Argentina substitui importações 
de máquinas agrícolas 
Rodrigo D. Feix 
Economista, Pesquisador da FEE 
Eduardo de Gasper...
A agropecuária e a economia gaúcha 
O crescimento da renda gaúcha está em grande medida condicionado 
pelo desempenho da a...
A agropecuária e a economia gaúcha 
FONTE: CONAB 
A indústria gaúcha de máquinas e equipamentos para o agronegócio, nascid...
O setor de máquinas agrícolas 
Máquinas Agrícolas e rodoviárias: 
Apesar de a demanda ter crescido principalmente fora do ...
O setor de máquinas agrícolas 
Aproximadamente 15% da quantidade de máquinas agrícolas (tratores, colheitadeiras, 
cultiva...
O setor de máquinas agrícolas 
- Até 2010, mais de ¼ das exportações 
brasileiras do setor eram destinadas a 
Argentina. 
...
O setor de máquinas agrícolas 
Mercado argentino de máquinas agrícolas: 
Fonte: INDEC 
- Historicamente, as principais mul...
O setor de máquinas agrícolas 
Mercado argentino de máquinas agrícolas: 
(em % do faturamento das vendas no mercado intern...
A política argentina de S.I. 
O governo argentino busca internalizar a produção: 
Plano Estratégico Industrial Argentina 2...
A política argentina de S.I. 
LADO DA OFERTA: 
a)Restrições à entrada de produtos importados 
Declaración Jurada Anticipad...
A política argentina de S.I. 
LADO DA OFERTA: 
b) Políticas de incentivo a produção local 
Programa de Financiamento Produ...
A política argentina de S.I. 
RESULTADOS: Investimentos 
Empresa Localização Investimento Itens produzidos 
John Deere Gra...
A política argentina de S.I. 
RESULTADOS: Vendas internas na Argentina 
Fonte: Instituto Nacional de Estatística e Censos ...
A política argentina de S.I. 
RESULTADOS: Vendas internas na Argentina 
Fonte: Instituto Nacional de Estatística e Censos ...
A política argentina de S.I. 
“No es solamente trabajo 
argentino sino que también es 
balanza comercial favorable, esto 
...
A política argentina de S.I. 
IMPACTOS: Comércio exterior brasileiro 
O RS participa com pouco menos da metade das exporta...
Considerações finais 
PONTOS SENSÍVEIS - DESAFIOS 
• A perda do mercado argentino foi parcialmente encoberta pelo crescime...
OBRIGADO! 
Rodrigo D. Feix 
Economista, Pesquisador da FEE 
Eduardo de Gasperi 
Bolsista da FAPERGS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Argentina substitui importações de máquinas agrícolas - texto de capa da Carta de Conjuntura de Dezembro

1.055 visualizações

Publicada em

Argentina substitui importações de máquinas agrícolas - texto de capa da Carta de Conjuntura de Dezembro.
Autores: Rodrigo D. Feix (Economista, Pesquisador da FEE) e Eduardo de Gasperi (Bolsista da FAPERGS)

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.055
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Em 2013, 81% da produção brasileira foi vendida no mercado interno. Sul e Sudeste são o principal mercado (70% das vendas). Centro Oeste e Nordeste já representam 25%.
  • 44% do emprego da indústria de máquinas e equipamentos do RS é maquinas e equipamentos para a agropecuária (30.426 empregos em 2013)
    As exportações de máquinas agrícolas e implementos respondem por 2-4% das exportações gaúchas.
    Até 2004, as exportações gaúchas para a Argentina eram constituídas basicamente de colheitadeiras. Depois disso, os tratores passaram a dividir importância na pauta (em 2013 responderam por 90% das exportações).
  • Produção brasileira de Máquinas Agrícolas até nov./2014: 78.732
    Produção brasileira de Máquinas Agrícolas em 2013: 93.917 => queda de 16%
  • Argentina substitui importações de máquinas agrícolas - texto de capa da Carta de Conjuntura de Dezembro

    1. 1. Argentina substitui importações de máquinas agrícolas Rodrigo D. Feix Economista, Pesquisador da FEE Eduardo de Gasperi Bolsista da FAPERGS Carta de Conjuntura FEE, dezembro de 2014
    2. 2. A agropecuária e a economia gaúcha O crescimento da renda gaúcha está em grande medida condicionado pelo desempenho da agropecuária. Dependente da demanda externa (BRA e outros países) Dependente da agricultura local
    3. 3. A agropecuária e a economia gaúcha FONTE: CONAB A indústria gaúcha de máquinas e equipamentos para o agronegócio, nascida para atender ao mercado regional, se fortaleceu com a expansão da produção agrícola nacional
    4. 4. O setor de máquinas agrícolas Máquinas Agrícolas e rodoviárias: Apesar de a demanda ter crescido principalmente fora do Estado, a participação da indústria gaúcha na produção nacional aumentou. FONTE: ANFAVEA.
    5. 5. O setor de máquinas agrícolas Aproximadamente 15% da quantidade de máquinas agrícolas (tratores, colheitadeiras, cultivadores motorizados, etc.) produzidas no Brasil é exportada. Essa participação, em média, já foi superior a 30%. Inserção externa: Fonte: ANFAVEA
    6. 6. O setor de máquinas agrícolas - Até 2010, mais de ¼ das exportações brasileiras do setor eram destinadas a Argentina. - Em 2014, contabilizados os dados até outubro, a Argentina foi destino de apenas 9% das exportações brasileiras de máquinas agrícolas. - O que está ocorrendo? Inserção externa:
    7. 7. O setor de máquinas agrícolas Mercado argentino de máquinas agrícolas: Fonte: INDEC - Historicamente, as principais multinacionais do setor de máquinas agrícolas (AGCO, John Deere e CNH) trataram o mercado argentino como uma extensão do mercado brasileiro, principalmente no que se refere à oferta dos produtos finais de maior valor agregado.
    8. 8. O setor de máquinas agrícolas Mercado argentino de máquinas agrícolas: (em % do faturamento das vendas no mercado interno) Os segmentos de colheitadeiras e tratores, até então dependentes de importações, respondem por aproximadamente 2/3 do faturamento no mercado argentino de máquinas agrícolas. Fonte: INDEC
    9. 9. A política argentina de S.I. O governo argentino busca internalizar a produção: Plano Estratégico Industrial Argentina 2020 Ministério da Indústria
    10. 10. A política argentina de S.I. LADO DA OFERTA: a)Restrições à entrada de produtos importados Declaración Jurada Anticipada de Importación – DJAI: Justificativa oficial: -Resguardar y promover la producción de las industrias nacionales. - Generar un proceso de sustitución de importaciones. b) Políticas de incentivo a produção local Regime de Incentivo à Fabricação Local de Bens de Capital: As empresas do setor se beneficiam de um bônus fiscal de 14% sobre o faturamento, utilizado no abatimento de outros tributos nacionais.
    11. 11. A política argentina de S.I. LADO DA OFERTA: b) Políticas de incentivo a produção local Programa de Financiamento Produtivo do Bicentenário: Empréstimos em pesos, a taxa de juros fixa e subsidiada (9,9% a. a.), com prazo de 5 anos e 1 ano de carência. LADO DA DEMANDA: a)Crédito subsidiado a compra de máquinas agrícolas Programa de Financiamento para a Ampliação e Renovação de Frota: Oferta de crédito específica para compra de máquinas agrícolas e um desconto (bonificación) de 7,5%, aplicado sobre a taxa de juros praticada pelo banco oficial.
    12. 12. A política argentina de S.I. RESULTADOS: Investimentos Empresa Localização Investimento Itens produzidos John Deere Granadero Baigorria US$ 130 milhões até 2015 Tratores, colheitadeiras, motores CNH Córdoba US$ 200 milhões Plataformas, tratores, colheitadeiras Fiat Power Train Córdoba Motores Claas Oncativo Fonte: Imprensa e site das empresas. US$ 60 milhões até 2015 Colheitadeiras Florentino Ameghino Plataformas e peças nacionais Picadoras de forragem, partes Sunchales fabricação local AGCO General Rodríguez US$ 140 milhões até 2015 Tratores Challenger, Massey Ferguson e Valtra e AGCO Allis General Rodríguez Motores General Rodríguez Colheitadeiras
    13. 13. A política argentina de S.I. RESULTADOS: Vendas internas na Argentina Fonte: Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (INDEC) * Acumulado até o terceiro trimestre.
    14. 14. A política argentina de S.I. RESULTADOS: Vendas internas na Argentina Fonte: Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (INDEC) * Acumulado até o terceiro trimestre.
    15. 15. A política argentina de S.I. “No es solamente trabajo argentino sino que también es balanza comercial favorable, esto es en dólares”. 14 de agosto de 2012 Ato de lançamento da nova linha de produção de tratores e colheitadeiras John Deere. *Valores acumulados até agosto. RESULTADOS: Comércio exterior Fonte: Aliceweb Mercosul
    16. 16. A política argentina de S.I. IMPACTOS: Comércio exterior brasileiro O RS participa com pouco menos da metade das exportações brasileiras para a Argentina. Em valores correntes, as exportações gaúchas do setor caíram 56% desde 2007. Em 2013 e 2014, o Estado praticamente deixou de vender colheitadeiras para o país vizinho.
    17. 17. Considerações finais PONTOS SENSÍVEIS - DESAFIOS • A perda do mercado argentino foi parcialmente encoberta pelo crescimento do mercado doméstico brasileiro. • Em 2014, com a redução das vendas no mercado doméstico, a indústria gaúcha ressentiu-se da diminuição das compras do país vizinho. • O próximo passo da política de SI argentina é aumentar o conteúdo nacional dos tratores e colheitadeiras. Tal ação também afetará a indústria metal-mecânica gaúcha. • Além de reduzir as compras do Brasil, a Argentina está se apresentando como potencial concorrente em outros mercados (sul-americanos e africanos).
    18. 18. OBRIGADO! Rodrigo D. Feix Economista, Pesquisador da FEE Eduardo de Gasperi Bolsista da FAPERGS

    ×