2 -0,6 Acumulada ao longo ano / mesmo período do ano anterior 0,3 0,1 -0,3 -1,2 -0,9 Últimos quatro trimestres / quatro trimestres anteriores 2,2 1,2 -0,3 -1,4 -0,9 Trimestre / trimestre imediatamente anterior (com ajuste sazonal) -0,1 -0,6 -1,4 1,0 0,2 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. Taxas de crescimento do PIB do RS, períodos selecionados
  8. 8. www.fee.rs.gov.br TAXAS 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Trimestre / mesmo trimestre do ano anterior -2,3 -0,3 -1,7 -1,2 -0,6 Acumulada ao longo ano / mesmo período do ano anterior 0,3 0,1 -0,3 -1,2 -0,9 Últimos quatro trimestres / quatro trimestres anteriores 2,2 1,2 -0,3 -1,4 -0,9 Trimestre / trimestre imediatamente anterior (com ajuste sazonal) -0,1 -0,6 -1,4 1,0 0,2 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. Taxas de crescimento do PIB do RS, períodos selecionados Sequência só superada pelas seis quedas consecutivas do PIB do RS entre o 3o. Trimestre de 2004 e o 4o. Trimestre de 2005
  9. 9. www.fee.rs.gov.br
  10. 10. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  11. 11. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  12. 12. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  13. 13. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  14. 14. www.fee.rs.gov.br
  15. 15. www.fee.rs.gov.br Crescimento sobre um elevado nível de produção em 2013 e 2014 gerando, assim, um crescimento do volume exportado de 15,8%.
  16. 16. www.fee.rs.gov.br 2 o. Trimestre 1 o.Semestre Produção Produtividade Área Arroz 2.591.600 8.588.155 5,3 4,1 1,2 Banana 31.579 111.116 0,6 0,8 -0,2 Batata 75.804 191.092 11,8 7,3 4,2 Cana-de-açúcar 509.497 560.476 -19,2 -11,1 -9,1 Cebola 591 6.751 -13,9 -3,2 -11,0 Feijão 11.772 37.182 -13,8 -2,3 -11,8 Fumo 1.300 217.155 0,6 3,2 -2,6 Maça 49.772 594.036 -13,3 -7,5 -6,3 Mandioca 418.575 1.057.173 -2,2 -12,6 12,0 Milho 2.124.813 5.163.078 4,5 12,0 -6,7 Soja em grão 13.708.367 15.578.251 20,4 14,0 5,6 Tomate 40.054 142.952 89,2 -0,3 89,8 Uva 14.981 868.061 7,8 8,4 -0,5 FONTE: LSPA e Censo Agropecuário (IBGE) PRODUTOS SAFRA (t) VAR. 2015/2014 (%) Quantidades produzidas em 2015 e taxas de crescimento da produção, área e produtividade em relação a 2014 dos principais produtos agrícolas do RS,
  17. 17. www.fee.rs.gov.br 2 o. Trimestre 1 o.Semestre Produção Produtividade Área Arroz 2.591.600 8.588.155 5,3 4,1 1,2 Banana 31.579 111.116 0,6 0,8 -0,2 Batata 75.804 191.092 11,8 7,3 4,2 Cana-de-açúcar 509.497 560.476 -19,2 -11,1 -9,1 Cebola 591 6.751 -13,9 -3,2 -11,0 Feijão 11.772 37.182 -13,8 -2,3 -11,8 Fumo 1.300 217.155 0,6 3,2 -2,6 Maça 49.772 594.036 -13,3 -7,5 -6,3 Mandioca 418.575 1.057.173 -2,2 -12,6 12,0 Milho 2.124.813 5.163.078 4,5 12,0 -6,7 Soja em grão 13.708.367 15.578.251 20,4 14,0 5,6 Tomate 40.054 142.952 89,2 -0,3 89,8 Uva 14.981 868.061 7,8 8,4 -0,5 FONTE: LSPA e Censo Agropecuário (IBGE) PRODUTOS SAFRA (t) VAR. 2015/2014 (%) Quantidades produzidas em 2015 e taxas de crescimento da produção, área e produtividade em relação a 2014 dos principais produtos agrícolas do RS, A produção da agropecuária no segundo trimestre de 2015 chegou ao maior nível da atividade o desde o início da série do PIB Trimestral em 2002.
  18. 18. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  19. 19. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  20. 20. www.fee.rs.gov.br Indústria total -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Transformação -10,1 -9,8 -7,2 -3,4 Construção civil -8,0 -5,8 -5,1 -7,2 Demais industrias -4,6 -1,7 1,2 -8,6 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do VAB da Indústria total e de suas atividades, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  21. 21. www.fee.rs.gov.br Indústria total -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Transformação -10,1 -9,8 -7,2 -3,4 Construção civil -8,0 -5,8 -5,1 -7,2 Demais industrias -4,6 -1,7 1,2 -8,6 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do VAB da Indústria total e de suas atividades, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  22. 22. www.fee.rs.gov.br Produção de veículos automotores Máquinas e equipamentos -28,4% -25,1 % DESTAQUES NEGATIVOS NA INDÚSTRIA DA TRANSFORMAÇÃO
  23. 23. www.fee.rs.gov.br Produção de veículos automotores Máquinas e equipamentos -28,4% -25,1 % DESTAQUES NEGATIVOS NA INDÚSTRIA DA TRANSFORMAÇÃO O quadro de crise na economia nacional (fiscal, cambial e inflacionária), a queda da renda real e a piora nas condições de crédito são os principais fatores que explicam tais resultados.
  24. 24. www.fee.rs.gov.br Produção de celulose, papel e produtos de papel Outros produtos químicos 12,8 % 12,3 % DESEMPENHOS POSITIVOS NA INDÚSTRIA DA TRANSFORMAÇÃO
  25. 25. www.fee.rs.gov.br Produção de celulose, papel e produtos de papel Outros produtos químicos 12,8 % 12,3 % DESEMPENHOS POSITIVOS NA INDÚSTRIA DA TRANSFORMAÇÃO Crescimento da produção de celulose causado pela abertura de uma nova unidade produtiva e o dos outros produtos químicos (petroquímica) pelo aumento das exportações.
  26. 26. www.fee.rs.gov.br (%) Produtos alimentícios -2,8 -2,3 Bebidas -10,9 1,1 Produtos do fumo -4,3 -5,6 Couros e calçados -3,5 -2,3 Celulose, papel e produtos de papel 12,8 3,8 Derivados do petróleo e biocombustíveis 4,2 -3,9 Outros produtos químicos 12,3 8,1 Produtos de borracha e de material plástico -9,5 -8,7 Produtos de minerais não-metálicos -11,0 -9,2 Metalurgia -15,5 -15,9 Produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos -16,4 -15,3 Máquinas e equipamentos -25,1 -24,8 Veículos automotores, reboques e carrocerias -28,4 -30,2 Móveis -9,6 -9,1 FONTE: PIM (IBGE) ATIVIDADES 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 1°sem. 2015 / 1° sem. 2015 Taxas de crescimento das atividades industriais do Rio Grande do Sul no segundo trimestre e primeiro semestre de 2015
  27. 27. www.fee.rs.gov.br (%) Produtos alimentícios -2,8 -2,3 Bebidas -10,9 1,1 Produtos do fumo -4,3 -5,6 Couros e calçados -3,5 -2,3 Celulose, papel e produtos de papel 12,8 3,8 Derivados do petróleo e biocombustíveis 4,2 -3,9 Outros produtos químicos 12,3 8,1 Produtos de borracha e de material plástico -9,5 -8,7 Produtos de minerais não-metálicos -11,0 -9,2 Metalurgia -15,5 -15,9 Produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos -16,4 -15,3 Máquinas e equipamentos -25,1 -24,8 Veículos automotores, reboques e carrocerias -28,4 -30,2 Móveis -9,6 -9,1 FONTE: PIM (IBGE) ATIVIDADES 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 1°sem. 2015 / 1° sem. 2015 Taxas de crescimento das atividades industriais do Rio Grande do Sul no segundo trimestre e primeiro semestre de 2015 Redução de 10,1 % é maior que a ocorrida no trimestre anterior e se deu sobre uma base trimestral já reduzida em 2014, resultando em uma queda só superada pelas taxas extremamente negativas de 2009.
  28. 28. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  29. 29. www.fee.rs.gov.br PIB -0,6 -0,9 -0,9 0,2 Impostos -4,8 -4,0 -3,1 -2,1 VAB -0,1 -0,5 -0,6 0,2 Agropecuária 15,6 9,7 8,3 5,8 Indústria -9,1 -8,2 -5,9 -3,1 Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do PIB, dos impostos, do VAB total e do VAB por atividade, Rio Grande do Sul, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  30. 30. www.fee.rs.gov.br Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 Comércio -8,2 -7,3 -3,9 -3,2 Transportes -1,8 -0,1 -0,4 -3,0 Imobiliárias e aluguéis 1,9 2,0 2,4 0,4 APU, educação e saúde públicas 2,8 2,8 2,7 0,0 Demais serviços 0,1 0,5 0,4 -0,7 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do VAB dos Serviços e de suas atividades, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  31. 31. www.fee.rs.gov.br Serviços -1,2 -0,4 0,0 -1,0 Comércio -8,2 -7,3 -3,9 -3,2 Transportes -1,8 -0,1 -0,4 -3,0 Imobiliárias e aluguéis 1,9 2,0 2,4 0,4 APU, educação e saúde públicas 2,8 2,8 2,7 0,0 Demais serviços 0,1 0,5 0,4 -0,7 FONTE: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais. 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Acumulada em quatro trimestres DISCRIMINAÇÃO Taxas de crescimento do VAB dos Serviços e de suas atividades, períodos selecionados RIO GRANDE DO SUL 2° trim. 2015 / 1° trim. 2015 Acumulada ao longo do ano
  32. 32. www.fee.rs.gov.br DESTAQUES NEGATIVOS NO COMÉRCIO Veículos, motos, partes e peças Móveis e eletrodomésticos -24,2% -12,8%
  33. 33. www.fee.rs.gov.br DESTAQUES NEGATIVOS NO COMÉRCIO Veículos, motos, partes e peças Móveis e eletrodomésticos -24,2% -12,8% Desaceleração do crédito, elevação das taxas de juros, aumento do desemprego e redução da renda real.
  34. 34. www.fee.rs.gov.br DESTAQUE POSITIVO NO COMÉRCIO 1,8% Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos
  35. 35. www.fee.rs.gov.br DESTAQUE POSITIVO NO COMÉRCIO 1,8% Essencialidade e controle dos preços dos medicamentos e o pequeno valor dos outros itens (menos dependente de crédito e substituto em comemorações). Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos
  36. 36. www.fee.rs.gov.br (%) Combustíveis e lubrificantes -0,9 -4,6 Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo -3,4 -2,4 Tecidos, vestuário e calçados -7,0 -8,8 Móveis e eletrodomésticos -12,8 -11,8 Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos 1,8 2,1 Livros, jornais, revistas e papelaria -3,5 -3,3 Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação -2,7 2,2 Outros artigos de uso pessoal e doméstico -0,7 -0,1 Veículos, motocicletas, partes e peças -24,2 -21,0 Material de construção -5,1 -4,0 Fonte: IBGE - Pesquisa Mensal de Comércio ATIVIDADES 1° sem. 2015 / 1° sem. 2014 Taxas de crescimento das atividades comerciais do Rio Grande do Sul no segundo trimestre e primeiro semestre de 2015 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014
  37. 37. www.fee.rs.gov.br (%) Combustíveis e lubrificantes -0,9 -4,6 Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo -3,4 -2,4 Tecidos, vestuário e calçados -7,0 -8,8 Móveis e eletrodomésticos -12,8 -11,8 Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos 1,8 2,1 Livros, jornais, revistas e papelaria -3,5 -3,3 Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação -2,7 2,2 Outros artigos de uso pessoal e doméstico -0,7 -0,1 Veículos, motocicletas, partes e peças -24,2 -21,0 Material de construção -5,1 -4,0 Fonte: IBGE - Pesquisa Mensal de Comércio ATIVIDADES 1° sem. 2015 / 1° sem. 2014 Taxas de crescimento das atividades comerciais do Rio Grande do Sul no segundo trimestre e primeiro semestre de 2015 2° trim. 2015 / 2° trim. 2014 Queda de 8,2% é a maior redução da taxa trimestral do comércio desde o início da série do PIB do RS em 2002
  38. 38. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  39. 39. www.fee.rs.gov.br ● PIB do segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do segundo trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  40. 40. www.fee.rs.gov.br PIB acumulado ao longo do ano (semestre) 1 ⁰ Trimestre 2015 – 2 ⁰ Trimestre 2015 _______________________________________ 1⁰ Trimestre 2014 – 2 ⁰ Trimestre 2014
  41. 41. www.fee.rs.gov.br Taxa de variação do PIB no primeiro semestre (2015/2014) -0,9%
  42. 42. www.fee.rs.gov.br
  43. 43. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 0,3 -0,8 0,5 -0,9 -2,7 -3,5 -4,8 6,9 1,5 0,9 2,8 3,1 2,5 0,2 -0,9 -4,0 -0,5 9,7 -8,2 -9,8 -5,8 -1,7 -0,4 -7,3 -0,1 2,0 2,8 0,5 -13,0 -8,0 -3,0 2,0 7,0 12,0 Taxas acumuladas no primeiro semestre de cada ano (%) 2014 2015 Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  44. 44. www.fee.rs.gov.br
  45. 45. www.fee.rs.gov.br PIB acumulado nos últimos 12 meses 3 ⁰ Trimestre 2014 – 2 ⁰ Trimestre 2015 _______________________________________ 3⁰ Trimestre 2013 – 2 ⁰ Trimestre 2014
  46. 46. www.fee.rs.gov.br Taxa de variação do PIB nos últimos quatro trimestres (2015-2014/2014-2013) -0,9%
  47. 47. www.fee.rs.gov.br
  48. 48. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  49. 49. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Crise Internacional Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  50. 50. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Agropecuária “suaviza” queda Crise Internacional Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  51. 51. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Agropecuária “suaviza” queda Crise Internacional Quebra da safra Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  52. 52. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Agropecuária “suaviza” queda Crise Internacional Quebra da safra Agropecuária “acentua” queda Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  53. 53. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Agropecuária “suaviza” queda Crise Internacional Quebra da safra Agropecuária “acentua” queda Crise nacional Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  54. 54. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 7,7 5,3 13,2 -23,9 38,3 0,4 8,3 0,4 5,1 4,4 1,2 4,7 2,2 -0,9 -42,0 -32,0 -22,0 -12,0 -2,0 8,0 18,0 28,0 38,0 -8,0 -7,0 -6,0 -5,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV 2010.I 2010.II 2010.III 2010.IV 2011.I 2011.II 2011.III 2011.IV 2012.I 2012.II 2012.III 2012.IV 2013.I 2013.II 2013.III 2013.IV 2014.I 2014.II 2014.III 2014.IV 2015.I 2015.II Taxas acumuladas em quatro trimestres(%) AGROPECUÁRIA (eixo direita) PIB Agropecuária “suaviza” queda Crise Internacional Quebra da safra Agropecuária “acentua” queda Crise nacional Agropecuária “diminui” a queda Fonte: FEE/CIE/Núcleo de Contas Regionais
  55. 55. www.fee.rs.gov.br PIB do segundo trimestre em relação ao primeiro de trimestre de 2015 (com ajuste sazonal) 2°trim.2015_________________________________________________________________________________ 1°trim.2015
  56. 56. www.fee.rs.gov.br Taxa de variação do PIB (2° trim. 2015 / 1° trim. 2015) 0,2%
  57. 57. www.fee.rs.gov.br Taxa de variação do PIB (2° trim. 2015 / 1° trim. 2015) 0,2% Desempenho da agropecuária no segundo trimestre
  58. 58. www.fee.rs.gov.br Fonte: FEE/CPEE/ Núcleo de Contas Regionais 0,2 -2,1 0,2 5,8 -3,1 -1,0 -4,0 -3,0 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 PIB Impostos VAB Agropecuária Indústria Serviços Taxas do 2° Trimestre de 2015 contra o trimestre imediatamente anterior (%)
  59. 59. www.fee.rs.gov.br ● ● PIB do primeiro trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do primeiro trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  60. 60. www.fee.rs.gov.br ● ● PIB do primeiro trimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 ● Destaques setoriais do PIB do primeiro trimestre de 2015 ● PIB acumulado no semestre, últimos quatro trimestres e taxa dessazonalizada ● Principais resultados do PIB do Brasil SEQUÊNCIA DA APRESENTAÇÃO
  61. 61. www.fee.rs.gov.br Fonte: IBGE -15,0 -10,0 -5,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 -4,0 -2,0 0,0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0 Taxas trimestrais (%) da Formação Bruta de Capital Fixo e Consumo das Famílias - 3o. Trim.2003 - 2o.Trim.2015 Formação Bruta de CapitalFixo Consumo das Famílias
  62. 62. www.fee.rs.gov.br Fonte: IBGE -8,5 -7,6 -6,6 -5,5 -4,8 -4,6 -2,1 -1,7 -1,2 -0,4 0,0 1,7 2,8 3,0 10,4 Eletricidade e demais utilidades Transformação Comércio Construção Transporte Imposto PIB VA Outros Serv. APU Interm. finaceira e seguros Informação Imobiliárias ealuguel Agropecuária Ext. Mineral Taxas acumuladas ao longo do ano do Brasil (%) - 1º semestre 2015 sobre o mesmo período do ano anterior
  63. 63. www.fee.rs.gov.br Fonte: IBGE 0,7 5,3 5,6 2,1 2,8 1,5 -1,2 -2,0 -1,0 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7,0 8,0 9,0 Taxas acumuladas do PIB BR em quatro trimestres(%)
  64. 64. www.fee.rs.gov.br Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser Diretoria Presidente: Igor Alexandre Clemente de Morais Diretor Técnico: Martinho Roberto Lazzari Diretora Administrativa: Nóra Angela Gundlach Kraemer Rua Duque de Caxias, 1691 Centro Histórico, Porto Alegre CEP: 90010-283 (51) 3216.9000 Núcleo de Contas Regionais FEE/CIE Apresentador: Roberto Rocha(Coordenador do Núcleo de Contas Regionais/CPEE/FEE) Supervisor do Centro de Pesquisas Econômicas Estatísticas: Juarez Meneghetti Equipe do Núcleo de Contas Regionais (NCR): Antônio Albano de Freitas, Carlos Gouveia, Carolina Agranonik, César Conceição, Guilherme Risco, Roberto Rocha e Vinícius Fantinel

×