Ae rio 2011 prof. courtnay- publico

991 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada durante o congresso AE Rio 2011

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
991
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
260
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ae rio 2011 prof. courtnay- publico

  1. 1. 02/05/2011 EA no mercado de Investment Banking Caso Prático Brasil Prof Cournay Guimarães 1 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 2 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAs três coisas para lembrar:• Cada um no seu quadrado – Arquitetura = Design / princípios – Engenharia = Modelos precisos – Organizações = Sistemas Dinâmicos & Complexos (que não são, estão)• Nada serve para tudo• Qualquer coisa pode servir para algo! 3 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 1
  2. 2. 02/05/2011Agenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 4 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnaySlides xxx 5 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayResumo• Enterprise Architecture é uma CIÊNCIA.• Enterprise ArchitectuRIIINNG é uma ARTE. 6 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 2
  3. 3. 02/05/2011Ciência – Da escola ??• Tem seus embasamentos em PESQUISA.• Seu passado é PUJANTE, seu presente BRILHANTE, seu futuro… ?• Se propõe a ser uma TEORIA GERAL UNIFICADA E UNIFICADORA! 7 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 8 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 9 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 3
  4. 4. 02/05/2011 10 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay Ou Excesso…• “Contemporânea”• . 11 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 12 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 4
  5. 5. 02/05/2011 13 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAgenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 14 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAs três coisas para lembrar:• Cada um no seu quadrado – Arquitetura = Design / princípios – Engenharia = Modelos precisos – Organizações = Sistemas Dinâmicos & Complexos (que não são, estão)• Nada serve para tudo• Qualquer coisa pode servir para algo! 15 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 5
  6. 6. 02/05/2011 16 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 17 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayPara Que – Sonho 18 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 6
  7. 7. 02/05/2011O que – Qual o Sonho? 19 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayComo? – Qual a Missão 20 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay Comprometimento com a mudança! 21 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 7
  8. 8. 02/05/2011Agenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 22 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 23 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 24 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 8
  9. 9. 02/05/2011 25Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 26Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 27Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 9
  10. 10. 02/05/2011História completa• http://en.wikipedia.org/wiki/Treasury_Enterprise_Architecture_Framework• http://www.eaframeworks.com/TEAF/teaf.doc• http://www.treasury.gov/about/organizational- structure/offices/Mgt/Documents/ITMB_Volume_2_IT_Strategic_Plan_v1%2 002.pdf• http://www.treasury.gov/about/organizational- structure/offices/Documents/Treasury_IT_Performance_Measures_Guide.p df• http://www.treasury.gov/about/organizational- structure/offices/Documents/Treasury_IT_Exhibit_53_Portfolio_All_Bureaus -02-05-2010final.pdf 28 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAgenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 29 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAs três coisas para lembrar:• Cada um no seu quadrado – Arquitetura = Design / princípios – Engenharia = Modelos precisos – Organizações = Sistemas Dinâmicos & Complexos (que não são, estão)• Nada serve para tudo• Qualquer coisa pode servir para algo! 30 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 10
  11. 11. 02/05/2011 31Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 32Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 33Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 11
  12. 12. 02/05/2011 34Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 35Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 36Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 12
  13. 13. 02/05/2011 37Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 38Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 39Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 13
  14. 14. 02/05/2011A ferramenta definitiva! 40 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 41 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 42 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 14
  15. 15. 02/05/2011 43Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 44Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 45Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 15
  16. 16. 02/05/2011 46 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay I do not pretend to know what many ignorant men are sure of. Clarence Darrow 47 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAgenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 48 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 16
  17. 17. 02/05/2011 49 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnaySrisis happens! 50 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 51 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 17
  18. 18. 02/05/2011 52Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 53Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 54Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 18
  19. 19. 02/05/2011Pegamos eles? 55 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayRegulações, controles, etc 56 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 57 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 19
  20. 20. 02/05/2011Agenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 58 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 59 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 60 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 20
  21. 21. 02/05/2011A missão! 61 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayO que é o “negócio”?• Um volume insano de informações e variáveis…• Um time de pessoas brilhantes (literalmente gênios) e insanamente agressivas ao risco;• Processos executados em transações atômicas extremamente compleas… E ÚNICAS! 62 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayQual o desafio? 63 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 21
  22. 22. 02/05/2011 64Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 65Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 66Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 22
  23. 23. 02/05/2011 Missão dada… • Documentar todas as “melhores armas” (modelos matemáticos e de operações); • Co-trading (dois traders por uma semana, uma dupla a cada dia) • Elevar os valores operados e a rentabilidade DO TIME! 67 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayMotivação$$$ 68 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay O grupo é individualmente … • Ambicioso. • Inteligente • Auto motivado • TROPA DE ELITE SQUAD! 69 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 23
  24. 24. 02/05/2011 70 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 71 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayComo foi feito• Um programa de remuneração coletiva por crescimento dos resultados• O grupo era o arquiteto.• Excel, diretório único num servidor e replicação nas máquinas individuais. 72 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 24
  25. 25. 02/05/2011Do ponto de vista clássico… 73 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayDo ponto de vista prático• 4x mais volume de $$ operado em 6 meses• 2x mais rentabilidade por operação, na média $$$$$$$ 74 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAgenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 75 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 25
  26. 26. 02/05/2011 76 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayMais otimização - EstruturadaCONFIDENCIAL DE CLIENTE 77 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAgenda• Revisão Ontológica.• O que motiva uma mudança?• Base de Ferramenta: TEAF• O ambiente do case – Bancos de Investimento• O momento da “organização” no mundo• O que foi-está feito• Prondevamos• Conclusões 78 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 26
  27. 27. 02/05/2011Experiência única:• Quem é responsável pelo resultado faz o que PRECISA, dentro das condições que o AMBIENTE determina, em tempo REAL.• Quem é responsável por dar satisfações, faz o que DEVE, com as obrigações que tem de cumprir, depois dos fatos consumados. 79 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayAs três coisas para lembrar:• Cada um no seu quadrado – Arquitetura = Design / princípios – Engenharia = Modelos precisos – Organizações = Sistemas Dinâmicos & Complexos (que não são, estão)• Nada serve para tudo• Qualquer coisa pode servir para algo! 80 Arquitetura de Negócios Prof. CourtnayQuem?• Prof. Courtnay Guimarães• Arquiteto de serviços financeiros (tesouraria e corporate)• 25 anos em Business Transformation• Matemático, Físico,Economista, Marketeer e consultor Professor de Arquitetura de Negócios• www.bsp.com.br• www.instisys.com• www.linkedin/in/courtnay• courtnayguima (skype) 81 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 27
  28. 28. 02/05/2011Questions? 82 Arquitetura de Negócios Prof. Courtnay 28

×