Turma da Mônica Jovem edição 83

21.698 visualizações

Publicada em

Mais uma vez uma história que irá juntar TMJ e CBM. E nessa edição saberemos quem são os verdadeiros herdeiros da Terra. Essa turma descobrirá novos mistérios!!

Publicada em: Diversão e humor
2 comentários
31 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.698
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
77
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
291
Comentários
2
Gostaram
31
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Turma da Mônica Jovem edição 83

  1. 1. ,mg -A . -NAJDEÕE _. i . . _- , SF z = A « à . b F ñ à P, l . i . ' v l, Í. f' ” _. i _Y _a MUuf. x _ ' ", _x  . k I) k - _ r~ c, 4 , , r N l r ' . J u u m_ _ t _i b . 77 , _ l b' - ' ' g_ ' : vi I I _ '- . "W g W › / V' s* Í . v. . w u_ _ . 7 f “ › í-" A ' 1 l . fv . l nr' _ 1 - 1 v ~ í v 1 . Í H1' ! fr p ¡
  2. 2. /74314/866667' '__ , . . .. _. _w . .o . .o . t à». ..95 &Êüwülo . .., .
  3. 3. "tv
  4. 4. Cebola faz amizade com uma garota num jogo online, mas nem imagina quem ela é na realidade! í: ~~-: :ͧ_: |_ER9E| RO$“9A _____, M._. .~-. ._. .w. __. ~. ---v›---^^*'*"W" "'“' anuooacnn-cnnuaccn . ,_. _.. -,. .›_. _.. ... _.. ... ---: - . ..PÃG_, __94 ' n o v M. .._~. .~-›--avw-- | $.. ... ... PÃG. 106 . , . ... _«». __. .. m. ._. »~<--
  5. 5. , w um PLANETA V. . '~ " d oe exusezmre a ' ' BELEZA! a d- . . SUA BlOSFERA PRIVILEGIADA. .. . ..E o úmco ASTRO oo NOSSO SISTEMA SOLAR A PERMITIR A sxnsrêncm DA VIDA! BERÇO DE MILHARES oe especies DE sentes vnvos. ” e, UMA oEssAs ESPÊClES EM PARTICULAR, SE CONSIDERA o ÁPlcE OA CADEIA EVOLUTIVA. .. DE SCLSA PRODUÍQ~ÓES ESA http:77Êww. terra-1.net. br/
  6. 6. HUMANOS. .. I: .. r t; V _. cRIATuRAs I Ê ORGULHOSAS E PREPoTENTEs. .. ACHAM QUE são os DONOS oo MUNDO. .. OS SENHORES DO PLANETA NÃO IMAGINAM o QUANTO ESTÃO ENGANADOS! A TERRA TEM MAlS DE QUATRO BILHÕES DE ANOS. .. sERA' QUE A EsPEcIE HUMANA ACREDITA REALMENTE QUE E A PRIMEIRA EsPEcIE INTELIGENTE A PIsAR AQUI? ° O http: //www. terra-1.net. br/ EM
  7. 7. A cIvILIzACÀO MODERNA EsTA TÃO CEGA EM SUA ARROCANCIA. .. . ..CAMIN HANDO A PASSOS LARGOS EM DIREÇÃO AO FUTURO. .. . ..QUE ACABA IGNORANDO COMPLETAMENTE TODO ESE MISTERIOSO PASSADO. .. . ..OCULTO HÃ MILHÕES DE ANOS!
  8. 8. QUEM ESTEVE AQUI, ANTES DE NÓS? O QUE ACONTECEU COM OS ANTIGOS DOMINANTES DESTE PLANETA? COMO ELES DESAPARE- CERAM ? REALIDADE, SÃO O5 VERDADEIROS. .. QUE SEGREDOS MACABROS ESTÃO ENTERRADOS BEM DEBAIXO DOS NOSSOS PES? http: //www. terra-1.net. br/
  9. 9. DlSCUBRlu ARGUMA COISA 'é' ELA NÂO ESTÁ SECA! ESTA REGIÃO NÃO DEvIA sER TÃO ARIDA. ASSIM! NÃO CONSIGO ENTENDER POR QUE NENHUMA PLANTA CONSEGUE cREscER AQUl! NINHUMA PRANT A É JEITO Dl FALA, NE?
  10. 10. COISA QUI NUM PRESTA APARECE IM TUDO QUI E LUGAR! SERA QUI USARO CONTAMINADA? AGROTóxIcO AQUI, I, AGORA, A TERRA PICO h Í Í MATAGAR FEIO QUI NUM PARA DI cREsCEI ERVA DANINHA DO CÃO, VIU? POR ISSO QUI MI VENDERO ESSAS TERRA POR UMA MIXARIA! E O QUE EU QUERO DESCOBRIR! POR ISSO, CHAMEI UM AMIGO MEU PRA FAZER UMA ANÁLISE DO SOLO. .. p: //www. teTra-1.net. br/
  11. 11. AI. MEU SÃO GENTE DA CIDADE? l ESSE Povo INTENDE DI ROÇA? ENTENDE, A GENTE sE sIM, NHÓ FALA TODO DIA mu! PELA INTERNET! O CARA E UM GENIOI ELE ME AJUDA COM UNS PROJETOS DA FACUL- OPA ! FALANDO http: //www. terra-1.net. br/
  12. 12. 1%; IICONTROÉ¡ A GENTE NÃO GANHA FALA, CHICO! UM ABRAÇO. BELEZA? http: //www. terra-1.net. br/
  13. 13. o FRANJA FALOU QUE VINHA TE VISITAR. .. E A GENTE NÃO PODIA PERDER ESSA! A GENTE TÁ ENTÃO' EU ' VIM PAS5AQ EM FERIA5 oA TEMOS TEMPO T^"'“3ÊM U^^^5 5EM^N^5 EscoLA. .. DE soam: TÔ 5V* COM 05 MEU5 FERIAS! PAIS, LÁ NA VILA ABOBRINHA! . ..ELE ME PEDIU PRA DAR UMA OLHAÚA NA5 NOVAS TERRAS NHÔ LAU sAaE QUE Eu ESTUDO AGRONOMIA. .. TROCA' DOIS DEDINHO D¡
  14. 14. V OPA! E JA' VOLTO, PRA JÁ! 'ruRnnAs f NUM GOSTO NADA . I o¡ GENTE DA CIOADE p, FUÇANDO NAs nxuNnAs TERRA: E5555 ABBA. só INTENDE o¡ BAGUNÇA u FARRA! _ _ NAO sAo DE BAGUNÇA, NÃO! SEMPRE QUI : :Les VÊM PRO E55 INTERIOR é só 5/10 W* PRA APRoNTA PM! n ARRUMÃ CONFUSÃO! TUDO GENTE BOA, TRANOMLÀ E. .. 'Aasw -ENTE PA came em: : -esE : SER cowsox - 14
  15. 15. VAMOS QUEBRAR' rum! !
  16. 16. ._ CHISPA DAQUI, _ AQUI ocê NUM VAI SUA BADERNERA/ .I $367 QUEBRA' NADA, NÃO! ! , 24'. : HA? / 5055EGA, NHÕ LAU: EL** ams NÃO E QUEBRAR DE 9151-- 3094 VERDADE: FARREÁR! ¡JU/ WPF! É gÃo o NUM QUERO GENTE DÁ CIOAÚE CONTA DELE5! NUNHAS TERRA! só QUE SABÊ o: FARRA?
  17. 17. ' ERASÕ()Qw MIFARTAVA! FMHMFFY EU vó LA' FALA PRO cAsERO ARRUMÃ UNs QUARTO 071205 sEUs AMIGO BADERNERO: DE5CER E AGORA, j ' DENIsE: ' ELENÃO VAITE E$GANARm . _ A# rg . _A " CHICO PI como você TA' 4 DIFERENTE! BENTO! ! 4-
  18. 18. EU só VIM JUNTO PORQUE O POVO cOMENTOU QUE você T| NHA VIRADO UM PEÃO ôARAoO OE CAI-CA FAZENQO APERTADA! A UNgA 11620507, AãsANl-IA- MENTO E E555 AQUI? !
  19. 19. AEMAEE. A7”2n17À›-: rd . _., .à_, ... ._. ... ... ... _--. .._, xs_. .. .L , M” _rñãñ_ wvar. . . ._ 13:12:33 . ?Iíw r 'êIEI›'. I'IfE; :eI; =ILfS°I-_ _ 7 , "aBJÍÍÍÊÃéIÉÉI : ãMéf Iaí¡'. 'l: I¡¡'(e)§-j 'I . 70.4:: "er/ TL = ilãlt2âljêfex uk¡ . v/¡Ig/ err/ aklt»
  20. 20. . í . ..lyjtíí T r . ,__›, ~ _ : Roswsn: E Aí, ' . . VITAMINADA! PESSOAL? QUE ›' MINHA PARCEIRA E SAUDADE oe BALADA! os você: BORA EN TRAR E TOMAR UM y -_r_, _ç . í L , í - _ " ' MAs HcA LONGL " _ Luxury! su sd TAVA z. _ ao curca! A zon/ wo, JULIANA' g/ . v_- i. -. l,-'l›. ./qb NJ** f: *&<. '›z: _4', _›v. -.V1 f/ .Jr--- 20
  21. 21. 'f ' o ze LELÉ SAIU PRA BuscAR AGUA NO POGO E NÃO VOLTOU «a ATE AGORA! " DESENCANA, RAPAZ ! MARAVF FÔMÓS DE ÕNKBUS LHogA! ÁTÉ Â VÍLÂ ÂBÓBRINHÂ E O PÊÍMO DO CHÍCO PEGOU Â GENTE DE CÂQONÂ NÀ RÓDÓV| ÃRIAÉ
  22. 22. HA? HA? HA? EU TENHO DESCULPA! NOME_ FALOU? “W FICA ASSIM, “W É O COSTUME! / n» ÍÊÍÍ_ , n _ T -A *ía* A a A 7- ' ¡ ~ ? ã-? Vãx É» El! 5ABE DO DÀQUELA RAVE QUE ME LEMBREI, QUE A ÚEN| $E FEZ LK AGORA? NA ROCÀ. LEMBRA? ” CLAQO! po¡ NA ÉPOCA EM QUE Â GENTE NAMOQAVA! À¡ À¡_, _,", _;', _A_' , _;', = ¡ ÍOUE NAMORAWLXA GENTE NUNCA 7 TA' os k_ amaro. ? NAmoRou! *v DEBOCHE à _ 7:. ; . .l - __- 'Cl-HCO BÊNTO S? 37, FAKINI.
  23. 23. MAS ERA : Í: ouERuoo. CAIDINHA fg. _ , ME POUPE! POR MlM! -r ~= S você NEM FAZ O MEU V OUVIDIZER ' O ; TÕFAZENDO QUE, AGORA, ELA . E " : v: 'x-r; :g tg_ . a t. : ALINHA MARIA Só GOSTA OE 3 'E BRETEIRA. PEÃO SARAOO j * - ' ' A - OEcALcA / N ' ~ . _ __ . x APERTADA! MAS ISSO É MUITO FÁCIL DE RESOLVER! 23
  24. 24. V o u I . .E . HA! HA! HA! M51*- TA' são JA FALEI QUI Eu ANSIM? vó NA CAOIMIA TEM ATE z AFE! TREIS VEIZ POR 5°T^QUE_› 0 PIRIGOTÊ VEM N¡ MlM, CABOCRA! PESSOAL! JÃ PEGLIE¡ TODOS OS MEUS EQUIPA- MENTOS! VAMOS OAR UMA OLHAOA NESSAS TERRAS E RESOLVER LOGO ESSE MISTÉRIO!
  25. 25. O NHÔ LNJCOMPROU ESTAS TERRAS ? RAL ExPANOm. A PLANTAÇÃO OE GOMBASM *It A_ ? x MAS COMO VOCÊ PODE
  26. 26. CAPÍTULO OOIS ERA CON HECIDA O í_ COMO A vILA ' 'I g DO Poço. .. ERA UMA VILA IGUAL A , .› v . - MUITAS OUTRAS QU E EXISTEM POR AQUI. .. INExPLIcAvEL- MENTE, OO OIA _V PRA NOITE, TOOAS -S _a3 AS PLANTACOES COMEÇARAM A APOORECER! O PESSOAL CONTA VARIAS HISTÓRIAS SOBRE ESTE LUGAR. .. A ROSINHA NÃO GOSTA OE vIR PRA http: //www. terra-1.net. br/
  27. 27. r EUVOU AMALISAR UMA . ..PRA SABER O QUE ESTÁ CAUSANDO POR CAUSA DAQUELE POÇO f ELE É MAIS ANTIGO DO QUE A PRÓPRIA CIDADE! VILA FOI CONSTRUIDA EM VOLTA A VILA TINHA . ÍSSE NOME? - ISSO, A VILA COMEÇOU A OEFIN HAR. .. PESSOAS FORAM EMBORA
  28. 28. neoon-s QUE A ÚLTIMA FAMÍLIA ; meu ABANDONOU Assu-n. .. suA CASA. .. . ..PARECENDO UMA CIDADE FAN TASMA l 'v 019,405 FANTASMA? ! PAR"" . . '~ u ' QUE mano! ! 55mm: ou/ s °“ AVENTUÊA-'Í '“ . z CONHECER UMA amos " I _ _ - &e; .r _ _ . . sam CAÇAR V' « A550MBRAÇÃO, < ~ GALERA! QUE TENHA Z UM Bl!
  29. 29. NÃO ME LARGA AQUI, aus eu PEGUE TRAUMA DE FANTA5MA5! PODE FICAR TRANQUILA ! ESTA VILA TÃ u* NÃOTEM ABANOONADA -- '- NADA os psmsoso ; í POR AQUI! ____r__'. '__ '. '__. "Í “ug r 5:' 'a 31/. ; 7- 47 *xt-div ~ --
  30. 30. 30
  31. 31. 0 QUE TA' ACONTECENDO? ! ATÉ QUI INFIM _ eu TI ACHtI! M, .. .(7 ' TAVA 'rn *i _ PERCURANOO 4 ¡ÁQ / "ir _I j) INTÊ AGORA! o ou¡ E ou¡ ocê rem?
  32. 32. Eu. FIOÔ TODA V 1 ELA 5A| U ¡STRANHA QUANDO coaszeuoo. CHEGAMO AQUI! Mamas ou¡ eu _ como s¡ T| VE55E ACHE| A BONECA cum . neoon OA ROSINHA! BONECA DA ROSINHA? 1”, WÀVHÍHÍÍIWWÍÂV í [A ã '“ _ ¡ u_ _ - Ú . A ' p' E: eu ACHEI l EU VÕ OA OI A 557,¡ somem PRESENTE PRA cAíoA OlTRA| $ ROSWHA! DO MATAGAR!
  33. 33. ze. .. ISTO NÃO E UMA BONECA! E um íDoLO ¡NCA! V' fDALo EU NÃO ESSA PODE 'É ACREDITO: SER A MA| OR DES- 'n COBERTA DESTE SÉCULO! coBERTA E ESSA, MEU 1.x , _2-7.. j_ ç *S TEMOS QUE _ _ 13g/ __ RAP¡DO! VOLTAR AGORA 1° B) *- MESMO, PRA p INVESTIGAR - ESSA HISTÓRIA!
  34. 34. DE VOLTA 'A CASA PRINCIPAL. .. HA'A'! ! Wíít' Eu TINHA '13' ¡ CERTEZA! .INK A Ly* 'P w INTEIRAMEN TE egsA DECA FEITO DE OURO E um LEGÍTIMO E CRAVEJADO 1 DE PEDRAS ARTEFATO INCA ! wECIOSAS : COMO ISSO MAS. .. O5 VEIO PARAR INCAS NÂO VIVIAM NO BRASIL: 34
  35. 35. *ÉS-Prlqjgjñ 'E A wii? ” . :, ,_, : f 'J . ,,_. .-. «"-s. t"- * *an-vw- . .vz-www a _ | - - f' t' p- M# í A 3 A A _ Rar-R-: A A O¡ ' 'à Íáãlífíl 7 Í É ~~ + V- _ I' iá,1_! _JãfLã§_l?15¡'4?)B. -" *1 ¡ _ ' , O; ' . 4 73"? ? ÍQ____Í___Ú#VFK 'v . J 10). # : guf-p: ” A _Iãç I]5I'I, ›I]¡'j'v'§'~. A 5 , c_ : m1, ' íbtüasãihíê a -Nhíezrisxzlàfm 'pa'
  36. 36. OS INCAS FORAM O MAIOR IMPERIO = PRE COLOMSIANO QUE ExISTIU NAS AMERICAS: SUA CIVILIZAÇÂO DOMINOU A MAIOR PARTE DA AMERICA DO SUL DURANTE *ERAM UM POVO Í 155909005 DE RICO E PRÓSPEROM' WQUEZA- OURO- ' PRATA, PEDRAS PRECIOSAS Erun- PERAÊ, ERANJA: COMO E QUE. você SABE DE TUDO 1550?
  37. 37. ;agravar VAV V › A › A E OUE EU SOU POR ISSO. 1 *= ;:; _-: __ g7/ * TOTALMENTE EU TRABALHO h 'CONTINUANOOW' t-+c= w § APAIXONADO NUM MUSEU, › / / 4 POR HISTÓRIA ESQUECEU? 4 R), à ANTIGA: à __ ã [N, 'UMA DAS COISAS MAIS à › r ' L, IMPRESSIONAN TES g M0351” g DEIxADAS PELOS INCAS. : 4 A PARTE, EU SOU ' à ExPERr NESSE 4 _ a ASSUNTO: à › " 4 4 à à OSTENTAÇÃO y g NERD: ACHO § › › r. '. ..F0l UM GISANTESCO É E COMPLEXO SISTEMA g DE ESTRADAS. " -. ,_ AvnvAvaauVowwau N ' l ÀVÀÊAÂÂ ' 'ESSES CAMINHOS INCAS ATRAVESSAVAM FLORESTAS, DESFILA- DEIROS E MON TANHASOCO. 'E LIGAVAM SUA CAPITAL, CUSCO, A VARIOS PONTOS ESTRATÉGICOS DO IMPÉRIO . " 'MAS O MAIS INTERESSANTE VEM AGORAJ
  38. 38. .. .r . rI. .›Í›Í›; Í . V: . r . <›4›Ê§›Q› . w;$%%ü . _7 _ . o L . G mm m: Am A mr E M mm; www S as . Uwn mas New L SA ANO Mw w&ô O |5 UÍV ÉTH x @É SMF. . SN TII AQA ãNW . .A . .ON N a Sn N _ OA EA¡ E m Lv Iv CE U me A D no E . or Nm OI N v 0h31 . I- _N l. . A Díkw SA . .VO V H A ND%W oc S V AN . A WOAON . . Asom . OAA *E POSSIVEL OUE UMA DELAS ESTEJA AVAVAÀVAVLÍA v- V AVÉKV' --' . mu. lmx Ç_ Não. . O . . USAO . s mmasm m, ,:. : wmW%& . @ wmmmm mI<_ mxm o of_ . Em Dó . DRMAW . . S mR E5¡ R vmwsm , _ m . A __. _.. . . . V A _E z . /;/ .. R. -. .5É¡Í; lʧ§§§§Ê§Í4r:
  39. 39. .Jaagrco ' vó eu »me “ao DAS ' A COBRA '_ OONTEI A PARTE MAIS ' PÉDÁGIÓÍ IMPORTANTE DESSA 'NO ANO DE 4532, CONOUISTADORES ESPANHOIS INvADIRAM A AMÉRICA DO SUL E . MASSACRARAM a _ a - b 'I (7a _ -_1 SAQUEARAM TODAS AS M; ,E 'OS INVASORES AINDA ', K. / IOUEzAS DA POPULAÇÃO e' ; É “ x. ' ' . f A I -- ti' . , , nr . As. Qi 1; -I , _ , L ' A / x › . A: « r Sê - . 1 l 4 . . A vmvmnm.
  40. 40. ~' : :.= .V¡: ';: '.. :-. v'; .'. ",. v4;'“, .wA'. '.. tlvnprxxvna. .». ..VA. -.. ' ÍÚÀV: 'UMA CARAvANA INCA. CARREGADA COM MAIS DE 75o TONEI. ADAS DE OURO, CONSEGUIU ESCA- PAR DOS ESPANI-IÓISI' . .É-. Tm. 5.7.93. @na j 'UTILIZANDO O COMPLEXO SISTEMA DE ESTRADAS, ELES FUGIRAM E NUNCA MAIS FORAM VISTOS 5° . ..VA . EVO. AW. r f ; Ave * P-ÇQFW' . vit ; uv . tñ-tzmar. : #teach : u: azar: :ti-'Avr : WAV 1 'CONTA A LENDA QUE ELES CONSTRUÍRAM UMA CIDADE EM ALGUM LUGAR LONGE DAL! , ESCONDIDA NO MEIO DAS FLORESTASI' 'DURAN TE SECULOS, VARIAS EXPEDICOES FORAM FEITAS PARA 'DCM-mm E55** Í I . - A '. ..MAS ELA NUNCA ^ “ FOI ENCONTRAOAI'
  41. 41. E oNoE você ACHA QUE EssA cIoAoE PODERlA 'TALVEZ ELE SEJA APENAô A PONTA DO ICEBERGB' GENTE, EU Tó BEGE com EssA HISTÓRIA! ATÉ HOJE, EU NÃO TINHA NENHUMA QUE o zE LELÉ ACHOU ESTE ARTEFATO. .. NÂO, ABAFA! TÔ CINQUENTA ToNs DE BEGE! 'WESTEJA MAIS PERTO DO QUE ! MAGINAMOSF
  42. 42. *xp- SEGREDOS! A CIDADES MISTÉRIOS! ~. PERU/ DAS! N E 5ERA' OUE ESSE TESOURO ESTA' ESCONDIPO AQUI. ? '“ UOUHVAMOS venosa f' . . QUÊ? ! 'v mao EFICAR Tacos! w aos INCAS NÃO E UMA PEoAco DA - . _ MERCADORIA! HISTÓRIA DE _N : P Í O TESOURO PERDIDO É UM VAUOSO - E Nossos › ANCESTRAIS! 1550 PEPTENCE A UM MUSEU!
  43. 43. BLÉ! DESANIIMEI. ALGUEM TROUXE UM BARALHO ? E Aí, FRANJA? VAMOS LA' . .. RROcLRAR ESSE - - «m . TREM, AGORA? f, - _ E MELHOR EU vou LIGAR t NÃO_ mma, v - PRO MUSEU ONDE í - À N TRABALHO E. .. T _ E 4-* '= '. , . ç . l J; fx_ 2 › x *l V : › " › t _s co* . vAMOs FAZER , _ 'JH' "na cy é” 5 As COISAS oO 7;. '~ - JElTO CERTO! aus? ! Do come/ a.? POR QUE NÃO?
  44. 44. .V, BANDO DE ADUL ros V . 4 . x você TEM a. . I É '~ -. , QuE CHAMAR 2523x2325 E . .' ' &v; , ' n. OPEGGOAL lx. 'H , a . › , .. rl_ly. _ ao musEuy QUEAGENTE / t_ ' NÃO PODE? V . _ POR OUE VOCÊ VAI JOGAR NO uxo ¡ A OPORruA/ ¡OAPE DA suA VIDA? POR OUE A GENTE NÃO SAI NUMA EXPEDIÇÃO PRA ACHAR A CIDADE PERDIDA nos INCAS? IMAGINA só. .. você VAI PODER NAS DE ARTIGOS SOBRE ISSO! *E A' x 5x Í» o J wvou? _ - . *- 1)' J
  45. 45. _, . “à, P. . ›; 73311:: 'íÍ-lkíiíífêx* »VEI- , _.<i¡I› _r I ___, __ _ _ _, .. ._. . , _.. ._. ____. ... __, ._. ... 'y -. +---› -w-wví» v r E ' « - - "-3 Í *F 'E A' '1I'. "*"”'T. Tí. í"""”~'5IIII 'IIIIWWW «Vw-III III"" M -"v1IlII. :'= -~-/ " ““'"«›'! |II'^ ¡' fÍâápíã _I2Iyzeré: í. A I, «1Í_V_: :. _ aaa «Emma ^~ E» : I l . A INEELHL . NIE-#JITEVIIETEIE ' = .;__. _ . f . zge-. .I-: Iâyãj Ç# = '9'§_ÍÍ= !E'_' ^ ¡ * O _ A a E V . I #w › I'9I! IET1ÍL'? _:¡ufnT3IÊ¡I '4 I: : Ir] I é I* p¡ ' "à. n! .. im III III ' i iIêíãijfve' ' I I I Í ; ,.. _ _-. P;J"À'"VL W"”'""*IIII| I*'" ; E MHz/ :vgga , .___. ..__. _._. ... _. IEEE _ __ És, ... ' IÍIIIIIIÍÍIIIIITII. IINIIIIIIIIIIIIW'! W*IIHIHIHINIÍIw &ÍIILITTITTITITITIIIHUIITIIIÍ' f . .,í_. .__. .&. / _W *PIIIIIIIIIIIII¡ ' A #Á ; II ÍI 'IIIIITWIIIIII¡WII! I A z . TEE. WWI/ 'wñq u. . l IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII'III ÍH . _ A. ' L1 'ellbííâãth' ; ~ III K t , w k ? ÍÉKSIJIÍIÉÂH I I ; I 'Ô I II _rátt_, wi"$** - ~ *_'~'. ›.= :›. ,¡ ' P; à % ; IIILIIIITITTTE  ; águ- . W Y JAH I f: ›__. ' n; r J. :- . r*'~. __l^›__n I. .ar-NL. NZ' “ -. . é_ rá) A: v¡ E . _ . O _m v ? Lai 4 ü . _' ~ p. M; ' / I f¡ 4 --44- u r , A _ "J “í-"TUIITIÍIÍÍÍ l' *AJ 'a A' h “V, rA-á. :;: l!__iv' A' v l A
  46. 46. O DO CONTRA TEM RAZAO: ___ _ . . - . , .-: . «. . - : z A '. " iykmmaenx 'Çg _. ;-'. . _ _r_ ACI-IO! n “- . *Jo N? V¡ A A ' : Tfííxrá , .36 -y -' v' . Rx A. .- x ^ ? ENTE AJWA VAI 559 : '. x r. -. “ DEPOIs DIssO, j VOCE A ENCONTRAR mAssAg -r _ . '_ ~ _' VOCÊ VA¡ 5a. ¡ supsg_ ' - v~ KM' CONMWCÕEE' ' O' ' V REsPEITADO NA o , o emma ' Í _' Í ' '_ ' "'-' . ¡MMS! ~ " - v * - 5U^ me” TA CERTO! Vuk I' A . y . vocês ME cOM/ ENCERAM! vAMOs NEGGA! PODE SER PERIGOSO SAIR
  47. 47. VAMOS LÁ PEGAR ASIWOCHKASI Eu TROUxE PARTIU UMA AVENTURA! BARRACA! _ BANDO DE É MAQA VAI COM m E N¡ ARRuMEM SUAS PRÓPRIAS É IDEIAS! _- . v3 ZÉ! ONDE FOI A QUE você ACHOU I AQUELE TROÇO? DISPOIS DO MATAGAR, DITRAIS DA VILA CHICO. .. vocês ESTÃO PENsANDO EM ACAMPAR NAQUELE LUGAR? ESCURECER, SIM! POR Sl QUISE, EU LEVO OCEIS LÁ!
  48. 48. E-EU sEI QUE QUE NÃO E só UMA vILA ¡ | TEM FANTAS- MAs LÁ. .. v 'j ? Tx a I l : ' ' 9 . »J ; -- I .4 v I l - . .MAs, MEsMO AssIM. TOMA CUIDADO, TA? AQUELE POÇO ANTIGO ME DA' . _ - ARREPIOSI - 3_ I f WI Í' PODE DEIXAR, K EU VOU ME "W MINHA LINDA! CUIDAR! MUITO BEM, ' TURMA. .. PEGuEM suAs COISAS! f? ("x - _ _ f x _ 'Á À ~ . - I fit' HAZAAÍI! PAREM j, Q , 9% , :;f: :Oz, 9. Di , fia 5
  49. 49. ALGUM TEMPO DEPOIS. .. QUANDO você FALOU QUE A GENTE TINHA QUE ATRAvEssAR UM MATAGAL. .. . ..EU NÃO PENSEI QUE FOSSE UM MONTE DE MATO AssAssINO TENTANDO PATIAR A GENTE EM PEOACOS! A DENIsE TEM RAZÃO,
  50. 50. .ggIIargjtgjI E A_ I. :: IEIIIERIWAEIQ- › ' 4" -íiíríííêjg « ' "VVÍ ' ' f. 4' 5 lszziti E* * . r *i3 m u'. 3:. a 'K- ~ . ñêàkalxxãflààí! ? '
  51. 51. A GENTE vAI ' N Posso ---v~ TER QUE suaIR à A a FICAR AQUI. TUDO AQUILO? ! / _ ; r EsPERAwO . _ ' vOCEs vOI. - OR! PRA TAREM? .WM. JÁ f DEU! -; L. - ____› _ gA'A'A'_n Z” JA FALEI OUE ' NÃO vAMOs VENDER EssE TRAMPO ' k/ JT/ O rEsOuRO/ TODO! FUI! PESSOAL
  52. 52. .. .OS SETE AMIGOS PROSSEGUEM NA SUA JORNADA. .. . ..EM BUSCA DO DESCONHECIDO ! (Tx ”'* 'i' E O DEsCONHEcIDO. .. "FN, KN / *°-. ,_¡ . ..SEIIAPRE RESERVA SURPRESAS FABULOSAS ! ó Ã PEssOAL! DA N Is J UMA OLHADA AI! TO só o pó DA CHEGAMO! NISSO! RABIOLA!
  53. 53. MINHA M0551!! ! aus COISA . _ _ . __- M415 UNPA! “s Í. ; ~ j. 3- . . QUE : :sumos *' * -* 4? ' NO TOPO oo MUNDO! http: //www. terra-1.net. br/
  54. 54. A VlLA ABOBRINHA. .. m: m. mmm . m2,. ..” w- Âoh ÂãÓNÊ 0% C @ADMR A¡ mo H o . A E CNÂ A Ã O sza. T“ Dm _ AW. N5O üa / z/ %%D I m MAS O MAIS IMPORTANTE NÃO ESTÁ LÁ EM CIMA. ..
  55. 55. É UM LEGÍTlMO MONOLITO INCA com DESENHOS szupesmesz MONOLl TO 'e' TÓTALMEN TE ~ ? RESERVADO DO CONTATO HUÍÀANO! MAS A GENTE NÃO TAVA PROCURANDO UMA ESTRADA?
  56. 56. ,412 os INCAS USAVAM s: INSCRlÇÕtS EM E; PEDRAS PRA FAZER › MARC/ ções ASTRONOMICAS! ACHO QUE ELES UTILIZAVAM ESTE MONTE PRA ESTUDAR As ESTRELAS E CONSTELAÇÕES! EN TENDIAM DE AãTRONOMlA 'e' NÃO, BESTA! [650 E ASTROLOGIA l exns-rsm TEORIAS QUE DIZEM QUE suas 05 INCAE ERA** ATÉ INICIARAM os MESTRES EM ÍNDIOS TuPls-GUARANIS AETRONOFINM! NESSE AssuNTo. ..
  57. 57. x « . ›, * ' A. .. .OU ENTÃO _ _ - Os lNCAS . . › TERRENOS _. ROCHOSOS. .. X REVESTlAM sUAs TRlLHAs com UMA '- GRAMÍNEA CHAMADA . PUXA-TRIPA! :: " PAVMÊIP-«Eívm Í . . ' .7 Í' A ESTRADA. .. O ' PORÉM, EM LOCA| S ONDE * f, . , , _ , I NÃO CRESCIAM v : ' ' h; U ' À PLANTAS» › A A ç ' ' , .. .COM KR | PEDRAS! f' . .como EM TERRENOS Acznoos E í 37:13.? ? 'ÍÍ/ O CAMINHO ANTIGO ; é DE IDA E VOLTA! - u " 7 › . n [x . o ' w f _. ~" . . x ~ › 4 _ . 4
  58. 58. A TRILHA PASSA POR DENTRO DA CACHOEIRA. ..
  59. 59. OK! VAMOS FAZER UMA PAUSA, ENTÃO! OUE? ! A GENTE VAI rER aus DEscER ruDo, DE NOVO? EU QUERIA MESMO UM TEMPO _ PRA PESQUISAR sOeRE E, EssAs INscRIcOE-s « A RUPESTRES! BELEZA! ENQUANTO ISSO, Eu vou PRATICAR MEU ESPORTE FAVORITO ! você TA' RENsANDO O . mesmo QUE OLHA, FRANJA. .- V SE TEM UMA -. _ VOU MANDAR A 'v REAI. PRA você. .. coIsA QUE EU NÃO sou NA' MINHA VIDA. .. CLARO! O QUE MAIS?
  60. 60. l BORA TIRAR FOTO PRA POsrAR NO INSTAGRÃO! ! NÃO EsOUECE O BICO DE PATO! ãíjr/ 1;_ '¡ í: EssA CACHOEIRA u, ~_. q; _, _-›; ,2 ; fz AO FUNDO VAI . ..E l 'ídâÓfTlÀri sf** FAZER A GENTE . ~ PARECER rAo NATUREBA. .. QUANTAS CURTIDAS SERA QUE VAMOS GANHAR ? 60
  61. 61. O POVO VAI PENSAR QUE A MAL SABEM ELES QUE ESTE GENTE TA sE PAssEIO TAF- DIVERTINDO PRA UM TÉDIO! CARAMBA! ADORO ILUDIR AS PESSOAS ! POR QUE EM VEZ DE sE PREOCUPAR COM 9° QUE CURTIDAS EM VOCÊ TÁ FALANDO? SE PREOCUPAM EM CURTIR A
  62. 62. - "v-qv' *-^= *°---*-v- 'v- -a-. ~v-^. «.-ra--w-s~. n--«-, -ww-. :~g- 4.7-. . : *, __, ._, u,. › 7,* f' l
  63. 63. 'r HA? HA? HAíÍ _ I j! ) “ ' Esse GAROTO AINDA ME MATA DO CORAÇÃO! I-IAI cOIsA BACKFUpO ' DE AMADOR! u( IRADO? _V / / QUE ELE SOUBESSE FAZER ISSO! você vEIO DE suNsA POR BAIXO DA ROUPA? TODO DIA TEM BANHO NO LAGO! 'SALTO MORTAL PARA THAIS. i
  64. 64. ?O CONTRA. DENISE? í VOCE FICOU E PORQUE 'lx- LR j; 1 , v- IMPREssIONADA NÂO VIU O v. f», , 'Iàyi com o puLo po MEU, AINDA. .. ' VÍ¡ u. ? 1 _ i - - ¡ _
  65. 65. . ; Ci/ rw- vIRAM só? QUERO NADAR. TAMBÉM 2 ¡_ / ' x4 AQUI O e NEGÓCIO E PROFIssA! I-IAWAÍI! você auAsE MORREU, caAruRA! SEU SALTO FOI UM FIASCO! NÃO TROUxE- Mos ROUPA DE BANHO! ROUPA DE BANHO ?
  66. 66. AQUI NA ROÇA A GENTE TOMA BANHO os CUECA. › m_ s f¡ ' . J* ' -_ ' H "14 3x w -. _ _ _ ' x . A _q_ A A < l -. -' . . ' y . ., _ _. v; -- . y . › x _ v I y* . A v" . . N A f” ,4.u&l. ..__'_§f^ _-4- A . .sá . :›, ~'. À': j › : _ 'I 'A' PODE COLOCAR ) um CALÇÃO, AGORA DEIXA ESSE POVO PRA LÁ, AMIGA I VAMOS VOLTAR E MONTAR As BARRACAS, ANTE$ QUE escuaeçA, NÃO e, FRANJA? MESMO¡ OU EU VOU * CONTAR TUDO PRA ROSINHA!
  67. 67. FRANJA? V ? unem TÁ ME TERRA O UVIN DO ? CHAMANOO FRANJA! HÁ? ! FOI MAL! r- _ eu NÂO TAVA ~' A _ PRESTANDO ; a. ATENÇÃO! ' -. w › ' se? x 1-1," “MK . r s» - z E T _ . _; ' u_ »y '$- »A/ /À/ Oem, › O « ~›. '~'. 'Í" ~ . ›, - UMA OUTRA TRADUÇÃO PARA O TERMO PEABIRU! PEABIRU EM TUPI~GUARANI NÂO SIGNIFICA só CAMINHO ANTIGO DE IDA E voLrAt ; L5 . ..CAMINHO TAMBEM OUE LEVA PODE SER A05 céus¡ TRADUZlDO
  68. 68. r 'l : Nuvi: E? ? ' 1'; _ 22:13: 1-. A , ' r O 2.55 'am ; A «A »g *.33 ! iiiffuêíasttal 1 J _j '- n Êàíãl' ñ¡ ____. '.âv›IÍ›'Éu A' A É" V x. "ê-É-ETP: : «í 'F41 fi' L w_. ..-«. _4_-_. _OO. ,., W,. ,__. ,.: - _ A
  69. 69. A : ,313 ; rifslfiàiâylágàíp -A-j; H¡í! _'3v* . :ézê›_; ';1=¡_ggi; .›uzâg_sgr , igm . « M, 1' ›^w v' _ A. ". 5 : i 's' ' x , _ 'O kum» AÍ' *Í- EEW- r 7 _ . .¡~. _. _ '. gy¡ ""*: _[| ||i| l|"! , . , . _. u, A. _ . . 3 V” : tá ?3_')_'! ,:_, '›í. '/5Í51!¡. ?_ R" 'i q Ii, #à m, um ÀLÊ3~; '.; "7,§ *n ¡lt! _ V. FMWMWLMMW 'ef' Lâffy, Í! m¡ Águ-: gaz: «e H1: s fÍÊhÕÍO __ A ',133 n “LL, v à V “ . ' ~. ›2;rz, ~›. ;rÇ-2'. ;¡; ¡›ep; :4› _pf »a e Íe__, _, . AHU! ? . n. JIJ¡ . '“/ -"”'*”"” : a 'u *CDI “f-iâv = . ta. “líl-ÍÀÍEHHAIAIHÂZÀÊ _ ” . n. r A n"" WAVQAWTA: "llAllllllli 7'* . Ç-"Q Í A , . "_; §¡¡'= _1=. _,_; j__: , img; ;r 91,. 5=? O.L= §á5í: zlç~ h' m: JJ c É"" W" 1 u. . _f ía¡ _í V _ : É: . ilL. """Y""~*I; ““ÊA A“. 'ÍWHIIIIEIIIIIOIJOIÍÍ; L ÊÍIIÍIJII: ¡.'AÍ'R'JF. 'A"AHIFWINIÍI À _ . v. . f _ ', . ° I 5 5.74112 à-. . . › _lr-- 'í . A. . . _ › . LL. . . . . -. , . _ . . . "vn - n' . a-rvv-v-nvsw- -' - uma-af; " A 'v . aq» - - _. ~ vcüy' ' . r . . _ ^ , ¡; ¡o¡x' - ~7~ , . &IJÚ-: À: ›_ , :í ' A ; l › f u 'fo f' . Y 4. 'l Í É. ' "É , A4 5'# f** . Pfgül O? _ _. w. : . ; . , . '4~1- M' . . v : ÉÇIÀÍ . "QFÍ Uru: . "T1 E _ I . pl J ' : ."*L9›_vw, ,= x n 5â9Ã! ¡EÍN3Í/ :'›-; dã?3 . i5
  70. 70. aanixü . 3.5ÍÍ| ..^JIYIÍ'vlI(I'. <¡ › T r Ênrihupxsw . JIÍRI .
  71. 71. vv'. ww-. v - ›-- - . . _. :__ - _àíí-À_ ; MT _ l , ' 'l 4 . _› v Í "WÍÍK. s x *x . n. . x N. , k : (7: _ _ ¡ - 3 S L. -4.. ... _4._l. ._g__. .._. _._. __4 .
  72. 72. CAPÍTULO auAmO ; OUE só PEN/ SO __ __ EM FILÉ, EM LINGUIÇA EALCATRAJ - você OUVIU 7 UM BARULHO, * 547,? AGORA HÁ v ~ -' X NÂO se¡ se . N. . = As BARRACAS ; NARAM DE - : r AGUENTAMI « MONTAR? TOMARA QUE NÃO
  73. 73. 'AZ rERM/ NAR/ AMOE MAIS "igl v eu me l 3 RA'P¡DO, SEA BELEZURAAÍ 1 MACHUQUEI ^ NO SALTO! K « NÃO TENHO CONDIÇÕES . A DE AJUDAR › (Ç A . NINGUÉM! t “A t' “J o? « ¡ / . A. z . A ' f - 1 AuAsm Eu X seus LINDOS 'É Á ME ACIDENTE¡ OLHOS ME Ff? 13454 POR suA CULPA. ovsrRAíRAn/ nj. *à x SABIA? ' / x __~›"4-. ./ 4-, AFE! PIOR DO QUE CANTADA DE PEDREIRO! cunco E o zE LELÉ NÃo FORAM EuscAR vam; ; LENHA PRA AssAR NEM/ z' UMAS SAIâlCHASI / ' . _ f A FRANJAIO Wc: ¡
  74. 74. EU SEI! O DO CONTRA ME FALOU! AI. NÃOm u' OOuE TA CONHEÇO ROLANDO? EssA CARA! O CHICO DESSE QUE A TRlLHA D06 INCAS OESAPARECE LÁ EMBAlXO, PERTO DAâ CACHOEIRAB. .. GENTE CONTINUA A PROCURAR E. .. QUE Eu TENHO A SOLUÇÃO PRA Esse CASO! ESTA E A OPORTUNIDADE PERPEcTA PRA Eu TESTAR A M| NHA NOVA INVENÇÃO!
  75. 75. É a A ¡ _A wí%lo . . .._. , 5-m$ . TA RÉ . ..w m em. ; ANWN _ WM px &EO; _ . vMmMN VÉT% A um Não . x, TGR . .s , AO LEI ; Eu PROGRAME! A. ELE PRA TIRAR ' _ FOTOS EMAPEAR 4 A REGIÃO! AMOsrRAs DO H a ! g / E um DRONE ! OuE FLUTUA í “smoo ° “MP0 EERCÊ/ ÂÍÊÊNAS A MAGNÉTICO! como LEMES -, ___--. .---'*_ PARA DIREÇÃO E «_E5mmmuab DO voo: í nNsrA 1_ ANTEs DE VIR _í PRA CA: ;E ERA PRA COLETAR sOLO DAS TERRAs DO NHÓ LAU!
  76. 76. ma em mw Ts 3 -. N f. .. O E mwm, snmw mma! mmsw mwma u w m vv- 'A "ÍÍN" ESTA NOlTE. POR EXEMPLO. SONHE! QUE EU ERA UMA LAGOSTA GIGANTE !
  77. 77. -__-_ _ _-_vw›_-_: - i *A " . SlMPLES- MEU MENTE ' NOTEBOOK DEU PAU! MINHA NOSSA SENHORA! ! MEU RAD! NHO, TAMBÉM ! OU! LUIZ O QUE SERÁ VEM LA' DO MA TA GAL! sER/ x' OUE E
  78. 78. 71%? " I""1"v"')vv- «a › e &mai; ' . q. . ~. É# O rãsàlLtislàtrltbars . _. - q. .. . .L. ..; A4
  79. 79. VOLTA AQUI, SEU DOIDO! ! ELE EN TRÕ, MERMO, NO MENOS AQUELA LUZ VERMELHA SUMIU ! TINHA ESSA TRILHA AQUI, ANTES? EU NÃO ME . LEMBRO DELA!
  80. 80. sAo _raros v f. ~;: ._; % 'l t* Ç» , oesaunos POR EXTRA- › ' os CÍRCULOS _ TERRESTRES! Al. MEU DEU5H ISTO AQUI EU JA v¡ PARECE um E5555 79°C” LABIRINTO! NUM FlLME! COMO V^M°5 ESPALHEM-SE! ACHAR 0 00 TEMOS QUE ENCONTRAR ELE l _
  81. 81. .P. . _ , '--›. .›. ›-'_--. -.. ..-. .-. A*<_~* A k
  82. 82. _› n . .c. .- . .. _-. ... ... ... ___4.. ... _ . . . ¡.¡ r-~ny¡›v-wv-_¡-_. _.. w_ . -r- q. , r a. ... ... ›.: (" A' út/ Í/Irnwáríu-r
  83. 83. E. iIE”í'Ef*-*^"“EE l V131): _u_ › ' ã v a. ;
  84. 84. DESCOBRI COMO ELES FAZEM ESSES
  85. 85. _ EU 0522075¡ A _ E FACILMENTE l . _ . . '- oseu AMIGO, com você: -. ou eu FAÇO jm ü o mesmo _ l |
  86. 86. DERROTOU o MONSTRÃO? ORA. USE¡ MINHAS TÃTICAS NINJAS PRA TOMAR O BASTÃO 00 ALIEN. .. HA? HA? sou NADA! OK! VAMOS CHAMAR A TURMA E IR EMBORA OESTE LUGAR. ..
  87. 87. ; *&: <:2_~1:<2ñ~ -': ›Ia_a_= :=. ._~. r§›_1= " . ›__ f” _ _*'_I) i › . LUMKEJÉJÉFPÉÍ _ r I : é . . ' _ , I . j u, 'w | J › í ' j A_ - . _ . .___. .. _-_ . ._. .__›. ..'. I.L
  88. 88. '5 . ... .. . . o ARTEFATO l M E 119o um CONTROLE I E TUDO CULPA MINHA. cmcos J REMOTO! _ T , É 'P ' ( I . ' I _ ' I ñ I $ ›À ã › l' Eu MEXI NO l _ E_ - ARTEFATO E. A , . - AGORA, EssEs x " ExTRATERREsTREs f» 731:; ~- v ¡ t. l'. . _ . POSSÍVEL! ! AESUROO, ROS INHA! ANALISAR ESSE ARTEFATO, AGORA! QUARTO . ' . _ _ __ '-: ;: ¡_ _. ;í; x_ ' . : NÂO TEM . ... .. _z . . . _ . . . g3. x_ " í; NENQUM °' - " CIRCUITO
  89. 89. o aus ' ' ACONTECEU? ABDUZIRAM O DO CONTRA!
  90. 90. ENTÃO. COMO A GENTE VAI sAEER PRA oNoE ELE FOl7f~ TRAZER ELE DE VOLTA! Ú¡ NÃO oaxou a RASTROSj QUE ELE FOI _' EMBORA VOANOO? ›^~ ' , . V? ESSES ALIENS ESTÃO MESMO usAoos Aos TEMOS QUE Ét CHEGAR LA o . sws Rmoo . .Nós SABEMOS DE ONDE ELES ZECA! PEGA O CARRO!
  91. 91. DA ÚLTIMA vez QUE Eu FIQUEI EM cAsA, só PIOREI As COISAS. .. V" RosnNHAEu 1" Mzf í 1 QUERO QUE você NÃWÃQ, 4 TRANOuE ToOAs I V t As RORTAs E. .. O DO CONTRA FOI LEVADO POR CULPA MINHA! TÁ LEGAL! NÃO Temos TEMPO PRA DISCUTIR! A ? '”j'_)V-I TENHO QUE ~' = coNsERTAR o QUE FIZ¡ ONDE A GENTE VAI, CHICO 3" . . , - , à*v= ... ,.. _---«_, .:~y . .-_.1_ __, m_ . _ _ñ _ CHEGA DE SER q MEDROSA! .
  92. 92. *Íãlíqzl* Ç . " ; Ftsxéiêgaíaéjsa 'fa cÍéIÍ' E1 _ zãà”. :I-íu-'ZIEIIÍH , _~'~§*ãtx›. ~:aixx_»__¡, ¡_~ « . 8 IN »i 1 xtlxtwv | t A
  93. 93. E sE A TRILHA NÃO AcAaA ALI? MAS. CHICO. .. O CAMINHO DOS INCAS ACABA NA CACHOEIRA! E SE ELA PASSA POR BAIXO DA CACHOEIRA? Eu NÃO TÓ ENTENOENOO NADA! LOUCURA! '
  94. 94. NÃO APENAS ISSO , MAS TODA EssA HISTÓRIA E ABSURDA! ALIENIGENAs uGAOOs Aos INCAS? NÃO FAZ SENTIDO! I 4 NADA ALI m mu . .a 5 S ER . ..à S 'A TOA! NÃO TEM ' @Mani
  95. 95. I Dos INCAS v" A b. f CONTINUA I a >~ DENTRO DE '_«^~'›'«1«ç›”,7 UM TÚNEL! ° -_, 'aklx/ !I ¡ «r -› L- ": sE E1.Es TÊM 'MST' COMO ' N_ MAIs DE DOIS PELAS aREcHAs q °5 “Em : METROs DE NAs ROCHAS! x ALTURA-. í~ ' SI A RESPOSTA _ - . A EsTA BEM . o OUE FOI QUE VOCÊ
  96. 96. As PEDRAS ESTÃO FLUTUANDO! ! UMA INVERSÃO GRAVITACIONAL FOCAOA EM OaJETOs E NÂO NUMA AREA ESPECÍFICA!
  97. 97. ' RENsE No A a . u QUANTO I o PODERÍAMOS APRENDER COM ESSES. .. I V . - V . -' dn-_ií. °““- AGORA, TEMOS __. __ QUE ACHAR O › - DO CONTRA! T . Í x_ O g" , , NÃO CORRE, u) EITA" p» NÃO! PARAE! <§_ *L mf] ~. I I ACABA ALI ' NA FRENTE!
  98. 98. ACHO QUE Nós AcABAMos DE ENCONTRAR. .. . ..A CIDADE A MONTANHA INTEIRA E OCA? 100
  99. 99. - . COI-NO ELES I QUER DIZER. .. *é í *i " q; cONsTRUíRAM EU sEI QUE Os ' IsTo. AQUI INCAS ERAM DENTRO? MEsTREs DA cONsTRUçAO. .. EI. FRANJA! o QUE E AQUILO, LA EMBAIXO! MAS ISTO BEIRA O ABSURDO! IIIIIIIIIIII' UM m, os A! , QUE PETRÓLEO! Tupa! ! m* “A” Í UM RIO DE , X ALCATRÁO-. V 4 MA$. _.. A i : LI TAMBEM v¡ PODE sER 4 g 10|
  100. 100. EsTE LUGAR COMO VAMOS É IMENso! ACHAR O P0 CHEGAMOs, ' É. É ' _jí I' PESSOAL! ~ . : L A _ . ' 'g A r l' ' . : : z i «| __ - '_ à ELE TA ALI DENTRO? É UMA PORTA GIGANTE TODA ITA DE OURO! ' _ -› : Ê - V EsTAMos EM ' N / .. DEDICADO V __ UM TEMPLO ›W'* Aos DEUsEs _r/ r" '
  101. 101. E ~ HA'A'A'. '.' QUEM ' . LIGAPRAIGGO? _ U MENTIRAI vOU _ DEsCULPA. OEIIISE. .. "J sE O DO FICAR LINDA NA vENDER E COMPRAR I: P SEUS DELIRIO5 VAO TER CONTRA TA I ENTRADA DA UM PLANETA só j: GARAGEM LA PRA MIM! .' DE CASA! aus 659mm rj AÍ DENTRO. .. , A_ . Nós vAMOs BVTRARAGORA! ! v
  102. 102. .. yr t a¡ > _w A¡ v o. ' ar. : Í'. É# . J “lx . a . .«› «I . Íl _ O Í¡ @Jo/ QL f» 91.7.0124 L. . . V 47/121.. . z O_ ' 26:» r x” 'mv ' 'rfp F '* _ , a _qu_ I AW. -. . ..WÀALÍà ÍíÊiíI . v) ' 1 * EH? WÂ= V3ÍÃÉ~ A54”. 30.15%* @$13.15 ¡ÊÍÍÊIQIIÇAÊE - . Lkiijiálíàt , à ? -.? IOE›âã-f?3" NV¡ 4 : N a. '*-. ;.IÍ_'~*': '**
  103. 103. NTROLADOS R CRISTAIS. .. ENERGIZAOOS : ,.. ?" ' ' ; saum: _ POR vnBRAçoEs-. TÔ CUM_A | . ou coREs_ ou. . sENsAçAo . e** ISTRANHA. .. _zí-Ô” _$553_ s¡ A GENTE ESTIVESSE _ _ LÊ# *W* V* E-EU oEvo Os AUENS TER AcoRoAoo T À . › _ OORMMM ELES com o _¡. ._ 4 AGU_ É. ARTEFATO E. .. E › ' PORQUE NÓS APAGAMOE: SUAS mavsóRuAsz SABE onsso, A 2 ROSINHA? ,-5 V. i¡ __ 33x seu POR QUE EU NÃO CONSIGO LEMBRAR?
  104. 104. __. me, 5 www , ., mmm wmv ENw E MENINA-COR ! http : //www. terra-1.net. br/ 106
  105. 105. _ / x/ xx A' ' BoRAMcxA HAÍÃAÍ/ l são os _E '-3' MULA, Passam! ! CHUPA-CABl-? All 'E « _A
  106. 106. ' A _if 517w EU FALEI ;7 PRO POVO CORRE! NINGUEM j »maus/ A m¡ CORREU! ¡scurmy QUI BUSCA' HUMANOS. .. 3. ¡ÀQRÃJRAT u' J poczouawomx, 4'* J, . V›' › * * vu 4 EU coNssso ENTENDER o QUE você FALA? ACI-JAM QUE POOEM sEMRRE RESOLVER Tuoo com VIOLÊNCIA. ..
  107. 107. o QUE . VOCES ETAO woLANpo PORQUE FAZENDO UMA CIDADE seu IOlOMA E Agua OEmCADA sIMPLóRIo E . A05 DEUsEs PRlMITIVO. .. PAPAGAlO CONSEGUIRIA ASSIMILÃ-LO! ' ' CONTRÁRIO DO QUE você PENSA. .. NÂO E PERCEBEU Nós somos AlNDA. ' 05 QUE ELES d' Í . ..os INCAS NÂO 95'47"51** ; z °“^^^^V^M"' ' ~ CONSTRUÍRAM ESTE LOCAL PARA NOS ADORAR. .. ELES VIAM &TE PROJETO COMO A ÚNICA CHANCE DELES DE FUGIR DESSA REALIDADE MISERÃVEL!
  108. 108. vvvvvv vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvy 'a' : - -“-'_*. -'“" : :z ~í~ _ , . . .¡ E . . n, _ I_ J úI-'Ià113I-*n"'uz*""r; r-r5:= -.$_¡; g-'. a$3 . , › ? m5 : --°'°" “Ç -«'_í “ ' 'INFELIZMENTE NO FINAL, “A” " z-'f ¡zogNgcg/ nos : _ g TODOS ELES TIVERAM QUE ApENAS A5 . s. _ . SER SACRIFÍCAÚOS. .." q¡ INSTRUÇÕES EOCONHECI- »- AAAAAA 'MEM FAVOR DE UM BEM 'MAS FORAM ELES QUE 1, coNsTRwRAM É, TUDO ¡sror " í"vvv'v§vvvv”vvv'; " 4."" q! q. 4 4 . 4 4x1 1 1 . u 5: 1 4 t 4_ 1 4 1; q, (. . g 4 5 2 . . 4 4 4 4 1 1 4 'A SALVAÇÂO DESSA EsFERA IMUNDAI' fo' . , 4 if'. _ <Iwn›», ,., ;,fL . .a. -a7 f** s ÁÂÀAÀÁÁAÁÀAAAÀAAAAAAAA ›AAA vocEs MATARAM . ¡sro NÃo e 'ímã o ou; voçes PORQUE ESTÃO T0905 ELES? v UMA CIDADE. .. augegm Aow? =__ › IWADINDO M0550 E APENAS - UM TÚMULO GIGANTESCO!
  109. 109. V_J. =-§¡, -. _ . ¡ V , -- PRIMATAS, COLOCAREM . . , A t_ -_. - , *Nosso . ;_ [ã › - 1 MINHA ESPÉCIE JA PLANETA? :a 'f H [I ,  ¡ ÍII * ' g EXISTIA NESTA ESPERA. _. q ¡, ¡ y MUITO ANTES DE VOCES, j' Ú¡- vocês SÃO Os ; n I . , I= INVASORES AQUII ' ? I '. _ . I f¡ - y / À . N " E QUEREMOS DE ' 'is-SÉ ' . . . I VOLTA O QUE E | I ~ 'a ag», I. NOSSO POR 3 J r( ” I w › I_ . OIREITOI ' l '- l CHEGA DE PAPO- PEVOI-VAM pugqpp; LOGO O DO CONTRA ou 4 E CAPAZ OE SALVAR A PRÓPRIA VIDA! SUA cRIATURA FRAGA E PATÊTICA! você VEIO AQUI SALVAR A VIOA DE
  110. 110. QUI TAVA SIGUINDO A GENTE, ESSE TEMPO TODO! A O Am V. me Ec N o
  111. 111. ESTAMOS DE PARTIDA ! TEMPO _ AOUI JA SE ESTENDEU " DEMAIS! _r v ISSO MESMO! v. VÃO EMBORA! . .EW EM MANDAR MAIS ' SOLDAPOS PRA INVADIR A WWWWÀ. f' 7 W “ÉIAIIIIÊ A A l WWWWBIWAIWIIÉM¡ I
  112. 112. !I___ II . u~A~¡¡¡í›_T; Íl¡: if= ÀÉ? ü%F: ñ I I ! " I'E'| III II! ! Illllll! !! III: : III : I II» *H ~ E ” x1? "iqfaçirl 1.¡ N* 1 lr t* 'I I , . . I . " t N _a . .. b' H4', I L L V _. Í' ' I I I_. ~'V I, . 't' , g1 [l *l 1'] ~' Em? IIIIJHHIIIIIII 'a f¡ "Fíil. c [IIIIMI 14H” “M, :Im *I * ; III V! ! I'M¡ vb I ÍÍIIÀÍAI" _ _ ¡ . A . .M I . @um l J . I ' Í IIIw *I I. VI~Ê;4I'O; = ;-_IIâI; .<¡I'I: -'§I'§_I': _I; ; LMP-'lifl-a : raw ? .'. ¡E$ÊÍI5Ã'e7â1§l!7Ê1~“ _'_» I . , . ~~: W@“WÍ * 2 LMMWHJMMI » A '“E%Eü= “ ' T . ~_. .-. . . .__. ..
  113. 113. _. .. ARRUMOU ESSA PICARETA? _. . PARA DE GRAÇA, DENISE! O ASSUNTO AQUI E SÉRIO! à UE. .. MAS EU TAVA FALANDO SÉRIO! ADEUS, MINHA FORTUNA QUERIDA! PASSAMOS POUCO TEMPO JUNTAS. .. ALGUMA COlSA ERRADA! . ..MAS TE AMEI como NUNCA_ , AMEI NINGUEMII/ _ O QUE ESTA' ACONTECENDO? j;
  114. 114. ¡ : A A PIRÂMIDE ESTA' ~ r ' ~ SE DEsPAzENDO! É OUTRA INVERSÃO GRAVITACJONAL! › _"› . y t_ A PONTE NÃO MORRER! ! A' A A '
  115. 115. 'Em', ,w N _ *os ñwxç¡ ~ J r*"~= ›u. *. ' * ' "fvvwq ' ” . ' ' *'"'~x.
  116. 116. CAIU NO RIO DE. .. 4 m MEU DEUS! ! O OUE TA' ' ' , ACONTECENOO 7 - ELA NÃO TA' CONSEGUINDO . ALGUMA COISA! !
  117. 117. CALMA, ROSINHA! você TA' SALVA! PRONTO E RESPIRA. ..
  118. 118. DEPOIS TEMOS MAS A PONTE x"" ACHEI QUE W NUNCA MAIS EU ExPLICO OUE FUGIR UE mu. ÃO Fosse 1-5 COMO 1 TUDO! DAQUI, AGORA o f¡ PRÁ? __ _ V533 VOCÊ MESMO! K A . Í x CONSEGUIU _ O A 4_ I _ _f_ _r ESCAPAR ' . ai, ”“ ' ràxõçã. DOS. .. . ' . s I_ lx ~ . A A r' 5.' __ ! . I I ». _ I "I vAMos . . I = SEGUIR O RIO I - DA GOSMA g. V! . PRETA. .. , Í , . _ 1 ¡. / »a I "III ÉA A . ' , ,'_"~ 5 NOSSA j' S_ Éh' 'Í ÚNICA p , " j? CHANCE! C4 n I* . _ Í _ , _ . _j QI¡ l' I ¡I! ›-A__~_I ; T 5*" . ELE PASSA POR DENTRO DE UM TÚNEL!
  119. 119. , PESSOAL! TÚNEL TEM UMA SAIDA! VAI QUE A GENTE DA DE CARA COM MAIS O . Mo I l AI, MEU DEUS VAMOS FICAR PRESOS AQUI DENTRO! FALEI? LA EM CIMA! ! EU VOU PRIMEIRO! só PRA PREVENIR. ..
  120. 120. NÃO ACREDITO! Nós SAÍMOS NA VILA oo POÇO! f ? ÀÍÍ- _'*›Í: f;---"' - os ALIENS ESTÃO 95V? 955W Tí n mao EMBORA NUMA TONELAPAW x NAVE TOTALMENTE ' l sem». os ouzos . ._ TONELAOAÔ. PRA SER MAIS LEVANDO Exmo! ¡WNHA
  121. 121. ouszo ERA uMA NAvE EscoNDxDA DENmo DA PIRÀMIOE! CONSTRUÍQAM MEU POVO! i ELA PRA : uam f* DA TERRA? J u oTEMpLo DE M L l NÃO, ZÉ LELE. .. Nós NÃO VENCEMOS! EU TAVA ESCONMUO E OUVI UMA CONVERSA os ENGENHEIROS AGORILÉSÓ 'à " ° AcorzDARAM E uMA QUES TÃO ' MARCARAM Nosso PLANETA. .. / x _ _ ' «r DoQuE '" 'M É? ? ' x' 1 . Ã/ f mg. : . ¡› causos FALANDO( 'i AuENs vAo _= Hs_ M44.: 123
  122. 122. ELEs NÃO sAo ALIENíGENAs. .. * ” ' . . J A EspEcu-z DELEs ' - VIVIA AQUI, ANTEs D05 HUMANOÔ. .. ANTES MESMO DOS DINOSSAU- RCS . ..QUEREM ELA / ELEs são os _ DE VOL FA! VERDAOEIROS HERDEnRos DA TERRA! ÍÍM' A, ai' n _f d' F4__. -:"v . . , › , › . -u__-_›___ NÃO PERCA A coNcLusÂo DEsTA EMOCIDNANTE SAGA NA REwsTA TURMA DA MÔNICA JOVEM NúMERo a4, EM AGOSTO, NAs BANCAS!
  123. 123. n o o o o c n o o o o o o a n o o c n n o o c c n o n I n n O o o o o O O o o o O O O o o o o O o a I D o o o o o o n O o o o a o c o o o o c o o o o c a ¡ a - o o O O o o o o a O O n I o o O O O 0 o O O n O o o o O O O o o o O o o o o o o o o O o o c h o O o n o a n o n o o o O o O o o o n o o n o n a o a o o U ¡ O O o c o o a n o 1 o o O O I o O l o O o o o › o o o , o o - o o n u o n o o O O o 0 o t l o o o O O o o o v o o u n a b o o o a O O O O n O a o o o o c c o o o o o l o › 0 o o o o o o o o o o o o o o u ¡ n O a O n n . j - j - j - j -j A TURMA DA MÔNICA JOVEM E DO CH| CO MOCO , - , - , - , - , EsEARRAM NUMA AVENTURA INcRívEL. DIGNA DO INDIANA JONEsECONTAM TUDOPRANós. EM '- j . j . j . j . DEsENI-Ios, FALAS E SUGESTÕES. SE VOCÊ JA' CURnA _- _ - _ - _ - _ - As LENDAs PRE-cOLOMaIANAs, AOUELAs PAssADAs . ° . ° . ' . ° . ' NAs ANTIGAS TERRAs DOMINADAs PELOs INCAs, . j. j . j . j . j NA AMERICA DO sUL, VAI sE REGALAR. E COMO EM -_ - , - _ - , - _ TODAs As HISTÓRIAS DE MIsTERIO, NEM TODOs Os '. ' . ' . ' . '. MIsTERIOs VÃO sER DEsVENDADOs NEsTA PRIMEIRA . ' . ' . ' . '. PARTE DA SAGA. DO OUE Nos DEscULPAMOs. O - f - f - j ~ f - ROTEIRIsTA sE INFLAMOU E sOLToU A MocADA POR - . - . - TERRAS EsOUIsITAs, CAvERNAs CHEIAS DE PERIGOS °. ' . ° . ' . ° E sURPREsAs ATÉ TOPAREM COM cRIATURAs j-j- j - j -j EsTRANI-IAs QUE PODEMOs CHAMAR DE ETs. _E MUITA . ° , ° , ' , - , COIsA PARA UMA REVIsTA só. AssIM, NO FINAL DA . '.°. ° . ' . NARRATIVA, vocês VÃO sER CONvIDADOs A CONTINUAR - j - j - j- j - ACOMPANHANDO EssA AVENTURA NA PROXIMA EDIÇÃO. - _ - , ' , - , - só DA¡ Nós VAMOs COMEÇAR A ENTENDER COM MAIs °. '.° . ' . ' PROPRIEDADE A MEN6AGEM I= ANTAsTICA TRAzIDA j - j - j . j -j NEsTA HIsTóRIA. EsTE ROTEIRO sAI DO EsPERADO. _-_-_-_-_ IMPREssIONA PELO MIsTERIo DO COMECO AO FlM. MAs . ° °. AGORA CHEGA DE PAPO-PURADO E vAMO-s CURTIR O . j - j . j . j. ENREDO. DEsCULPE-Nos PELO ENTUsIAsMO. MAs NÃO ~- , - _ - _ - _ ' E TODA HORA QUE NAsCE UMA HIsTORIA TÃO CHEIA DE ' . ' . ° . ° ACAO E IMPREVIsTOs. BOM DIVERTIMENTO. .. j. j . ' . ' . j E CONTlNUE CONOscO. o o o o o a o o o n o n o O c o o o v v v o o I o o o o o o o o o o o o o o o o o Q o o o O o o o o a o o o a o a o o o o C c o O O O o o o . O o o O O I O o Q o o o o o o o c o a o o o O - o o n o o o o - U a o o a a n n o o o u I o O
  124. 124. INFORME PUBLICITÁRIO T9' *› ' SEDAN. ” AM3": A: ~ EEE! "* 'A j _i ' __ -_ a Pa¡ I . a É LJ"? l; - I fi¡ 'I Li . a w x 1 'Á-_IÍJI wap? ! , jr. ___ 1 : j: Wiz" jun” jt ¡____; .jj g. : j¡ MTjI Jüíríí'. w. - HJ ! É I NH g a AA Alf] AJ I- Qui 'E', ui 'Í 3 lÍ E ! Jh-'Lilil : Í A33 LÊ E I . i Neste grande lançamento da linha Graphic MSP, a Alminha vai reencarnar. E Penadinho nunca teve coragem de dizer que ela é o amor da sua. .. morte! Para piorar, a fantasminha sumiu e precisa ser encontrada até o amanhecer, quando a Dona Cegonha a levará. Com muito talento e sensibilidade, Paulo Crumbim e Cristina Eiko reimaginam os personagens criados por Mauñcio de Sousa de forma terna, apaixonante e divertida. ¡àmmimrcxxçmh . JÍ j . u j_ - - j t, - é / j «F M' í! '¡_ã_li§iÍͧ§-I*F: I.'. _ , as . 7 II l I ! I'M I I« . Para if. ~-/ .-. ~ Fãilllll-lilllue - ~ “i LIA A A . c , e _>I1" . ~ 5' j I _ j_ iu' : '24 Li , Jg/ f l I x pjnjlzlghyjgjlayui¡: m: . j j . UAWÊVÍTIM f a z; i='°'! *='3='”'"l! '"A. A. ÍÍ' -. “I- -' 4.» ^ ! IIIIIIIEiIIIIeIIIIILAIINL ; j - - . - . w . _ , oo - v ~ ' - 6913502, 3 ? FÍÊÍÊ 'r c; $"'u-'-À EDITORA JAMAIS BANDAS E LIVRARIAS! FHWIBIIIIFS
  125. 125. à É' z IIIjIIIjIIí: II7'III; j ~ “r i AA#AÍAI'l| AIA: [ÊAAAA] ÍÉAAHÍ f. . Ij . , If II. I: .I. I.IIIL iíÍlÍlljlÍijlíijltjê Hill. ,. , . N ' t. ' . ~t-*í. '4'rlz›. 'kza'z_x. " ÍII í í _ j A¡ S IA' r¡ . j _j _ ~ . i _ í t' eu “ Í « 4, í* ; .. *I "g1, j , Jg* I _. 1 I 1 , __7. , N¡ 4 4 1 * ¡ _J La. . . Í j 7 j. “Il ¡ ' f ~ , l n42
  126. 126. iífv*llf*'ílt~= lvlíÍí¡ ; H 'a; ;;L. ;I= :,II: . 1 1-"17 ! ZA . . g . ' I ' _ o . I . . , . . . _. -¡ _. - ' _. /< _. ._ I A__. ° . ~ ' o ' . - . Ó _ . _ _. l ' o -n . ' '“ O' . ..I. - - ' j¡ o'. .'u _ ! l , . L J s _l - H ¡ktkhd i| üillHlÚv m . - IN' A I Ir ~ IIH. IN r 'N' A». ' j_ ›¡¡I¡. Il . IHIIIII "“ A' r _/ "4 I until: 7o. * A' I' i A t' . .L I 'É' " j ' . . - ^ 7 . , _ . I Ill / UILEÍI ñaIqtlllIcil-_I_ RI ! AAPHÍHll! II~r. O)ll. .l): _IIQÍÍFJÇÍQEHÍQÍÍÍÍlLIíCÊÍÍíLIÊJE
  127. 127. à 4'. '19 Dnw¡ : wtf Tm. b.'›txr: I:¡:1a: S.. « ' 'É . eu - 'E - Í Banca* Riu. u : :E tva-aq. : asicomsniarwau-ce Emei-Ia¡ : n 'mn du vous: :um : o-; LIIEJI ~. um av sua; :áummmg : x- t_ ? um msm: &ma; ' «i 111m m - &seus; a int-r. vaca 5o. :: rL-n. ; Adub- @julga DIRIN' -r-. P. “Sa Cod; .à c Fm A-»rrat ¡rcu an¡ . na a I~ . ;ane lixa! .ua ? Im y, gugu un; mg¡ v 55_ _hmwüvu füféys! ;zm Par: :LI Iosawes'. !room-Cn 6m. ' - -I _ . «' . PAN! !! BRASIL LTDA WYMXCIR E A' 3 40:" cmxãmñuu: A». - [nam SCUIDMITG nascem da Can -j-a-Assmazcrxzr: bmavkfirlslrânuFn-araiu immune» scan-I 54W** &Orc; wi ü' brotar carma. Inmñvgañuopwlla-oc noI-, es : :W393 ¡Wfe-“f t Bangu' . Issamu ãiczükcqu' A3 Amil. &p; !Ara A: s ! hm Mmeteñbkacónlídtxümzímcñnápwciân . MM , o ' ' t' Lmm Satan ? gsm : que LN Tron¡ I 51h00min! ! irma Num¡ ; j -jHbj-, T 1mm». ru- u- «um ; amu : I: um Mraz R an. Im; .cárie C134» ». v . w In 'a . _.. -~. _.I . : u _~ o_ . s ? Miau MLM 4 n: mu¡ #amanha hu dom-acima cwwxnmrhsrüjmüjg" um” “nt “múhrmã a” *msm*- E “P” "w Raissa : c Tutu: P: o. u o v, .tem w: mu Cnnri-#VJRMTJJSUUC kia-c: : ; m3 ¡nhI-¡acadnuá Exarhm Émgj* 5*": WW W345 : Im-nm Gm! II. . E. Lana, m: : : :Kahn »mA-Im un : o rm-asaawqn. : _- _ : p VJÊK-CXCZ Im : :seua-spc - ? arma um c PÀÃZMFÚII "'j'~*7'3-' “E” 5° M* -. -. . -~-. _ . . . _ . , - - ñuintsnlfl-, JS-Bx-JF-; Ààà M IIÀbIJHJLJBeGÊS-urmzdgf-, wrw _P _ S? ¡iàl . n Asa-Mm : o Cansaço: : uam ravamigsnvxntr IS: : 3:13:15* ' r --í-í- ~~ --- PLMEMDEWO L somas os much _ _ _ aiencIIIismsAa AS3NW7E : :uma rmwu Eanasgnuêm Mimo &vaza-kana; _ 55.4%” Much¡ “m, atreve: 'a imz-«wec-maimxwmu um '~'= *2*= '~1W>J~"^°â°°*'3 2.5. m: m] : :Inu-I ' "TEEUDÇMI axa: Ma: : ' ¡glbotmbz , ¡°“_, ,.«. ¡ guga-Ig R. Crwrtlg _e Dsvluún 3%. - fr Ir (um Storm_ -am biz M 11:'. cha» B. . “mu” m¡ “su” 5°** °E"“““5"“" 37°” 5*: _'15 wwwjvmnndurnats-: au-. nua . .. Orku- çu; musas hm- rta uma hm¡ u . mn pticaça) Tua 1a : ni 'amu [no ÀSÍÍSNÇSJI "WÍUN-lüvjtlnü' A l h ' Ita-aum; I'm canetas g, k ¡ manu” ' g P¡'-g~5 55 . f* o , Nyg Irma(- . cg: (ágar); nw-Jucnwnw ummlcin¡ n ll . ui-m o * as u” »ih-s : P eu c »Ls-m A. .. Imqçslnnm cc *"“"*“"“'“'““' m” A m' um. . : Itu IEAüI-ÔD - vmumzrc-'mtumu Dan¡ me: ma: n: 5m¡ l: u: Fmçd k **~""W°>f°“" : um IE! ! 0533351 l numca: 1 var -I 5:2." Lx. iu me». mutante: : rúnn uucmwarm: :m 3 ma. " nmmgm , uw-›«›-~«-m »www-am «museum-mw í -~~~- I . ..-. .num "Ind-x - : JEI-mx at( na nota m7. rn 610: reza-mn F ; na T www , ' ' : u “Naku”, :Qillúfxs&xntmvñsrñramutigüaaaulmlXfvat-mt-&Qiiubfúwlúlf : E “MEE . . ______É. . TURMA DA 5 “m” ê Depois da ajuda . üjencontrar, a Cidade P¡ erdida dos Incas, . :fr-v . . . vn-í. Ch/ CO Bento e a Turma da Mon/ ca terao ue enfrentar misteriosas criaturas ancestrais para salvaiaja/ ma dÊÊOÊATha e Impedir a A «mr-p» van-c. .~ - m. q-r. a destruIçao de toda a humamdâÍ/ e! Nao percam, na proxima ediçao. . j , pinauurfhntvuveuunruuo-_y% v( su' seg-Ay a, -*an-r , - . . aatrronzate cnclsao de HreIrOsa Terra!
  128. 128. .Jlumñmzücum . Ivuidl . l
  129. 129. 7 ' ~"Wr -. -.- ' u . ,-. ...7._-. =.. . . í f¡ _ › - r. ;,: :=~ t " ' - s' _ P r h 1' Íi _ I r . ja_ ______ __ r. v~ . u-_r ^"" "JW ' v- vn_ ¡- x l a 4. A _A4 A : nu-í: uma. : ¡ í T» : JL v › "' 7 V_ 4 L _4 o. .. . _ _ _ _ . .._u_
  130. 130. .I | k§es§»a. ..

×