Alunos e professores da fatec jundiai participam do projeto rondon

271 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
271
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alunos e professores da fatec jundiai participam do projeto rondon

  1. 1. Alunos e professores da Fatec Jundiaí participam doProjeto Rondon e capacitam mais de 450 pessoas nasnove oficinas realizadas no município de Brejões/BA Entre os dias 21 e 31 de janeiro, dois professores e oito alunos do Curso Superior de Gestão Ambiental, Eventos e Tecnologia da Informação da Fatec Jundiaí, participaram do Projeto Rondon. O projeto, coordenado pelo Ministério da Defesa, visa à integração social e envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem- estar da população.Desde o ano passado a Fatec Jundiaí esteve empenhada em enviar alunos e professores aoProjeto Rondon. O cadastro foi realizado em Agosto de 2012 e em Setembro o projeto foiaprovado para participar da operação, no estado da Bahia.Ainda em novembro, para dar início às ações previstas na “Operação 2 de Julho” a professoraDra. Lívia Maria Louzada Brandão foi conhecer a cidade de Brejões na Bahia – município de16.500 habitantes – bem como conversar com o prefeito e verificar as ações necessárias paraa viagem. A área de atuação escolhida pela faculdade foi Comunicação, Ambiente, Tecnologiae Trabalho.O processo seletivo dos alunos, que participaram como voluntários no projeto foi realizado emnovembro e início de dezembro, a partir de um edital de seleção publicado com os critériosexigidos pelo programa, sendo selecionados oito alunos: Curso AlunosGestão Ambiental Maitê, Letícia, Tânia, RicardoEventos Luana, LúciaGestão da Tecnologia da Informação Aderlei, CarlosOs alunos, sob a coordenação dos professores João Neto e Lívia acompanharam as oficinas,ministradas pelos alunos, com um número superior a 40 pessoas em algumas delas, como asde Culinária Alternativa, Tecnologia da Informação e Técnicas de Coleta e Separação deResíduos, em que houve a necessidade de serem abertas novas turmas.Assessoria de Comunicação Fatec JundiaíMarço/2012 Página 1
  2. 2. Construção da horta suspensa: solução simples e criativa OficinaDentre o cronograma de atividades que foram realizadas havia a Construção da horta escolar;Culinária alternativa: reaproveitamento de alimentos; Técnicas de coleta e separação deresíduos; Cooperativa, empreendedorismo e técnicas gerenciais; Cinema na escola; Windows eWord; Excel; Produção orgânica; Reciclagem de óleo de cozinha.Estas atividades foram planejadas com base em um diagnóstico socioambiental e realizadas nasede do município de Brejões e em três povoados que pertencem ao município – Km 100, zonarural Pau Ferro e zona rural Lagoa da Roça. As oficinas tiveram três horas de duração eaconteciam nos períodos da manhã e tarde.As oficinas eram abertas à comunidade e houve a participação tanto de profissionais quetinham experiência na área, como daqueles que queriam aprender. Todos os participantesreceberam certificados com a chancela da Fatec, do Projeto Rondon e do Centro Paula Souza.Junto à Fatec Jundiaí participou da operação “2 de Julho” a Universidade Federal dePernambuco, responsável pelas oficinas voltadas à área da Saúde. Também fez parte do grupoo sargento Araújo, chamado por todos de “Anjo” porque tinha por missão acompanhar asequipes.Os alunos e professores puderam vivenciar experiências únicas: Clésia, moradora em Brejões eportadora de deficiência visual, participou das oficinas de Tecnologia da Informação e podedemonstrar a todos que, com boa vontade, iniciativa e ferramentas adequadas é possívelaprender e ampliar conhecimentos para viver nesta sociedade digital. Em contrapartida, pelocarinho recebido dos alunos rondonistas, Clesia ensinou-lhes o Braile e esteve presente emquase todas as oficinas.Para os professores João Neto e Lívia, “a experiência foi muito rica, os alunos puderam colocarem prática os conhecimentos de sala de aula; compartilharam não só seus saberes; massobretudo, estiveram abertos também para aprender; vivenciaram de fato o projeto enquantolição de vida e de cidadania na medida em que na diversidade e desigualdade encontravamsoluções simples e criativas; levaram ao ápice a ação de ser parceiro; foram gentis, firmes ecorajosos ao ministrarem suas oficinas.”Assessoria de Comunicação Fatec JundiaíMarço/2012 Página 2
  3. 3. “O projeto abriu nossos olhos para o que há em nossa volta, tornando-nos mais observadores,colocando-nos como mensageiro de auxílio e não de crítica, de solução não de problema.Ajudou-nos a lembrar que a vida é muito mais simples do que se apresenta no nosso mundo.Se educar é transformar, então o Projeto Rondon educa no melhor sentido da palavra”,afirmaram os professores.Segundo a coordenadora institucional do projeto Rondon, professora Juliana Rink, “a iniciativada Fatec Jundiaí proporcionou aos alunos e à faculdade uma experiência única, já que a FatecJundiaí foi a primeira Fatec do Centro Paula Souza a participar do projeto”.A aluna do Curso Superior de Eventos, Luana Zeron, teve diversos momentos de auto- análisedurante a operação, percebendo o modo como se portava diante do grupo. “Sem dúvida amaior lição que tirei foi sobre como melhorar o relacionamento com grupos, notando que estaatitude é essencial para o sucesso de qualquer trabalho onde se envolvam mais pessoas.Aprendi a respeitar diferenças e opiniões divergentes”.“O caminho está aberto para que outros possam trilhá-lo e, cada operação Rondon, comcerteza é um mundo a ser descoberto, melhor dizendo, uma sala de aula com mais de 8milhões de km2, finalizam os professores Lívia e João Neto.Para mais informações sobre o Projeto Rondon, acessar o site www.projetorondon.pagina-oficial.comAssessoria de Comunicação Fatec JundiaíMarço/2012 Página 3
  4. 4. Sobre o Projeto RondonO Projeto Rondon é realizado em parceria com diversos Ministérios e tem o apoio das ForçasArmadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessários às operações.Conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais e deempresas socialmente responsáveis.As ações do projeto são orientadas pelo Comitê de Orientação e Supervisão do ProjetoRondon, criado por Decreto Presidencial de 14 de janeiro de 2005. O COS, como é conhecido, éconstituído por representantes dos Ministérios da Defesa, que o preside, do DesenvolvimentoAgrário, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Educação, Esporte, Integração Nacional,Meio Ambiente, Saúde e da Secretária-Geral da Presidência da República.O Projeto Rondon tem por objetivos: contribuir para a formação do universitário comocidadão; integrar o universitário ao processo de desenvolvimento nacional, por meio de açõesparticipativas sobre a realidade do país; consolidar no universitário brasileiro o sentido deresponsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dosinteresses nacionais; estimular no universitário a produção de projetos coletivos locais, emparceria com as comunidades assistidas.Assessoria de Comunicação Fatec JundiaíMarço/2012 Página 4

×