SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
CURSO PARA OS
ORIENTADORES
DE ESTUDO
Retomada da
2ª formação
Equipe RN
Julho - 2014
PAUTA – 29/07/2014 (terça-feira)
FOCO TEMÁTICO: Retomada da 2ª formação
OBJETIVO: Socializar as experiências locais vivenciadas;
Socializar as atividades encaminhadas na 2ª formação.
1. Acolhimento / Leitura deleite – “Folhas secas” – Autor:
Francisco Marques (Chico dos Bonecos)
2. Socialização das experiências locais- 2ª Formação/2014
3. Socialização das atividades enviadas na 2ª formação
1. Leitura deleite: “Folhas secas” – Autor:
Francisco Marques (Chico dos Bonecos)
• BIOGRAFIA:
Francisco Marques, o Chico dos Bonecos, como é conhecido, é poeta, contista,
educador de arte e trabalha há mais de vinte anos com a cultura popular.
Formado em Letras pela UFMG, o autor viaja pelo Brasil, contando histórias,
lendas, brincadeiras e fábulas enraizadas na nossa tradição. Em seus livros,
encanta leitores de todas as idades com as brincadeiras feitas por meio da
versatilidade das palavras. "A minha origem é a poesia. “O que eu sou, mesmo, é
poeta! Mas a poesia é muito exigente, muito crítica, autocrítica, detalhista,
muito concisa, muito essencial. Para tomar novos ares, escrevo também contos -
- mas o poeta está sempre ali, ó, de butuca, vigiando. Por isso, para mim, a
maneira de escrever a história é sempre mais importante do que o desenrolar
dos acontecimentos. É claro que a tecelagem da história tem a obrigação de ser,
no mínimo, interessante -- mas o que interessa mesmo é a tecelagem das
palavras", conta Chico. E em outra declaração: "Desenrolar o enredo e enredar
as palavras são as duas páginas da mesma folha. O ouvinte não se envolve
apenas com o rumo dos acontecimentos, mas também com o rumor das
palavras", acredita.
Disponível em: http://www.editorasaraiva.com.br/autor/chico-dos-bonecos/, em 26 de julho de 2014.
Eu estava dando uma aula de Matemática e todos os alunos acompanhavam
atentamente. Todos? Quase. Carolina equilibrava o apontador na ponta da régua,
Lucas recolhia as borrachas dos vizinhos e construía um prédio, Renata conferia
as canetas e os lápis do seu estojo vermelhíssimo e Hélder olhava para o pátio.
O pátio? O que acontecia no pátio? Após o recreio, dona Natália varria
calmamente as folhas secas e amontoava e guardava tudo dentro de um enorme
saco plástico azul.
1. Leitura deleite: “Folhas secas” – Autor:
Francisco Marques (Chico dos Bonecos)
Terminando o varre-varre, dona Natália amarrou a boca do
saco plástico e estacionou aquele bafuá de folhas secas
perto do portão. Hélder observava atentamente. E eu
observava a observação de Hélder - sem descuidar da
minha aula de Matemática. De repente, Hélder foi
arregalando os olhos e franzindo a testa.
Qual o motivo do espanto? Hélder percebeu alguma coisa no
meio das folhas movendo-se desperadamente, com aflição,
sufoco, falta de ar. Hélder buscava interpretações para a
cena, analisava possibilidades, mas o perfil do passarinho já
se delineava na transparência azul do plástico.
Um pássaro novo caiu do ninho e foi confundido com as folhas secas e foi
varrido e agora lutava pela liberdade.
- Ele tá preso!
O grito de Hélder interrompeu o final da multiplicação de 15 por 127. Todos
os alunos olharam para o pátio. E todos nós concordamos, sem palavras: o
bico do passarinho tentava romper aquela estranha pele azul. Hélder saiu da
sala e nós fomos atrás. E antes que eu pudesse pronunciar a primeira sílaba
da palavra "calma", o saco plástico simplesmente explodiu, as folhas voaram
e as crianças pularam de alegria.
Alguns alunos dizem que havia dois passarinhos presos. Outros viram três
passarinhos voando felizes e agradecidos. Lucas diz que era um beija-flor.
Renata insiste que era uma cigarra. Eu, sinceramente, só vi folhas secas
voando.
Para concluir esta inesquecível aula de Matemática, pegamos vassouras,
pás e sacos plásticos e fomos varrer novamente o pátio.
Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-1/folhas-secas-634210.shtml, em 26 de julho de 2014.
2. Socialização das experiências locais –
2ª Formação /2014
Relato das experiências locais
• Compartilhar as ações e experiências vivenciadas nos
encontros em cada município
1. Dividir a turma em grupo;
2. Cada grupo escolhe um relator/redator que fará o
registro e apresentará a síntese da socialização das
experiências dos municípios relatadas;
3. Entregar a síntese ao formador para posterior
socialização com todos os grupos.
AÇÕES
REALIZADAS
ESTRATÉGIAS
UTILIZADAS
CONQUISTAS
DESAFIOS/
PROBLEMÁTICAS
ENCAMINHAMENTO(S)
Quadro síntese das ações do orientador
Diagnósticos realizados no
primeiro trimestre:
• De forma geral, como estão as turmas em
que os professores realizaram o diagnóstico:
1. Planejamento levando em consideração os direitos
de aprendizagem;
2. Organização da sala (cantos);
3. Atividades;
4. Acompanhamento (avaliação).
• Como estão os alunos em relação à:
1. Leitura;
2. Escrita;
3. Matemática.
Diagnósticos realizados nesse
primeiro trimestre:
3. SOCIALIZAÇÃO DAS
ATIVIDADES
1.Leitura e Discussão da Atividade 6, da Sessão Compartilhando,
do Caderno 2 (p.73);
2.Apresentação de livros de literatura - acervo PNBE;
ORIENTAÇÕES:
1.Com base nos exemplos de atividades que vivenciamos nesta unidade,
escolham uma obra de literatura do acervo e planejem uma sequência de
atividades para uma semana (quadro), tendo como base as orientações do
Caderno 1- OTP , no tópico Planejamento semanal;
2.Planejem envolver diferentes possibilidades de materiais e incluir o
trabalho com um ou mais jogos, e lembrem de fazer as adaptações
necessárias para incluir todas as crianças da turma pensada (pensar numa
turma com uma ou mais crianças do público alvo da educação especial).
ENCAMINHAMENTO:
Socializar o planejamento semanal construído pelo Orientador de Estudo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesaSala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesateacheranaclaudia
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaednaldoalvesdelima
 
Projeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O SemiaridoProjeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O Semiaridolidiane Silva
 
Newsletter aemf n2_2011
Newsletter aemf n2_2011Newsletter aemf n2_2011
Newsletter aemf n2_2011mfsdias
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaednaldoalvesdelima
 
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"Mara Sueli
 
Projeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aProjeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aRosangela Silva
 
Concurso de escrita e de ilustração
Concurso de escrita e de ilustraçãoConcurso de escrita e de ilustração
Concurso de escrita e de ilustraçãoMaria Lucinda
 
Cidadezinha Qualqu Er Para Silvania
Cidadezinha Qualqu Er Para SilvaniaCidadezinha Qualqu Er Para Silvania
Cidadezinha Qualqu Er Para SilvaniaMDLSOUZA
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaednaldoalvesdelima
 
Boletim bib 1 2011-2012
Boletim bib 1  2011-2012Boletim bib 1  2011-2012
Boletim bib 1 2011-2012gracabib
 
Gestar Linguagem Nov.2009
Gestar  Linguagem  Nov.2009Gestar  Linguagem  Nov.2009
Gestar Linguagem Nov.2009guest8a3c9df
 
Sequencia didática Salada de Frutas
Sequencia didática Salada de FrutasSequencia didática Salada de Frutas
Sequencia didática Salada de FrutasMarisa Seara
 
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLA
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLARELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLA
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLAmaria da gloria
 

Mais procurados (16)

Sala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesaSala de tecnologia i consulesa
Sala de tecnologia i consulesa
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
 
Projeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O SemiaridoProjeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O Semiarido
 
Newsletter aemf n2_2011
Newsletter aemf n2_2011Newsletter aemf n2_2011
Newsletter aemf n2_2011
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
 
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"
Sequencia didática do livro " Tudo por causa de um pum"
 
Projeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aProjeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , a
 
Concurso de escrita e de ilustração
Concurso de escrita e de ilustraçãoConcurso de escrita e de ilustração
Concurso de escrita e de ilustração
 
Cidadezinha Qualqu Er Para Silvania
Cidadezinha Qualqu Er Para SilvaniaCidadezinha Qualqu Er Para Silvania
Cidadezinha Qualqu Er Para Silvania
 
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelimaAtiv 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
Ativ 2.7 registro da experiência_ednaldoalvesdelima
 
Boletim bib 1 2011-2012
Boletim bib 1  2011-2012Boletim bib 1  2011-2012
Boletim bib 1 2011-2012
 
Plano de ação
Plano de açãoPlano de ação
Plano de ação
 
Gestar Linguagem Nov.2009
Gestar  Linguagem  Nov.2009Gestar  Linguagem  Nov.2009
Gestar Linguagem Nov.2009
 
Sequencia didática Salada de Frutas
Sequencia didática Salada de FrutasSequencia didática Salada de Frutas
Sequencia didática Salada de Frutas
 
Slide da sequencia
Slide da sequenciaSlide da sequencia
Slide da sequencia
 
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLA
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLARELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLA
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS SOBRE O PROJETO UCA NA ESCOLA
 

Semelhante a Terca manha - slide-retomada 2ª formação

Semelhante a Terca manha - slide-retomada 2ª formação (20)

Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)
 
Relatorio de seq de atividade simoni
Relatorio de seq de atividade   simoniRelatorio de seq de atividade   simoni
Relatorio de seq de atividade simoni
 
Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015
 
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copiaPacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
 
BI outubro 2014
BI outubro 2014BI outubro 2014
BI outubro 2014
 
Boletim Informativo de novembro
Boletim Informativo de novembroBoletim Informativo de novembro
Boletim Informativo de novembro
 
DeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdfDeClara n.º 66 junho 2023.pdf
DeClara n.º 66 junho 2023.pdf
 
Boletim 2
Boletim 2Boletim 2
Boletim 2
 
Pratica letramento m2_1encontro
Pratica letramento m2_1encontroPratica letramento m2_1encontro
Pratica letramento m2_1encontro
 
DeClara 26 outubro 2019
DeClara 26 outubro 2019DeClara 26 outubro 2019
DeClara 26 outubro 2019
 
Formação Categoria O_.pptx
Formação Categoria O_.pptxFormação Categoria O_.pptx
Formação Categoria O_.pptx
 
Boletim das b. e. maio
Boletim das b. e.  maioBoletim das b. e.  maio
Boletim das b. e. maio
 
Momentos...2
Momentos...2Momentos...2
Momentos...2
 
Livro Digital parte 1
Livro Digital  parte 1Livro Digital  parte 1
Livro Digital parte 1
 
Boletim dezembro
Boletim dezembroBoletim dezembro
Boletim dezembro
 
Ativ2 6 anafrancisca
Ativ2 6 anafranciscaAtiv2 6 anafrancisca
Ativ2 6 anafrancisca
 
Proj meio amb 01 06-11
Proj meio amb 01 06-11Proj meio amb 01 06-11
Proj meio amb 01 06-11
 
Lixo todos são responsáveis
Lixo   todos são responsáveisLixo   todos são responsáveis
Lixo todos são responsáveis
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Boletim 5
Boletim 5Boletim 5
Boletim 5
 

Mais de Fatima Lima

Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)
Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)
Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)Fatima Lima
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / BaraúnaOfício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / BaraúnaFatima Lima
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos
Ofício circular nº 003 jornada de estudosOfício circular nº 003 jornada de estudos
Ofício circular nº 003 jornada de estudosFatima Lima
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / BaraúnaOfício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / BaraúnaFatima Lima
 
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREAS
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREASJornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREAS
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREASFatima Lima
 
Blog aula 2014 2
Blog aula 2014 2Blog aula 2014 2
Blog aula 2014 2Fatima Lima
 
Terca tarde - retomada língua portuguesa leitura
Terca tarde - retomada língua portuguesa leituraTerca tarde - retomada língua portuguesa leitura
Terca tarde - retomada língua portuguesa leituraFatima Lima
 
Tabela numérica e fichas escalonadas
Tabela numérica e fichas escalonadasTabela numérica e fichas escalonadas
Tabela numérica e fichas escalonadasFatima Lima
 
Síntese caderno4 pnaic
Síntese caderno4 pnaicSíntese caderno4 pnaic
Síntese caderno4 pnaicFatima Lima
 
Sexta tarde-slides - caderno 4
Sexta tarde-slides - caderno 4Sexta tarde-slides - caderno 4
Sexta tarde-slides - caderno 4Fatima Lima
 
Sexta manha-caderno-4
Sexta manha-caderno-4Sexta manha-caderno-4
Sexta manha-caderno-4Fatima Lima
 
Quinta tarde-slide-caderno 4
Quinta tarde-slide-caderno 4Quinta tarde-slide-caderno 4
Quinta tarde-slide-caderno 4Fatima Lima
 
Quinta manha - slides - caderno 3
Quinta   manha - slides - caderno 3Quinta   manha - slides - caderno 3
Quinta manha - slides - caderno 3Fatima Lima
 
Quarta tarde - slides - caderno - 3
Quarta tarde - slides - caderno - 3Quarta tarde - slides - caderno - 3
Quarta tarde - slides - caderno - 3Fatima Lima
 
Quarta manha - slides-3 caderno 3
Quarta manha - slides-3 caderno 3Quarta manha - slides-3 caderno 3
Quarta manha - slides-3 caderno 3Fatima Lima
 
Pnaic xerox-3ª formação-parte ii
Pnaic xerox-3ª formação-parte iiPnaic xerox-3ª formação-parte ii
Pnaic xerox-3ª formação-parte iiFatima Lima
 
Pnaic xerox-3ª formação-parte i
Pnaic xerox-3ª formação-parte iPnaic xerox-3ª formação-parte i
Pnaic xerox-3ª formação-parte iFatima Lima
 
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemas
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemasPnaic xerox- 3ª formação - banco de problemas
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemasFatima Lima
 

Mais de Fatima Lima (20)

Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)
Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)
Currículo do sistema de currículos lattes (maria de fátima de lima das chagas)
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / BaraúnaOfício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos SEMASC / Baraúna
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos
Ofício circular nº 003 jornada de estudosOfício circular nº 003 jornada de estudos
Ofício circular nº 003 jornada de estudos
 
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / BaraúnaOfício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / Baraúna
Ofício circular nº 003 jornada de estudos da SEMASC / Baraúna
 
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREAS
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREASJornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREAS
Jornada de estudos da SEMASC / Baraúna - CREAS
 
O conto
O contoO conto
O conto
 
Blog aula 2014 2
Blog aula 2014 2Blog aula 2014 2
Blog aula 2014 2
 
Terca tarde - retomada língua portuguesa leitura
Terca tarde - retomada língua portuguesa leituraTerca tarde - retomada língua portuguesa leitura
Terca tarde - retomada língua portuguesa leitura
 
Tapetinho
TapetinhoTapetinho
Tapetinho
 
Tabela numérica e fichas escalonadas
Tabela numérica e fichas escalonadasTabela numérica e fichas escalonadas
Tabela numérica e fichas escalonadas
 
Síntese caderno4 pnaic
Síntese caderno4 pnaicSíntese caderno4 pnaic
Síntese caderno4 pnaic
 
Sexta tarde-slides - caderno 4
Sexta tarde-slides - caderno 4Sexta tarde-slides - caderno 4
Sexta tarde-slides - caderno 4
 
Sexta manha-caderno-4
Sexta manha-caderno-4Sexta manha-caderno-4
Sexta manha-caderno-4
 
Quinta tarde-slide-caderno 4
Quinta tarde-slide-caderno 4Quinta tarde-slide-caderno 4
Quinta tarde-slide-caderno 4
 
Quinta manha - slides - caderno 3
Quinta   manha - slides - caderno 3Quinta   manha - slides - caderno 3
Quinta manha - slides - caderno 3
 
Quarta tarde - slides - caderno - 3
Quarta tarde - slides - caderno - 3Quarta tarde - slides - caderno - 3
Quarta tarde - slides - caderno - 3
 
Quarta manha - slides-3 caderno 3
Quarta manha - slides-3 caderno 3Quarta manha - slides-3 caderno 3
Quarta manha - slides-3 caderno 3
 
Pnaic xerox-3ª formação-parte ii
Pnaic xerox-3ª formação-parte iiPnaic xerox-3ª formação-parte ii
Pnaic xerox-3ª formação-parte ii
 
Pnaic xerox-3ª formação-parte i
Pnaic xerox-3ª formação-parte iPnaic xerox-3ª formação-parte i
Pnaic xerox-3ª formação-parte i
 
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemas
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemasPnaic xerox- 3ª formação - banco de problemas
Pnaic xerox- 3ª formação - banco de problemas
 

Terca manha - slide-retomada 2ª formação

  • 1. CURSO PARA OS ORIENTADORES DE ESTUDO Retomada da 2ª formação Equipe RN Julho - 2014
  • 2. PAUTA – 29/07/2014 (terça-feira) FOCO TEMÁTICO: Retomada da 2ª formação OBJETIVO: Socializar as experiências locais vivenciadas; Socializar as atividades encaminhadas na 2ª formação. 1. Acolhimento / Leitura deleite – “Folhas secas” – Autor: Francisco Marques (Chico dos Bonecos) 2. Socialização das experiências locais- 2ª Formação/2014 3. Socialização das atividades enviadas na 2ª formação
  • 3. 1. Leitura deleite: “Folhas secas” – Autor: Francisco Marques (Chico dos Bonecos) • BIOGRAFIA: Francisco Marques, o Chico dos Bonecos, como é conhecido, é poeta, contista, educador de arte e trabalha há mais de vinte anos com a cultura popular. Formado em Letras pela UFMG, o autor viaja pelo Brasil, contando histórias, lendas, brincadeiras e fábulas enraizadas na nossa tradição. Em seus livros, encanta leitores de todas as idades com as brincadeiras feitas por meio da versatilidade das palavras. "A minha origem é a poesia. “O que eu sou, mesmo, é poeta! Mas a poesia é muito exigente, muito crítica, autocrítica, detalhista, muito concisa, muito essencial. Para tomar novos ares, escrevo também contos - - mas o poeta está sempre ali, ó, de butuca, vigiando. Por isso, para mim, a maneira de escrever a história é sempre mais importante do que o desenrolar dos acontecimentos. É claro que a tecelagem da história tem a obrigação de ser, no mínimo, interessante -- mas o que interessa mesmo é a tecelagem das palavras", conta Chico. E em outra declaração: "Desenrolar o enredo e enredar as palavras são as duas páginas da mesma folha. O ouvinte não se envolve apenas com o rumo dos acontecimentos, mas também com o rumor das palavras", acredita. Disponível em: http://www.editorasaraiva.com.br/autor/chico-dos-bonecos/, em 26 de julho de 2014.
  • 4. Eu estava dando uma aula de Matemática e todos os alunos acompanhavam atentamente. Todos? Quase. Carolina equilibrava o apontador na ponta da régua, Lucas recolhia as borrachas dos vizinhos e construía um prédio, Renata conferia as canetas e os lápis do seu estojo vermelhíssimo e Hélder olhava para o pátio. O pátio? O que acontecia no pátio? Após o recreio, dona Natália varria calmamente as folhas secas e amontoava e guardava tudo dentro de um enorme saco plástico azul. 1. Leitura deleite: “Folhas secas” – Autor: Francisco Marques (Chico dos Bonecos)
  • 5. Terminando o varre-varre, dona Natália amarrou a boca do saco plástico e estacionou aquele bafuá de folhas secas perto do portão. Hélder observava atentamente. E eu observava a observação de Hélder - sem descuidar da minha aula de Matemática. De repente, Hélder foi arregalando os olhos e franzindo a testa. Qual o motivo do espanto? Hélder percebeu alguma coisa no meio das folhas movendo-se desperadamente, com aflição, sufoco, falta de ar. Hélder buscava interpretações para a cena, analisava possibilidades, mas o perfil do passarinho já se delineava na transparência azul do plástico.
  • 6. Um pássaro novo caiu do ninho e foi confundido com as folhas secas e foi varrido e agora lutava pela liberdade. - Ele tá preso! O grito de Hélder interrompeu o final da multiplicação de 15 por 127. Todos os alunos olharam para o pátio. E todos nós concordamos, sem palavras: o bico do passarinho tentava romper aquela estranha pele azul. Hélder saiu da sala e nós fomos atrás. E antes que eu pudesse pronunciar a primeira sílaba da palavra "calma", o saco plástico simplesmente explodiu, as folhas voaram e as crianças pularam de alegria. Alguns alunos dizem que havia dois passarinhos presos. Outros viram três passarinhos voando felizes e agradecidos. Lucas diz que era um beija-flor. Renata insiste que era uma cigarra. Eu, sinceramente, só vi folhas secas voando. Para concluir esta inesquecível aula de Matemática, pegamos vassouras, pás e sacos plásticos e fomos varrer novamente o pátio. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-1/folhas-secas-634210.shtml, em 26 de julho de 2014.
  • 7. 2. Socialização das experiências locais – 2ª Formação /2014 Relato das experiências locais • Compartilhar as ações e experiências vivenciadas nos encontros em cada município 1. Dividir a turma em grupo; 2. Cada grupo escolhe um relator/redator que fará o registro e apresentará a síntese da socialização das experiências dos municípios relatadas; 3. Entregar a síntese ao formador para posterior socialização com todos os grupos.
  • 9. Diagnósticos realizados no primeiro trimestre: • De forma geral, como estão as turmas em que os professores realizaram o diagnóstico: 1. Planejamento levando em consideração os direitos de aprendizagem; 2. Organização da sala (cantos); 3. Atividades; 4. Acompanhamento (avaliação).
  • 10. • Como estão os alunos em relação à: 1. Leitura; 2. Escrita; 3. Matemática. Diagnósticos realizados nesse primeiro trimestre:
  • 12. 1.Leitura e Discussão da Atividade 6, da Sessão Compartilhando, do Caderno 2 (p.73); 2.Apresentação de livros de literatura - acervo PNBE; ORIENTAÇÕES: 1.Com base nos exemplos de atividades que vivenciamos nesta unidade, escolham uma obra de literatura do acervo e planejem uma sequência de atividades para uma semana (quadro), tendo como base as orientações do Caderno 1- OTP , no tópico Planejamento semanal; 2.Planejem envolver diferentes possibilidades de materiais e incluir o trabalho com um ou mais jogos, e lembrem de fazer as adaptações necessárias para incluir todas as crianças da turma pensada (pensar numa turma com uma ou mais crianças do público alvo da educação especial). ENCAMINHAMENTO: Socializar o planejamento semanal construído pelo Orientador de Estudo.