EB Elias GarciaO Menino que se apaixonou por uma guitarra              Carlos Paredes              De José Jorge Aletria  ...
•  Era uma vez um menino chamado Carlos Paredes que tocava guitarra portuguesa.•  Vivia em Coimbra, onde passava o rio Mon...
•   Era uma vez um menino que se chamava Carlos Paredes e que era muito esguio.•   Esse menino tinha uma grande paixão por...
•   Era uma vez um menino que se apaixonou por uma guitarra.•   Aquele instrumento musical fazia belas melodias.•   Essa g...
• Era uma vez, um menino que se apaixonou por uma guitarra. O   menino nasceu em Coimbra e sonhava sempre com a sua guitar...
•   Era uma vez um menino chamado Carlos ele era magrinho e sonhador.•   Ele tinha uma paixão por uma guitarra. O menino t...
•   Era uma vez um menino que se chamava Carlos Paredes, era esguio e    sonhador, vivia em Coimbra e um dia apaixonou-se ...
•    O menino que se apaixonou por uma guitarra•   Era uma vez um menino chamado Carlos que era magrinho e sonhador, que s...
•   Era uma vez um menino que se chamava Carlos, magrito e sonhador que se    apaixonou por uma guitarra, tal como o seu p...
•   O menino que se apaixonou por uma guitarra•   Era uma vez um menino que nasceu em Coimbra, era um menino esguio e, que...
• Era uma vez um menino que se tinha apaixonado por uma guitarra.• A guitarra do menino era bisneta, a paixão do menino er...
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
O menino que se apaixonou por uma guitarra1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O menino que se apaixonou por uma guitarra1

1.310 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
254
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O menino que se apaixonou por uma guitarra1

  1. 1. EB Elias GarciaO Menino que se apaixonou por uma guitarra Carlos Paredes De José Jorge Aletria 4ºC
  2. 2. • Era uma vez um menino chamado Carlos Paredes que tocava guitarra portuguesa.• Vivia em Coimbra, onde passava o rio Mondego.• Ele era esguio e sonhador.• Também tocava violino com quatro cordas.• Depois foi viver para Lisboa.• Mas ele ficou apaixonado pelo rio Tejo, por Lisboa e pelo seu país, por isso não queria voltar e queria permanecer em Lisboa.• Adorava ver os barcos baloiçarem e gostava de ver os golfinhos.• Certo dia foi preso, e ele pensava no que é que tinha feito de mal para ser preso.• E sempre a pensar na sua guitarra fingia tocar nela.• Certo dia, quando viu as portas se rirem, de par em par, começou a correr para a sua guitarra.• Começou a compor novas músicas para a sua guitarra.• Até que depois começou a ficar doente e assim não podia tocar na sua guitarra e ficou triste e a guitarra dizia-lhe adeus Carlos Paredes.• E assim ele morreu e deixou-se levar pelos golfinhos.Miguel Alves.
  3. 3. • Era uma vez um menino que se chamava Carlos Paredes e que era muito esguio.• Esse menino tinha uma grande paixão por uma guitarra.• Ele nasceu em Coimbra e cedo se apaixonou por uma guitarra, logo aos 9 anos. E nunca mais se separou dela. Sempre quando podia estar sozinho com ela dizia-lhe:• - Eu amo-te e sempre te vou amar. E ele lhe dizia sobre o rio Mondego.• Um dia a mãe chamou-o para as aulas de violino. Foi crescendo, crescendo sempre com a guitarra.• Tempos antes do 25 de abril, foi preso por causa de coisas que escrevia em canções contra a ditadura. E lá passou um ano e meio sem a sua guitarra na cela. Um dia, as portas da cela abriram e o Carlos Paredes foi logo a correr ter com a sua amada guitarra.• Também se mudou para Lisboa e lá se apaixonou pelo rio Tejo, mas nunca esqueceu o Mondego.• Começou a ficar doente e ficou acamado durante muito tempo e a sua guitarra num canto. Um dia começou a lembrar-se de toda a vida e meses depois faleceu. Nádia Braz
  4. 4. • Era uma vez um menino que se apaixonou por uma guitarra.• Aquele instrumento musical fazia belas melodias.• Essa guitarra não tinha o sotaque estrangeiro, sendo a sua fala portuguesa.• O menino tinha nascido em Coimbra.• Essa era a cidade dos poetas.• Já o seu avô e o seu pai se tinham apaixonado por uma guitarra.• Assim as guitarras faziam parte da família.• O menino gostava da poesia, até chegar ao ponto de querer ser poeta, mas em vez dos versos usava a sua guitarra.• A guitarra tinha um primo chamado violino.• Mas foi sempre com a sua guitarra que preferiu tocar.• Um dia Carlinhos foi para Lisboa e encontrou um belo rio, pelo qual também se apaixonou.• Ficou apaixonado pelo Tejo, mas nunca se esqueceu do Mondego e o Choupal.• O menino fez-se homem e nunca deixou de dizer estas palavras:• -Hei-de amar-te até ao fim da minha vida.• Um dia foram buscá-lo ao lugar onde trabalhava, e prenderam - no ano e meio.• -Que crime tinha cometido?• -Nenhum.• Um dia quando as portas se abriram, ele correu logo para a sua guitarra.• Às vezes a guitarra dizia-lhe:• -Vá Carlos deixa esse triste trabalho, e vem correr o mundo fora.• Houve por todo o mundo milhares de pessoas a vê-lo.• Mas um dia ele adoeceu, e nunca mais tocou.• Carlos morreu, e a guitarra ficou num canto.• O menino fechou os olhos, e deixou que as gaivotas e os golfinhos o levassem para um sítio distante.• E a guitarra disse:• -Adeus Carlos, menino sem idade nem pressa, príncipe da nossa alegria sem nome. A tua música fica na nossa guarda. Maria Inês
  5. 5. • Era uma vez, um menino que se apaixonou por uma guitarra. O menino nasceu em Coimbra e sonhava sempre com a sua guitarra. Um dia, foi para Lisboa e viu um rio pelo qual se apaixonou. Toda a multidão aplaudia-lhe pelas suas músicas.• Uma vez ficou preso numa cela e não podia estar com a sua guitarra. Mas quando a cela se abriu, ele foi-se abraçar à sua guitarra. Ele participou no 25 de Abril. De repente, ele ficou doente com a sua guitarra ao lado.• E uma vez a guitarra disse-lhe para ele ir para dentro da sala porque tinha aula de violino. Ele estava sempre a tocar nela. A guitarra pela qual o menino se apaixonou era um primo de quatro cordas chamado violino.• Ele nunca se esqueceu do Tejo e do Choupal. E ele fechou os olhos e sentiu os golfinhos e as gaivotas levarem-lhe para um sítio distante.Tiago Lopes
  6. 6. • Era uma vez um menino chamado Carlos ele era magrinho e sonhador.• Ele tinha uma paixão por uma guitarra. O menino tinha nascido em Coimbra e, assim que nasceu, apaixonou-se por uma guitarra, aos 9 anos. E nunca mais se separou da guitarra.• Sempre que podia estar sozinho dizia-lhe:- Eu amo-te e sempre te vou amar.• Um dia a mãe chamou o Carlos para as aulas de violino.• Foi crescendo sempre com a guitarra.• Tempos antes de 25 de Abril, ele foi preso por coisas que ele escrevia contra a ditadura.• Depois passou um ano e meio sem a sua querida guitarra. Certo dia as portas da cela abriram, e ele foi a correr para casa ter com a sua amada guitarra.• Também se mudou para Lisboa com os seus pais e lá apaixonou-se pelo rio Tejo mas nunca esqueceu o Mondego.• Começou a ficar doente e ficou acamado durante muito tempo e a sua guitarra ficou a um canto.• Ele lembrou-se de toda a sua vida e depois faleceu. Marina
  7. 7. • Era uma vez um menino que se chamava Carlos Paredes, era esguio e sonhador, vivia em Coimbra e um dia apaixonou-se por uma guitarra como o seu pai e o seu avô.• Um dia Carlos ouvia o chamamento vindo de casa mas só pensava na sua guitarra.• Quando Carlinhos e a família foram para Lisboa, Carlinhos também se apaixonou pelo rio Tejo, e percebeu que a música e a poesia faziam parte da sua família.• Quando o menino cresceu e ficou mais tímido, começou a pedir desculpa por tudo e por nada, como se não quisesse incomodar ou porque não queria estar a mais.• Um dia, antes de 25 Abril, o cantor Carlos Paredes foi preso numa cela durante 1 ano e meio.• Quando saiu, o menino foi logo abraçar a sua guitarra, depois quando passou mais tempo, o cantor ficou doente e quis abraçar a sua guitarra, mas não podia e as suas cordas vocais estavam cansadas e doridas. Carlos Paredes acabou por falecer, porque cantava contra a ditadura e por isso pediu que as gaivotas e os golfinhos o levassem para um lugar em que ele estivesse em paz. Sofia Severino
  8. 8. • O menino que se apaixonou por uma guitarra• Era uma vez um menino chamado Carlos que era magrinho e sonhador, que se apaixonou por uma guitarra tal como o seu avô e o seu pai. Ele vivia em Coimbra, numa cidade bonita. Um dia, Carlitos foi a Lisboa ver o rio Tejo tão azul e com barcos a balançar nas águas daquele rio lindo. Ele apaixonou-se por aquele rio lindo, mas também adora o rio Mondego.• Carlitos ia crescendo, crescendo e os seus dedos também, então fez uma promessa à guitarra:• -Vou amar-te para sempre!• Um, dia Carlitos inventou uma melodia e cantou-a em público. Era muito bonita. Depois do Dia 25 de Abril, ele foi preso, mas não sabemos porquê, se calhar foi que ele cantou a falar mal da Ditadura. Ele imaginava que estava a tocar naqueles fios macios e grandes como um tamanho de um pau. Quando viu as portas da prisão a abrirem foi a correr para a guitarra. Passado tempos, ele viajou por muitos países, teatros, canções e mais coisas…• Começou a envelhecer. Um dia o Carlitos ficou doente, então não pôde tocar na sua guitarra. Mas infelizmente ele tinha fechado os olhos e morreu. Débora
  9. 9. • Era uma vez um menino que se chamava Carlos, magrito e sonhador que se apaixonou por uma guitarra, tal como o seu pai e o seu avô.• Carlos também tinha aulas de violino, mas era com a guitarra que ele mais convivia. Um dia, Carlos foi a Lisboa e apaixonou-se pelo rio Tejo, mas também adorava o Mondego. Carlos foi crescendo e os seus dedos também, e fez uma promessa à guitarra:• -Hei-de amar-te sempre!• Um dia pensou em criar melodias e assim expressava os seus sentimentos, era um bom músico. Ele faz-se homem, e fica mais tímido, mais distraído, mas educado e também foi pensando muito na música• Um dia prenderam-no, mas não tinha cometido nenhum crime, tiraram-lhe a guitarra e, um dia, quando as grades da cela se abriram, correu a abraçar a guitarra. Os anos foram passando e ele no seu trabalho, mas nunca se esqueceu da sua bela guitarra. A guitarra dizia ao Carlos para fazer canções, e uma gaivota também lhe dizia para não parar de sonhar. Por todo o mundo as pessoas aplaudiam, mas voltava sempre para casa.• Um dia ficou doente, sem poder tocar e foi ficando sem forças à espera da morte. Ficou anos de cama e a guitarra num canto do quarto. Carlos morreu, mas sempre amando a sua guitarra. E antes de morrer, viu a vida a passar-lhe à frente dos olhos, quando era pequeno, a sua vida. André Julião
  10. 10. • O menino que se apaixonou por uma guitarra• Era uma vez um menino que nasceu em Coimbra, era um menino esguio e, que passado alguns anos, se apaixonou por uma guitarra. Essa guitarra tinha cerca de 2 séculos e tinha vindo de Inglaterra, pois com a sua beleza, ele encantou-se e sempre que a via dizia-lhe :• - Nunca te deixarei.• Pois com essa promessa, a guitarra ficou muito descansada e passaram alguns anos, e o menino ia-se fazendo um homem, os dedos já lhes estavam a crescer. Foi então o menino já feito homem, decidiu ir viver para Lisboa. Quando chega, ficou espantado com a beleza do Rio Mondego. Mas um dia o menino cometeu um crime e foi parar à prisão e quando entra, tiraram-lhe tudo, até a sua guitarra. Passaram alguns anos e quando abriram-lhe a cela ,ele foi a correr para abraçar a sua guitarra, de seguida, decidiu ir trabalhar, mas a guitarra disse-lhe:• -Vamos partir deixa o teu trabalho.• O menino, já homem, disse que se fosse era só para viajar. Mas um dia ele ficou doente e ficou acamado, não se conseguia levantar, pois ele estava à espera da sua morte e quando estava para acontecer, ele viu a vida a passar pelos olhos…
  11. 11. • Era uma vez um menino que se tinha apaixonado por uma guitarra.• A guitarra do menino era bisneta, a paixão do menino era tanta. A guitarra era bela.• O menino apaixonou-se por uma guitarra porque o pai e avô também já se tinham apaixonado por guitarras tão belas.• Depois o menino aprendeu a tocar violino, mas ele continuava a gostar da guitarra.• Um dia o menino foi para Lisboa e apaixonou-se pelo Tejo, mas continuou a gostar da guitarra.• Um dia, o menino ficou homem e pediu desculpa a toda a gente, sem mais nem menos.• Depois fecharam-lhe numa cela sem ter cometido nenhum crime.Daniela

×