Deuses astronautas

597 visualizações

Publicada em

ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS ?

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
597
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deuses astronautas

  1. 1. As lembranças do futuro
  2. 2. Esta escultura precolombiana em argila se encontra no Museu de Culturas Aborígenes de Quito, Equador. O que parece?
  3. 3. Restam as análises...
  4. 4. E esta outra figura do mesmo Museu, com o que se parece?
  5. 5. Mais análises...
  6. 6. Este objeto se encontra no Museu do Ouro de Bogotá e foi feito na época precolombiana, por indígenas da atual Colômbia... O que representa? Um pássaro ou um peixe, como dizem alguns acadêmicos?
  7. 7. Ainda que desconcertantes, outras explicações parecem mais prováveis
  8. 8. Num templo da cidade de Detchani (Kosovo, antiga Yugoslávia), construído em 1327, se vê esta imagem num afresco que representa a crucificação de Cristo... O inusitado “anjo voador”? Por acaso um Buck Rogers do século XIV?
  9. 9. Na Sala Di Saturno do Palácio Vecchio de Florença, Itália, se encontra este quadro da escola de Filippo Lippi, pintado no século XV. Ao fundo e a direita, dentro de um oval vermelho (para destacar), aparece uma estranha cena. Vamos vê-la mais detalhada e ampliada no slide seguinte...
  10. 10. Um ufólogo, do início do Renascimento, em pleno trabalho de observação?
  11. 11. O escritor ingês Jonathan Swift escreveu “As viagens de Gulliver”, no século XVIII. Nesta obra, o personagem principal se encontra numa praia com uma “ilha flutuante”, cujos tripulantes revelam-lhe que Marte possui duas luas... As luas de Marte só foram descobertas 151 anos depois de publicada a obra de Swift!!!
  12. 12. No ano de 1973, o engenheiro espacial da NASA Joseph Blumrich desenhou esta sofisticada nave, baseado na descrição bíblica do profeta Ezequiel, sobre uma “nave celestial”, que apareceu diante dele. Blumrich terminou por patentear as rodas desta avançada nave espacial!!!
  13. 13. Na cidade de Delhi (India) se encontra este antiqüíssimo pilar de ferro puro, que, misteriosamente, não se oxida, nem sob as torrenciais chuvas de monção. Sua origem é desconhecida, assim com sua liga de metal.
  14. 14. Em 1949 o arqueólogo Alberto Ruz de L’Huiller descobriu, num templo da cidade maia de Palenque (o Templo das Inscrições), no México, uma tumba onde estava sepultado um importante personagem de estatura bem maior que a dos maias. A tumba estava coberta por uma lousa com uma gravação em relevo, representando um personagem manipulando os controles de um artefato (voador?)
  15. 15. Neste desenho (todo em linhas finas e colorido para ressaltarem os detalhes) da citada gravação, se pode ver a curiosa posição do personagem manipulando os “ controles da nave” (bem parecida com a posição dos atuais astronautas no momento da decolagem); “nave” que emite fogo de sua parte inferior. Aparece um “dispositivo de respiração” próximo do nariz do “astronauta” e ele flutua (será por efeito da falta de gravidade?)
  16. 16. Talvez, então, esteja certo o bíblico Rei Salomão, quando afirmava que “não existe nada de novo sob o Sol”

×