Apresentações de Alto Impacto com Célio Belém - Ideias Weekend - FB Ideias

870 visualizações

Publicada em

Apresentação de Célio Belém sobre Como apresentar melhor suas ideias ministrada no primeiro Ideias Weekend do FB Ideias.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
136
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentações de Alto Impacto com Célio Belém - Ideias Weekend - FB Ideias

  1. 1. Apresentações de alto impacto ORATÓRIA – COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL – ORGANIZAÇÃO DE IDEIAS - PITCH Por Célio Belém
  2. 2. Qual é o maior medo das pessoas?
  3. 3. Solidão Dívidas Águas profundas Sair à noite na rua Escuro Morrer Relâmpagos Altura Cachorro Aranhas Baratas Desemprego Doenças Elevador Insetos Falar em público Altura Lugares fechados Dirigir
  4. 4. O medo de falar em público  Nervosismo antes de se levantar para falar  Dificuldade em procurar as palavras  Voz estranha  Tremor nas pernas  Falta de ar  Embaralhar palavras pelo medo do esquecimento  Movimentos descontrolados  Tiques nervosos  Secura ou excesso de saliva na boca  Pernas e mãos trêmulas  Tremor na voz e nos lábios  Medo de morrer
  5. 5. O que é falar em público?
  6. 6. O que gera o medo de falar em público?  Desconhecimento do assunto  Audiência  Falta de prática  Falta de preparo e planejamento  Falta de autoconhecimento
  7. 7. Segurança no discurso  Demonstre naturalidade  Pronuncie as palavras corretamente  Utilize o vocabulário apropriado  Mantenha a postura correta  Revise e prepare o que vai falar  Posicione-se corretamente  Apresente um discurso estruturado  Controle a ansiedade  Leve um roteiro  Busque reforço
  8. 8. Oratória  Constitui um método de discurso  Arte de como falar em público  Regras e técnicas para falar melhor  Forma como se fala  Voz, ritmo, entonação  Atenção da audiência
  9. 9. Comunicação não-verbal  O que é?  Albert Mehrabian: 7-38-55.  Aspectos comunicativos naturais do corpo.  Voz;  Expressões e movimentos faciais;  Gesticulação;  Comportamento postural.  Movimentos faciais e olhar  Comportamento postural  Gesticulação
  10. 10. Gesticulação  Complementam a mensagem  Devem observar a leveza e a sincronia  Devem ter relação com pensamentos, ações e emoções  Concentra-se principalmente em braços e mãos  Zona ideal de gesticulação  Ladrões de atenção  Gestos desaconselhados
  11. 11. O que evitar  Mexer na gravata  Brincar com canetas e chaveiros  Ajeitar cabelos e óculos  Coçar nariz, orelhas e cabeça  Esconder a boca  Roer unha  Deixar braços cruzados  Colocar mãos para trás  Colocar mãos nos bolsos  Posição de xícara  Tamborilar ou estalar dedos  Segurar microfone com duas mãos  Se apoiar sobre mesa, cadeira, tribuna
  12. 12. Postura aconselhada  Cabeça alinhada com o horizonte  Pés apoiados no chão distribuindo o peso do corpo  Joelhos travados e levemente flexionados  Ombros relaxados e alinhados ao quadril  Olhar para onde se deseja projetar a voz  Contato visual  Aproveitar o espaço
  13. 13. Quem transparece mais confiança?
  14. 14. O aperto de mãos
  15. 15. 7 palavras mágicas do bom orador  Empatia – com o público  Firmeza – segurança na mensagem transmitida  Coragem – contagia o público e valoriza o orador  Simplicidade – para atingir a todos  Dedicação – sempre  Sabedoria – deve ser a razão de existir do orador  Sensibilidade – para dar sentido e vida às palavras
  16. 16. Oratória e argumentação no empreendedorismo  Todo empreendedor é um vendedor de ideias  Convencer clientes, fornecedores, parceiros e investidores  Clareza e concisão são fundamentais  Estar sempre preparado para uma apresentação-relâmpago  Saber o que, como e quando falar
  17. 17. Pitch  Apresentação de ideias para investidores  Tempo variável (30 segundos a 10 minutos)  Características desejáveis: concisão, objetividade e clareza  A descrição deve ser simplificada  Versões variadas  O investidor não analisará apenas a sua ideia de negócio, mas você como empreendedor  É importante demonstrar conhecimento e capacidade de execução
  18. 18. Elementos fundamentais para um bom pitch  Gancho – início de apresentação impactante para fixar a atenção.  Frases de efeito, perguntas, empatia, conexão, histórias, exemplos de problemas e estímulo à imaginação.  Produto – saber descrever bem o produto ou serviço.  Utilidades, vantagens, como é feito e como pode ser aprimorado.  Foco no aspecto 1: problema do consumidor.  Foco no aspecto 2: a solução proposta e como ela resolverá o problema.  Modelo de negócio – como gerar receita e ganhar escalabilidade  Como o crescimento será sustentável?  Mercado – quem comprará aquele produto ou adquirirá o serviço.  O produto supre a necessidade dos consumidores?  Potencial do mercado: Consumidores & Concorrentes.
  19. 19. Elementos fundamentais para um bom pitch  Vantagem competitiva – se há concorrentes, por que você se sairá melhor?  O que você oferece de melhor?  Uma tecnologia inovadora, uma equipe experiente e entrosada, canais de distribuição privilegiados, alianças estratégicas, forte impacto social?  Empreendedor e equipe – uma empresa promissora pode desabar sem uma boa gestão e uma boa equipe.  Time: habilidades e competências complementares e abrangentes.  Pedido – o que você pretende com a apresentação?  Aporte financeiro, indicação a outros investidores, mais tempo para explicar o projeto?  Valores e pedidos muito abaixo ou acima do ideal passam a ideia de que o empreendedor não conhece o seu mercado.
  20. 20. Resumo de pitch em slides  Qual é a oportunidade (slide 1)  Qual é o mercado em que irá atuar (slide 1)  Qual é a solução (slides 2 e 3)  Quais são os seus diferenciais (slide 4)  O que você está buscando (slide 5)  Atenção: invista na qualidade do material gráfico
  21. 21. 10 dicas para não errar no seu pitch  Não se apresentar, mas também se apresentar demais  Falar o que vier na sua cabeça  Usar somente termos específicos  Usar o mesmo pitch em todas as apresentações  Não demonstrar entusiasmos pela ideia  Não interagir com o público  Não revisar o pitch  Usar apenas vídeos e recursos audiovisuais  Não ter um plano B  Não escutar os feedbacks
  22. 22. Dúvidas?
  23. 23. Obrigado! Célio Belém contato@celiobelem.com fb/celiobelem Oratória e Argumentação para apresentações de alto impacto.

×