SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Prescrição Farmacêutica
Apresentação elaborada em consonância com o Manual de
Boa Praticas para a Prescrição Farmacêutica do CFF
(no prelo)
Dr. Rinaldo Ferreira
3
Eu quero algo
para diarréia
Algo para Gripe
Estou com dor nas costas
Preciso de medicamento
para gastrite
Por favor, me dê algo
para varizes
Eu quero um remédio
para dor de cabeça
RESULTADO DA
MEDICAÇÃO
pacienteMedicamento
-+
ALIVIAR,
CURAR OU
CONTROLAR
FALHA NA
NECESSIDADE,
EFETIVIDADE
OU
SEGURANÇA
RESULTADO DA
MEDICAÇÃO
paciente
Medicamento Farmacêutico
-+
impacto
6
•Acompanhamento
•Gestão da medicação
•Revisão
•Transtornos Menores
•dispensação
•Educação em saúde
•Uso racional de med.
•P.A.
•Temperatura
•Glicemia
•CT
•TG
•Orais
•Tópicos
•Inalatórios
•Injetáveis
•Brincos
•Curativos
•Piercing
Atenção
farmacêutica
Monitoramentos
Medicalização
Procedimentos
Farmacovigilância
A.F.Domiciliar
CLÍNICAS
7
O Farmacêutico pode prescrever
qualquer medicamento?
8
CONSIDERAR
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
SEM RECEITA
9
• problema de saúde auto-limitante,
• de cura espontânea,
• com menos de sete dias,
• não está relacionado com outra doença e
• não é causado por outro medicamento.
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
SEM RECEITA
10
Algias leve a moderada
Problemas cutâneos
Desinfecção cutânea
Síndrome varicosa
Afecções das vias respiratórias
Afecções do aparelho digestivo
Febre
Afecções oftálmicas
Afecções otológicas
www.dieta-certa.com
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
SEM RECEITA
11
• idosos,
• crianças com
menos de 2 anos e
• PS severo.
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
SEM RECEITA
12
• quem prescreveu?
• para o mesmo PS?
• foi efetivo?
• foi seguro?
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
SEM RECEITA
13
SEM RECEITA
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
- 35% das vendas de medicamentos
corresponde a MIPs
- 40% em unidades
14
SEM RECEITA
a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor,
b) se é prescindível a atenção médica,
c) se o paciente já usou o medicamento e
d) se o medicamento exige prescrição médica.
15
16
xarope catim.com
SEM RECEITA
Art. 5o - O farmacêutico podera realizar a o de
medicamentos e outros produtos com finalidade
terapêutica, cuja o o exija o dica,
incluindo medicamentos industrializados e es
magistrais - ticos ou dinamizados -, plantas
medicinais, drogas vegetais e outras categorias ou es de
medicamentos que venham a ser aprovadas pelo o
rio federal para o do farmacêutico.
Resolução 586 CFF, 2013
18
19
MEDICAMENTOS
LEI Nº 11.903, DE 14 DE JANEIRO DE
2009.
Dispõe sobre o rastreamento da produção e do consumo de medicamentos por meio de
tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados.
Art. 6o O órgão de vigilância sanitária federal competente estabelecerá as
listas de medicamentos de venda livre, de venda sob prescrição e retenção de
receita e de venda sob responsabilidade do
farmacêutico, ...
20
MEDICAMENTOS
MOF
MPM
MIP
Venda de Medicamento sob
Orientação do Farmacêutico
Prescrição Farmacêutica
21
SEM RECEITA
22
O farmacêutico decidirá
a) Vai dispensar
b) Encaminhamento a outros
profissionais
c) Oferecer outros serviços
farmacêuticos:
SEM RECEITA
23
TRANSTORNO
MENOR
SOLICITAÇÃO DE
MEDICAÇÃO
SFT ou
MÉDICO
DISPENSAR
SIM
SIM
SIMNÃO
NÃO
NÃO
SEM RECEITA
PRESCÍNDIVEL
ATENÇÃO
MÉDICA
JÁ USOU
MIP
SIM
EFETIVO E
SEGURO
SIM
NÃO
NÃO
ETAPAS
1- Acolhimento da demanda
2- Anamnese farmacêutica
3- Plano de cuidado
4- Redação da prescrição
5- Orientação ao paciente
6- Avaliação dos resultados
7- Documentação do processo
1- Acolhimento da demanda
Para que? Para definir o Motivo da
consulta (queixa do paciente).
Como? Escuta ativa e humanizada
1- Acolhimento da demanda
2- Anamnese farmacêutica
Necessidades ou PS
Fatores modificadores
Opções de conduta
Alertas
3- Plano de Cuidado
Encaminhamento
Terapias farmacológicas
Medidas não farmacológicas
4- Redação da prescrição
Manual da prescrição (no prelo)
Modelo de prescrição Farma & Farma
Prescrição Farmacêutica
Paciente: _________________________________
Endereço: ________________________________
Tel.: ___________ e-mail: __________________
Tratamento: __________________________________________________________________
(formulação, concentração/dinamização, forma farmacêutica e via de administração)
____________________________________________________________________________
(dose, frequência de administração do medicamento e duração do tratamento)
_____________________________________________________________________________
Outras Recomendações: ________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
Farmacêutico ____________________
CRF _________________
Caso observe piora dos sintomas ou não observe melhora em ____ horas, procure atenção
médica.
Cidade: _________________
Data: ___ /___ / ________
5- Orientação ao paciente
Doença
Saúde
Medicamentos
Hábitos
6- Avaliação dos resultados
Monitoramento
Telefone
Próxima consulta
7- Documentação do Processo
Prontuário
Redação da prescrição
Encaminhamento
Bibliografia Recomendada
-Brasil, ANVISA, RDC 138, 2003.
-Brasil, CFF, Resolução 585, 2013.
-Brasil, CFF, Manual de Boas Práticas para a Prescrição Farmacêutica (no prelo).
-Brasil, CFF, Resolução 586, 2013.
-Brasil, CRF SP, OPAS, FASÍCULO II – MEDICAMENTOS ISENTOS DE
PRESCRIÇÃO, Brasília, 2010.
-Brasil, MS, DOENÇAS INFECCIOSAS, 8ed. Brasília, 2010.
-Brasil, MS, FORMULÁRIO TERAPÊUTICO NACIONAL. Brasília, 2008.
http://aplicacao.periodicos.saude.gov.br/portal (micromedex e outros)
Bibliografia Recomendada
-Finkel, R. e Pray, W.S. GUIA DE DISPENSAÇÃO DE PRODUTOS TERAPÊUTICOS
QUE NÃO EXIGEM PRESCRIÇÃO. Porto Alegre, Artmed, 2007.
-Goodman & Gilman’s. THE PHARMACOLGICAL BASIS OF THERAPEUTICS, 9
ed. New York.
-Marques, Luciene Alves Moreira. ATENÇÃO FARMACÊUTICA EM DISTÚRBIOS
MENORES. São Paulo, Medfarma, 2005.
-Prado, F. C. et al. ATUALIZAÇÃO TERAPÊUTICA, 22 ed. São Paulo, Artes Médicas,
2005.
Bibliografia Recomendada
- - Brasil, MS, FORMULÁRIO TERAPÊUTICO NACIONAL. Brasília, 2010
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/FTN_2010.pdf
- Brasil, Ministério da Saúde, URM - Temas Selecionados, Brasília, 2012.
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/uso_racional_medicamentos_temas_sele
cionados.pdf
CRF/SP – Projeto Farmácia Estabelecimento de Saúde 9 fascículos.
http://portal.crfsp.org.br/publicacoes-2/farmacia-estabelecimento-de-saude.html
www.drugbank.ca - base de dados sobre medicamentos.
www.epocrates.com - base de dados e interações.
www.medley.com.br - programa de desenvolvimento profissional farmacêutico.
www.projetodiretrizes.org.br - Conselho Federal de Medicina e Associação Médica
Brasileira.
Bibliografia Recomendada
www.rxlist.com – bases de dados e interações.
http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp - bulário eletrônico.
http://mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_merck/secao_00/sumario.html
http://mmspf.msdonline.com.br - Manual Merck - secção 2 – medicamentos
“ 8 – boca
“ 9 – distúrbios
digestivos
“ 18 – pele
“ 20 – ocular
www.univadis.com.br – Manual Merck 19 ed.
www.manualmerck.net – Manual Merck.
http://dab.saude.gov.br/CNSB - Conselho Nacional de Saúde Bucal.
www.einstein.br/manualfarmaceutico - Hospital Albert Einstein
Bibliografia Recomendada
www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1177/mialgia.htm - MedicinaNet
www.medscape.com/pharmacists - atualização.
http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp - Bulário Eletrônico.
www.farmaceuticoclinico.com.br
WHOmodelformulary2008
WHOmodelformularychildren2010
protocolos_clinicos_diretrizes_terapeuticas_v1
protocolos_clinicos_diretrizes_terapeuticas_v2
o Internacional de o ria (CIAP 2)
Aderenciaatratmedic
Muito obrigado!
rinaldo@farmaefarma.com.br
www.farmaefarma.com.br
http://twitter.com/#!/farmaefarma
www.farmaefarma.blogspot.com
www.slideshare.net/farmaefarma
www.youtube.com/user/mktfarma?feature=mhee
www.facebook.com/farmaefarma

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Farmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPSFarmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPSTiago Sampaio
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra CrfMarcelo Polacow Bisson
 
Prescrição Farmacêutica
Prescrição FarmacêuticaPrescrição Farmacêutica
Prescrição FarmacêuticaRinaldo Ferreira
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...farmaefarma
 
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêutica
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêuticaGuias de pratica clínica e prescrição farmacêutica
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêuticaangelitamelo
 
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatiaServiço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatiaRinaldo Ferreira
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticofarmaefarma
 
Acompanhamento farmacoterapeutico como começar! dr. rinaldo ferreira
Acompanhamento farmacoterapeutico   como começar! dr. rinaldo ferreiraAcompanhamento farmacoterapeutico   como começar! dr. rinaldo ferreira
Acompanhamento farmacoterapeutico como começar! dr. rinaldo ferreiraRinaldo Ferreira
 
Atribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêuticoAtribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêuticoCassyano Correr
 
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...Jose Eduardo
 
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Cassyano Correr
 
Indicação farmacêutica
Indicação farmacêuticaIndicação farmacêutica
Indicação farmacêuticafarmaefarma
 
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à SaúdeGestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à SaúdeCassyano Correr
 
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...Cassyano Correr
 
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e FunçãoServiços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e FunçãoCassyano Correr
 
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosCassyano Correr
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia ClínicaSandra Brassica
 

Mais procurados (20)

Farmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPSFarmacologia Clínica dos MIPS
Farmacologia Clínica dos MIPS
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
 
Prescrição Farmacêutica
Prescrição FarmacêuticaPrescrição Farmacêutica
Prescrição Farmacêutica
 
Mip
MipMip
Mip
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Rinaldo Ferreira - Manejo de Tr...
 
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêutica
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêuticaGuias de pratica clínica e prescrição farmacêutica
Guias de pratica clínica e prescrição farmacêutica
 
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatiaServiço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
Serviço clínico farmacêutico aplicado à homeopatia
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêutico
 
Acompanhamento farmacoterapeutico como começar! dr. rinaldo ferreira
Acompanhamento farmacoterapeutico   como começar! dr. rinaldo ferreiraAcompanhamento farmacoterapeutico   como começar! dr. rinaldo ferreira
Acompanhamento farmacoterapeutico como começar! dr. rinaldo ferreira
 
Atribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêuticoAtribuições clínicas do farmacêutico
Atribuições clínicas do farmacêutico
 
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...13 30 Lorenzo Bandeira   Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
13 30 Lorenzo Bandeira Cuidado Farmac%E Autico A Pacientes Hipertensos E Di...
 
Aula 2 prm
Aula 2   prmAula 2   prm
Aula 2 prm
 
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
 
Indicação farmacêutica
Indicação farmacêuticaIndicação farmacêutica
Indicação farmacêutica
 
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à SaúdeGestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
Gestão Clínica de Medicamentos na Atenção Primária à Saúde
 
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
Efeitos da atenção farmacêutica em pacientes com diabetes tipo 2 em farmácia ...
 
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e FunçãoServiços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
Serviços Clínicos Farmacêuticos - Estrutura e Função
 
Aula 2 - AF
Aula 2 - AFAula 2 - AF
Aula 2 - AF
 
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia Clínica
 

Destaque

Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_final
Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_finalFarmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_final
Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_finalangelitamelo
 
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslidesharePrescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshareangelitamelo
 
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslidesharePrescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshareangelitamelo
 
Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012farmaefarma
 
Boas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticasBoas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticasCassyano Correr
 
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...angelitamelo
 
O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?Cassyano Correr
 

Destaque (8)

Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_final
Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_finalFarmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_final
Farmacêutico clínico prescrição_farmacêutica_unifal_2015_final
 
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslidesharePrescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
 
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslidesharePrescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
Prescrição farmacêutica em situações comuns farmácias drogariasslideshare
 
Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012
 
Boas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticasBoas práticas para revisões sistemáticas
Boas práticas para revisões sistemáticas
 
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...
As bases do raciocínio clínico para a prescrição farmacêutica e provisão de s...
 
O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?O que são transtornos menores?
O que são transtornos menores?
 
Conceitos de Atenção Farmacêutica
Conceitos de  Atenção FarmacêuticaConceitos de  Atenção Farmacêutica
Conceitos de Atenção Farmacêutica
 

Semelhante a Prescrição Farmacêutica

10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)Elizeu Ferro
 
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarRodrigo Xavier
 
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...farmaefarma
 
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...farmaefarma
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfNaidilene Aguilar
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaCassyano Correr
 
A farmácia na promoção da saúde
A farmácia na promoção da saúdeA farmácia na promoção da saúde
A farmácia na promoção da saúdeRinaldo Ferreira
 
Uso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosUso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosFrancisco José
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoRinaldo Ferreira
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoRinaldo Ferreira
 
Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus
 Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus
Erros de medicação Prof° Gilberto de JesusGilberto de Jesus
 
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.pptLciaPaulaSchelbauerB
 
Metododaderpdf1 20141026175011
Metododaderpdf1 20141026175011Metododaderpdf1 20141026175011
Metododaderpdf1 20141026175011Mabi Almeida
 
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989Cd f v5_n1_2_p09_23_1989
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989SilviaZZ
 
Introdução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção FarmacêuticaIntrodução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção FarmacêuticaCassyano Correr
 
Farmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfFarmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfDaiane Santos
 

Semelhante a Prescrição Farmacêutica (20)

10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)10   atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
10 atendente de farmácia (dispensação de farmacia)
 
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
 
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
 
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
Serviço clínico farmacêutico gerando tráfego, fidelização e remuneração diret...
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
 
Avaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da FarmacoterapiaAvaliação Global da Farmacoterapia
Avaliação Global da Farmacoterapia
 
A farmácia na promoção da saúde
A farmácia na promoção da saúdeA farmácia na promoção da saúde
A farmácia na promoção da saúde
 
Af
AfAf
Af
 
Uso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentosUso racional de medicamentos
Uso racional de medicamentos
 
8901
89018901
8901
 
Mip
MipMip
Mip
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêutico
 
Serviço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêuticoServiço clínico farmacêutico
Serviço clínico farmacêutico
 
Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus
 Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus
Erros de medicação Prof° Gilberto de Jesus
 
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt
4ª EVOLUÇÃO DO FARMACEUTICO EM PRONTUARIO.ppt
 
Metododaderpdf1 20141026175011
Metododaderpdf1 20141026175011Metododaderpdf1 20141026175011
Metododaderpdf1 20141026175011
 
Socesp
SocespSocesp
Socesp
 
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989Cd f v5_n1_2_p09_23_1989
Cd f v5_n1_2_p09_23_1989
 
Introdução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção FarmacêuticaIntrodução à Atenção Farmacêutica
Introdução à Atenção Farmacêutica
 
Farmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfFarmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdf
 

Mais de farmaefarma

Farma & farma no maranhão
Farma & farma no maranhãoFarma & farma no maranhão
Farma & farma no maranhãofarmaefarma
 
Farma e farma news
Farma e farma newsFarma e farma news
Farma e farma newsfarmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli - MIPs que De...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli  - MIPs que De...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli  - MIPs que De...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli - MIPs que De...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso - Prescrição F...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso -  Prescrição F...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso -  Prescrição F...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso - Prescrição F...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...farmaefarma
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...farmaefarma
 
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICA
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICAServiços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICA
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICAfarmaefarma
 
Serviços natal parte 1
Serviços natal parte 1Serviços natal parte 1
Serviços natal parte 1farmaefarma
 
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cópia
Excelencia farmacêutica  2  melhorado - cópiaExcelencia farmacêutica  2  melhorado - cópia
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cópiafarmaefarma
 
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cóp
Excelencia farmacêutica  2  melhorado - cópExcelencia farmacêutica  2  melhorado - cóp
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cópfarmaefarma
 
Falando do mercado farmacêutico
Falando do mercado farmacêuticoFalando do mercado farmacêutico
Falando do mercado farmacêuticofarmaefarma
 
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João PessoaExcelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoafarmaefarma
 
INOVE Layoutização
INOVE LayoutizaçãoINOVE Layoutização
INOVE Layoutizaçãofarmaefarma
 
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em AracajuServiços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracajufarmaefarma
 
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em AracajuServiços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracajufarmaefarma
 

Mais de farmaefarma (20)

Farma & farma no maranhão
Farma & farma no maranhãoFarma & farma no maranhão
Farma & farma no maranhão
 
Farma e farma news
Farma e farma newsFarma e farma news
Farma e farma news
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli - MIPs que De...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli  - MIPs que De...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli  - MIPs que De...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas -: Dr. Arnaldo Zubioli - MIPs que De...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Wellington Barros da Silva - Me...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Laércio Batista Júnior - Medica...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Gladys Marques - Quando é Pres...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso - Prescrição F...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso -  Prescrição F...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso -  Prescrição F...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Pedro Menegasso - Prescrição F...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Medicamentos d...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Dayani Galato - Papel do Farma...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dr. Cassyano Correr - O que é Trans...
 
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...
4° Encontro de Lideranças Farmacêuticas - Dra. Noemia Liege Maria da Cunha Be...
 
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICA
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICAServiços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICA
Serviços natal parte 2 EXCELÊNCIA FARMACÊUTICA
 
Serviços natal parte 1
Serviços natal parte 1Serviços natal parte 1
Serviços natal parte 1
 
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cópia
Excelencia farmacêutica  2  melhorado - cópiaExcelencia farmacêutica  2  melhorado - cópia
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cópia
 
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cóp
Excelencia farmacêutica  2  melhorado - cópExcelencia farmacêutica  2  melhorado - cóp
Excelencia farmacêutica 2 melhorado - cóp
 
Falando do mercado farmacêutico
Falando do mercado farmacêuticoFalando do mercado farmacêutico
Falando do mercado farmacêutico
 
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João PessoaExcelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
Excelência Farmacêutica - serviços farmacêuticos João Pessoa
 
INOVE Layoutização
INOVE LayoutizaçãoINOVE Layoutização
INOVE Layoutização
 
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em AracajuServiços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
 
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em AracajuServiços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
Serviços Farmacêuticos - Excelência Farmacêutica em Aracaju
 

Prescrição Farmacêutica

  • 1. Prescrição Farmacêutica Apresentação elaborada em consonância com o Manual de Boa Praticas para a Prescrição Farmacêutica do CFF (no prelo) Dr. Rinaldo Ferreira
  • 2.
  • 3. 3 Eu quero algo para diarréia Algo para Gripe Estou com dor nas costas Preciso de medicamento para gastrite Por favor, me dê algo para varizes Eu quero um remédio para dor de cabeça
  • 6. 6 •Acompanhamento •Gestão da medicação •Revisão •Transtornos Menores •dispensação •Educação em saúde •Uso racional de med. •P.A. •Temperatura •Glicemia •CT •TG •Orais •Tópicos •Inalatórios •Injetáveis •Brincos •Curativos •Piercing Atenção farmacêutica Monitoramentos Medicalização Procedimentos Farmacovigilância A.F.Domiciliar CLÍNICAS
  • 7. 7 O Farmacêutico pode prescrever qualquer medicamento?
  • 8. 8 CONSIDERAR a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. SEM RECEITA
  • 9. 9 • problema de saúde auto-limitante, • de cura espontânea, • com menos de sete dias, • não está relacionado com outra doença e • não é causado por outro medicamento. a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. SEM RECEITA
  • 10. 10 Algias leve a moderada Problemas cutâneos Desinfecção cutânea Síndrome varicosa Afecções das vias respiratórias Afecções do aparelho digestivo Febre Afecções oftálmicas Afecções otológicas www.dieta-certa.com a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. SEM RECEITA
  • 11. 11 • idosos, • crianças com menos de 2 anos e • PS severo. a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. SEM RECEITA
  • 12. 12 • quem prescreveu? • para o mesmo PS? • foi efetivo? • foi seguro? a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. SEM RECEITA
  • 13. 13 SEM RECEITA a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica. - 35% das vendas de medicamentos corresponde a MIPs - 40% em unidades
  • 14. 14 SEM RECEITA a) se o Problema de Saúde é um transtorno menor, b) se é prescindível a atenção médica, c) se o paciente já usou o medicamento e d) se o medicamento exige prescrição médica.
  • 15. 15
  • 17. Art. 5o - O farmacêutico podera realizar a o de medicamentos e outros produtos com finalidade terapêutica, cuja o o exija o dica, incluindo medicamentos industrializados e es magistrais - ticos ou dinamizados -, plantas medicinais, drogas vegetais e outras categorias ou es de medicamentos que venham a ser aprovadas pelo o rio federal para o do farmacêutico. Resolução 586 CFF, 2013
  • 18. 18
  • 19. 19 MEDICAMENTOS LEI Nº 11.903, DE 14 DE JANEIRO DE 2009. Dispõe sobre o rastreamento da produção e do consumo de medicamentos por meio de tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados. Art. 6o O órgão de vigilância sanitária federal competente estabelecerá as listas de medicamentos de venda livre, de venda sob prescrição e retenção de receita e de venda sob responsabilidade do farmacêutico, ...
  • 20. 20 MEDICAMENTOS MOF MPM MIP Venda de Medicamento sob Orientação do Farmacêutico Prescrição Farmacêutica
  • 22. 22 O farmacêutico decidirá a) Vai dispensar b) Encaminhamento a outros profissionais c) Oferecer outros serviços farmacêuticos: SEM RECEITA
  • 23. 23 TRANSTORNO MENOR SOLICITAÇÃO DE MEDICAÇÃO SFT ou MÉDICO DISPENSAR SIM SIM SIMNÃO NÃO NÃO SEM RECEITA PRESCÍNDIVEL ATENÇÃO MÉDICA JÁ USOU MIP SIM EFETIVO E SEGURO SIM NÃO NÃO
  • 24. ETAPAS 1- Acolhimento da demanda 2- Anamnese farmacêutica 3- Plano de cuidado 4- Redação da prescrição 5- Orientação ao paciente 6- Avaliação dos resultados 7- Documentação do processo
  • 25. 1- Acolhimento da demanda Para que? Para definir o Motivo da consulta (queixa do paciente). Como? Escuta ativa e humanizada
  • 26. 1- Acolhimento da demanda
  • 27.
  • 28.
  • 29. 2- Anamnese farmacêutica Necessidades ou PS Fatores modificadores Opções de conduta Alertas
  • 30. 3- Plano de Cuidado Encaminhamento Terapias farmacológicas Medidas não farmacológicas
  • 31. 4- Redação da prescrição Manual da prescrição (no prelo) Modelo de prescrição Farma & Farma Prescrição Farmacêutica Paciente: _________________________________ Endereço: ________________________________ Tel.: ___________ e-mail: __________________ Tratamento: __________________________________________________________________ (formulação, concentração/dinamização, forma farmacêutica e via de administração) ____________________________________________________________________________ (dose, frequência de administração do medicamento e duração do tratamento) _____________________________________________________________________________ Outras Recomendações: ________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ Farmacêutico ____________________ CRF _________________ Caso observe piora dos sintomas ou não observe melhora em ____ horas, procure atenção médica. Cidade: _________________ Data: ___ /___ / ________
  • 32. 5- Orientação ao paciente Doença Saúde Medicamentos Hábitos
  • 33. 6- Avaliação dos resultados Monitoramento Telefone Próxima consulta
  • 34. 7- Documentação do Processo Prontuário Redação da prescrição Encaminhamento
  • 35.
  • 36. Bibliografia Recomendada -Brasil, ANVISA, RDC 138, 2003. -Brasil, CFF, Resolução 585, 2013. -Brasil, CFF, Manual de Boas Práticas para a Prescrição Farmacêutica (no prelo). -Brasil, CFF, Resolução 586, 2013. -Brasil, CRF SP, OPAS, FASÍCULO II – MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO, Brasília, 2010. -Brasil, MS, DOENÇAS INFECCIOSAS, 8ed. Brasília, 2010. -Brasil, MS, FORMULÁRIO TERAPÊUTICO NACIONAL. Brasília, 2008. http://aplicacao.periodicos.saude.gov.br/portal (micromedex e outros)
  • 37. Bibliografia Recomendada -Finkel, R. e Pray, W.S. GUIA DE DISPENSAÇÃO DE PRODUTOS TERAPÊUTICOS QUE NÃO EXIGEM PRESCRIÇÃO. Porto Alegre, Artmed, 2007. -Goodman & Gilman’s. THE PHARMACOLGICAL BASIS OF THERAPEUTICS, 9 ed. New York. -Marques, Luciene Alves Moreira. ATENÇÃO FARMACÊUTICA EM DISTÚRBIOS MENORES. São Paulo, Medfarma, 2005. -Prado, F. C. et al. ATUALIZAÇÃO TERAPÊUTICA, 22 ed. São Paulo, Artes Médicas, 2005.
  • 38. Bibliografia Recomendada - - Brasil, MS, FORMULÁRIO TERAPÊUTICO NACIONAL. Brasília, 2010 http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/FTN_2010.pdf - Brasil, Ministério da Saúde, URM - Temas Selecionados, Brasília, 2012. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/uso_racional_medicamentos_temas_sele cionados.pdf CRF/SP – Projeto Farmácia Estabelecimento de Saúde 9 fascículos. http://portal.crfsp.org.br/publicacoes-2/farmacia-estabelecimento-de-saude.html www.drugbank.ca - base de dados sobre medicamentos. www.epocrates.com - base de dados e interações. www.medley.com.br - programa de desenvolvimento profissional farmacêutico. www.projetodiretrizes.org.br - Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira.
  • 39. Bibliografia Recomendada www.rxlist.com – bases de dados e interações. http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp - bulário eletrônico. http://mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_merck/secao_00/sumario.html http://mmspf.msdonline.com.br - Manual Merck - secção 2 – medicamentos “ 8 – boca “ 9 – distúrbios digestivos “ 18 – pele “ 20 – ocular www.univadis.com.br – Manual Merck 19 ed. www.manualmerck.net – Manual Merck. http://dab.saude.gov.br/CNSB - Conselho Nacional de Saúde Bucal. www.einstein.br/manualfarmaceutico - Hospital Albert Einstein
  • 40. Bibliografia Recomendada www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1177/mialgia.htm - MedicinaNet www.medscape.com/pharmacists - atualização. http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp - Bulário Eletrônico. www.farmaceuticoclinico.com.br WHOmodelformulary2008 WHOmodelformularychildren2010 protocolos_clinicos_diretrizes_terapeuticas_v1 protocolos_clinicos_diretrizes_terapeuticas_v2 o Internacional de o ria (CIAP 2) Aderenciaatratmedic