ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL<br />SECRETARIA DA EDUCAÇÃO<br />28ª COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO<br />ESCOLA ESTADUAL D...
Histórico
Histórico
Histórico
Histórico
Histórico
Histórico
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Histórico

636 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
636
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Histórico

  1. 1. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL<br />SECRETARIA DA EDUCAÇÃO<br />28ª COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO<br />ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO MINUANO<br />Port. 27.325 de 21/11/86 – Alt. no Reg. de Imóveis 28/09/87<br />Decreto Criação 14215 – Parecer 659/26/11/08 IDT 16739<br />Rua Tiradentes, nº 200, Vila Cinco Irmãos<br />Viamão – RS – Fone/Fax: (51) 3434.1958<br />3. HISTÓRICO<br />No primeiro semestre do ano de 1962, alguns moradores da comunidade da vila Minuano, começaram uma mobilização para a construção de uma escola naquele local. Os responsáveis por esta conquista foram o falecido Tenente José Pondes Gonçalves, o Sr. Delmar Sant’Ana, o Sr. Vicente de Paula Sant’ana e outros que muito empenharam seus esforços. <br />O primeiro passo seria a aquisição de um terreno através de doação. No local onde hoje se encontra a escola, estava previsto um loteamento, então o proprietário doou parte deste espaço para a prefeitura construir uma praça para a comunidade. A prefeitura então encontrou a solução para o impasse, fazendo a doação do terreno uma vez que o pedido da construção da escola já se encontrava protocolado.<br />De posse do terreno, iniciava uma nova luta, solicitação junto ao Estado de autorização e verba para a construção do prédio. Foi concedida na época verba para a construção de apenas duas salas de aula que foram erguidas com o trabalho de futuros pais de alunos. A obra seria simples, de madeira. <br />No mesmo ano foi inaugurada a escola com o início das aulas no dia 1º de agosto, sob a direção da professora Satut Alem da Veiga e mais três professoras, as senhoras Auraceles Alves da Rocha, Ana Marisa Silveira e Gládis Comim. Neste primeiro ano de funcionamento, a escola contava com 67 alunos distribuídos nas diversas séries. Já no ano seguinte o número de matrículas aumentou consideravelmente. Com este crescimento, a diretora teve que aumentar os turnos, reduzindo o tempo de duração de cada um. Nos anos posteriores, funcionavam cinco turnos com duração de duas horas, passando a seguir para seis turnos. Nesta época, a escola funcionava também em salas alugadas nas casas vizinhas. O número de professores e alunos aumentava visivelmente.<br />O quadro aqui descrito se prolonga até o ano de 1966, quando a direção e o Círculo de Pais e Mestres da escola, após várias caminhadas, conseguiram verba para a ampliação do prédio. A escola obteve quatorze milhões de apólices que trocadas por dinheiro não dariam para nada. Mais uma vez então, surge a comunidade que doa materiais de construção ( portas, janelas, tintas, pedras, tijolos ) bem como mão- de - obra. Organizaram um pedágio para arrecadarem fundos e assim foram erguidas três salas de aula e os banheiros.<br />No início de 1967, a escola possui cinco salas de aula, cozinha e banheiro, porém há a necessidade de aumentar os turnos novamente. A solução quase que definitiva surgiu no ano de 1970, com o Plano Nacional de Educação que repassou ao colégio verba de cento e três milhões e enfim se pode concluir a obra. <br />No ano de 1976, assume como Auxiliar de Direção a senhora Heliara Moraes Velleda, ano seguinte a senhora Lorena Silva de Oliveira é a vice-diretora permanecendo no cargo até o ano de 1983. A partir de então assumem a vice- direção na ordem cronológica a seguir:<br />Em 1984 Maria do Carmo Granella, em 1985 Maria Cristina Marchetto Vicenzi.<br />A Escola ficou sob a direção da professora Satut Alem da Veiga até o ano de 1985, sendo a direção seguinte determinada através de lista tríplice, sendo indicado o nome da professora Maria do Carmo Granella, reconduzindo-se por duas vezes ao cargo, porém, não concluindo o 2º mandato por vir a falecer em julho de 1990. Então, assume interinamente a professora Dulce Berbigier, tendo como critério a Antigüidade, até completar o mandato anterior. A professora Dulce, manifestando a vontade de continuar no cargo, foi novamente indicada pelo grupo e, com o respaldo da comunidade, assumiu a direção até 1994, quando se aposentou. Fazendo parte da equipe diretiva as professoras Lana Lúcia Fraga e Vitorina de Almeida Gomes.<br />Em 1995, assume a direção da escola interinamente a professora Soraia Inês Pasqualotto por um período de transição de um ano, até a homologação da lei que propunha eleição direta para o cargo de diretor.<br />Em 1996, já com a lei de Gestão Democrática em vigor, é eleita por todos os segmentos da comunidade escolar a professora Carmem Lúcia Vieira da Rocha, que em 1998 é reeleita, cumprindo o mandato até o final de 1999.<br /> No ano de 2000, assume a direção da escola a professora Maristela Felipe Urruth cujo mandato será cumprido até o final de 2001.<br />No ano de 2002, assume a professora Andréa Ferreira de carvalho Severo, tendo como vice- diretoras as professoras Alba Maria Martins Lanzarin,Ana Elena Rodrigues Duarte e Jussara Farias de Fraga, cujo mandato foi cumprido até o final de 2003.<br />Em janeiro de 2004 assume a direção da escola, através de eleição direta até o ano de 2006, a professora Lígia Rodrigues Corrêa, tendo como Vice-Diretoras as professoras Maristela Felipe Urruth, Zuleica Vicente e Gislaine Zambelli.<br />De janeiro a junho de 2004 a equipe Diretiva, juntamente com a Comunidade (pais/alunos) escolar, professores e funcionários, concretizou algumas das propostas do Plano de Ação tais como: ampliação da biblioteca, início da pintura interna das salas-de-aulas (seis salas já concluídas), limpeza de um pavilhão há muito tempo desativado (depósito de sucatas) para uso de atividades de Educação Física e outros eventos e futura reforma, criação de salas ambiente objetivando melhorar a qualidade de ensino, recreio monitorado turno tarde para 1ª séries, início da recuperação do espaço físico do bar escolar, implantação da “Hora do Conto” para alunos de 1ª e 2ª séries.<br />A Escola funciona em três turnos, manhã, tarde e noite. No turno da manhã com uma turma de 1ª série, três 2ª séries, três 3ª séries, uma 4ª série, duas 5ª e duas 6ª séries, uma sétima e uma oitava, ocupando o total de 15 salas, mais sala de Audiovisual e Biblioteca.<br />No turno da tarde: duas 1ª séries, duas quartas séries, três quintas séries, duas sextas, três sétimas e uma oitava série, ocupando o total de 15 salas de aula (biblioteca e áudio).<br />Noturno com a modalidade EJA, Totalidades 1,2,3,4,5,6 do Ensino Fundamental, com duas turmas em cada uma das Totalidades finais.<br />Contamos no quadro de recursos Humanos com 41 professores, três merendeiras, quatro funcionários de serviços gerais, duas secretárias, uma auxiliar de secretaria, um guarda escolar de 40 horas (tarde/noite). <br />Em 2006 funciona o currículo por atividade e por disciplina nos turnos manhã e tarde e a modalidade EJA com as totalidades 1, 2, 3, 4, 5, e 6 do Ensino Fundamental, no turno noite.<br />Em 2007 assume a direção da Escola o professor Pedro Luiz da Silveira Aguiar, tendo como vice-diretores os professores Andréa Ferreira de Carvalho Severo, Carmem Conceição Dias da Rosa, Jorge Roberto Petersen.<br /> De janeiro a Dezembro de 2007 a equipe Diretiva, juntamente com a Comunidade (pais/alunos) escolar, professores e funcionários, concretizou algumas das propostas do Plano de Ação tais como: a continuação do projeto de Implantação do Ensino Médio iniciado na gestão da professora Lígia Rodrigues Corrêa. Sendo necessário adequar os espaços físicos conforme legislação vigente que normatiza a modalidade de Ensino Médio. Neste período foram realizados: a reestruturação do administrativo da escola, troca da biblioteca para o andar térreo, banheiros e rampas para Portadores de Necessidades Especiais, reforma dos banheiros e audiovisual, implantação do P.P.C.I. (Plano de Proteção e Prevenção Contra Incêndios) e Informatização da secretaria e setores administrativos e pedagógicos. <br /> No ano de 2008, foi realizada a reforma de uma sala que estava ociosa para ser usada em artes, pintura interna e externa da Instituição de Ensino e Implantação dos <br />laboratórios de ciências e Informática. Neste mesmo ano é aprovado o Ensino Médio através do Parecer 659 de 26/11/08 IDT 16739, para funcionamento do 1º ano desta modalidade de ensino no ano de 2009.<br /> A Escola está em fase de equiparação de quadro sínteses, isto é adequando o parecer nº. 769/206, que torna obrigatório o ingresso aos seis anos de idade, portanto atualmente a escola funciona em três turnos, manhã, tarde e noite. No turno da manhã com uma turma de 1º ano, 2º ano, 3º ano, uma 3ª série, uma 4ª série, uma 5ª série, duas 6ª séries, uma sétima, uma oitava e dois primeiros anos do ensino médio ocupando o total de 12 salas de aula, sala de Audiovisual, Biblioteca, laboratórios de ciências e informática. <br /> No turno da tarde: 1º ano, 2º ano, 3º ano, uma 3ª série, uma 4ª série, duas 5ª séries, uma 6ª série, uma sétima e uma oitava série, ocupando o total de 10 salas de aula sala de Audiovisual, Biblioteca, laboratórios de ciências e informática.<br /> Noturno com a modalidade EJA, Totalidades Iniciais 1 e 2 apenas uma turma e 3,4,5 e 6 , com uma turma em cada uma das Totalidades finais , e ensino médio duas turmas de 1º anos . Contamos no quadro de recursos Humanos com 41 professores, três merendeiras, dois funcionários de serviços gerais, duas secretárias, uma auxiliar de secretaria.<br /> No ano de 2009, a escola recebe verbas do Governo Estadual e Federal, para reformar salas de aula (forro em PVC, em todas as salas, piso em granitino nas salas 01, 02, 03, 04 e 05 e pintura), biblioteca (piso granitino, forro em PVC e pintura), Audiovisual (forro e pintura),troca de algumas portas e todo o telhado,pintura interna e externa de toda a escola.Colocação de forro em PVC em todos os corredores , piso de granitino.Foi realizada a troca da rede elétrica . Foi construída uma quadra de esporte aberta. <br />Colocação de gradil no entorno da escola. Reforma nos banheiros dos alunos masculino e feminino. <br /> Neste mesmo ano no mês de outubro, é reeleito o Professor Pedro Luiz Silveira de Aguiar, para gestão 2010/2012, tendo como Vice-diretores :Andréa Ferreira de carvalho Severo,Jorge Roberto Petersen e Regina Maria Abreu Hamren. <br />A distribuição do turno da manhã com uma turma de 1º ano, 2º ano, 3º ano, 4ºano , e uma 4ª série, uma 5ª série, uma 6ª séries, uma sétima, uma oitava e dois primeiros anos e um segundo ano do ensino médio ocupando o total de 12 salas de aula, sala de Audiovisual, Biblioteca, laboratórios de ciências e informática.<br /> No turno da tarde: 1º ano, 2º ano, 3º ano, uma 4ºano , uma 4ª série, duas 5ª séries, uma 6ª série, uma sétima e uma oitava série, ocupando o total de 10 salas de aula sala de Audiovisual, Biblioteca, laboratórios de ciências e informática.<br />Atualmente estamos em equiparação de quadro sínteses no ensino fundamental e no ensino médio vamos colar grau nas primeiras turmas de terceiros anos. <br />

×