SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
As coisas boas também acabam.
• Amizades, trabalho, relacionamentos: as
  coisas boas também acabam.

• Saber quando está na hora de seguir em
  frente é essencial.
O passado é importante é faz parte de
quem somos, mas muitas vezes a vida pede
que a gente deixe alguns apegos de
lado,              como             velhos
comportamentos, lembranças, jeitos de
tocar a rotina. De vez em quando é preciso
abrir mão para, assim, renascer e continuar
um novo ciclo.
• “A Vida é uma mochila. Se a enchemos de
  coisas, ela se torna pesada demais para
  ser carregada nas costas e nos deixa
  lentos.”
• É uma relação afetiva e duradoura que se
  estabelece entre o bebê e a sua mãe –
  entende se aqui por qualquer pessoa ou
  coisa, ou quem quer que cuide dele.

• O apego também é formado           pelo
  temperamento e a personalidade.
• É um artifício utilizado pelos homens para
  garantir      a       sua     sobrevivência.

• Nascemos indefesos e precisamos que os
  nossos pais nos cuidem por um bom
  tempo.
• Apego Seguro – Atende as necessidades
  físicas e psicológicas. Isso significa que
  uma separação pode ser rapidamente
  reconfortada.

• Apego Inseguro – Não atende as
  necessidades físicas e psicológicas. Isso
  significa que uma separação pode ser
  extremamente sofrida.
• Quando o apego nos torna incapazes de
  seguir em frente, de conseguir causar em
  nós mesmos as transformações que
  sabemos ser necessárias.
• Segundo Jung, existe um momento na vida
  que causa medo e insegurança: quando nos
  vemos sozinhos com as decisões que nossos
  pais costumavam tomar por nós.
• Antes tínhamos liberdade de não pensar em
  problemas e dilemas.
• Uma vez adultos, a vida impõe exigências
  que interrompem nosso sonho de sermos
  eternas crianças.
• Nem todos conseguem se sair bem nisso.

• Casar, namorar, primeiro emprego, separação e etc. são
  algumas das mudanças que podem ocorrer e vão ocorrer
  durante as nossas vidas.

• Pra passar por essas fazes contamos com a nossa
  experiência de vida e os ensinamentos de nossos pais.

• Essa é a chave para sairmos ilesos, segundo Jung.
• Quando os nossos pressupostos – experiência de vida e
  os ensinamentos de nossos pais – são “falsos”.

• Isso cria um descompasso entre o interior da pessoa e o
  mundo.

• Apego à consciência infantil.

• Resistência às forças que tentam nos jogar no mundo.
• Enquanto nos ajoelhamos para reverenciar
  o que já foi, nós nos fechamos para
  conhecer novos pontos de vistas.

• É claro que os vínculos que criamos são
  importantes para a vida, mas precisamos
  perceber quando eles não são mais
  necessários. Senão, viram obsessões.
• Por mais que pareça simples, o exercício
  do desapego é um trabalho duro que nos
  demanda coragem para abrir mão daquilo
  que nos parece seguro e confortável.
• O apego é como um sorvete e não tomar.
  Queremos ter posse de algo que não pode
  ser facilmente guardado, que logo se
  tornará inútil e perderá sua função.
• Desapego não é simplesmente deixar o barco
  correr, mas saber navegar usando a
  correnteza para desviar dos obstáculos.
• Não podemos apenas contar com a bondade
  dos movimentos das águas.
• Precisamos nos preocupar com a integridade
  do barco, ou seja, nos mesmos.
• Tanto para navegar quando para viver é
  preciso coragem.
• Segundo Jung, é melhor seguir em frente
  acompanhando o curso do tempo, que marchar para
  trás e contra o tempo.

• Uma vida mais saudável é aquela que se volta para
  um objetivo que faça com que o nosso movimento
  siga em frente, olhando para que o que está à nossa
  volta e permitindo que sejamos transformados.

• Exercitar o desapego é saber mudar sem deixar de
  lado nossa essência.
• Quando estamos focados apenas em nós
  mesmos, só conseguimos ver e sentir nossos
  problemas e achamos que eles são os maiores
  de todo o mundo.
• O tempo todo deparamos com decisões
  que podem abalar o mundo como nós o
  conhecemos e mudar nossa rotina e o que
  pensamos ser o futuro.

• Para deixarmos de lado lembranças que
  nos atormentam ou um estilo de vida
  desgastado, é preciso primeiro nos
  transformarmos.
• Os vínculos que criamos com as pessoas
  e coisas são importantes para a vida, mais
  precisamos perceber quando eles não são
  mais                         necessários.

• Quando       nos   abrimos    para    o
  novo, descobrimos um mundo rico em
  possibilidades. É um desabrochar para a
  vida.
• A Natureza da Psique, Carl G. Jung

• The Neuroscience of Human Relationships, Louis
  Cazolino

• Attachment, John Bowlby

• Revista Vida Simples

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

4 A Força Do Entusiasmo
4 A Força Do Entusiasmo4 A Força Do Entusiasmo
4 A Força Do Entusiasmo
 
O Tempo só significa Evolução para quem Aprende
O Tempo só significa Evolução para quem AprendeO Tempo só significa Evolução para quem Aprende
O Tempo só significa Evolução para quem Aprende
 
Pratica o desapego
Pratica o desapegoPratica o desapego
Pratica o desapego
 
Equilibrando a vida profissional e outras dimensões da vida
Equilibrando a vida profissional e outras dimensões da vidaEquilibrando a vida profissional e outras dimensões da vida
Equilibrando a vida profissional e outras dimensões da vida
 
Cbtd 2013 p69 - carma senior
Cbtd 2013   p69 - carma seniorCbtd 2013   p69 - carma senior
Cbtd 2013 p69 - carma senior
 
A coragem de mudar
A coragem de mudarA coragem de mudar
A coragem de mudar
 
Jornada ímpar - transição
Jornada ímpar - transiçãoJornada ímpar - transição
Jornada ímpar - transição
 
Apresentaçaão sonhos
Apresentaçaão sonhosApresentaçaão sonhos
Apresentaçaão sonhos
 
Seja campeão no palco da vida!
Seja campeão no palco da vida!Seja campeão no palco da vida!
Seja campeão no palco da vida!
 
Momentos2
Momentos2Momentos2
Momentos2
 
Um presente aos amigos
Um presente aos amigosUm presente aos amigos
Um presente aos amigos
 
EBJ - Encontro 07/10/2012
EBJ - Encontro 07/10/2012EBJ - Encontro 07/10/2012
EBJ - Encontro 07/10/2012
 
Seminário viver conscientemente
Seminário viver conscientementeSeminário viver conscientemente
Seminário viver conscientemente
 
Quem te faz feliz
Quem te faz felizQuem te faz feliz
Quem te faz feliz
 
Slide 1 1
Slide 1 1Slide 1 1
Slide 1 1
 
Aprenda a viver
Aprenda a viverAprenda a viver
Aprenda a viver
 
Mudança Interior
Mudança InteriorMudança Interior
Mudança Interior
 
Reunião COMJOVEM SP - Palestra: Inteligência Emocional - O Segredo do Sucesso!
Reunião COMJOVEM SP - Palestra: Inteligência Emocional - O Segredo do Sucesso!Reunião COMJOVEM SP - Palestra: Inteligência Emocional - O Segredo do Sucesso!
Reunião COMJOVEM SP - Palestra: Inteligência Emocional - O Segredo do Sucesso!
 
Refletir e mudar
Refletir e mudarRefletir e mudar
Refletir e mudar
 
Medo de ser feliz
Medo de ser felizMedo de ser feliz
Medo de ser feliz
 

Semelhante a Deixar ir para renascer

O desapego ainda é muito difícil de praticar
O desapego ainda é muito difícil de praticarO desapego ainda é muito difícil de praticar
O desapego ainda é muito difícil de praticarHelio Cruz
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptxAdina Silva
 
Como viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibradaComo viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibradaCarlinda Sousa
 
A missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesmaA missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesmaRose Oliveira
 
Como quebrar hábitos e sair da zona de conforto
Como quebrar hábitos e sair da zona de confortoComo quebrar hábitos e sair da zona de conforto
Como quebrar hábitos e sair da zona de confortoFilipe Vieira
 
Tu tens o controlo?
Tu tens o controlo?Tu tens o controlo?
Tu tens o controlo?Alex e Bea
 
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptxPablo Magela Andrade
 
Auto-reflexão sobre os idosos
Auto-reflexão sobre os idososAuto-reflexão sobre os idosos
Auto-reflexão sobre os idososHelena13dias
 
Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?Bruno Carrasco
 
Princípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida LibertasPrincípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida LibertasHotCursos Online
 
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdf
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdfSERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdf
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdfSERGIODEMELLOQUEIROZ
 
10 Passos para mudar sua vida completamente
10 Passos para mudar sua vida completamente 10 Passos para mudar sua vida completamente
10 Passos para mudar sua vida completamente Paulo Nagawa
 
Ebook desperte para 2016
Ebook  desperte para 2016Ebook  desperte para 2016
Ebook desperte para 2016odespertador
 
Ninguem é perfeito
Ninguem é perfeitoNinguem é perfeito
Ninguem é perfeitoDoni Cia
 

Semelhante a Deixar ir para renascer (20)

O desapego ainda é muito difícil de praticar
O desapego ainda é muito difícil de praticarO desapego ainda é muito difícil de praticar
O desapego ainda é muito difícil de praticar
 
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptxSÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
SÉRIE VIDA QUE VENCE - ESTUDO 2.pptx
 
Como viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibradaComo viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibrada
 
A missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesmaA missao de ser voce mesma
A missao de ser voce mesma
 
Como quebrar hábitos e sair da zona de conforto
Como quebrar hábitos e sair da zona de confortoComo quebrar hábitos e sair da zona de conforto
Como quebrar hábitos e sair da zona de conforto
 
Tu tens o controlo?
Tu tens o controlo?Tu tens o controlo?
Tu tens o controlo?
 
Ninguem E Perfeito
Ninguem E PerfeitoNinguem E Perfeito
Ninguem E Perfeito
 
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx
12 regras para a vida [Salvo automaticamente].pptx
 
Trabalho de catequese
Trabalho de catequeseTrabalho de catequese
Trabalho de catequese
 
Auto-reflexão sobre os idosos
Auto-reflexão sobre os idososAuto-reflexão sobre os idosos
Auto-reflexão sobre os idosos
 
AS 13 REGRAS DO BEM VIVER.
AS 13 REGRAS DO BEM VIVER.AS 13 REGRAS DO BEM VIVER.
AS 13 REGRAS DO BEM VIVER.
 
Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?
 
Princípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida LibertasPrincípios De Uma Vida Libertas
Princípios De Uma Vida Libertas
 
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdf
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdfSERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdf
SERGIO DE MELLO QUEIROZ FRASES.pdf
 
10 Passos para mudar sua vida completamente
10 Passos para mudar sua vida completamente 10 Passos para mudar sua vida completamente
10 Passos para mudar sua vida completamente
 
Ebook desperte para 2016
Ebook  desperte para 2016Ebook  desperte para 2016
Ebook desperte para 2016
 
Maturidade afetiva
Maturidade afetivaMaturidade afetiva
Maturidade afetiva
 
Ninguem é perfeito
Ninguem é perfeitoNinguem é perfeito
Ninguem é perfeito
 
371 an 20_março_2012.ok
371 an 20_março_2012.ok371 an 20_março_2012.ok
371 an 20_março_2012.ok
 
Ninguem e perfeito
Ninguem e perfeitoNinguem e perfeito
Ninguem e perfeito
 

Último

Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 

Último (20)

Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 

Deixar ir para renascer

  • 1. As coisas boas também acabam.
  • 2. • Amizades, trabalho, relacionamentos: as coisas boas também acabam. • Saber quando está na hora de seguir em frente é essencial.
  • 3.
  • 4.
  • 5. O passado é importante é faz parte de quem somos, mas muitas vezes a vida pede que a gente deixe alguns apegos de lado, como velhos comportamentos, lembranças, jeitos de tocar a rotina. De vez em quando é preciso abrir mão para, assim, renascer e continuar um novo ciclo.
  • 6. • “A Vida é uma mochila. Se a enchemos de coisas, ela se torna pesada demais para ser carregada nas costas e nos deixa lentos.”
  • 7. • É uma relação afetiva e duradoura que se estabelece entre o bebê e a sua mãe – entende se aqui por qualquer pessoa ou coisa, ou quem quer que cuide dele. • O apego também é formado pelo temperamento e a personalidade.
  • 8. • É um artifício utilizado pelos homens para garantir a sua sobrevivência. • Nascemos indefesos e precisamos que os nossos pais nos cuidem por um bom tempo.
  • 9. • Apego Seguro – Atende as necessidades físicas e psicológicas. Isso significa que uma separação pode ser rapidamente reconfortada. • Apego Inseguro – Não atende as necessidades físicas e psicológicas. Isso significa que uma separação pode ser extremamente sofrida.
  • 10.
  • 11. • Quando o apego nos torna incapazes de seguir em frente, de conseguir causar em nós mesmos as transformações que sabemos ser necessárias.
  • 12. • Segundo Jung, existe um momento na vida que causa medo e insegurança: quando nos vemos sozinhos com as decisões que nossos pais costumavam tomar por nós. • Antes tínhamos liberdade de não pensar em problemas e dilemas. • Uma vez adultos, a vida impõe exigências que interrompem nosso sonho de sermos eternas crianças.
  • 13. • Nem todos conseguem se sair bem nisso. • Casar, namorar, primeiro emprego, separação e etc. são algumas das mudanças que podem ocorrer e vão ocorrer durante as nossas vidas. • Pra passar por essas fazes contamos com a nossa experiência de vida e os ensinamentos de nossos pais. • Essa é a chave para sairmos ilesos, segundo Jung.
  • 14. • Quando os nossos pressupostos – experiência de vida e os ensinamentos de nossos pais – são “falsos”. • Isso cria um descompasso entre o interior da pessoa e o mundo. • Apego à consciência infantil. • Resistência às forças que tentam nos jogar no mundo.
  • 15. • Enquanto nos ajoelhamos para reverenciar o que já foi, nós nos fechamos para conhecer novos pontos de vistas. • É claro que os vínculos que criamos são importantes para a vida, mas precisamos perceber quando eles não são mais necessários. Senão, viram obsessões.
  • 16. • Por mais que pareça simples, o exercício do desapego é um trabalho duro que nos demanda coragem para abrir mão daquilo que nos parece seguro e confortável. • O apego é como um sorvete e não tomar. Queremos ter posse de algo que não pode ser facilmente guardado, que logo se tornará inútil e perderá sua função.
  • 17. • Desapego não é simplesmente deixar o barco correr, mas saber navegar usando a correnteza para desviar dos obstáculos. • Não podemos apenas contar com a bondade dos movimentos das águas. • Precisamos nos preocupar com a integridade do barco, ou seja, nos mesmos. • Tanto para navegar quando para viver é preciso coragem.
  • 18. • Segundo Jung, é melhor seguir em frente acompanhando o curso do tempo, que marchar para trás e contra o tempo. • Uma vida mais saudável é aquela que se volta para um objetivo que faça com que o nosso movimento siga em frente, olhando para que o que está à nossa volta e permitindo que sejamos transformados. • Exercitar o desapego é saber mudar sem deixar de lado nossa essência.
  • 19. • Quando estamos focados apenas em nós mesmos, só conseguimos ver e sentir nossos problemas e achamos que eles são os maiores de todo o mundo.
  • 20.
  • 21. • O tempo todo deparamos com decisões que podem abalar o mundo como nós o conhecemos e mudar nossa rotina e o que pensamos ser o futuro. • Para deixarmos de lado lembranças que nos atormentam ou um estilo de vida desgastado, é preciso primeiro nos transformarmos.
  • 22. • Os vínculos que criamos com as pessoas e coisas são importantes para a vida, mais precisamos perceber quando eles não são mais necessários. • Quando nos abrimos para o novo, descobrimos um mundo rico em possibilidades. É um desabrochar para a vida.
  • 23. • A Natureza da Psique, Carl G. Jung • The Neuroscience of Human Relationships, Louis Cazolino • Attachment, John Bowlby • Revista Vida Simples